Padre Filiberto González, conselheiro geral para as Comunicações Sociais da Congregação Salesiana, falou ao portal “Vatican Insider” sobre como a importância das redes sociais para a Família Salesiana (FS). Leia a entrevista abaixo:   Como está a Família Salesiana na área das Comunicações Sociais? Penso que sempre estivemos dentro deste mundo e desta atmosfera das Comunicações Sociais. Dom Bosco era um homem de proa nesta área, antes, diria, de muita santa ambição, porque desejava conquistar todas as almas possíveis para Deus. Quando escreveu a circular sobre a “Difusão dos bons livros”, afirmou que se tratava de uma das prioridades apostólicas que Deus lhe havia confiado. Entretanto acho também que neste âmbito nos tenham por vezes faltado a coragem, a criatividade e a visão educativo-pastoral de Dom Bosco.   Por que os salesianos deveriam estar nas "social networks". Tem sentido que eles usem Facebook e Twitter para seu apostolado? A exemplo de Dom Bosco e a pedido das nossas Constituições, existem alguns critérios de fundo que podem aplicar-se aos novos tempos, às novas culturas e aos novos jovens. Tais critérios se podem exprimir com pequenas frases como, por exemplo, onde estão os jovens, ali estão os salesianos; o salesiano é aberto e cordial, pronto a dar o primeiro passo; o salesiano acolhe os valores do mundo e abstém-se de lamuriar acerca do próprio tempo: aceita tudo o que há de bom, especialmente se for do agrado dos jovens. Mas não basta, porque falta a coisa mais importante: quem comunicará o amor de Deus aos milhões de jovens que habitam o novo continente digital e se comunicam entre si em novos espaços e com novas linguagens? Penso que se trate do continente mais juvenil, e por isso, mais salesiano. A salvação dos jovens torna-se o critério mais importante para estar presentes e viver nas "social networks".   Podem as "social networks" tornar-se para muitos salesianos um novo tipo de oratório em que encontrar-se com os jovens? Estou convencido disso. Trata-se do oratório físico e do oratório virtual, ambos reais: juntos! Em ambos os oratórios há e vivem jovens que buscam alguma coisa: conhecer, partilhar, dialogar, exprimir-se, fazer amigos... Falta quem os acompanhe com abertura e autenticidade de vida, sem preconceitos, e valorizando sempre a nova cultura. O bom do oratório é que, sendo um espaço aberto que se radica na qualidade dos relacionamentos e das propostas, faz todo o mundo crescer. Tais redes sociais são um espaço adaptado para criar clima de família, de amizade, de educação mútua, de busca a Deus. Neste novo tipo de oratório encontram espaço valores e atividades em que os jovens são os protagonistas, os criadores acompanhados, como Dom Bosco queria e fazia em Valdocco.   InfoANS
Publicado em Comunicação
“Jovens, de olhos fixos em Jesus, ide e anunciai” é o tema da pré-jornada diocesana da juventude na diocese de Iguatu, CE, animada pelas Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) de Aiuaba em parceria com o bispo de Iguatu, dom João Costa. Dos oito meses de pré-jornada, seis já foram realizadas e contemplaram visitas aos jovens nas 26 paróquias da diocese de Iguatu e nos distritos.     No decorrer das pré-jornadas são realizadas animação, adoração ao Santíssimo Sacramento e o estudo do Catecismo jovem, o You Cat, que está sendo distribuído para todos os jovens da diocese. Até o momento, já foram entregues 9.000 catecismos e mais 7.000 estão previstos para chegar ainda no mês de maio para ajudar a concluir o trabalho realizado com a juventude  local.   As pré-jornadas são realizadas com a imagem de Nossa Senhora do Sorriso, Jesus Eucarístico e uma réplica da Cruz, de três metros, para inspirar os jovens a refletirem sobre a dor de Cristo e o sorriso de Maria que festeja a Ressurreição de Jesus e nos convida a sair da morte para a vida n’Ele.   Iguatu situa-se na região sertaneja do Ceará. É uma diocese pobre, onde as juventudes carecem de orientação e auxilio material e espiritual.   Acontecendo - Inspetoria Maria Auxiliadora
