A comunidade “Santa Maria Mazzarello” foi inaugurada com uma celebração Eucarística, em Medellin, na Colômbia, no último dia 14 de janeiro. A festa de inauguração foi marcada por vários momentos significativos, como a leitura da autorização para abertura oficial da obra, realizada pelo arcebispo de Medellin, Dom Ricardo Toba; a leitura do verbal de aprovação, lido em nome da madre geral, irmã Yvonne Reungoat e do Conselho Geral; além da entrega do regulamento relativo ao trabalho social, realizado pela inspetora irmã Ana Dolores Rangel Ferreira.   O serviço que as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) oferecerão, agora de modo oficial, é realizado  há 15 anos. A obra, antes independente da casa inspetorial, com sede própria, era coordenada pela irmã Marta Múnera. A obra contará com a ajuda de cinco FMA, que serão responsáveis por ajudar as mulheres pobres no aprendizado de vários trabalhos, além de 60 voluntários que se colocarão a serviço de cerca de 420 mulheres em cada semestre, nas 30 oficinas existentes.   Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais
O cardeal dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, e dom José Maria Pires, arcebispo emérito da Paraíba, foram contemplados com a  Comenda Dom Helder Câmara, nesta terça-feira, 11 de dezembro, no Senado Federal.   A Comenda Dom Helder Câmara foi criada pelo Senado em 2010 para ser entregue a cidadãos que se destacaram na Defesa dos Direitos Humanos. Em outros anos também receberam a Comenda o cardeal dom Eugênio de Araújo Sales; o arcebispo dom Marcelo Pinto Carvalheira; os bispos dom Tomás Balduíno, dom Pedro Casaldáliga e dom Manuel da Cruz.   Dom Paulo Evaristo Arns nasceu em Forquilhinha, interior de Santa Catarina. Filho de pequenos agricultores, foi ordenado sacerdote em 1945. Durante 28 anos foi arcebispo de São Paulo. Na sua vida destacou-se principalmente pela sua luta em favor dos mais desfavorecidos da sociedade. Junto com a sua irmã, Zilda Arns, em 1985, criou a Pastoral da Criança.   Dom José Maria Pires foi arcebispo da Paraíba do período de março de 1966 a dezembro de 1995. Nasceu no interior de Minas Gerais, no Vale do Jequintinhonha. Diante da injustiça que os mais pobres sofriam, dedicou a sua vida à defendê-los criando o Centro de Defesa dos Direitos Humanos.   CNBB
Publicado em Nacionais
Página 2 de 2
A comunidade “Santa Maria Mazzarello” foi inaugurada com uma celebração Eucarística, em Medellin, na Colômbia, no último dia 14 de janeiro. A festa de inauguração foi marcada por vários momentos significativos, como a leitura da autorização para abertura oficial da obra, realizada pelo arcebispo de Medellin, Dom Ricardo Toba; a leitura do verbal de aprovação, lido em nome da madre geral, irmã Yvonne Reungoat e do Conselho Geral; além da entrega do regulamento relativo ao trabalho social, realizado pela inspetora irmã Ana Dolores Rangel Ferreira.   O serviço que as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) oferecerão, agora de modo oficial, é realizado  há 15 anos. A obra, antes independente da casa inspetorial, com sede própria, era coordenada pela irmã Marta Múnera. A obra contará com a ajuda de cinco FMA, que serão responsáveis por ajudar as mulheres pobres no aprendizado de vários trabalhos, além de 60 voluntários que se colocarão a serviço de cerca de 420 mulheres em cada semestre, nas 30 oficinas existentes.   Filhas de Maria Auxiliadora
Publicado em Internacionais
O cardeal dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo, e dom José Maria Pires, arcebispo emérito da Paraíba, foram contemplados com a  Comenda Dom Helder Câmara, nesta terça-feira, 11 de dezembro, no Senado Federal.   A Comenda Dom Helder Câmara foi criada pelo Senado em 2010 para ser entregue a cidadãos que se destacaram na Defesa dos Direitos Humanos. Em outros anos também receberam a Comenda o cardeal dom Eugênio de Araújo Sales; o arcebispo dom Marcelo Pinto Carvalheira; os bispos dom Tomás Balduíno, dom Pedro Casaldáliga e dom Manuel da Cruz.   Dom Paulo Evaristo Arns nasceu em Forquilhinha, interior de Santa Catarina. Filho de pequenos agricultores, foi ordenado sacerdote em 1945. Durante 28 anos foi arcebispo de São Paulo. Na sua vida destacou-se principalmente pela sua luta em favor dos mais desfavorecidos da sociedade. Junto com a sua irmã, Zilda Arns, em 1985, criou a Pastoral da Criança.   Dom José Maria Pires foi arcebispo da Paraíba do período de março de 1966 a dezembro de 1995. Nasceu no interior de Minas Gerais, no Vale do Jequintinhonha. Diante da injustiça que os mais pobres sofriam, dedicou a sua vida à defendê-los criando o Centro de Defesa dos Direitos Humanos.   CNBB
Publicado em Nacionais
Página 2 de 2