As comunidades educativas da Inspetoria Santa Maria Mazzarello (THA) celebraram o 90º aniversário da presença das Filhas de Maria Auxiliadora na Tailândia, no dia 14 de novembro. Diversas iniciativas e uma celebração eucarística marcaram o momento.
Publicado em Internacionais
Uma missa em ação de graças marcou o início das celebrações pelos 90 anos (2021-1931) do colégio salesiano sediado na cidade mineira de Araxá.
Publicado em Nacionais
Entre os  dias 1º e 4, no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, a Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional e a Equipe de Subsídios da CNBB estiveram reunidas para elaborar os subsídios do Dia Nacional da Juventude (DNJ-2014) e da Jornada Diocesana da Juventude (JDJ).
Publicado em Nacionais
Foi realizada na manhã de domingo, 15 de dezembro, a celebração em ação de graças pela conclusão do curso de Comunicação para a Pastoral - turma 2013, oferecida pela Escola de Comunicação da Arquidiocese de Natal (ECAN), em parceria com a Faculdade Dom Heitor Sales. Participaram do curso os jovens Cybelle Pereira, Ranieri Dantas, Vitória Élida e Eduardo Aguiar, membros da Equipe Suporte de Comunicação, ligada à Articulação da Juventude Salesiana (AJS) de Gramoré/ Natal.
Publicado em Nacionais
Com o propósito de realizar a aproximação e formação com as famílias dos aprendizes do Cesam-ES, foi realizada, no dia 21 de setembro, a 2ª Formação com Famílias de 2013. O tema do Encontro foi “Direitos do Cidadão”.
Publicado em Nacionais
  O reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, convida a Família Salesiana (FS) a unir-se à Solene Adoração Eucarística que se fará, contemporaneamente em todo mundo no domingo, 2 de junho. A iniciativa, pensada para o contexto do Ano da Fé, contou com a inteira adesão de conferências episcopais, paróquias e congregações religiosas, que se unirão espiritualmente à Adoração Eucarística que se fará na Basílica de São Pedro, em Roma, às 17h (GMT+2). Leia abaixo um trecho da mensagem do reitor-mor dos salesianos.   Caríssimos irmãos e irmãs da Família Salesiana,   A Igreja se prepara para viver no domingo, 2 de junho, em união com o Papa Francisco, este grande momento de Adoração Eucarística, em todo o mundo contemporaneamente. É realmente uma iniciativa boa e profunda, porque reafirma a grande piedade que a Igreja sempre alimentou pelo Mistério Eucarístico.   Dom Bosco teve sempre muito a peito a devoção ao Santíssimo Sacramento: buscou-a com frequência desde jovem; indicou-a no sonho das duas colunas (30 de maio de 1862) como âncora para superar as dificuldades da vida; e a propôs constantemente aos seus jovens, deixando-a como um dos fundamentos  essenciais da sua espiritualidade.   A Eucaristia é fonte e ápice da vida de toda a Igreja, inclusive da sua missão. Não podemos nos aproximar da Eucaristia sem nos deixar arrastar pelo movimento da missão que, partindo do mesmo Coração de Deus, visa a chegar a todos os homens. Faz, portanto, parte constitutiva da forma eucarística da existência cristã, a tensão missionária que o Evangelho exprime com o imperativo de Jesus a seus Discípulos: “Dai-lhes vós mesmos de que comer”.   Clique aqui para ler a mensagem na íntegra
Publicado em Internacionais
  Cerca de 900 pessoas participaram da 10ª Procissão Mariana, realizada na Paróquia Santo Antônio, em Joinville, SC, no domingo, 26 de maio. O tema escolhido para a procissão deste ano foi “Maria Educadora da Juventude” e o lema “A seu tempo tudo compreenderás”. Às 17h uma carreata saiu da comunidade Cristo Bom Pastor, passando pela comunidade Nossa Senhora de Fátima em direção à Comunidade Nossa Senhora Aparecida, local em que iniciou a procissão. Além da cantoria e das orações, os jovens da paróquia prepararam um teatro para a comunidade protagonizando o “Sonho dos 9 anos de Dom Bosco”. A procissão foi encerrada com a santa missa, na Igreja Matriz.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Publicado em Nacionais