Publicado em Nacionais
O novo pontífice é o cardeal Jorge Mario Bergoglio, Papa Francisco, que nasceu em Buenos Aires, na Argentina, em 17 de dezembro de 1936.    Formou-se como técnico químico, mas depois escolheu o caminho do sacerdócio e entrou para o seminário de Villa Devoto. Em 11 de março de 1958, passou para o noviciado da Companhia de Jesus. Completou os estudos humanistas no Chile e, em 1963, voltou para Buenos Aires e se formou em filosofia na Faculdade de Filosofia do Colégio Máximo San José, de São Miguel.   De 1964 a 1965, ensinou literatura e psicologia no Colégio da Imaculada de Santa Fé e, em 1966, ensinou essas mesmas matérias no Colégio do Salvador, em Buenos Aires. De 1967 a 1970 estudou teologia na Faculdade de Teologia do Colégio Máximo San José, de São Miguel, onde se formou.   Em 13 de dezembro de 1969 foi ordenado sacerdote. Em 1970-1971, completou a terceira aprovação em Alcalá de Henares (Espanha), e em 22 de abril de 1973 fez a profissão perpétua.   Foi mestre de noviços em Villa Barilari, San Miguel (1972-1973), professor na Faculdade de Teologia, consultor da Província e reitor do Colégio Máximo. Em 31 de julho de 1973, foi eleito provincial da Argentina, cargo que desempenhou por seis anos.   De 1980 a 1986, foi reitor do Colégio Máximo e das Faculdades de Filosofia e Teologia dessa mesma Casa e pároco da Paróquia de São José, na Diocese de San Miguel.   Em março de 1986, viajou para a Alemanha para completar sua tese de doutorado. Foi enviado pelos seus superiores ao Colégio do Salvador e passou para a igreja da Companhia na cidade de Córdoba, como diretor espiritual e confessor.   Em 20 de maio de 1992, João Paulo II o nomeou bispo titular de Auca e auxiliar de Buenos Aires. Em 27 de junho do mesmo ano, recebeu na catedral de Buenos Aires a ordenação episcopal das mãos do cardeal Antonio Quarracino, do núncio apostólico Dom Ubaldo Calabresi e do bispo de Mercedes-Luján, Dom Emilio Ogñénovich.   Em 3 de junho de 1997 foi nomeado arcebispo coadjutor de Buenos Aires e em 28 de fevereiro de 1998, arcebispo de Buenos Aires por sucessão à morte do cardeal Quarracino.   É autor dos livros: “Meditaciones para religiosos” de 1982,  “Reflexiones sobre la vida apostólica” de 1986 e “Reflexiones de esperanza” de 1992.   É Ordinário para os fiéis de rito oriental residentes na Argentina que não podem contar com um Ordinário de seu rito. Grão-Chanceler da Universidade Católica Argentina.   Relator-Geral adjunto da 10ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos (outubro de 2001).   Foi criado cardeal pelo Beato João Paulo II no Consistório de 21 de fevereiro de 2001, titular da Igreja de São Roberto Bellarmino.   De novembro de 2005 a novembro de 2011 foi presidente da Conferência Episcopal Argentina.   É Membro: das Congregações: para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos; para o Clero; para os Institutos de vida consagrada e as Sociedades de vida apostólica; do Pontifício Conselho para a Família: da Pontifícia Comissão para a América Latina.   CNBB
Publicado em Internacionais
