Todos os meses, o reitor-mor escreve aos leitores do Boletim Salesiano um artigo para leitura e reflexão. Neste terceiro ano em preparação ao bicentenário de nascimento de Dom Bosco, ele toma as palavras do Santo dos Jovens e escreve em primeira pessoa, como se fosse o próprio Dom Bosco:   Sempre vivi entre amigos. Recordo-me dos anos de minha infância: “Era muito querido e respeitado pelos da minha idade… De minha parte, fazia o bem a quem podia, e o mal a ninguém. Os companheiros me queriam com eles… Porque, embora pequeno de estatura, possuía força e coragem para incutir medo nos companheiros de idade bem maior”. Era aconselhado por minha mãe, que me sugeria: “Na amizade, a experiência e não o coração deve ensinar-nos”. Essa lição de vida me levaria depois a orientar os meus jovens, recomendando-lhes: “Escolhei sempre os amigos entre os bons mais conhecidos e, entre estes, os melhores e também; entre os melhores, imitai aquele que for bom e evitai os defeitos, porque todos os temos”.
Publicado em Reitor-mor
Este é o tema do 27º Capítulo Geral dos Salesianos de Dom Bosco, que tem início em 22 de fevereiro em Turim, Itália. O evento, realizado a cada seis anos, reúne salesianos de todo o mundo para refletir e definir os rumos da Congregação no próximo período.   A partir de 22 de fevereiro, representantes de todas as inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no mundo estarão reunidos em Turim, na Itália, para a realização do 27º Capítulo Geral da Congregação (CG 27). Sob o tema “Testemunhas da radicalidade evangélica”, os capitulares terão a tarefa de refletir sobre os desafios colocados na atualidade para a missão salesiana para definir os rumos da Congregação nos próximos seis anos.
Publicado em Salesianidade
O Cesam-ES conta agora com mais um projeto inovador destinado aos adolescentes aprendizes que concluíram o Ensino Médio. A proposta intitulada "Caminhos da Aprendizagem: educar para crescer" tem como objetivo o encaminhamento e inserção dos adolescentes aprendizes que estão no programa, ex-aprendizes e pré-universitário DANDARA na Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo.
Publicado em Nacionais
“As Coisas de Dom Bosco” é o nome da mostra-museu, exibida no Instituto São João Bosco, de Valência, na Espanha, de 27 de janeiro a 2 de fevereiro, no contexto das celebrações ao fundador dos Salesianos.
Publicado em Internacionais
A manhã da quinta-feira, 30 de janeiro, foi especial para cinco jovens que estão passando pelo processo de formação na Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora. Os pré-noviços: César Francisco dos Santos, Fabiano de Souza Martins, Felipe Olsen Fernandes, João Paulo Lopes do Carmo e Lucas Santos Correia partiram do Centro Inspetorial, na Capital paulista, e viajaram rumo à Curitiba, onde ingressarão no noviciado salesiano.
Publicado em Nacionais
Iluminadas pelo salmista que diz “Eis que venho, Senhor, fazer a vossa vontade” (SL 39), oito irmãs junioristas fizeram a renovação dos seus votos como Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), no último dia 19 de janeiro, são elas: irmã Ana Carla Freitas, irmã  Rosineide Gomes, irmã Fernandina Carvalho, irmã Roselina Bernardo, irmã Rita de Cássia, irmã Vera Lúcia, irmã Natália Gomes e irmã Claudiane Cavalcante. A celebração foi realizada no Juvenato Maria Auxiliadora, em Carpina, PE, e foi presidida pelo Jesuita, padre Spencer.
Publicado em Nacionais
Com vésperas solenes na Catedral de Turim , Itália, as celebrações da festa de Dom Bosco terão início nesta quinta-feira, 30 de janeiro. A cerimônia será presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Cesare Nosiglia, e contará com a presença do reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez e muitos fiéis – que juntos seguiram em procissão até a Basílica de Maria Auxiliadora.
Publicado em Internacionais
Nesta sexta-feira, 24 de janeiro, festa de São Francisco de Sales, pela primeira vez os jornalistas da União Católica da Imprensa Italiana (UCSI, em italiano), da Sicília, e os Salesianos festejarão, juntos, o seu patrono.
