Valores se ensinam na prática: um olhar sobre a literatura infantil

Friday, 21 June 2013 15:55 Written by  Romilda Pimentel
Valores se ensinam na prática: um olhar sobre a literatura infantil Fotos: Valter Rocha
O trabalho realizado no Colégio Coração de Jesus, unidade da Rede Salesiana de Escolas em Cuiabá, MT, aqui serve de exemplo, dentro da proposta de estimular os alunos e envolvê-los no universo imaginário da escrita e da reflexão sobre os valores humanos, na prática.   A escrita e a leitura que acompanham a humanidade desde os seus primórdios, possuem lugar privilegiado em todas as áreas do conhecimento, ampliando e solidificando os ensinamentos quando estes partem da informação para alcançar o conhecimento. Para tanto, é necessário partir da prática para estimular os alunos a pensar, refletir sobre algo importante da teoria ou sobre a própria vida. Para que essa dinâmica aconteça com eficiência, faz-se necessária a mediação do professor. Perguntas e hipóteses devem servir para estimular os alunos à investigação e ao pensar. O livro didático é um apoio importante quando superamos seus limites e aproveitamos as possibilidades dos temas que devem transcender as fronteiras das disciplinas para explicar os fenômenos. O trabalho realizado no Colégio Coração de Jesus, unidade da Rede Salesiana de Escolas em Cuiabá, MT, aqui serve de exemplo, dentro da proposta de estimular os alunos e envolvê-los no universo imaginário da escrita e da reflexão sobre os valores humanos, na prática.

No início do ano letivo de 2012, detectamos a necessidade de intensificar o trabalho de leitura e escrita com os nossos alunos do 2º ao 5º ano. A pedido da direção da escola, elaboramos um projeto que incluiu vários temas e atividades coerentes com a proposta pedagógica da escola, que já possui em seu bojo o Sistema Preventivo de Dom Bosco.

Os temas trabalhados foram:

2º ano – Descobrindo o mundo através da leitura

3º ano – As canções que a gente gosta tanto

4º ano – Antologia poética

5º ano – Ciranda de leitura

Um texto, por mais simples que possa parecer, traz muitas possibilidades formativas para o processo de ensino e aprendizagem, entre elas os valores que estão expressos no contexto da história. Estes podem ser discutidos com os alunos, fazendo surgir uma diversidade de opiniões e desenvolver a capacidade de expressão dos educandos. Quando confrontamos o comportamento dos personagens com o comportamento da sociedade que vivemos hoje, ou com o comportamento do próprio aluno, estamos possibilitando uma reflexão sobre os valores formativos da literatura infantil.

 

Artes e música

Esses princípios foram fundamentais para o desenvolvimento do nosso projeto. Tivemos a preocupação com a escolha dos livros pelas crianças. Em todas as turmas, do 2º ao 5º ano, os alunos tiveram a oportunidade de escolher os livros e fazer trocas com os colegas. Além da ficha de leitura, recriaram textos, contaram histórias, fizeram versos, interpretaram fábulas, poesias e poemas, aprenderam e cantaram músicas, conheceram os mais importantes autores da literatura infantil e da música popular brasileira, por meio de suas obras e biografias. Entrevistaram músicos e aprenderam a apreciar as músicas regionais. Nas artes plásticas, desenvolveram habilidades importantes como: identificar o belo das cores e formas, desde um simples desenho no papel até a expressão de  uma pintura em tela com formas mais complexas.

As artes plásticas e a música estiveram presentes nesse projeto com o foco na leitura e na escrita. A contemplação do belo na arte e a sensibilidade ao ler um texto, uma história, ouvir ou cantar uma música, são atitudes inerentes ao ser humano. O belo desperta a atenção e a sensibilidade, o que nos levou a organizar os cenários com uma decoração adequada para cada ambiente, de acordo com cada temática, para a mostra dos trabalhos, realizada dia 30 de outubro.

 

Mostra dos trabalhos

O espaço da mostra contou com vários ambientes. A entrada representou um antigo escritório, mostrando formas de escrita e representação de instrumentos da Idade Média, instrumentos e representações dos séculos XVIII, XIX e XX. O objetivo foi mostrar para os alunos um pouco da história da escrita, conhecer e valorizar a evolução da sociedade.