No dia 9 de março, o Instituto Profissional Maria Auxiliadora do Recife, PE, realizou o Dia de Espiritualidade Salesiana para os educadores. Foi um momento de muita reflexão, e de vivência do amor, do carinho e da espiritualidade. O encontro começou com a oração conduzida pelo coordenador de pastoral da escola, Carlos André Aguiar. A seguir, houve uma palestra com o padre Dayvson Soares (SDB) sobre o tema da Estreia 2013, “Como Dom Bosco Educador, ofereçamos aos jovens o Evangelho da alegria mediante a Pedagogia da Bondade”. O momento contou com boa participação dos educadores em reflexões e dinâmicas. Após a palestra, uma celebração eucarística deu sequência às atividades.  Os educadores fizeram a relação do que havia sido trabalhado no encontro e colocaram no altar as produções realizadas nos momentos de palestra e dinâmicas. Ao final do encontro, todos participaram de uma confraternização em que foram comemorados os 67 anos do Colégio Auxiliadora, completados no dia 10 de março.   RSE Informa  
Publicado em Nacionais
Na festa solene de Cristo Rei do Universo, realizada no dia 25 de novembro, 206 representantes de 75 países de todas as partes do mundo, se reuniram na Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, no centro do Rio de Janeiro, para a missa de abertura do II Encontro Preparatório para a JMJ Rio2013.   Dom Orani João Tempesta presidiu a cerimônia, concelebrada pelo Cardeal Stanislaw Rylko, presidente do PCL, Monsenhor Joseph Clemens, secretário do PCL e o Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni d'Aniello, junto aos demais bispos e sacerdotes presentes.   Os delegados internacionais participarão de uma série de atividades e paineis sobre os preparativos do encontro do Papa Bento XVI, que será realizado, entre os dias 23 e 28 de julho de 2013, no Rio de Janeiro.    Leia mais em JMJRio2013
Publicado em Internacionais
Terminou nesta sexta-feira, 23 de novembro, o 3º Encontro Nacional da Missão Continental, organizado pelo Centro Cultural Missionário (CCM) em parceria com as Pontifícias Obras Missionárias (POM). Com o tema “Por uma paróquia em estado permanente de missão: reestruturação e dinamização dos serviços paroquiais, a continuidade da missão popular e a sua vocação para a missão além-fronteiras”, o evento reuniu 60 pessoas de todos os regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).   O bispo da prelazia de São Félix do Araguaia, MT, e presidente da Comissão para a Missão Continental da CNBB, dom Adriano Ciocca Vasino, manifestou o desejo de que a Missão aconteça nas bases onde a verdadeira ação pastoral se desenvolve. Já o padre Sidnei Ferreira, assessor da CNBB para a Missão Continental, explicou que a fase de divulgação do Projeto já passou. “Estamos agora no período de aprofundamento para passar de uma pastoral de manutenção para uma pastoral decididamente missionária”.   Segundo padre Sidnei, em alguns países da América do Sul o Projeto da Missão Continental se transformou nas Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja local. No Brasil, criou-se uma comissão para coordenar o Projeto, mas as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (2011-2015) estão em plena sintonia com a Conferência de Aparecida que lançou a Missão Continental.   Leia mais em CNBB
Publicado em Nacionais
O Dicastério de Comunicação Social dos Salesianos de Dom Bosco acaba de disponibilizar a imagem do pôster  da Estreia 2013. O pôster, produzido pelo gabinete de comunicação social da província do sul da Itália, coordenado pelo padre Pierluigi Lanotte, foi elaborado com base no lema “Como Dom Bosco educador, oferecemos aos jovens o Evangelho de alegria através do ensino da bondade”. O cartaz foi inspirado no grande quadro desenhado por Cosme Musio, na entrada de Valdocco Dom Bosco com os braços abertos, seguidos por uma tropa de meninos e meninas felizes. A revisão propõe a imagem de Dom Bosco com um grupo de jovens de diferentes países do mundo. A imagem expressa atenção aos jovens e como o carisma e o sistema educativo salesiano se espalharam para todos os cantos do mundo. Leia mais em InfoANS
Publicado em Internacionais
Página 2 de 2