Publicado em Internacionais
Laura Carmen Vicuña nasceu em Santiago do Chile, no dia 5 de abril de 1891, de José Domingos e Mercedes Pino. Os Vicuña, família aristocrata chilena, foram obrigados ao exílio e refugiaram-se em Temuco numa pobre casa, mas pouco depois José Domingos morreu. Mercedes viu-se obrigada a ir para a Argentina com as duas filhas, indo para Junín de los Andes. Ali Mercedes conheceu o prepotente Manuel Mora e aceitou transferir-se para sua fazendo a fim de trabalhar, mas também para conviver com ele. Com as Irmãs Em 1900 Laura foi aceita com a irmã Júlia Amanda no colégio das Filhas de Maria Auxiliadora. Demonstrou-se aluna modelo: empenhada na oração, atenta às orientações das irmãs, disponível com as companheiras, sempre alegre e pronta a qualquer sacrifício. No ano seguinte, fez a primeira comunhão com o mesmo fervor e os mesmos propósitos de São Domingos Sávio, que tomara como modelo. Entrou na associação das Filhas de Maria. Oração para a mãe Quando compreendeu a situação em que vivia Mercedes, vítima de violência familiar e da opressão de Manuel Mora, Laura aumentou orações e sacrifícios pela conversão da mãe. Ela própria foi vítima de Mora, que nas férias de 1902 insidiou a pureza de Laura; ela recusou com firmeza. Voltou ao colégio como estudante auxiliar, porque ele não pagava mais a mensalidade. Pediu com todo o coração para ser Filha de Maria Auxiliadora, mas foi-lhe negado devido à situação da mãe. Ofereceu a vida a Nosso Senhor pela sua conversão, acentuou a ascese e, com o consentimento do confessor P. Crestanello, abraçou com voto os conselhos evangélicos. Em casa, Mora bateu em Laura por ter novamente se recusado a ele. Consumida pelos sacrifícios e pela doença, confessou na última noite: "Mamãe, eu vou morrer! Há algum tempo, eu pedi isso a Jesus, oferecendo-lhe a vida por ti, a fim de obter o teu retorno a Deus... Mamãe, será que terei antes de morrer a alegria de te ver arrependida?". A oração é respondida "Laura – respondeu Mercedes – juro-te que farei o que me pedes". Laura morreu na noite de 22 de janeiro de 1904. Seus restos mortais estão na capela das Filhas de Maria Auxiliadora de Bahía Blanca. No centenário da morte de Dom Bosco, foi beatificada por João Paulo II, no dia 3 de setembro de 1988.
Publicado em Salesianidade
  O Instituto Salesiano para as Missões (ISM) festejou 90 anos de fundação no último dia 13 de janeiro, tendo sido reconhecido como “Entidade moral” no dia 13 de janeiro de 1924, por meio de um Decreto Régio do então ‘Ministro Guardasigilli di Grazia, Giustizia e Culti’.   Idealizado pelo beato padre Filipe Rinaldi, reitor-mor dos salesianos na época de sua criação, o Instituto foi construído com a colaboração de alguns amigos e benfeitores das Obras Salesianas “em memória do venerável padre João Bosco”. Ao ISM foi confiada a tarefa de garantir “por todos os modos a assistência religiosa, moral e material às Missões Salesianas no exterior”.   Como agradecimento aos inúmeros benfeitores, o Instituto decidiu que neste ano as Santas Missas, celebradas no dia 13 de janeiro, na Basílica de Maria Auxiliadora, de Turim – de onde sempre partem as anuais Expedições Missionárias – fossem em memória de todos aqueles que, através de heranças, legados, doações, sustentaram as ‘Missões Salesianas no Exterior”. E muitas outras ainda serão celebradas durante o ano, a fim de que a Auxiliadora e Dom Bosco intercedam por todos aqueles que, ao longo dos anos, ajudaram os seus missionários.   InfoANS
Publicado em Internacionais
Página 5 de 12
Todos os meses, o reitor-mor escreve aos leitores do Boletim Salesiano um artigo para leitura e reflexão. Neste terceiro ano em preparação ao bicentenário de nascimento de Dom Bosco, ele toma as palavras do Santo dos Jovens e escreve em primeira pessoa, como se fosse o próprio Dom Bosco:   Sempre vivi entre amigos. Recordo-me dos anos de minha infância: “Era muito querido e respeitado pelos da minha idade… De minha parte, fazia o bem a quem podia, e o mal a ninguém. Os companheiros me queriam com eles… Porque, embora pequeno de estatura, possuía força e coragem para incutir medo nos companheiros de idade bem maior”. Era aconselhado por minha mãe, que me sugeria: “Na amizade, a experiência e não o coração deve ensinar-nos”. Essa lição de vida me levaria depois a orientar os meus jovens, recomendando-lhes: “Escolhei sempre os amigos entre os bons mais conhecidos e, entre estes, os melhores e também; entre os melhores, imitai aquele que for bom e evitai os defeitos, porque todos os temos”.
