A comunidade salesiana de Rio do Sul, SC, recebeu os símbolos da Jornada Mundial da Juventude entre os dias 19 e 22 de janeiro. A Cruz, o Ícone de Nossa Senhora e o quadro da Beata Albertina foram recebidos na Catedral Diocesana de Blumenau pelo bispo de Rio do Sul, Dom Augustinho, e uma comitiva de jovens da diocese em uma celebração eucarística. Em seguida, foram levados em peregrinação pelas diversas paróquias, por três dias intensos de celebrações, carreatas, missas, vigília e momentos fortes de oração e testemunhos de fé.   “Em cada lugar foi uma experiência única de fé, os símbolos realmente mobilizaram e comoveram muitas pessoas. E estar presente em todos estes momentos, perto dos símbolos, foi sem dúvida um momento de graça”, afirma Robson dos Santos da Silva, 27, educador de pastoral, que acompanhará os alunos do Instituto Maria Auxiliadora (IMA) à Jornada Mundial da Juventude, no Rio.   A aluna salesiana Barbara Vasselai Depiné, 15, falou também sobre a emoção de estar em contato com os símbolos:  “Hoje, dia 20 de janeiro de 2012, os símbolos da JMJ passaram por nossa cidade. A cruz peregrina, junto com duas outras imagens. Talvez você não irá entender, mas acho que tanto eu quanto os colegas do grupo de jovens sentimos algo inexplicável ao ver a cruz. Aquela vontade imensa de chorar e de sorrir ao mesmo tempo. Tudo foi perfeito, tudo foi lindo e tudo foi muito emocionante”, relata a estudante.   História A Cruz Peregrina foi dada pelo Papa João Paulo II aos jovens do Centro Juvenil Internacional São Lourenço, em Roma, após a Semana Santa de 1983, para que eles a levassem pelo mundo como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade. Desde então, tem sido carregada para as Jornadas Mundiais, em várias partes do mundo. Em 2003, o Papa João Paulo II acrescentou o Ícone de Maria (Quadro de Nossa Senhora) como sinal da presença maternal de Maria junto aos jovens. Em Santa Catarina, a peregrinação também contou com um quadro da Beata Albertina.   RSE Informa
Publicado em Nacionais
A Obra Social Dom Bosco de Itaquera, na capital paulista, recebeu dia 18 de fevereiro a visita do padre Toni Rogger, da Instituição Salesiana da Suíça, Jugendhilfe Weltweit. Padre Toni visitou a obra acompanhado por outras pessoas vindas da Suiça, que também estão no país.   A organização suíça Jugendhilfe Weltweit colaborou com a construção de um dos prédios do Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo (CEDESP), onde são realizados os cursos profissionalizantes da Obra Social Dom Bosco e que foi inaugurado em 2008.   Os suíços ficaram admirados com os trabalhos desenvolvidos e com a quantidade de pessoas atendidas. Além de conhecerem o CEDESP, eles também visitaram o Centro de Formação e Cultura (CFC).   O grupo ainda vai conhecer outras instituições salesianas no país, passando por Porto Alegre, Recife e Manaus.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Publicado em Nacionais
  “Ninguém nasce odiando alguém por sua cor, raça ou religião. Se nós aprendemos a odiar, podemos também aprender a ensinar a amar” (Nelson Mandela).   O resgate que a Campanha da Fraternidade faz revela a riqueza de diferentes saberes que ajudam na formação da identidade dos indivíduos e das sociedades. A CF, durante os seus 50 anos de existência, abordou temas centrais da sociedade brasileira e de abrangência planetária. Por isso, é de extrema relevância que os espaços educacionais mergulhem nos temas propostos por cada CF e contribuam para que o mundo se torne cada vez melhor e a vida se efetive com qualidade para todos. O tema escolhido para 2013, ”Fraternidade e Juventude”, tem tudo a ver com a razão de ser da escola salesiana, que é prestar um serviço de excelência à juventude, centrado na missão de “evangelizar educando e educar evangelizando”. Tendo em vista a importância da prática da fraternidade nos processos educativos, esse texto analisa os desafios da sociedade na atualidade e a importância dos referenciais para a formação da identidade. Formação que, segundo a CF, se efetiva a partir de relações fraternas e que fortalece a esperança das juventudes.  
