Quarta, 25 Abril 2012 23:21

Breves - Internacionais

Escrito por
• Números dos Salesianos – Em janeiro foram apresentadas as estatísticas da Congregação Salesiana. Os Salesianos de Dom Bosco no mundo são atualmente 15.560, sendo 15.439 professos, 414 noviços e 121 bispos. Entre os que já fizeram os votos perpétuos, os salesianos coadjutores (salesianos irmãos) são 1.609 – 12,1% do total –, enquanto os sacerdotes são 10.433. Há 1.823 obras salesianas eretas e outras 142 presenças em 131 países do mundo. • Twitter – No dia 31 de janeiro, o nome de Dom Bosco esteve entre os dez termos mais utilizados pelos usuários do Twitter em vários países, entre os quais Espanha, Venezuela e Brasil. Nesses últimos dois países, o santo esteve presente com dois termos entre os dez: como San Juan Bosco/São João Bosco e como Don Bosco/DomBosco. • Carlo Marchini – Em 2012 completam- se 20 anos a Associação Carlo Marchini Onlus (Organização Não Lucrativa de Utilidade Social), que colabora com os SDB e as FMA em vários países do mundo, especialmente no Brasil. Nascida para fazer memória de um jovem voluntário, contribuiu no decorrer dos anos para a realização de numerosos projetos em favor das crianças e adolescentes mais necessitados. • Família Salesiana – Um novo ramo integra a Família Salesiana: o reitor-mor reconheceu o Instituto das “Visitation Sisters of Don Bosco” (VSDB), fundada em 1983 pelo bispo de Shillong, na Índia, o salesiano dom Hubert D’Rosário. • Irmãs Missionárias – O Capítulo Geral das Irmãs Missionárias de Maria Auxílio dos Cristãos elegeu em 29 de janeiro sua nova superiora geral, irmã Philomena Mathew.
O jornal El Comercio, do Peru, em artigo publicado dia 16 de janeiro, focalizou o empenho do padre salesiano Luigi Bolla Sartori, que há 28 anos trabalha como missionário nas comunidades da população indígena ashuar. Retomando a história de padre Bolla, El Comercio inicia pela sua chegada ao Equador, como missionário proveniente da Itália. No Equador,o missionário aprendeu a língua ashuar e, a partir de 1954, dedicou-se a ensiná-la. “Pedi aos meus superiores, em 1971, que me deixassem viver como eles. Não segundo o estilo de um missionário tradicional, mas segundo o estilo dos indígenas. Comecei a viver em suas casas, a vestir-me como eles, a comer como eles”, relembra padre Bolla. O missionário passou depois ao Peru, em 1984, para servir às comunidades ashuar de Loreto e das outras tribos: Huambisa, Candoshi e Quíchua. Afirma que a sua missão é a de comunicar a mensagem evangélica e que isto implica remediar também a todas as necessidades do ser humano.
Na festa de São Francisco de Sales, 24 de janeiro, os salesianos da Visitadoria Indonésia-Timor (ITM) inauguraram o Instituto Filosófico Salesiano, de Dili-Comoro, Timor-Leste. Participaram da cerimônia de inauguração várias autoridades civis, tendo à frente o vice-primeiro ministro do país, José Luis Gutierres, e o ministro da Educação, João Câncio. Representando a unidade da Família Salesiana, estiveram presentes também a superiora das Filhas de Maria Auxiliadora, irmã Floriana Guterrese, e o presidente da Associação dos Ex-alunos Salesianos, Agostinho Gonçalves. Padre João Paolino Aparício Guterres, superior da Visitadoria, ilustrou a necessidade e importância de ter um centro de estudo que dialoguecom a cultura local, de modo especial com a cultura juvenil. “Formar um salesiano profundamente de Dom Bosco e adicalmente timorense será o objetivo do Instituto”, disse ele.
Dia 21 de janeiro, no Instituto Dom Bosco, de Sahuayo, México, tiveram início as comemorações para o 50º aniversário depresença salesiana na cidade. O padre Salvador Cleofás Murguía Villalobos, inspetor dos salesianos do México-Guadalajara
Em 31 de janeiro, solenidade de São João Bosco, o reitor-mor passou o dia no berço do mundo salesiano,em Valdocco. De tarde, durante a eucaristia, divulgou a sua Mensagem aos Jovens do Movimento Juvenil Salesiano (ou Articulação da Juventude Salesiana – AJS, no Brasil). O texto para ler e meditar é um testemunho de quanto Dom Bosco foi e fez, e é uma autêntica convocação dos jovens. A mensagem – disponível em várias línguas no site <www.sdb.org> – utiliza “a cálida linguagem do coração” e faz um chamado ao protagonismo juvenil: “Sejamos novos profetas, homens capazes de indicar na desorientação dos espíritos o caminho a percorrer e, na incerteza do instável, o novo que Deus faz desabrochar no coração e na história. O sentido da vida, como profecia e como missão, torna-se um tesouro imenso para a sociedade”. Fonte: InfoANS
Quarta, 25 Abril 2012 19:12