Graças aos gestos concretos de solidariedade e doação, um momento histórico foi vivido durante o dia 7 de abril - Domingo da Misericórdia: o início das obras de edificação da Catedral Cristo Rei. A solenidade começou com Missa campal, presidida pelo núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, e concelebrada pelo arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo, bispos-auxiliares, além de sacerdotes da arquidiocese de Belo Horizonte. O evento estendeu-se até a tarde de domingo, com momentos de oração e atividades voltadas para as famílias, como brincadeiras para as crianças, exames de pressão arterial e salão de beleza.   Durante a Missa, Dom Giovanni D’Aniello, que pela primeira vez visitou a arquidiocese de Belo Horizonte, falou com alegria dessa experiência e agradeceu a Dom Walmor pela oportunidade. “Durante as visitas, testemunhei como esta Igreja oferece aos carentes a esperança de Cristo Ressuscitado”, sublinhou. O núncio disse que vai apresentar ao Papa Francisco a força das comunidades de fé da Arquidiocese de Belo Horizonte. “Contarei que aqui tem uma comunidade forte, viva, que vai sustentar com orações o seu ministério petrino”.   Ao recordar das importantes iniciativas de inclusão social e ajuda aos mais necessitados que conheceu na Arquidiocese, Dom Giovanni D’Aniello ressaltou que a Catedral Cristo Rei reunirá as diversas pastorais, os meios de comunicação e o Memorial Arquidiocesano. Lembrou que uma semana antes do Domingo da Misericórdia, os fiéis testemunham o nascimento da Igreja, por meio da Páscoa, para dizer, referindo-se à Catedral, que no dia 7 de abril de 2013 todos testemunharam o início de uma igreja, fonte de comunhão.   Inspirado pela Liturgia do Dia, o núncio Apostólico explicou que a comunhão e a solidariedade são leis universais e ensinou que Cristo é o ponto de referência. “Em Cristo, se constrói a comunhão, sacramento que coloca o homem em comunhão com Deus e, consequentemente, com outros homens”. Dom Giovanni concluiu sua homilia manifestando o desejo que de que a Catedral Cristo Rei, brevemente, torne-se lugar para a vivência da comunhão fraterna. “Que Nossa Senhora da Piedade nos ampare”, suplicou.   Ao se despedir dos fiéis, Dom Giovanni D’Aniello citou a seguinte frase de Santo Agostinho: “tarde te conheci, tarde te amei”. Em seguida, a adaptou para homenagear a capital mineira: “Belo Horizonte, tarde te conheci, tarde te amei”. Foi bastante aplaudido pelos cerca de 5 mil fiéis que acompanharam a celebração Eucarística.   Após a celebração, o arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo abençoou os operários que trabalharão nas obras da Catedral Cristo Rei e seus equipamentos. Dom Walmor afirmou que a Catedral Cristo Rei “será a casa de homens e mulheres de Deus”. Lembrou-se daqueles que ajudaram e ajudam a Arquidiocese de Belo Horizonte nesta caminhada rumo à Catedral. “São muitos nomes que estão no coração de Deus, da nossa Arquidiocese e no nosso”.   O arcebispo sublinhou que a Catedral Cristo Rei acolherá especialmente os pobres e sofredores, “para que a Igreja continue a importante tarefa de fazer, de todos, discípulos e discípulas de Deus”. Depois, pediu a proteção de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais, e a condução de São José, patrono das obras da Catedral, para os trabalhos de edificação.   Diversas autoridades participaram da solenidade. O governador de Minas, Antonio Anastasia, disse que a Catedral Cristo Rei será lugar de fé e esperança. Dirigindo-se ao núncio Apostólico, pediu que leve uma saudação especial ao Papa Francisco e o convide para que visite Minas Gerais. Já o prefeito da capital, Márcio Lacerda, ressaltou a importância da Catedral Cristo Rei “para que a fé, a solidariedade e a fraternidade sejam vividas de modo ainda mais intenso”.   CNBB
Publicado em Nacionais
