Durante o mês de julho, quatro professores de Educação Física da Rede Salesiana de Escolas (RSE) realizam uma ação missionária e educacional junto a crianças e adolescentes carentes no Haiti   Em 1º de julho o grupo embarca para o Haiti, um dos países mais pobres da América e que ainda sofre as consequências do violento terremoto que afetou a região em 2010. Os educadores participam do projeto “Professores Sem Fronteiras”, uma iniciativa da RSE para compartilhar as práticas esportivas e educacionais do Brasil com os alunos das escolas e obras sociais salesianas daquele país.   O objetivo é contribuir, por meio do esporte e com a alegria, que é característica da ação salesiana, no atendimento a crianças e adolescentes haitianos com idades entre 5 a 18 anos. “Este projeto, mais que uma ação social solidária, é uma doação de vida. Há um entusiasmo, um desejo de bem, uma força motivadora que contagia os professores diretamente envolvidos e a todos os que estão acompanhando e de alguma forma ajudando na sua realização”, afirma a coordenadora do projeto, irmã Adair Sberga, Filha de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) e diretora do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora de Ribeirão Preto, SP. Organização do projeto Ao longo do mês de julho, os alunos das escolas e obras sociais salesianas do Haiti participarão de atividades lúdicas como: gincanas, jogos pré-desportivos e oficinas. “Pretendemos trabalhar a iniciação esportiva de maneira global, com atividades que envolvam o lúdico, o afetivo, o cognitivo e o espiritual”, explica irmã Adair. O futebol e o voleibol, esportes que são referência no Brasil, também serão ensinados para as crianças e os adolescentes.   O cronograma e a escolha das modalidades esportivas foram elaborados com a colaboração dos próprios professores de Educação Física envolvidos no projeto e da irmã Valéria Timóteo, Filha de Maria Auxiliadora brasileira que está no Haiti há mais de dois anos.   Garantindo a qualidade das atividades que serão desenvolvidas, os professores e alunos contarão com o suporte de diversos artigos, como coletes, uniformes e bolas de tênis, futebol, futsal e vôlei, dentre outros. A compra de todo o material necessário foi possível graças à colaboração de várias escolas da RSE de São Paulo, que realizaram gincanas e campanhas de arrecadação de fundos, em um empenho coletivo para viabilizar o projeto.   Palavra dos professores   Para os professores que decidiram participar dessa missão, o projeto tem um significado muito mais amplo que ensinar práticas esportivas. Corjesus Costa, do Instituto Madre Mazzarello de São Paulo, viu no “Professores Sem Fronteiras” a oportunidade de reviver o sentido da doação ao próximo que vivenciou nas Semanas Missionárias, quando era aluno do Colégio Santa Inês, também na Capital paulista. A mesma motivação tem o educador Rogério Batista, professor do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora de São Paulo. Ele acredita que a participação no projeto pode proporcionar uma forma mais humana de educar e compreender as necessidades do próximo e de transformar a realidade vivida pelos jovens.   Para Guilherme Brondi, que há 18 anos trabalha no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora de Ribeirão Preto, participar desse projeto é uma forma de doar seus conhecimentos para o próximo e de conhecer a cultura de um país diferente. Mas a proposta motivou também educadores recém-chegados aos pátios salesianos, como Renato de Castro, que trabalha há quatro meses no Colégio Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, em Campinas. Ele é o quarto integrante da equipe incumbida de promover um trabalho social, por meio da prática esportiva, que fique como legado na alma de cada jovem haitiano participante do projeto.   Assessoria de Imprensa Rede Salesiana de Escolas  
Published in Missões
  A Comissão Inspetorial de Educação (CIED) da Inspetoria Salesiana São Domingos Sávio, apoiada pela Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB), promoveu, nos dias 14 e 15 de junho, em Manaus, AM, um simpósio sobre o ano da fé que teve como tema: reflexões sobre a vivência cristã a partir do documento “Porta da Fé”.   Com esse evento a Inspetoria Salesiana São Domingos Sávio, por meio da Comissão Inspetorial de Educação, motivou um significativo gesto de comunhão com a Igreja que vive a experiência do Ano da Fé por ocasião da celebração dos 50 anos do Concílio Ecumênico Vaticano II.   Na noite da abertura, dia 14, após as palavras do padre Cânio Grimaldi, o grupo de teatro da FSDB apresentou uma encenação sobre o dinamismo da Fé presente no capítulo 11 da carta aos Hebreus. Em seguida, dom Sérgio Castriani, arcebispo de Manaus, refletiu sobre o Ano da Fé na Igreja de Manaus. Falando de desafios atuais, disse que atualmente há na sociedade uma grande sensibilidade religiosa, todavia esta é marcada por características como o intimismo, o individualismo, o apelo ao sucesso e à resolução de problemas.   Outros dois expositores que também contribuíram com reflexões muito significativas foi a irmã Luzinete Freitas com o tema “Dimensão Educativa da Fé” e o padre João Mendonça que concluiu a exposição dos temas da noite refletindo sobre a Iniciação Cristã.   Após a apresentação dos temas um debate foi realizado entre os participantes para o aprofundamento dos assuntos abordados ao longo do simpósio.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Published in Nacionais