Padre Filiberto González, conselheiro geral para as Comunicações Sociais da Congregação Salesiana, falou ao portal “Vatican Insider” sobre como a importância das redes sociais para a Família Salesiana (FS). Leia a entrevista abaixo:   Como está a Família Salesiana na área das Comunicações Sociais? Penso que sempre estivemos dentro deste mundo e desta atmosfera das Comunicações Sociais. Dom Bosco era um homem de proa nesta área, antes, diria, de muita santa ambição, porque desejava conquistar todas as almas possíveis para Deus. Quando escreveu a circular sobre a “Difusão dos bons livros”, afirmou que se tratava de uma das prioridades apostólicas que Deus lhe havia confiado. Entretanto acho também que neste âmbito nos tenham por vezes faltado a coragem, a criatividade e a visão educativo-pastoral de Dom Bosco.   Por que os salesianos deveriam estar nas "social networks". Tem sentido que eles usem Facebook e Twitter para seu apostolado? A exemplo de Dom Bosco e a pedido das nossas Constituições, existem alguns critérios de fundo que podem aplicar-se aos novos tempos, às novas culturas e aos novos jovens. Tais critérios se podem exprimir com pequenas frases como, por exemplo, onde estão os jovens, ali estão os salesianos; o salesiano é aberto e cordial, pronto a dar o primeiro passo; o salesiano acolhe os valores do mundo e abstém-se de lamuriar acerca do próprio tempo: aceita tudo o que há de bom, especialmente se for do agrado dos jovens. Mas não basta, porque falta a coisa mais importante: quem comunicará o amor de Deus aos milhões de jovens que habitam o novo continente digital e se comunicam entre si em novos espaços e com novas linguagens? Penso que se trate do continente mais juvenil, e por isso, mais salesiano. A salvação dos jovens torna-se o critério mais importante para estar presentes e viver nas "social networks".   Podem as "social networks" tornar-se para muitos salesianos um novo tipo de oratório em que encontrar-se com os jovens? Estou convencido disso. Trata-se do oratório físico e do oratório virtual, ambos reais: juntos! Em ambos os oratórios há e vivem jovens que buscam alguma coisa: conhecer, partilhar, dialogar, exprimir-se, fazer amigos... Falta quem os acompanhe com abertura e autenticidade de vida, sem preconceitos, e valorizando sempre a nova cultura. O bom do oratório é que, sendo um espaço aberto que se radica na qualidade dos relacionamentos e das propostas, faz todo o mundo crescer. Tais redes sociais são um espaço adaptado para criar clima de família, de amizade, de educação mútua, de busca a Deus. Neste novo tipo de oratório encontram espaço valores e atividades em que os jovens são os protagonistas, os criadores acompanhados, como Dom Bosco queria e fazia em Valdocco.   InfoANS
Publicado em Comunicação
“Jovens, de olhos fixos em Jesus, ide e anunciai” é o tema da pré-jornada diocesana da juventude na diocese de Iguatu, CE, animada pelas Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) de Aiuaba em parceria com o bispo de Iguatu, dom João Costa. Dos oito meses de pré-jornada, seis já foram realizadas e contemplaram visitas aos jovens nas 26 paróquias da diocese de Iguatu e nos distritos.     No decorrer das pré-jornadas são realizadas animação, adoração ao Santíssimo Sacramento e o estudo do Catecismo jovem, o You Cat, que está sendo distribuído para todos os jovens da diocese. Até o momento, já foram entregues 9.000 catecismos e mais 7.000 estão previstos para chegar ainda no mês de maio para ajudar a concluir o trabalho realizado com a juventude  local.   As pré-jornadas são realizadas com a imagem de Nossa Senhora do Sorriso, Jesus Eucarístico e uma réplica da Cruz, de três metros, para inspirar os jovens a refletirem sobre a dor de Cristo e o sorriso de Maria que festeja a Ressurreição de Jesus e nos convida a sair da morte para a vida n’Ele.   Iguatu situa-se na região sertaneja do Ceará. É uma diocese pobre, onde as juventudes carecem de orientação e auxilio material e espiritual.   Acontecendo - Inspetoria Maria Auxiliadora