O Parlamento do Paraguai, reunido em sessão solene na sala bicameral do Congresso, entregou o diploma de reconhecimento ao padre salesiano José Zanardini, pelo trabalho realizado em prol da educação das populações indígenas da região do Chaco. A honorificência premia o trabalho desenvolvido pelos salesianos do Paraguai, que contribuiu para a promulgação de algumas leis em favor das comunidades indígenas.   Os Salesianos chegaram ao Paraguai em 1896 e fundaram sua primeira obra, formada por uma igreja, um oratório e oficinas de artes e ofícios – na capital Assunção, vizinha ao porto sobre o Rio Paraguai. A preocupação missionária os motivou, desde os primeiros anos, a atravessar o rio e seguir rumo ao norte, para fundar missões entre os indígenas. Em 1948 foi criado o Vicariato Apostólico do Chaco, confiado aos salesianos na pessoa de Dom Ángel Muzzolón, bispo salesiano.   No território do Vicariato existem nove etnias diferentes, com línguas e culturas também distintas. Inicialmente as missões começaram a trabalhar segundo os esquemas tradicionais. Mas depois do Concílio Vaticano II e graças à contribuição das ciências antropológicas, o trabalho pastoral e cultural com as populações indígenas se renovou, para adaptar-se às suas novas exigências. Foi um trabalho que, articulado em vários âmbitos, procurou garantir a sobrevivência das populações por longos séculos marginalizadas e humilhadas.   Há atualmente no Paraguai cerca de 25.000 alunos nas escolas indígenas e aproximadamente  1500 professores, em sua maioria, indígenas. As cerca de 500 escolas indígenas presentes no território nacional gozam todas de manutenção estatal.   Padre José Zanardini   Padre José Zanardini nasceu em 1942, em Bréscia, na Itália. Ordenado sacerdote em 28 de maio de 1975, em Chiari, Itália, chegou em 1978 ao Paraguai, onde desenvolveu todo o seu trabalho apostólico. Entre os anos de 1985 a 1991 foi encarregado da Missão Indígena de Puerto M. A., Chaco. Atualmente é professor de antropologia social na Universidade Católica, tendo sido convidado por muitas nações da América, Europa e Ásia, para falar sobre os indígenas, cultura, interculturalidade e revitalização das línguas como instrumento de reforço de identidade. Desde 2008, é assessor permanente do Ministério da Educação e Cultura do país, empenhado em preparar os novos programas das escolas indígenas pelo rumo das suas exigências.   Clique aqui para ler a matéria na íntegra
Publicado em Missões
  Foi dada a largada para o Bote Fé Recife 2013. O evento, que abre o ano da juventude na arquidiocese de Olinda e Recife, será realizado no próximo dia 27 de janeiro, no Chevrolet Hall, em Olinda. A festa, que terá celebração da Santa Missa e momentos de reflexão, vai reunir grandes nomes da música católica nacional, como a irmã Kelly Patrícia, Missionários Shalom e a banda Rosa de Saron, além de cantores locais como o padre João Carlos e o frei Damião Silva.   De acordo com o presidente da Comissão Arquidiocesana para a Juventude, padre Gimesson Silva, o evento tem como um dos objetivos subsidiar o acolhimento de cerca de 5 mil jovens estrangeiros que estarão na arquidiocese durante a Semana Missionária, em julho – semana que antecede a Jornada Mundial da Juventude.   A festa também será da solidariedade. Além de adquirir o ingresso, o público precisará doar um quilo de alimento não perecível ou uma garrafa de água mineral. Os donativos serão destinados às famílias vítimas da seca no Agreste e no Sertão do estado, que serão lembradas durante os shows de forró em homenagem a Luiz Gonzaga. “Vamos doar também parte dos recursos arrecadados no evento para nossos irmãos do Interior. Será a nossa contribuição para a segunda fase da campanha “Tem gente com sede de solidariedade”", afirmou o padre Gimesson Silva.   O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, disse estar muito entusiasmado com a mobilização da juventude em realizar o evento e ajudar ao próximo. “Este é o ano dos jovens e por isso todas as atenções da Igreja estão voltadas ainda mais para eles. Fico muito feliz em poder anunciar junto com eles esse evento que será de muita alegria, mas também, de compromisso missionário”, declarou o religioso.   No primeiro lote, os ingressos estão sendo vendidos ao preço promocional de R$ 20, que dá direito a um exemplar do Youcat. Os bilhetes podem ser adquiridos na Central do Bote Fé, que funciona na Casa da Juventude Padre Antônio Henrique, na Livraria Paulinas e com os vendedores credenciados de cada vicariato.   CNBB
Publicado em Nacionais
Página 1 de 2
As comunidades educativas da Inspetoria Santa Maria Mazzarello (THA) celebraram o 90º aniversário da presença das Filhas de Maria Auxiliadora na Tailândia, no dia 14 de novembro. Diversas iniciativas e uma celebração eucarística marcaram o momento.