No início da tarde de quinta-feira, 13 de junho, a doutora Betty Rodríguez, coordenadora do Hospital de Taisha, e Cristine Gruber, enfermeira e voluntária salesiana austríaca, morreram em um acidente aéreo no Equador. O avião havia partido de Taisha, Equador, e seguia para Macas.   Doutora Rodríguez, quando jovem, era voluntária na comunidade salesiana de Wasakentsa, Equardor, e - graças a essa experiência - uma vez formada em medicina, decidiu trabalhar com os salesianos das comunidades amazônicas, a fim de servir aos mais necessitados.   Cristine Gruber, nascida em 1959, atuava desde 1° de maio deste ano como voluntária na repartição médica da comunidade salesiana de Taisha, onde ficaria por seis meses, oferecendo os seus serviços de enfermeira, e posteriormente  iria servir a comunidade salesiana, de Cayambe.     InfoANS
Published in Internacionais
A Associação de Recuperação dos Menores - Novo Lar, em Viamão, RS, acolheu no dia 9 de junho cerca de 60 jovens da Pastoral da Juventude do Vicariato de Gravataí para participar do “Domingão da PJ”, um evento voltado para a formação e convivência entre os jovens.   O encontro foi organizado pela equipe de coordenação da Pastoral da Juventude do Vicariato, que é formada por 6 jovens de diferentes cidades. O evento foi iniciado às 8 horas com um momento de oração e com a apresentação dos grupos e de suas  localidades. No período da tarde, os jovens fizeram uma confraternização e participaram de diversos jogos. O encontro foi encerrado com a celebração de envio.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Published in Nacionais
No dia 11 de junho, irmã Irene Lanna completou 110 anos de vida. Para comemorar a data a Inspetoria Madre Mazzarello de Belo Horizonte, MG, promoveruuma grande festa para homenageá-la.   Irmã Irene nasceu em Ponte Nova, MG, em 1903, de uma família tradicional, que lhe deu conforto, muito amor e esmerada educação social e cristã. Irmã Irene é do Brasil, pois passou por vários estados, deixando um legado de sabedoria e de paz. É do mundo porque é a Filha de Maria Auxiliadora (FMA), na linha do tempo, mais próxima das origens. São 88 anos de vida religiosa consagrada, dedicada à juventude. Uma existência longa e abençoada, que foi e continua sendo bênção para muitas gerações.   É fato notável chegar aos 110 anos com a lucidez de irmã Irene, embora já frágil e de poucas palavras, comunica a fortaleza cultivada na fé, no trabalho, na serenidade que sempre testemunhou na comunidade e na missão.   Ela é forte sinal de doação da vida, de fidelidade, de sentido dado à sua longa existência. Portanto torna-se para a sociedade, para o jovem, esperança e certeza de que, o duradouro tem grande valor: a vida bem vivida, a vida consagrada a uma grande causa maior. Clique aqui para ler a entrevista realizada com a irmã Irene, em abril de 2012.   Para mais informações: Inspetoria Madre Mazzarello Irmã Maria Imaculada da Silva, secretária provincial (31) 3375 2128 – 83630227 Avenida 31 de março, 970 – Dom Cabral, 30535-000 Belo Horizonte-MG This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.   Leia também: Pe. Ladislau: 99 anos no mundo para os outros          
Published in Nacionais
Durante a sua visita à Inspetoria Nossa Senhora de Guadalupe, no México, a madre Yvonne Reungoat, superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), pediu para que fosse iniciado o processo diocesano sobre a vida, as virtudes heróicas e a fama de santidade e de sinais da irmã FMA Antonieta Böhm  - falecida no México, em 27 de abril de 2008.   O ‘Supplex libellus’, ou seja, o pedido oficial, foi apresentado, em nome do postulador geral da Família Salesiana, padre Pierluigi Cameroni, ao vigário de dom Guillermo Ortiz Mondragón, bispo de Cuautitlán (México), pelo beneditino dom Samuel Mácas Chávez.   Foram, além disso, apresentados um breve apanhado da vida da irmã Antonieta e da sua fama de santidade; uma série de testemunhos e a nomeação da vice-postuladora  na pessoa da irmã FMA, Guadalupe Chávez..   O que levou o Instituto a iniciar a causa da irmã Antonieta a apenas cinco anos da sua morte é a constante propagação da lembrança do seu testemunho de vida cristã e religiosa; a relevância social e eclesial da sua obra; o entusiasmo que o seu testemunho de vida exerce nas pessoas que a conheceram ou que receberam favores e graças de Deus e de Maria Auxiliadora por sua intercessão, sobretudo, os pobres e os doentes.   