Publicado em Educação
A Arquidiocese de São Paulo realiza a partir desta sexta-feira, 30 de novembro, até o próximo dia 2 de dezembro, na Faculdade Paulus de Comunicação (FAPCOM), uma edição local do Seminário de Jovens Comunicadores (promovido nacionalmente pela CNBB no início deste ano, em Brasília). O evento, no contexto de preparação para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, contará com a assessoria do padre italiano Antonio Spadaro (assessor do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, da Cúria Romana, e editor responsável pela revista “La Civiltà Cattolica”).   Com o tema “Nova Evangelização em tempos de rede”, o seminário pretende colaborar na reflexão sobre os desafios e potencialidades das novas tecnologias de informação na transmissão da fé cristã católica.   Além das palestras do padre Spadaro, os jovens participarão de um debate com ‘personalidades’ de redes sociais e, no domingo, 02 de dezembro, após o almoço de encerramento, terão oportunidade de fazer um momento de convivência no Parque do Ibirapuera, com visita à exposição “Esplendores do Vaticano”. A participação no encontro deve ser solicitada por meio de inscrição e custa R$ 50 (cinquenta reais).   Ainda no domingo, o cardeal dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, preside celebração Eucarística de encerramento do seminário e terá oportunidade de compartilhar com os jovens as experiências vividas por ele durante o Sínodo dos Bispos sobre Nova Evangelização.   Jovens Conectados
Publicado em Nacionais
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Publicado em Nacionais
A Jornada Mundial da Juventude – JMJ 2013 - recebeu, em apenas um dia, 4.400 inscrições de interessados em participar do evento. Os primeiros participantes são jovens de 28 países, divididos em 220 grupos, dos quais 112 são brasileiros. A Igreja católica espera atrair para o Brasil um total de 2 a 4 milhões de jovens do mundo todo. Na lista de participantes estrangeiros, que deve ser composta principalmente por latino-americanos, constam chineses e árabes. No primeiro dia, inscreveram-se grupos da Argentina, Equador, Colômbia, Chile, Venezuela, Paraguai e Uruguai. No continente, somente os argentinos sediaram o encontro, há 25 anos. A JMJ espera receber em seu site a inscrição de um milhão de pessoas - e avisa só se responsabilizar pelos grupos que comprarem os pacotes de estadia por meio deste canal oficial. Há 21 modalidades disponíveis, com preços que variam de 106 a 608 reais. Países pobres, principalmente os da África, terão descontos. Para não concentrar todos os católicos em um só espaço, os jovens serão divididos por idiomas e distribuídos pela cidade durante a semana da JMJ. Haverá 27 palcos para manifestações culturais perto de cada região que abrigará os peregrinos. Até outros municípios, como Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Niterói ajudarão nas acomodações.  Leia mais no site da CNBB http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/noticias/10159-jornada-mundial-da-juventude-tem-4-mil-inscritos-em-um-dia  
Publicado em Nacionais
Página 3 de 3