Publicado em Internacionais
Uma missa em ação de graças marcou o início das celebrações pelos 90 anos (2021-1931) do colégio salesiano sediado na cidade mineira de Araxá.
Publicado em Nacionais
Entre os  dias 1º e 4, no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, a Coordenação da Pastoral Juvenil Nacional e a Equipe de Subsídios da CNBB estiveram reunidas para elaborar os subsídios do Dia Nacional da Juventude (DNJ-2014) e da Jornada Diocesana da Juventude (JDJ).
Publicado em Nacionais
Foi realizada na manhã de domingo, 15 de dezembro, a celebração em ação de graças pela conclusão do curso de Comunicação para a Pastoral - turma 2013, oferecida pela Escola de Comunicação da Arquidiocese de Natal (ECAN), em parceria com a Faculdade Dom Heitor Sales. Participaram do curso os jovens Cybelle Pereira, Ranieri Dantas, Vitória Élida e Eduardo Aguiar, membros da Equipe Suporte de Comunicação, ligada à Articulação da Juventude Salesiana (AJS) de Gramoré/ Natal.
Publicado em Nacionais
Com o propósito de realizar a aproximação e formação com as famílias dos aprendizes do Cesam-ES, foi realizada, no dia 21 de setembro, a 2ª Formação com Famílias de 2013. O tema do Encontro foi “Direitos do Cidadão”.
Publicado em Nacionais
  O reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, convida a Família Salesiana (FS) a unir-se à Solene Adoração Eucarística que se fará, contemporaneamente em todo mundo no domingo, 2 de junho. A iniciativa, pensada para o contexto do Ano da Fé, contou com a inteira adesão de conferências episcopais, paróquias e congregações religiosas, que se unirão espiritualmente à Adoração Eucarística que se fará na Basílica de São Pedro, em Roma, às 17h (GMT+2). Leia abaixo um trecho da mensagem do reitor-mor dos salesianos.   Caríssimos irmãos e irmãs da Família Salesiana,   A Igreja se prepara para viver no domingo, 2 de junho, em união com o Papa Francisco, este grande momento de Adoração Eucarística, em todo o mundo contemporaneamente. É realmente uma iniciativa boa e profunda, porque reafirma a grande piedade que a Igreja sempre alimentou pelo Mistério Eucarístico.   Dom Bosco teve sempre muito a peito a devoção ao Santíssimo Sacramento: buscou-a com frequência desde jovem; indicou-a no sonho das duas colunas (30 de maio de 1862) como âncora para superar as dificuldades da vida; e a propôs constantemente aos seus jovens, deixando-a como um dos fundamentos  essenciais da sua espiritualidade.   A Eucaristia é fonte e ápice da vida de toda a Igreja, inclusive da sua missão. Não podemos nos aproximar da Eucaristia sem nos deixar arrastar pelo movimento da missão que, partindo do mesmo Coração de Deus, visa a chegar a todos os homens. Faz, portanto, parte constitutiva da forma eucarística da existência cristã, a tensão missionária que o Evangelho exprime com o imperativo de Jesus a seus Discípulos: “Dai-lhes vós mesmos de que comer”.   Clique aqui para ler a mensagem na íntegra
Publicado em Internacionais
  Cerca de 900 pessoas participaram da 10ª Procissão Mariana, realizada na Paróquia Santo Antônio, em Joinville, SC, no domingo, 26 de maio. O tema escolhido para a procissão deste ano foi “Maria Educadora da Juventude” e o lema “A seu tempo tudo compreenderás”. Às 17h uma carreata saiu da comunidade Cristo Bom Pastor, passando pela comunidade Nossa Senhora de Fátima em direção à Comunidade Nossa Senhora Aparecida, local em que iniciou a procissão. Além da cantoria e das orações, os jovens da paróquia prepararam um teatro para a comunidade protagonizando o “Sonho dos 9 anos de Dom Bosco”. A procissão foi encerrada com a santa missa, na Igreja Matriz.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Publicado em Nacionais