O reitor-mor da Família Salesiana, padre Pascual Chávez, escrevendo à madre Yvonne, na iminência de sua partida ao México, testemunhava: “Penso que nestes dias no México encontrarás, uma vez mais, um lindíssimo exemplo desta santidade salesiana na lembrança da irmã Antonieta Böhm. Agradeço a Deus por essa figura tão bela do ponto de vista humano e espiritual: mãe autêntica, capaz de gerar e acompanhar tantas filhas e filhos espirituais! Que vida fecunda! Agradeço a Deus por tê-la conhecido pessoalmente, e me associo a quantos exultam por ver iniciado o processo que a levará certamente à honra dos altares. Foi uma Filha de Maria Auxiliadora que viveu toda uma vida unida à Mãe de Jesus. Uma Filha de Maria Auxiliadora que levou no seu viver cotidiano o relacionamento profundo com Deus, a humildade, o espírito de serviço de Santa Maria Domingas”.   Com o início da Causa da irmã Antonieta Böhm, a Família Salesiana (FS) se enriquece de mais um novo candidato à santidade: o 166°. Significativo também é que esta causa comece no mês da Auxiliadora, de quem a irmã Antonieta foi verdadeira filha e grande devota.   InfoANS  
Published in Salesianidade
Começou nesta quarta-feira, 30 de maio, na Universidade Católica de Brasília, DF, o Congresso das Instituições Universitárias Salesianas do Brasil (IUS). Com o tema “A contribuição salesiana no contexto universitário brasileiro”, o congresso tem como objetivo geral celebrar o ano da Pedagogia em preparação ao bicentenário do nascimento de Dom Bosco. O encontro será encerrado neste sábado, 1º junho.   O evento reúne 12 universidades, centros universitários e faculdades salesianas de todo o país. Participam do Congresso inspetores salesianos, reitores, diretores, coordenadores de curso, gestores administrativos, presidentes das mantenedoras e representantes da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil (Cisbrasil).     No primeiro dia do Congresso, um painel coordenado pelo inspetor da Inspetoria São João Bosco (ISJB) e presidente da CISBRASIL, padre Nilson Faria dos Santos, mostrou “A presença salesiana na educação superior à luz do bicentenário do nascimento de Dom Bosco”. Nesta sexta-feira, segundo dia do encontro, são promovidos outros dois painéis: “Grandes desafios na Educação Superior no Brasil, hoje” e “Contribuição Específica Salesiana à Educação Superior”. No dia 1º de junho, além das atividades de encerramento, será realizada uma celebração eucarística.   Mais informações e a programação completa do Congresso da IUS Brasil estão no site da Universidade Católica de Brasília.   Inspetoria São João Bosco
Published in Nacionais
    O ex-aluno do colégio Liceu Campinas, Pedro Olmos Morandi, 18 anos, está se destacando no Estado da Califórnia, EUA, onde faz intercâmbio desde julho de 2012.  Jogador de tênis, ele venceu 30 jogos em sua categoria e foi parar  na emissora de TV americana, News Channel 3, que o destacou como “Atleta da Semana”.    Pedro, que estudou no Liceu Campinas desde a Educação Infantil até o Ensino Médio,  tem chamado a atenção em muitas cidades americanas pela determinação e perseverança.  Com a sequência de vitórias, o jovem atleta se classificou para disputar outro torneio na cidade de São Francisco, onde foi derrotado nas semi-finais pelo campeão da categoria e terminou em terceiro lugar. Pedro foi parabenizado pelos clubes do Rotary da cidade de Fortuna, pelos quais mantém o intercâmbio, pela Câmara de Comércio, técnicos e professores. Além disso, foi premiado pela Fortuna Union High School, onde estuda, como destaque do ano na equipe de tênis, que alcançou o melhor resultado da escola entre todos os esportes onde há alunos praticantes.     Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Internacionais
Salesianos (SDB) e Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) de primeira formação se reuniram, entre os dias 3 e 4 de maio, na Universidade Pontifícia Salesiana (UPS) de Roma, Itália, para debater sobre a mensagem do Papa Emérito, Bento XVI, para o 47º Dia Mundial das Comunicações Sociais, que será celebrado no dia 12 de maio: “Redes Sociais: portais de verdade e de fé; novos espaços de evangelização”.   A iniciativa, já em sua 2ª edição, foi promovida pelo Dicastério dos SDB e pelo Âmbito das FMA para a Comunicação Social (CS), em colaboração com a Faculdade de Ciências da Comunicação Social da UPS e a Faculdade de Ciências da Educação do Auxilium, também com sede em Roma.   Participaram do encontro, cerca de 150 religiosos e religiosas, em formação inicial,  junto com os seus formadores: as juniores das Inspetorias italianas e do Auxilium; os noviços de Genzano (Roma) e de Pinerolo (Turim); e os Pós-noviços da Comunidade de São Tarcísio com os estudantes de Teologia do Gerini (Roma).   