Publicado em Reitor-mor
Este é o tema do 27º Capítulo Geral dos Salesianos de Dom Bosco, que tem início em 22 de fevereiro em Turim, Itália. O evento, realizado a cada seis anos, reúne salesianos de todo o mundo para refletir e definir os rumos da Congregação no próximo período.   A partir de 22 de fevereiro, representantes de todas as inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no mundo estarão reunidos em Turim, na Itália, para a realização do 27º Capítulo Geral da Congregação (CG 27). Sob o tema “Testemunhas da radicalidade evangélica”, os capitulares terão a tarefa de refletir sobre os desafios colocados na atualidade para a missão salesiana para definir os rumos da Congregação nos próximos seis anos.
Publicado em Salesianidade
O Cesam-ES conta agora com mais um projeto inovador destinado aos adolescentes aprendizes que concluíram o Ensino Médio. A proposta intitulada "Caminhos da Aprendizagem: educar para crescer" tem como objetivo o encaminhamento e inserção dos adolescentes aprendizes que estão no programa, ex-aprendizes e pré-universitário DANDARA na Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo.
Publicado em Nacionais
“As Coisas de Dom Bosco” é o nome da mostra-museu, exibida no Instituto São João Bosco, de Valência, na Espanha, de 27 de janeiro a 2 de fevereiro, no contexto das celebrações ao fundador dos Salesianos.
Publicado em Internacionais
A manhã da quinta-feira, 30 de janeiro, foi especial para cinco jovens que estão passando pelo processo de formação na Inspetoria Salesiana de Nossa Senhora Auxiliadora. Os pré-noviços: César Francisco dos Santos, Fabiano de Souza Martins, Felipe Olsen Fernandes, João Paulo Lopes do Carmo e Lucas Santos Correia partiram do Centro Inspetorial, na Capital paulista, e viajaram rumo à Curitiba, onde ingressarão no noviciado salesiano.
Publicado em Nacionais
Iluminadas pelo salmista que diz “Eis que venho, Senhor, fazer a vossa vontade” (SL 39), oito irmãs junioristas fizeram a renovação dos seus votos como Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), no último dia 19 de janeiro, são elas: irmã Ana Carla Freitas, irmã  Rosineide Gomes, irmã Fernandina Carvalho, irmã Roselina Bernardo, irmã Rita de Cássia, irmã Vera Lúcia, irmã Natália Gomes e irmã Claudiane Cavalcante. A celebração foi realizada no Juvenato Maria Auxiliadora, em Carpina, PE, e foi presidida pelo Jesuita, padre Spencer.
Publicado em Nacionais
Com vésperas solenes na Catedral de Turim , Itália, as celebrações da festa de Dom Bosco terão início nesta quinta-feira, 30 de janeiro. A cerimônia será presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Cesare Nosiglia, e contará com a presença do reitor-mor dos salesianos, padre Pascual Chávez e muitos fiéis – que juntos seguiram em procissão até a Basílica de Maria Auxiliadora.