Em seguida, o espaço das artes plásticas teve como objetivo apresentar toda a capacidade criativa dos alunos com as cores, formas e o que é mais importante, aproveitando resíduos sólidos para compor a sua arte criativa.

A apresentação dos trabalhos sobre “As canções que a gente gosta tanto” teve como objetivo fazer com que as crianças conhecessem as músicas brasileiras de maior destaque, seus compositores e biografias.

Mais adiante, um ambiente foi preparado com plantas doadas pelo Horto Florestal Tote Garcia, para a aula de campo com as crianças. Esta apresentação teve como objetivo fortalecer e valorizar o meio ambiente e mostrar que da planta também sai poesia por meio da legenda poética referente a cada uma delas.

 

Homenagens

Na lateral direita da porta de entrada, um cenário que representava um quarto de bonecas foi a homenagem ao escritor e poeta Olavo Bilac com a poesia: Boneca. Este cenário também teve como objetivo incentivar nos alunos, de uma forma geral, alguns valores como: organizar a casa, cuidar da família, cuidar da higiene pessoal, despertar para a responsabilidade, para o amor fraterno, dentre outros...

O ambiente preparado para homenagear o músico e poeta Vinícius de Moraes com a poesia As Borboletas contou com um painel de flores e borboletas. Estes cenários de homenagens são importantes para reforçar a interação com a poesia, música, arte e com as histórias, enriquecendo e propiciando abertura de outras perspectivas de apreensão do conhecimento.

Uma homenagem especial para todos os autores da literatura, trabalhada em sala de aula pelos professores e alunos, tomou conta do espaço central. O objetivo foi cultivar o respeito e consideração à memória daqueles que construíram e constroem a Literatura Brasileira.

Para intensificar e potencializar o processo de interação com a literatura infantil, passamos para mais um ambiente que mostra o potencial dos alunos com registros poéticos, histórias, parlendas, fábulas e poemas, dentre outros.

Por fim, concluímos os trabalhos com resultados significativos no que se refere à aprendizagem, à motivação, ao interesse e à participação dos alunos, das famílias e de toda comunidade escolar.

 

Romilda Pimentel, educadora do Colégio Coração de Jesus, em Cuiabá, MT. 

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Valores se ensinam na prática: um olhar sobre a literatura infantil

Friday, 21 June 2013 15:55 Written by  Romilda Pimentel
Valores se ensinam na prática: um olhar sobre a literatura infantil Fotos: Valter Rocha
O trabalho realizado no Colégio Coração de Jesus, unidade da Rede Salesiana de Escolas em Cuiabá, MT, aqui serve de exemplo, dentro da proposta de estimular os alunos e envolvê-los no universo imaginário da escrita e da reflexão sobre os valores humanos, na prática.   A escrita e a leitura que acompanham a humanidade desde os seus primórdios, possuem lugar privilegiado em todas as áreas do conhecimento, ampliando e solidificando os ensinamentos quando estes partem da informação para alcançar o conhecimento. Para tanto, é necessário partir da prática para estimular os alunos a pensar, refletir sobre algo importante da teoria ou sobre a própria vida. Para que essa dinâmica aconteça com eficiência, faz-se necessária a mediação do professor. Perguntas e hipóteses devem servir para estimular os alunos à investigação e ao pensar. O livro didático é um apoio importante quando superamos seus limites e aproveitamos as possibilidades dos temas que devem transcender as fronteiras das disciplinas para explicar os fenômenos. O trabalho realizado no Colégio Coração de Jesus, unidade da Rede Salesiana de Escolas em Cuiabá, MT, aqui serve de exemplo, dentro da proposta de estimular os alunos e envolvê-los no universo imaginário da escrita e da reflexão sobre os valores humanos, na prática.

No início do ano letivo de 2012, detectamos a necessidade de intensificar o trabalho de leitura e escrita com os nossos alunos do 2º ao 5º ano. A pedido da direção da escola, elaboramos um projeto que incluiu vários temas e atividades coerentes com a proposta pedagógica da escola, que já possui em seu bojo o Sistema Preventivo de Dom Bosco.