No início do encontro os dois conselheiros gerais para a Comunicação Social da Congregação Salesiana, padre Filiberto González e irmã Giuseppina Terrugi, destacaram o objetivo principal do evento “Não estamos aqui para celebrar um evento, ainda que importante, nem somente para uma atualização, ainda que significativa; mas estamos aqui para viver um processo. Isto quer dizer que existe um projeto em ato, baseado em ideias fortes, com passos a serem dados, com um tempo de preparação e realização, e com perspectivas abertas à nossa frente”.   O encontro contou com palestras do padre Fabio Pasqualetti, docente da Faculdade de Ciências da Comunicação Social, e do monsenhor Domenico Pompili, diretor da Secretaria Nacional para as Comunicações Sociais da CEI (Conferência Episcopal Italiana), que abordaram o tema “Redes Sociais: portais de verdade e de fé; novos espaços de evangelização”. As duas palestras, embora com os mesmos temas, foram desenvolvidas com perspectivas diferentes sendo a primeira voltada  para o caráter sociocultural e a segunda para o caráter simbolicoeclesial.   O evento também contou com a participação dos jovens em diversas atividades conduzidas por professores, jornalistas, informáticos e promotores culturais.   A 2ª edição do encontro na UPS foi encerrada com a entrega do livro “Tra Silenzio e Parola” (LAS, Roma), uma obra que reúne a experiência do primeiro encontro na UPS, realizado em 2013, e com algumas palavras dos dois conselheiros para a Comunicação Social, padre Filiberto e irmã Giuseppina.“ Fazemos votos para que estes dias nos envolvam eficazmente e possam favorecer propostas análogas também em nossas Inspetorias em várias partes do mundo, para que aumente mais e mais a consciência da importância que hoje tem a cultura da Comunicação para a nossa missão de consagrados/as, educadores/as dos jovens – nativos digitais”, concluíram.   No site sdb.org, na seção do Dicastério para a Comunicação Social, estão disponíveis em italiano os vídeos e áudios das duas palestras realizadas durante o encontro.   InfoANS
Published in Internacionais
Representantes da Pastoral da Juventude de todo o Brasil se reúniram em Taguatinga, no Distrito Federal, para o “Seminário Nacional da Campanha contra a Violência e Extermínio de Jovens”. O evento foi aberto com destaque para os desafios diante das realidades de morte e violência entre as juventudes. Mais de 150 delegados participam da atividade no Colégio Marista Champagnat de sexta-feira, 3 de maio, até o domingo, 5 de maio.   O secretário nacional da PJ, Thiesco Crisóstomo, introduziu a mesa de abertura destacando os dados alarmantes da violência contra jovens no Brasil, que motivam os atos da Campanha. Os jovens presentes deram início ao debate expondo situações Brasil afora e destacando a necessidade de ampliar políticas públicas que garantam direitos e reduzam o extermínio da juventude.   Dentre os principais assuntos debatidos na mesa de abertura, estava a luta assumida pelas Pastorais da Juventude e pela Igreja contra a redução da maioridade penal. O tema foi apontado como um dos principais fatores na campanha contra a violência. “Propor a redução da maioridade penal é tapar o sol com a peneira. É tentar colocar atrás das grades principalmente a população negra, marginalizada e que geralmente não possui perspectivas nem projeto de vida. As penitenciárias acabam agravando a situação de marginalidade, que poderia ser combatida com a garantia dos direitos básicos”, como explica o jovem Edilson Gondim do Pará.   Os principais temas que nortearam os debates e trabalhos até o domingo foram, além da redução da maioridade penal, a segurança pública, educação, trabalho, violência e uso de drogas, aprisionamento e cárcere, tráfico humano e trabalho escravo.   Mesa de Abertura A mesa de abertura contou com convidados de congregações religiosas, assessores da PJ e representantes do Poder Público.  Felipe Freitas, articulador do projeto “Juventude Viva” do Governo Federal, enalteceu a importância da PJ na construção de debates sociais a respeito dos jovens.  “A Pastoral da Juventude é a maior escola de formação de quadros para a participação social do Brasil”, afirmou Felipe, que começou sua participação social a partir dos grupos de base da PJ.   Os convidados destacaram a importância da participação da Pastoral da Juventude no âmbito religioso e político em todo o Brasil. Em 2014, a PJ completa 40 anos de história.   A Campanha A Campanha Nacional contra a violência e o extermínio de Jovens é uma ação articulada do Projeto “A Juventude Quer Viver” da Pastoral da Juventude e de diversas organizações. Busca fomentar e provocar toda sociedade para o debate sobre as diversas formas de violência contra a juventude.   A Campanha nasceu da reflexão da 15ª Assembleia Nacional das Pastorais da Juventude do Brasil, ocorrida em maio de 2008. O Seminário foi proposto pela Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude “para construir ideias e discutir ainda mais os eixos propostos pela Campanha”, como explica o secretário nacional da Pastoral da Juventude, Thiesco Crisóstomo.   Jovens Conectados   Leia Também: Igreja 'é contra' redução da idade penal