A comunidade salesiana de Rio do Sul, SC, recebeu os símbolos da Jornada Mundial da Juventude entre os dias 19 e 22 de janeiro. A Cruz, o Ícone de Nossa Senhora e o quadro da Beata Albertina foram recebidos na Catedral Diocesana de Blumenau pelo bispo de Rio do Sul, Dom Augustinho, e uma comitiva de jovens da diocese em uma celebração eucarística. Em seguida, foram levados em peregrinação pelas diversas paróquias, por três dias intensos de celebrações, carreatas, missas, vigília e momentos fortes de oração e testemunhos de fé.   “Em cada lugar foi uma experiência única de fé, os símbolos realmente mobilizaram e comoveram muitas pessoas. E estar presente em todos estes momentos, perto dos símbolos, foi sem dúvida um momento de graça”, afirma Robson dos Santos da Silva, 27, educador de pastoral, que acompanhará os alunos do Instituto Maria Auxiliadora (IMA) à Jornada Mundial da Juventude, no Rio.   A aluna salesiana Barbara Vasselai Depiné, 15, falou também sobre a emoção de estar em contato com os símbolos:  “Hoje, dia 20 de janeiro de 2012, os símbolos da JMJ passaram por nossa cidade. A cruz peregrina, junto com duas outras imagens. Talvez você não irá entender, mas acho que tanto eu quanto os colegas do grupo de jovens sentimos algo inexplicável ao ver a cruz. Aquela vontade imensa de chorar e de sorrir ao mesmo tempo. Tudo foi perfeito, tudo foi lindo e tudo foi muito emocionante”, relata a estudante.   História A Cruz Peregrina foi dada pelo Papa João Paulo II aos jovens do Centro Juvenil Internacional São Lourenço, em Roma, após a Semana Santa de 1983, para que eles a levassem pelo mundo como um símbolo do amor de Cristo pela humanidade. Desde então, tem sido carregada para as Jornadas Mundiais, em várias partes do mundo. Em 2003, o Papa João Paulo II acrescentou o Ícone de Maria (Quadro de Nossa Senhora) como sinal da presença maternal de Maria junto aos jovens. Em Santa Catarina, a peregrinação também contou com um quadro da Beata Albertina.   RSE Informa
Publicado em Nacionais
A Obra Social Dom Bosco de Itaquera, na capital paulista, recebeu dia 18 de fevereiro a visita do padre Toni Rogger, da Instituição Salesiana da Suíça, Jugendhilfe Weltweit. Padre Toni visitou a obra acompanhado por outras pessoas vindas da Suiça, que também estão no país.   A organização suíça Jugendhilfe Weltweit colaborou com a construção de um dos prédios do Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo (CEDESP), onde são realizados os cursos profissionalizantes da Obra Social Dom Bosco e que foi inaugurado em 2008.   Os suíços ficaram admirados com os trabalhos desenvolvidos e com a quantidade de pessoas atendidas. Além de conhecerem o CEDESP, eles também visitaram o Centro de Formação e Cultura (CFC).   O grupo ainda vai conhecer outras instituições salesianas no país, passando por Porto Alegre, Recife e Manaus.   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Publicado em Nacionais
  “Ninguém nasce odiando alguém por sua cor, raça ou religião. Se nós aprendemos a odiar, podemos também aprender a ensinar a amar” (Nelson Mandela).   O resgate que a Campanha da Fraternidade faz revela a riqueza de diferentes saberes que ajudam na formação da identidade dos indivíduos e das sociedades. A CF, durante os seus 50 anos de existência, abordou temas centrais da sociedade brasileira e de abrangência planetária. Por isso, é de extrema relevância que os espaços educacionais mergulhem nos temas propostos por cada CF e contribuam para que o mundo se torne cada vez melhor e a vida se efetive com qualidade para todos. O tema escolhido para 2013, ”Fraternidade e Juventude”, tem tudo a ver com a razão de ser da escola salesiana, que é prestar um serviço de excelência à juventude, centrado na missão de “evangelizar educando e educar evangelizando”. Tendo em vista a importância da prática da fraternidade nos processos educativos, esse texto analisa os desafios da sociedade na atualidade e a importância dos referenciais para a formação da identidade. Formação que, segundo a CF, se efetiva a partir de relações fraternas e que fortalece a esperança das juventudes.  