Publicado em Internacionais
Nesta sexta-feira, 24 de janeiro, festa de São Francisco de Sales, pela primeira vez os jornalistas da União Católica da Imprensa Italiana (UCSI, em italiano), da Sicília, e os Salesianos festejarão, juntos, o seu patrono.
Publicado em Internacionais
Laura Carmen Vicuña nasceu em Santiago do Chile, no dia 5 de abril de 1891, de José Domingos e Mercedes Pino. Os Vicuña, família aristocrata chilena, foram obrigados ao exílio e refugiaram-se em Temuco numa pobre casa, mas pouco depois José Domingos morreu. Mercedes viu-se obrigada a ir para a Argentina com as duas filhas, indo para Junín de los Andes. Ali Mercedes conheceu o prepotente Manuel Mora e aceitou transferir-se para sua fazendo a fim de trabalhar, mas também para conviver com ele. Com as Irmãs Em 1900 Laura foi aceita com a irmã Júlia Amanda no colégio das Filhas de Maria Auxiliadora. Demonstrou-se aluna modelo: empenhada na oração, atenta às orientações das irmãs, disponível com as companheiras, sempre alegre e pronta a qualquer sacrifício. No ano seguinte, fez a primeira comunhão com o mesmo fervor e os mesmos propósitos de São Domingos Sávio, que tomara como modelo. Entrou na associação das Filhas de Maria. Oração para a mãe Quando compreendeu a situação em que vivia Mercedes, vítima de violência familiar e da opressão de Manuel Mora, Laura aumentou orações e sacrifícios pela conversão da mãe. Ela própria foi vítima de Mora, que nas férias de 1902 insidiou a pureza de Laura; ela recusou com firmeza. Voltou ao colégio como estudante auxiliar, porque ele não pagava mais a mensalidade. Pediu com todo o coração para ser Filha de Maria Auxiliadora, mas foi-lhe negado devido à situação da mãe. Ofereceu a vida a Nosso Senhor pela sua conversão, acentuou a ascese e, com o consentimento do confessor P. Crestanello, abraçou com voto os conselhos evangélicos. Em casa, Mora bateu em Laura por ter novamente se recusado a ele. Consumida pelos sacrifícios e pela doença, confessou na última noite: "Mamãe, eu vou morrer! Há algum tempo, eu pedi isso a Jesus, oferecendo-lhe a vida por ti, a fim de obter o teu retorno a Deus... Mamãe, será que terei antes de morrer a alegria de te ver arrependida?". A oração é respondida "Laura – respondeu Mercedes – juro-te que farei o que me pedes". Laura morreu na noite de 22 de janeiro de 1904. Seus restos mortais estão na capela das Filhas de Maria Auxiliadora de Bahía Blanca. No centenário da morte de Dom Bosco, foi beatificada por João Paulo II, no dia 3 de setembro de 1988.
Publicado em Salesianidade
  O Instituto Salesiano para as Missões (ISM) festejou 90 anos de fundação no último dia 13 de janeiro, tendo sido reconhecido como “Entidade moral” no dia 13 de janeiro de 1924, por meio de um Decreto Régio do então ‘Ministro Guardasigilli di Grazia, Giustizia e Culti’.   Idealizado pelo beato padre Filipe Rinaldi, reitor-mor dos salesianos na época de sua criação, o Instituto foi construído com a colaboração de alguns amigos e benfeitores das Obras Salesianas “em memória do venerável padre João Bosco”. Ao ISM foi confiada a tarefa de garantir “por todos os modos a assistência religiosa, moral e material às Missões Salesianas no exterior”.   Como agradecimento aos inúmeros benfeitores, o Instituto decidiu que neste ano as Santas Missas, celebradas no dia 13 de janeiro, na Basílica de Maria Auxiliadora, de Turim – de onde sempre partem as anuais Expedições Missionárias – fossem em memória de todos aqueles que, através de heranças, legados, doações, sustentaram as ‘Missões Salesianas no Exterior”. E muitas outras ainda serão celebradas durante o ano, a fim de que a Auxiliadora e Dom Bosco intercedam por todos aqueles que, ao longo dos anos, ajudaram os seus missionários.   InfoANS
Publicado em Internacionais
Página 5 de 12