Published in Nacionais
Page 4 of 7
  Durante o mês de julho, quatro professores de Educação Física da Rede Salesiana de Escolas (RSE) realizam uma ação missionária e educacional junto a crianças e adolescentes carentes no Haiti   Em 1º de julho o grupo embarca para o Haiti, um dos países mais pobres da América e que ainda sofre as consequências do violento terremoto que afetou a região em 2010. Os educadores participam do projeto “Professores Sem Fronteiras”, uma iniciativa da RSE para compartilhar as práticas esportivas e educacionais do Brasil com os alunos das escolas e obras sociais salesianas daquele país.   O objetivo é contribuir, por meio do esporte e com a alegria, que é característica da ação salesiana, no atendimento a crianças e adolescentes haitianos com idades entre 5 a 18 anos. “Este projeto, mais que uma ação social solidária, é uma doação de vida. Há um entusiasmo, um desejo de bem, uma força motivadora que contagia os professores diretamente envolvidos e a todos os que estão acompanhando e de alguma forma ajudando na sua realização”, afirma a coordenadora do projeto, irmã Adair Sberga, Filha de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) e diretora do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora de Ribeirão Preto, SP. Organização do projeto Ao longo do mês de julho, os alunos das escolas e obras sociais salesianas do Haiti participarão de atividades lúdicas como: gincanas, jogos pré-desportivos e oficinas. “Pretendemos trabalhar a iniciação esportiva de maneira global, com atividades que envolvam o lúdico, o afetivo, o cognitivo e o espiritual”, explica irmã Adair. O futebol e o voleibol, esportes que são referência no Brasil, também serão ensinados para as crianças e os adolescentes.   O cronograma e a escolha das modalidades esportivas foram elaborados com a colaboração dos próprios professores de Educação Física envolvidos no projeto e da irmã Valéria Timóteo, Filha de Maria Auxiliadora brasileira que está no Haiti há mais de dois anos.   Garantindo a qualidade das atividades que serão desenvolvidas, os professores e alunos contarão com o suporte de diversos artigos, como coletes, uniformes e bolas de tênis, futebol, futsal e vôlei, dentre outros. A compra de todo o material necessário foi possível graças à colaboração de várias escolas da RSE de São Paulo, que realizaram gincanas e campanhas de arrecadação de fundos, em um empenho coletivo para viabilizar o projeto.   Palavra dos professores   Para os professores que decidiram participar dessa missão, o projeto tem um significado muito mais amplo que ensinar práticas esportivas. Corjesus Costa, do Instituto Madre Mazzarello de São Paulo, viu no “Professores Sem Fronteiras” a oportunidade de reviver o sentido da doação ao próximo que vivenciou nas Semanas Missionárias, quando era aluno do Colégio Santa Inês, também na Capital paulista. A mesma motivação tem o educador Rogério Batista, professor do Instituto Nossa Senhora Auxiliadora de São Paulo. Ele acredita que a participação no projeto pode proporcionar uma forma mais humana de educar e compreender as necessidades do próximo e de transformar a realidade vivida pelos jovens.   Para Guilherme Brondi, que há 18 anos trabalha no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora de Ribeirão Preto, participar desse projeto é uma forma de doar seus conhecimentos para o próximo e de conhecer a cultura de um país diferente. Mas a proposta motivou também educadores recém-chegados aos pátios salesianos, como Renato de Castro, que trabalha há quatro meses no Colégio Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, em Campinas. Ele é o quarto integrante da equipe incumbida de promover um trabalho social, por meio da prática esportiva, que fique como legado na alma de cada jovem haitiano participante do projeto.   Assessoria de Imprensa Rede Salesiana de Escolas  
Published in Missões
  A Comissão Inspetorial de Educação (CIED) da Inspetoria Salesiana São Domingos Sávio, apoiada pela Faculdade Salesiana Dom Bosco (FSDB), promoveu, nos dias 14 e 15 de junho, em Manaus, AM, um simpósio sobre o ano da fé que teve como tema: reflexões sobre a vivência cristã a partir do documento “Porta da Fé”.   Com esse evento a Inspetoria Salesiana São Domingos Sávio, por meio da Comissão Inspetorial de Educação, motivou um significativo gesto de comunhão com a Igreja que vive a experiência do Ano da Fé por ocasião da celebração dos 50 anos do Concílio Ecumênico Vaticano II.   Na noite da abertura, dia 14, após as palavras do padre Cânio Grimaldi, o grupo de teatro da FSDB apresentou uma encenação sobre o dinamismo da Fé presente no capítulo 11 da carta aos Hebreus. Em seguida, dom Sérgio Castriani, arcebispo de Manaus, refletiu sobre o Ano da Fé na Igreja de Manaus. Falando de desafios atuais, disse que atualmente há na sociedade uma grande sensibilidade religiosa, todavia esta é marcada por características como o intimismo, o individualismo, o apelo ao sucesso e à resolução de problemas.   Outros dois expositores que também contribuíram com reflexões muito significativas foi a irmã Luzinete Freitas com o tema “Dimensão Educativa da Fé” e o padre João Mendonça que concluiu a exposição dos temas da noite refletindo sobre a Iniciação Cristã.   Após a apresentação dos temas um debate foi realizado entre os participantes para o aprofundamento dos assuntos abordados ao longo do simpósio.   Inspetoria Salesiana do Amazonas