Os temas trabalhados foram:

2º ano – Descobrindo o mundo através da leitura

3º ano – As canções que a gente gosta tanto

4º ano – Antologia poética

5º ano – Ciranda de leitura

Um texto, por mais simples que possa parecer, traz muitas possibilidades formativas para o processo de ensino e aprendizagem, entre elas os valores que estão expressos no contexto da história. Estes podem ser discutidos com os alunos, fazendo surgir uma diversidade de opiniões e desenvolver a capacidade de expressão dos educandos. Quando confrontamos o comportamento dos personagens com o comportamento da sociedade que vivemos hoje, ou com o comportamento do próprio aluno, estamos possibilitando uma reflexão sobre os valores formativos da literatura infantil.

 

Artes e música

Esses princípios foram fundamentais para o desenvolvimento do nosso projeto. Tivemos a preocupação com a escolha dos livros pelas crianças. Em todas as turmas, do 2º ao 5º ano, os alunos tiveram a oportunidade de escolher os livros e fazer trocas com os colegas. Além da ficha de leitura, recriaram textos, contaram histórias, fizeram versos, interpretaram fábulas, poesias e poemas, aprenderam e cantaram músicas, conheceram os mais importantes autores da literatura infantil e da música popular brasileira, por meio de suas obras e biografias. Entrevistaram músicos e aprenderam a apreciar as músicas regionais. Nas artes plásticas, desenvolveram habilidades importantes como: identificar o belo das cores e formas, desde um simples desenho no papel até a expressão de  uma pintura em tela com formas mais complexas.

As artes plásticas e a música estiveram presentes nesse projeto com o foco na leitura e na escrita. A contemplação do belo na arte e a sensibilidade ao ler um texto, uma história, ouvir ou cantar uma música, são atitudes inerentes ao ser humano. O belo desperta a atenção e a sensibilidade, o que nos levou a organizar os cenários com uma decoração adequada para cada ambiente, de acordo com cada temática, para a mostra dos trabalhos, realizada dia 30 de outubro.

 

Mostra dos trabalhos

O espaço da mostra contou com vários ambientes. A entrada representou um antigo escritório, mostrando formas de escrita e representação de instrumentos da Idade Média, instrumentos e representações dos séculos XVIII, XIX e XX. O objetivo foi mostrar para os alunos um pouco da história da escrita, conhecer e valorizar a evolução da sociedade.

Em seguida, o espaço das artes plásticas teve como objetivo apresentar toda a capacidade criativa dos alunos com as cores, formas e o que é mais importante, aproveitando resíduos sólidos para compor a sua arte criativa.

A apresentação dos trabalhos sobre “As canções que a gente gosta tanto” teve como objetivo fazer com que as crianças conhecessem as músicas brasileiras de maior destaque, seus compositores e biografias.

Mais adiante, um ambiente foi preparado com plantas doadas pelo Horto Florestal Tote Garcia, para a aula de campo com as crianças. Esta apresentação teve como objetivo fortalecer e valorizar o meio ambiente e mostrar que da planta também sai poesia por meio da legenda poética referente a cada uma delas.

 

Homenagens

Na lateral direita da porta de entrada, um cenário que representava um quarto de bonecas foi a homenagem ao escritor e poeta Olavo Bilac com a poesia: Boneca. Este cenário também teve como objetivo incentivar nos alunos, de uma forma geral, alguns valores como: organizar a casa, cuidar da família, cuidar da higiene pessoal, despertar para a responsabilidade, para o amor fraterno, dentre outros...

O ambiente preparado para homenagear o músico e poeta Vinícius de Moraes com a poesia As Borboletas contou com um painel de flores e borboletas. Estes cenários de homenagens são importantes para reforçar a interação com a poesia, música, arte e com as histórias, enriquecendo e propiciando abertura de outras perspectivas de apreensão do conhecimento.

Uma homenagem especial para todos os autores da literatura, trabalhada em sala de aula pelos professores e alunos, tomou conta do espaço central. O objetivo foi cultivar o respeito e consideração à memória daqueles que construíram e constroem a Literatura Brasileira.

Para intensificar e potencializar o processo de interação com a literatura infantil, passamos para mais um ambiente que mostra o potencial dos alunos com registros poéticos, histórias, parlendas, fábulas e poemas, dentre outros.

Por fim, concluímos os trabalhos com resultados significativos no que se refere à aprendizagem, à motivação, ao interesse e à participação dos alunos, das famílias e de toda comunidade escolar.

 

Romilda Pimentel, educadora do Colégio Coração de Jesus, em Cuiabá, MT. 

Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.