Graças aos gestos concretos de solidariedade e doação, um momento histórico foi vivido durante o dia 7 de abril - Domingo da Misericórdia: o início das obras de edificação da Catedral Cristo Rei. A solenidade começou com Missa campal, presidida pelo núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, e concelebrada pelo arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo, bispos-auxiliares, além de sacerdotes da arquidiocese de Belo Horizonte. O evento estendeu-se até a tarde de domingo, com momentos de oração e atividades voltadas para as famílias, como brincadeiras para as crianças, exames de pressão arterial e salão de beleza.   Durante a Missa, Dom Giovanni D’Aniello, que pela primeira vez visitou a arquidiocese de Belo Horizonte, falou com alegria dessa experiência e agradeceu a Dom Walmor pela oportunidade. “Durante as visitas, testemunhei como esta Igreja oferece aos carentes a esperança de Cristo Ressuscitado”, sublinhou. O núncio disse que vai apresentar ao Papa Francisco a força das comunidades de fé da Arquidiocese de Belo Horizonte. “Contarei que aqui tem uma comunidade forte, viva, que vai sustentar com orações o seu ministério petrino”.   Ao recordar das importantes iniciativas de inclusão social e ajuda aos mais necessitados que conheceu na Arquidiocese, Dom Giovanni D’Aniello ressaltou que a Catedral Cristo Rei reunirá as diversas pastorais, os meios de comunicação e o Memorial Arquidiocesano. Lembrou que uma semana antes do Domingo da Misericórdia, os fiéis testemunham o nascimento da Igreja, por meio da Páscoa, para dizer, referindo-se à Catedral, que no dia 7 de abril de 2013 todos testemunharam o início de uma igreja, fonte de comunhão.   Inspirado pela Liturgia do Dia, o núncio Apostólico explicou que a comunhão e a solidariedade são leis universais e ensinou que Cristo é o ponto de referência. “Em Cristo, se constrói a comunhão, sacramento que coloca o homem em comunhão com Deus e, consequentemente, com outros homens”. Dom Giovanni concluiu sua homilia manifestando o desejo que de que a Catedral Cristo Rei, brevemente, torne-se lugar para a vivência da comunhão fraterna. “Que Nossa Senhora da Piedade nos ampare”, suplicou.   Ao se despedir dos fiéis, Dom Giovanni D’Aniello citou a seguinte frase de Santo Agostinho: “tarde te conheci, tarde te amei”. Em seguida, a adaptou para homenagear a capital mineira: “Belo Horizonte, tarde te conheci, tarde te amei”. Foi bastante aplaudido pelos cerca de 5 mil fiéis que acompanharam a celebração Eucarística.   Após a celebração, o arcebispo Dom Walmor Oliveira de Azevedo abençoou os operários que trabalharão nas obras da Catedral Cristo Rei e seus equipamentos. Dom Walmor afirmou que a Catedral Cristo Rei “será a casa de homens e mulheres de Deus”. Lembrou-se daqueles que ajudaram e ajudam a Arquidiocese de Belo Horizonte nesta caminhada rumo à Catedral. “São muitos nomes que estão no coração de Deus, da nossa Arquidiocese e no nosso”.   O arcebispo sublinhou que a Catedral Cristo Rei acolherá especialmente os pobres e sofredores, “para que a Igreja continue a importante tarefa de fazer, de todos, discípulos e discípulas de Deus”. Depois, pediu a proteção de Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Minas Gerais, e a condução de São José, patrono das obras da Catedral, para os trabalhos de edificação.   Diversas autoridades participaram da solenidade. O governador de Minas, Antonio Anastasia, disse que a Catedral Cristo Rei será lugar de fé e esperança. Dirigindo-se ao núncio Apostólico, pediu que leve uma saudação especial ao Papa Francisco e o convide para que visite Minas Gerais. Já o prefeito da capital, Márcio Lacerda, ressaltou a importância da Catedral Cristo Rei “para que a fé, a solidariedade e a fraternidade sejam vividas de modo ainda mais intenso”.   CNBB
Publicado em Nacionais