Published in Nacionais
No início da tarde de quinta-feira, 13 de junho, a doutora Betty Rodríguez, coordenadora do Hospital de Taisha, e Cristine Gruber, enfermeira e voluntária salesiana austríaca, morreram em um acidente aéreo no Equador. O avião havia partido de Taisha, Equador, e seguia para Macas.   Doutora Rodríguez, quando jovem, era voluntária na comunidade salesiana de Wasakentsa, Equardor, e - graças a essa experiência - uma vez formada em medicina, decidiu trabalhar com os salesianos das comunidades amazônicas, a fim de servir aos mais necessitados.   Cristine Gruber, nascida em 1959, atuava desde 1° de maio deste ano como voluntária na repartição médica da comunidade salesiana de Taisha, onde ficaria por seis meses, oferecendo os seus serviços de enfermeira, e posteriormente  iria servir a comunidade salesiana, de Cayambe.     InfoANS
Published in Internacionais
A Associação de Recuperação dos Menores - Novo Lar, em Viamão, RS, acolheu no dia 9 de junho cerca de 60 jovens da Pastoral da Juventude do Vicariato de Gravataí para participar do “Domingão da PJ”, um evento voltado para a formação e convivência entre os jovens.   O encontro foi organizado pela equipe de coordenação da Pastoral da Juventude do Vicariato, que é formada por 6 jovens de diferentes cidades. O evento foi iniciado às 8 horas com um momento de oração e com a apresentação dos grupos e de suas  localidades. No período da tarde, os jovens fizeram uma confraternização e participaram de diversos jogos. O encontro foi encerrado com a celebração de envio.   Inspetoria Salesiana São Pio X
Published in Nacionais
No dia 11 de junho, irmã Irene Lanna completou 110 anos de vida. Para comemorar a data a Inspetoria Madre Mazzarello de Belo Horizonte, MG, promoveruuma grande festa para homenageá-la.   Irmã Irene nasceu em Ponte Nova, MG, em 1903, de uma família tradicional, que lhe deu conforto, muito amor e esmerada educação social e cristã. Irmã Irene é do Brasil, pois passou por vários estados, deixando um legado de sabedoria e de paz. É do mundo porque é a Filha de Maria Auxiliadora (FMA), na linha do tempo, mais próxima das origens. São 88 anos de vida religiosa consagrada, dedicada à juventude. Uma existência longa e abençoada, que foi e continua sendo bênção para muitas gerações.   É fato notável chegar aos 110 anos com a lucidez de irmã Irene, embora já frágil e de poucas palavras, comunica a fortaleza cultivada na fé, no trabalho, na serenidade que sempre testemunhou na comunidade e na missão.   Ela é forte sinal de doação da vida, de fidelidade, de sentido dado à sua longa existência. Portanto torna-se para a sociedade, para o jovem, esperança e certeza de que, o duradouro tem grande valor: a vida bem vivida, a vida consagrada a uma grande causa maior. Clique aqui para ler a entrevista realizada com a irmã Irene, em abril de 2012.   Para mais informações: Inspetoria Madre Mazzarello Irmã Maria Imaculada da Silva, secretária provincial (31) 3375 2128 – 83630227 Avenida 31 de março, 970 – Dom Cabral, 30535-000 Belo Horizonte-MG This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.   Leia também: Pe. Ladislau: 99 anos no mundo para os outros          
Published in Nacionais
Durante a sua visita à Inspetoria Nossa Senhora de Guadalupe, no México, a madre Yvonne Reungoat, superiora geral das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), pediu para que fosse iniciado o processo diocesano sobre a vida, as virtudes heróicas e a fama de santidade e de sinais da irmã FMA Antonieta Böhm  - falecida no México, em 27 de abril de 2008.   O ‘Supplex libellus’, ou seja, o pedido oficial, foi apresentado, em nome do postulador geral da Família Salesiana, padre Pierluigi Cameroni, ao vigário de dom Guillermo Ortiz Mondragón, bispo de Cuautitlán (México), pelo beneditino dom Samuel Mácas Chávez.   Foram, além disso, apresentados um breve apanhado da vida da irmã Antonieta e da sua fama de santidade; uma série de testemunhos e a nomeação da vice-postuladora  na pessoa da irmã FMA, Guadalupe Chávez..   O que levou o Instituto a iniciar a causa da irmã Antonieta a apenas cinco anos da sua morte é a constante propagação da lembrança do seu testemunho de vida cristã e religiosa; a relevância social e eclesial da sua obra; o entusiasmo que o seu testemunho de vida exerce nas pessoas que a conheceram ou que receberam favores e graças de Deus e de Maria Auxiliadora por sua intercessão, sobretudo, os pobres e os doentes.   