Papa Francisco recebe o reitor-mor dos salesianos e seu vigário

Friday, 22 March 2013 13:22 Written by  InfoANS
Papa Francisco recebe o reitor-mor dos salesianos e seu vigário InfoANS
Na tarde desta quinta-feira, 21 de março, o reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, e o seu vigário, padre Adriano Bregolin, foram recebidos pelo Papa Francisco, no Vaticano, em um encontro marcado por grande familiaridade. O Papa recebeu com espontaneidade a carta e os presentes do reitor-mor e do padre Bregolin, mostrando-se disponível a visitar Turim em 2015.   “Foi um encontro breve, de 15 minutos, mas de grande intensidade, em que entregamos ao Santo Padre a carta que lhe havia escrito por ocasião do início do seu Pontificado e a Estátua de Nossa Senhora Auxiliadora, que logo beijou – disse o reitor-mor.   “Tudo quanto vimos e sentimos desde a sua primeira apresentação na Praça de São Pedro, na noite inesquecível da sua eleição, voltamos a reviver e a experimentar pessoalmente ontem à tarde: a sua acolhedora simpatia, a grande simplicidade, a cordialidade, a capacidade de escuta e de relacionamento. Reconheceu-me; e o abraço com que me recebeu fez-me sentir a sua grande paternidade”.   A humanidade do Papa se mostrou igualmente na atenção especial ao padre Chávez: “Pediu-me notícias da minha saúde, porque soubera que não havia passado muito bem. Perguntou-me, outrossim, pelo termo do meu mandato como reitor-mor. Disse-lhe que, graças a Deus, havia de tal modo recuperado a saúde que pudera levar adiante o meu serviço; e que dentro de um ano haveria de terminar o meu encargo de Superior”.   No decorrer da conversa não faltaram referências à vizinhança do Papa Francisco com a espiritualidade e a obra salesiana: “Juntos – retoma o padre Chávez – relembramos alguns acontecimentos: como quando em Aparecida pedi que a beatificação de Zeferino Namuncurá não se fizesse em Buenos Aires, mas em Chimpay, motivando o pedido com a explicação de que ‘na Patagônia os Salesianos fizeram tudo’; o seu passado como aluno do Colégio Salesiano de Ramos Mejía; a sua devoção a Nossa Senhora Auxiliadora, que ele exprimia indo ao seu Santuário, em Almagro, todo dia 24 do mês, para celebrar a Eucaristia; ele mesmo recordou que exatamente naquele santuário fora batizado, sempre por um salesiano, padre Enrico Pozzoli; e falamos também da sua afiliação ao Clube de Futebol São Lourenço, de que ainda conserva a sua primeira carteirinha esportiva”.   O reitor-mor e o padre Bregolin fizeram também alguns convites ao Papa Francisco, que ele acolheu com extrema disponibilidade: “ao apresentar-lhe o diretor da Comunidade no Vaticano, padre Sergio Pellini, convidamo-lo a visitar a ‘Tipografia’ e a comunidade, e disse que o teria feito. Renovei-lhe a seguir o convite de ir a Turim, no dia 24 de maio de 2015, para a Festa de Maria Auxiliadora, por ocasião do Bicentenário de Nascimento de Dom Bosco. A sua resposta deixou espaço à esperança: “E por que não?”. Enfim, o padre Adriano Bregolin pediu-lhe para conservar a estátua de Maria Auxiliadora no seu estúdio como Auxiliadora e Mãe da Igreja; ao que repetiu: “O farei!””.   O reitor-mor e seu vigário a seguir se despediram agradecendo pela oportunidade concedida de saudá-lo pessoalmente e de renovar-lhe a oração e a proximidade de toda a Família Salesiana, especialmente da Congregação.   InfoANS
Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 22 March 2013 19:32

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.


Papa Francisco recebe o reitor-mor dos salesianos e seu vigário

Friday, 22 March 2013 13:22 Written by  InfoANS
Papa Francisco recebe o reitor-mor dos salesianos e seu vigário InfoANS
Na tarde desta quinta-feira, 21 de março, o reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez, e o seu vigário, padre Adriano Bregolin, foram recebidos pelo Papa Francisco, no Vaticano, em um encontro marcado por grande familiaridade. O Papa recebeu com espontaneidade a carta e os presentes do reitor-mor e do padre Bregolin, mostrando-se disponível a visitar Turim em 2015.   “Foi um encontro breve, de 15 minutos, mas de grande intensidade, em que entregamos ao Santo Padre a carta que lhe havia escrito por ocasião do início do seu Pontificado e a Estátua de Nossa Senhora Auxiliadora, que logo beijou – disse o reitor-mor.   “Tudo quanto vimos e sentimos desde a sua primeira apresentação na Praça de São Pedro, na noite inesquecível da sua eleição, voltamos a reviver e a experimentar pessoalmente ontem à tarde: a sua acolhedora simpatia, a grande simplicidade, a cordialidade, a capacidade de escuta e de relacionamento. Reconheceu-me; e o abraço com que me recebeu fez-me sentir a sua grande paternidade”.   A humanidade do Papa se mostrou igualmente na atenção especial ao padre Chávez: “Pediu-me notícias da minha saúde, porque soubera que não havia passado muito bem. Perguntou-me, outrossim, pelo termo do meu mandato como reitor-mor. Disse-lhe que, graças a Deus, havia de tal modo recuperado a saúde que pudera levar adiante o meu serviço; e que dentro de um ano haveria de terminar o meu encargo de Superior”.   No decorrer da conversa não faltaram referências à vizinhança do Papa Francisco com a espiritualidade e a obra salesiana: “Juntos – retoma o padre Chávez – relembramos alguns acontecimentos: como quando em Aparecida pedi que a beatificação de Zeferino Namuncurá não se fizesse em Buenos Aires, mas em Chimpay, motivando o pedido com a explicação de que ‘na Patagônia os Salesianos fizeram tudo’; o seu passado como aluno do Colégio Salesiano de Ramos Mejía; a sua devoção a Nossa Senhora Auxiliadora, que ele exprimia indo ao seu Santuário, em Almagro, todo dia 24 do mês, para celebrar a Eucaristia; ele mesmo recordou que exatamente naquele santuário fora batizado, sempre por um salesiano, padre Enrico Pozzoli; e falamos também da sua afiliação ao Clube de Futebol São Lourenço, de que ainda conserva a sua primeira carteirinha esportiva”.   O reitor-mor e o padre Bregolin fizeram também alguns convites ao Papa Francisco, que ele acolheu com extrema disponibilidade: “ao apresentar-lhe o diretor da Comunidade no Vaticano, padre Sergio Pellini, convidamo-lo a visitar a ‘Tipografia’ e a comunidade, e disse que o teria feito. Renovei-lhe a seguir o convite de ir a Turim, no dia 24 de maio de 2015, para a Festa de Maria Auxiliadora, por ocasião do Bicentenário de Nascimento de Dom Bosco. A sua resposta deixou espaço à esperança: “E por que não?”. Enfim, o padre Adriano Bregolin pediu-lhe para conservar a estátua de Maria Auxiliadora no seu estúdio como Auxiliadora e Mãe da Igreja; ao que repetiu: “O farei!””.   O reitor-mor e seu vigário a seguir se despediram agradecendo pela oportunidade concedida de saudá-lo pessoalmente e de renovar-lhe a oração e a proximidade de toda a Família Salesiana, especialmente da Congregação.   InfoANS
Rate this item
(0 votes)
Last modified on Friday, 22 March 2013 19:32

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.