O Parlamento do Paraguai, reunido em sessão solene na sala bicameral do Congresso, entregou o diploma de reconhecimento ao padre salesiano José Zanardini, pelo trabalho realizado em prol da educação das populações indígenas da região do Chaco. A honorificência premia o trabalho desenvolvido pelos salesianos do Paraguai, que contribuiu para a promulgação de algumas leis em favor das comunidades indígenas.   Os Salesianos chegaram ao Paraguai em 1896 e fundaram sua primeira obra, formada por uma igreja, um oratório e oficinas de artes e ofícios – na capital Assunção, vizinha ao porto sobre o Rio Paraguai. A preocupação missionária os motivou, desde os primeiros anos, a atravessar o rio e seguir rumo ao norte, para fundar missões entre os indígenas. Em 1948 foi criado o Vicariato Apostólico do Chaco, confiado aos salesianos na pessoa de Dom Ángel Muzzolón, bispo salesiano.   No território do Vicariato existem nove etnias diferentes, com línguas e culturas também distintas. Inicialmente as missões começaram a trabalhar segundo os esquemas tradicionais. Mas depois do Concílio Vaticano II e graças à contribuição das ciências antropológicas, o trabalho pastoral e cultural com as populações indígenas se renovou, para adaptar-se às suas novas exigências. Foi um trabalho que, articulado em vários âmbitos, procurou garantir a sobrevivência das populações por longos séculos marginalizadas e humilhadas.   Há atualmente no Paraguai cerca de 25.000 alunos nas escolas indígenas e aproximadamente  1500 professores, em sua maioria, indígenas. As cerca de 500 escolas indígenas presentes no território nacional gozam todas de manutenção estatal.   Padre José Zanardini   Padre José Zanardini nasceu em 1942, em Bréscia, na Itália. Ordenado sacerdote em 28 de maio de 1975, em Chiari, Itália, chegou em 1978 ao Paraguai, onde desenvolveu todo o seu trabalho apostólico. Entre os anos de 1985 a 1991 foi encarregado da Missão Indígena de Puerto M. A., Chaco. Atualmente é professor de antropologia social na Universidade Católica, tendo sido convidado por muitas nações da América, Europa e Ásia, para falar sobre os indígenas, cultura, interculturalidade e revitalização das línguas como instrumento de reforço de identidade. Desde 2008, é assessor permanente do Ministério da Educação e Cultura do país, empenhado em preparar os novos programas das escolas indígenas pelo rumo das suas exigências.   Clique aqui para ler a matéria na íntegra
Publicado em Missões
  Foi dada a largada para o Bote Fé Recife 2013. O evento, que abre o ano da juventude na arquidiocese de Olinda e Recife, será realizado no próximo dia 27 de janeiro, no Chevrolet Hall, em Olinda. A festa, que terá celebração da Santa Missa e momentos de reflexão, vai reunir grandes nomes da música católica nacional, como a irmã Kelly Patrícia, Missionários Shalom e a banda Rosa de Saron, além de cantores locais como o padre João Carlos e o frei Damião Silva.   De acordo com o presidente da Comissão Arquidiocesana para a Juventude, padre Gimesson Silva, o evento tem como um dos objetivos subsidiar o acolhimento de cerca de 5 mil jovens estrangeiros que estarão na arquidiocese durante a Semana Missionária, em julho – semana que antecede a Jornada Mundial da Juventude.   A festa também será da solidariedade. Além de adquirir o ingresso, o público precisará doar um quilo de alimento não perecível ou uma garrafa de água mineral. Os donativos serão destinados às famílias vítimas da seca no Agreste e no Sertão do estado, que serão lembradas durante os shows de forró em homenagem a Luiz Gonzaga. “Vamos doar também parte dos recursos arrecadados no evento para nossos irmãos do Interior. Será a nossa contribuição para a segunda fase da campanha “Tem gente com sede de solidariedade”", afirmou o padre Gimesson Silva.   O arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, disse estar muito entusiasmado com a mobilização da juventude em realizar o evento e ajudar ao próximo. “Este é o ano dos jovens e por isso todas as atenções da Igreja estão voltadas ainda mais para eles. Fico muito feliz em poder anunciar junto com eles esse evento que será de muita alegria, mas também, de compromisso missionário”, declarou o religioso.   No primeiro lote, os ingressos estão sendo vendidos ao preço promocional de R$ 20, que dá direito a um exemplar do Youcat. Os bilhetes podem ser adquiridos na Central do Bote Fé, que funciona na Casa da Juventude Padre Antônio Henrique, na Livraria Paulinas e com os vendedores credenciados de cada vicariato.   CNBB
Publicado em Nacionais
Página 1 de 2