O reitor-mor da Família Salesiana, padre Pascual Chávez, escrevendo à madre Yvonne, na iminência de sua partida ao México, testemunhava: “Penso que nestes dias no México encontrarás, uma vez mais, um lindíssimo exemplo desta santidade salesiana na lembrança da irmã Antonieta Böhm. Agradeço a Deus por essa figura tão bela do ponto de vista humano e espiritual: mãe autêntica, capaz de gerar e acompanhar tantas filhas e filhos espirituais! Que vida fecunda! Agradeço a Deus por tê-la conhecido pessoalmente, e me associo a quantos exultam por ver iniciado o processo que a levará certamente à honra dos altares. Foi uma Filha de Maria Auxiliadora que viveu toda uma vida unida à Mãe de Jesus. Uma Filha de Maria Auxiliadora que levou no seu viver cotidiano o relacionamento profundo com Deus, a humildade, o espírito de serviço de Santa Maria Domingas”.   Com o início da Causa da irmã Antonieta Böhm, a Família Salesiana (FS) se enriquece de mais um novo candidato à santidade: o 166°. Significativo também é que esta causa comece no mês da Auxiliadora, de quem a irmã Antonieta foi verdadeira filha e grande devota.   InfoANS  
Published in Salesianidade
Começou nesta quarta-feira, 30 de maio, na Universidade Católica de Brasília, DF, o Congresso das Instituições Universitárias Salesianas do Brasil (IUS). Com o tema “A contribuição salesiana no contexto universitário brasileiro”, o congresso tem como objetivo geral celebrar o ano da Pedagogia em preparação ao bicentenário do nascimento de Dom Bosco. O encontro será encerrado neste sábado, 1º junho.   O evento reúne 12 universidades, centros universitários e faculdades salesianas de todo o país. Participam do Congresso inspetores salesianos, reitores, diretores, coordenadores de curso, gestores administrativos, presidentes das mantenedoras e representantes da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil (Cisbrasil).     No primeiro dia do Congresso, um painel coordenado pelo inspetor da Inspetoria São João Bosco (ISJB) e presidente da CISBRASIL, padre Nilson Faria dos Santos, mostrou “A presença salesiana na educação superior à luz do bicentenário do nascimento de Dom Bosco”. Nesta sexta-feira, segundo dia do encontro, são promovidos outros dois painéis: “Grandes desafios na Educação Superior no Brasil, hoje” e “Contribuição Específica Salesiana à Educação Superior”. No dia 1º de junho, além das atividades de encerramento, será realizada uma celebração eucarística.   Mais informações e a programação completa do Congresso da IUS Brasil estão no site da Universidade Católica de Brasília.   Inspetoria São João Bosco
Published in Nacionais
    O ex-aluno do colégio Liceu Campinas, Pedro Olmos Morandi, 18 anos, está se destacando no Estado da Califórnia, EUA, onde faz intercâmbio desde julho de 2012.  Jogador de tênis, ele venceu 30 jogos em sua categoria e foi parar  na emissora de TV americana, News Channel 3, que o destacou como “Atleta da Semana”.    Pedro, que estudou no Liceu Campinas desde a Educação Infantil até o Ensino Médio,  tem chamado a atenção em muitas cidades americanas pela determinação e perseverança.  Com a sequência de vitórias, o jovem atleta se classificou para disputar outro torneio na cidade de São Francisco, onde foi derrotado nas semi-finais pelo campeão da categoria e terminou em terceiro lugar. Pedro foi parabenizado pelos clubes do Rotary da cidade de Fortuna, pelos quais mantém o intercâmbio, pela Câmara de Comércio, técnicos e professores. Além disso, foi premiado pela Fortuna Union High School, onde estuda, como destaque do ano na equipe de tênis, que alcançou o melhor resultado da escola entre todos os esportes onde há alunos praticantes.     Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Internacionais
Salesianos (SDB) e Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) de primeira formação se reuniram, entre os dias 3 e 4 de maio, na Universidade Pontifícia Salesiana (UPS) de Roma, Itália, para debater sobre a mensagem do Papa Emérito, Bento XVI, para o 47º Dia Mundial das Comunicações Sociais, que será celebrado no dia 12 de maio: “Redes Sociais: portais de verdade e de fé; novos espaços de evangelização”.   A iniciativa, já em sua 2ª edição, foi promovida pelo Dicastério dos SDB e pelo Âmbito das FMA para a Comunicação Social (CS), em colaboração com a Faculdade de Ciências da Comunicação Social da UPS e a Faculdade de Ciências da Educação do Auxilium, também com sede em Roma.   Participaram do encontro, cerca de 150 religiosos e religiosas, em formação inicial,  junto com os seus formadores: as juniores das Inspetorias italianas e do Auxilium; os noviços de Genzano (Roma) e de Pinerolo (Turim); e os Pós-noviços da Comunidade de São Tarcísio com os estudantes de Teologia do Gerini (Roma).   