Publicado em Nacionais
O novo pontífice é o cardeal Jorge Mario Bergoglio, Papa Francisco, que nasceu em Buenos Aires, na Argentina, em 17 de dezembro de 1936.    Formou-se como técnico químico, mas depois escolheu o caminho do sacerdócio e entrou para o seminário de Villa Devoto. Em 11 de março de 1958, passou para o noviciado da Companhia de Jesus. Completou os estudos humanistas no Chile e, em 1963, voltou para Buenos Aires e se formou em filosofia na Faculdade de Filosofia do Colégio Máximo San José, de São Miguel.   De 1964 a 1965, ensinou literatura e psicologia no Colégio da Imaculada de Santa Fé e, em 1966, ensinou essas mesmas matérias no Colégio do Salvador, em Buenos Aires. De 1967 a 1970 estudou teologia na Faculdade de Teologia do Colégio Máximo San José, de São Miguel, onde se formou.   Em 13 de dezembro de 1969 foi ordenado sacerdote. Em 1970-1971, completou a terceira aprovação em Alcalá de Henares (Espanha), e em 22 de abril de 1973 fez a profissão perpétua.   Foi mestre de noviços em Villa Barilari, San Miguel (1972-1973), professor na Faculdade de Teologia, consultor da Província e reitor do Colégio Máximo. Em 31 de julho de 1973, foi eleito provincial da Argentina, cargo que desempenhou por seis anos.   De 1980 a 1986, foi reitor do Colégio Máximo e das Faculdades de Filosofia e Teologia dessa mesma Casa e pároco da Paróquia de São José, na Diocese de San Miguel.   Em março de 1986, viajou para a Alemanha para completar sua tese de doutorado. Foi enviado pelos seus superiores ao Colégio do Salvador e passou para a igreja da Companhia na cidade de Córdoba, como diretor espiritual e confessor.   Em 20 de maio de 1992, João Paulo II o nomeou bispo titular de Auca e auxiliar de Buenos Aires. Em 27 de junho do mesmo ano, recebeu na catedral de Buenos Aires a ordenação episcopal das mãos do cardeal Antonio Quarracino, do núncio apostólico Dom Ubaldo Calabresi e do bispo de Mercedes-Luján, Dom Emilio Ogñénovich.   Em 3 de junho de 1997 foi nomeado arcebispo coadjutor de Buenos Aires e em 28 de fevereiro de 1998, arcebispo de Buenos Aires por sucessão à morte do cardeal Quarracino.   É autor dos livros: “Meditaciones para religiosos” de 1982,  “Reflexiones sobre la vida apostólica” de 1986 e “Reflexiones de esperanza” de 1992.   É Ordinário para os fiéis de rito oriental residentes na Argentina que não podem contar com um Ordinário de seu rito. Grão-Chanceler da Universidade Católica Argentina.   Relator-Geral adjunto da 10ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos (outubro de 2001).   Foi criado cardeal pelo Beato João Paulo II no Consistório de 21 de fevereiro de 2001, titular da Igreja de São Roberto Bellarmino.   De novembro de 2005 a novembro de 2011 foi presidente da Conferência Episcopal Argentina.   É Membro: das Congregações: para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos; para o Clero; para os Institutos de vida consagrada e as Sociedades de vida apostólica; do Pontifício Conselho para a Família: da Pontifícia Comissão para a América Latina.   CNBB
Publicado em Internacionais