Publicado em Educação
A Arquidiocese de São Paulo realiza a partir desta sexta-feira, 30 de novembro, até o próximo dia 2 de dezembro, na Faculdade Paulus de Comunicação (FAPCOM), uma edição local do Seminário de Jovens Comunicadores (promovido nacionalmente pela CNBB no início deste ano, em Brasília). O evento, no contexto de preparação para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013, contará com a assessoria do padre italiano Antonio Spadaro (assessor do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, da Cúria Romana, e editor responsável pela revista “La Civiltà Cattolica”).   Com o tema “Nova Evangelização em tempos de rede”, o seminário pretende colaborar na reflexão sobre os desafios e potencialidades das novas tecnologias de informação na transmissão da fé cristã católica.   Além das palestras do padre Spadaro, os jovens participarão de um debate com ‘personalidades’ de redes sociais e, no domingo, 02 de dezembro, após o almoço de encerramento, terão oportunidade de fazer um momento de convivência no Parque do Ibirapuera, com visita à exposição “Esplendores do Vaticano”. A participação no encontro deve ser solicitada por meio de inscrição e custa R$ 50 (cinquenta reais).   Ainda no domingo, o cardeal dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, preside celebração Eucarística de encerramento do seminário e terá oportunidade de compartilhar com os jovens as experiências vividas por ele durante o Sínodo dos Bispos sobre Nova Evangelização.   Jovens Conectados
Publicado em Nacionais
Com o objetivo de “reavivar o fogo missionário” foi realizado no Colégio Santa Inês, em São Paulo, SP, entre os dias 13 e 15 de setembro, um encontro destinado a um grupo de Filhas de Maria Auxiliadora (Irmãs Salesianas) no Brasil, que têm entre 10 e 25 anos de profissão religiosa. No primeiro dia do encontro, a irmã Suzana Rocca instigou o grupo, com simplicidade e alegria, a refletir sobre como superar os próprios limites e enfrentar a vida com mais leveza e positividade. Irmã Maria Américo Rolim, conselheira geral para a formação, também conversou com as participantes levando-as a uma reflexão pessoal e comunitária sobre a importância de empreender um caminho para reavivar a identidade carismática.   No último dia de encontro, a irmã Vani Moreira, de Belo Horizonte, desenvolveu o tema: “Mística e Profecia em Dom Bosco e Madre Mazzarello”, partindo das relações biográficas onde está descrito como os dois santos viviam a profecia em relação ao próprio tempo e a seu contexto histórico. 
Publicado em Nacionais
A Jornada Mundial da Juventude – JMJ 2013 - recebeu, em apenas um dia, 4.400 inscrições de interessados em participar do evento. Os primeiros participantes são jovens de 28 países, divididos em 220 grupos, dos quais 112 são brasileiros. A Igreja católica espera atrair para o Brasil um total de 2 a 4 milhões de jovens do mundo todo. Na lista de participantes estrangeiros, que deve ser composta principalmente por latino-americanos, constam chineses e árabes. No primeiro dia, inscreveram-se grupos da Argentina, Equador, Colômbia, Chile, Venezuela, Paraguai e Uruguai. No continente, somente os argentinos sediaram o encontro, há 25 anos. A JMJ espera receber em seu site a inscrição de um milhão de pessoas - e avisa só se responsabilizar pelos grupos que comprarem os pacotes de estadia por meio deste canal oficial. Há 21 modalidades disponíveis, com preços que variam de 106 a 608 reais. Países pobres, principalmente os da África, terão descontos. Para não concentrar todos os católicos em um só espaço, os jovens serão divididos por idiomas e distribuídos pela cidade durante a semana da JMJ. Haverá 27 palcos para manifestações culturais perto de cada região que abrigará os peregrinos. Até outros municípios, como Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Niterói ajudarão nas acomodações.  Leia mais no site da CNBB http://www.cnbb.org.br/site/imprensa/noticias/10159-jornada-mundial-da-juventude-tem-4-mil-inscritos-em-um-dia  
Publicado em Nacionais
Página 3 de 3