No início do encontro os dois conselheiros gerais para a Comunicação Social da Congregação Salesiana, padre Filiberto González e irmã Giuseppina Terrugi, destacaram o objetivo principal do evento “Não estamos aqui para celebrar um evento, ainda que importante, nem somente para uma atualização, ainda que significativa; mas estamos aqui para viver um processo. Isto quer dizer que existe um projeto em ato, baseado em ideias fortes, com passos a serem dados, com um tempo de preparação e realização, e com perspectivas abertas à nossa frente”.   O encontro contou com palestras do padre Fabio Pasqualetti, docente da Faculdade de Ciências da Comunicação Social, e do monsenhor Domenico Pompili, diretor da Secretaria Nacional para as Comunicações Sociais da CEI (Conferência Episcopal Italiana), que abordaram o tema “Redes Sociais: portais de verdade e de fé; novos espaços de evangelização”. As duas palestras, embora com os mesmos temas, foram desenvolvidas com perspectivas diferentes sendo a primeira voltada  para o caráter sociocultural e a segunda para o caráter simbolicoeclesial.   O evento também contou com a participação dos jovens em diversas atividades conduzidas por professores, jornalistas, informáticos e promotores culturais.   A 2ª edição do encontro na UPS foi encerrada com a entrega do livro “Tra Silenzio e Parola” (LAS, Roma), uma obra que reúne a experiência do primeiro encontro na UPS, realizado em 2013, e com algumas palavras dos dois conselheiros para a Comunicação Social, padre Filiberto e irmã Giuseppina.“ Fazemos votos para que estes dias nos envolvam eficazmente e possam favorecer propostas análogas também em nossas Inspetorias em várias partes do mundo, para que aumente mais e mais a consciência da importância que hoje tem a cultura da Comunicação para a nossa missão de consagrados/as, educadores/as dos jovens – nativos digitais”, concluíram.   No site sdb.org, na seção do Dicastério para a Comunicação Social, estão disponíveis em italiano os vídeos e áudios das duas palestras realizadas durante o encontro.   InfoANS
Published in Internacionais
Representantes da Pastoral da Juventude de todo o Brasil se reúniram em Taguatinga, no Distrito Federal, para o “Seminário Nacional da Campanha contra a Violência e Extermínio de Jovens”. O evento foi aberto com destaque para os desafios diante das realidades de morte e violência entre as juventudes. Mais de 150 delegados participam da atividade no Colégio Marista Champagnat de sexta-feira, 3 de maio, até o domingo, 5 de maio.   O secretário nacional da PJ, Thiesco Crisóstomo, introduziu a mesa de abertura destacando os dados alarmantes da violência contra jovens no Brasil, que motivam os atos da Campanha. Os jovens presentes deram início ao debate expondo situações Brasil afora e destacando a necessidade de ampliar políticas públicas que garantam direitos e reduzam o extermínio da juventude.   Dentre os principais assuntos debatidos na mesa de abertura, estava a luta assumida pelas Pastorais da Juventude e pela Igreja contra a redução da maioridade penal. O tema foi apontado como um dos principais fatores na campanha contra a violência. “Propor a redução da maioridade penal é tapar o sol com a peneira. É tentar colocar atrás das grades principalmente a população negra, marginalizada e que geralmente não possui perspectivas nem projeto de vida. As penitenciárias acabam agravando a situação de marginalidade, que poderia ser combatida com a garantia dos direitos básicos”, como explica o jovem Edilson Gondim do Pará.   Os principais temas que nortearam os debates e trabalhos até o domingo foram, além da redução da maioridade penal, a segurança pública, educação, trabalho, violência e uso de drogas, aprisionamento e cárcere, tráfico humano e trabalho escravo.   Mesa de Abertura A mesa de abertura contou com convidados de congregações religiosas, assessores da PJ e representantes do Poder Público.  Felipe Freitas, articulador do projeto “Juventude Viva” do Governo Federal, enalteceu a importância da PJ na construção de debates sociais a respeito dos jovens.  “A Pastoral da Juventude é a maior escola de formação de quadros para a participação social do Brasil”, afirmou Felipe, que começou sua participação social a partir dos grupos de base da PJ.   Os convidados destacaram a importância da participação da Pastoral da Juventude no âmbito religioso e político em todo o Brasil. Em 2014, a PJ completa 40 anos de história.   A Campanha A Campanha Nacional contra a violência e o extermínio de Jovens é uma ação articulada do Projeto “A Juventude Quer Viver” da Pastoral da Juventude e de diversas organizações. Busca fomentar e provocar toda sociedade para o debate sobre as diversas formas de violência contra a juventude.   A Campanha nasceu da reflexão da 15ª Assembleia Nacional das Pastorais da Juventude do Brasil, ocorrida em maio de 2008. O Seminário foi proposto pela Coordenação Nacional da Pastoral da Juventude “para construir ideias e discutir ainda mais os eixos propostos pela Campanha”, como explica o secretário nacional da Pastoral da Juventude, Thiesco Crisóstomo.   Jovens Conectados   Leia Também: Igreja 'é contra' redução da idade penal
Published in Nacionais
Page 4 of 7