No dia 9 de março, o Instituto Profissional Maria Auxiliadora do Recife, PE, realizou o Dia de Espiritualidade Salesiana para os educadores. Foi um momento de muita reflexão, e de vivência do amor, do carinho e da espiritualidade. O encontro começou com a oração conduzida pelo coordenador de pastoral da escola, Carlos André Aguiar. A seguir, houve uma palestra com o padre Dayvson Soares (SDB) sobre o tema da Estreia 2013, “Como Dom Bosco Educador, ofereçamos aos jovens o Evangelho da alegria mediante a Pedagogia da Bondade”. O momento contou com boa participação dos educadores em reflexões e dinâmicas. Após a palestra, uma celebração eucarística deu sequência às atividades.  Os educadores fizeram a relação do que havia sido trabalhado no encontro e colocaram no altar as produções realizadas nos momentos de palestra e dinâmicas. Ao final do encontro, todos participaram de uma confraternização em que foram comemorados os 67 anos do Colégio Auxiliadora, completados no dia 10 de março.   RSE Informa  
Publicado em Nacionais
Na festa solene de Cristo Rei do Universo, realizada no dia 25 de novembro, 206 representantes de 75 países de todas as partes do mundo, se reuniram na Igreja de Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, no centro do Rio de Janeiro, para a missa de abertura do II Encontro Preparatório para a JMJ Rio2013.   Dom Orani João Tempesta presidiu a cerimônia, concelebrada pelo Cardeal Stanislaw Rylko, presidente do PCL, Monsenhor Joseph Clemens, secretário do PCL e o Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni d'Aniello, junto aos demais bispos e sacerdotes presentes.   Os delegados internacionais participarão de uma série de atividades e paineis sobre os preparativos do encontro do Papa Bento XVI, que será realizado, entre os dias 23 e 28 de julho de 2013, no Rio de Janeiro.    Leia mais em JMJRio2013
Publicado em Internacionais
Terminou nesta sexta-feira, 23 de novembro, o 3º Encontro Nacional da Missão Continental, organizado pelo Centro Cultural Missionário (CCM) em parceria com as Pontifícias Obras Missionárias (POM). Com o tema “Por uma paróquia em estado permanente de missão: reestruturação e dinamização dos serviços paroquiais, a continuidade da missão popular e a sua vocação para a missão além-fronteiras”, o evento reuniu 60 pessoas de todos os regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).   O bispo da prelazia de São Félix do Araguaia, MT, e presidente da Comissão para a Missão Continental da CNBB, dom Adriano Ciocca Vasino, manifestou o desejo de que a Missão aconteça nas bases onde a verdadeira ação pastoral se desenvolve. Já o padre Sidnei Ferreira, assessor da CNBB para a Missão Continental, explicou que a fase de divulgação do Projeto já passou. “Estamos agora no período de aprofundamento para passar de uma pastoral de manutenção para uma pastoral decididamente missionária”.   Segundo padre Sidnei, em alguns países da América do Sul o Projeto da Missão Continental se transformou nas Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja local. No Brasil, criou-se uma comissão para coordenar o Projeto, mas as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (2011-2015) estão em plena sintonia com a Conferência de Aparecida que lançou a Missão Continental.   Leia mais em CNBB
Publicado em Nacionais
O Dicastério de Comunicação Social dos Salesianos de Dom Bosco acaba de disponibilizar a imagem do pôster  da Estreia 2013. O pôster, produzido pelo gabinete de comunicação social da província do sul da Itália, coordenado pelo padre Pierluigi Lanotte, foi elaborado com base no lema “Como Dom Bosco educador, oferecemos aos jovens o Evangelho de alegria através do ensino da bondade”. O cartaz foi inspirado no grande quadro desenhado por Cosme Musio, na entrada de Valdocco Dom Bosco com os braços abertos, seguidos por uma tropa de meninos e meninas felizes. A revisão propõe a imagem de Dom Bosco com um grupo de jovens de diferentes países do mundo. A imagem expressa atenção aos jovens e como o carisma e o sistema educativo salesiano se espalharam para todos os cantos do mundo. Leia mais em InfoANS
Publicado em Internacionais
Página 2 de 2