Notícias Internacionais 2

Escrito por
Dias de Espiritualidade da Família Salesiana O encerramento da 30a edição dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana (DEFS) se caracterizou pelo lançamento e a entrega da Carta de Identidade da Família Salesiana. Participaram do evento, realizado nos dias 19a 22 de janeiro, cerca de 300 religiosos e leigos, representantes de muitos dos grupos que se inspiram no carisma de Dom Bosco. Esta 30a edição dos DEFS foi importante por ser a primeira do triênio de preparação ao bicentenário de nascimento de Dom Bosco (1815-2015). Desde 2008, os Salesianos Cooperadores de São Paulo enviam um representante para o evento e, em 2012, o escolhido foi o SC Evanio A. Santinon, de São Carlos. Para ele, “conviver aqueles dias foi ter a convicção de que a mensagem de Dom Bosco continua atual e muitos jovens precisam ouvi-la”. Fonte: InfoANS
Página 216 de 216
Quarta, 25 Abril 2012 23:21

Breves - Internacionais

Escrito por
• Números dos Salesianos – Em janeiro foram apresentadas as estatísticas da Congregação Salesiana. Os Salesianos de Dom Bosco no mundo são atualmente 15.560, sendo 15.439 professos, 414 noviços e 121 bispos. Entre os que já fizeram os votos perpétuos, os salesianos coadjutores (salesianos irmãos) são 1.609 – 12,1% do total –, enquanto os sacerdotes são 10.433. Há 1.823 obras salesianas eretas e outras 142 presenças em 131 países do mundo. • Twitter – No dia 31 de janeiro, o nome de Dom Bosco esteve entre os dez termos mais utilizados pelos usuários do Twitter em vários países, entre os quais Espanha, Venezuela e Brasil. Nesses últimos dois países, o santo esteve presente com dois termos entre os dez: como San Juan Bosco/São João Bosco e como Don Bosco/DomBosco. • Carlo Marchini – Em 2012 completam- se 20 anos a Associação Carlo Marchini Onlus (Organização Não Lucrativa de Utilidade Social), que colabora com os SDB e as FMA em vários países do mundo, especialmente no Brasil. Nascida para fazer memória de um jovem voluntário, contribuiu no decorrer dos anos para a realização de numerosos projetos em favor das crianças e adolescentes mais necessitados. • Família Salesiana – Um novo ramo integra a Família Salesiana: o reitor-mor reconheceu o Instituto das “Visitation Sisters of Don Bosco” (VSDB), fundada em 1983 pelo bispo de Shillong, na Índia, o salesiano dom Hubert D’Rosário. • Irmãs Missionárias – O Capítulo Geral das Irmãs Missionárias de Maria Auxílio dos Cristãos elegeu em 29 de janeiro sua nova superiora geral, irmã Philomena Mathew.
O jornal El Comercio, do Peru, em artigo publicado dia 16 de janeiro, focalizou o empenho do padre salesiano Luigi Bolla Sartori, que há 28 anos trabalha como missionário nas comunidades da população indígena ashuar. Retomando a história de padre Bolla, El Comercio inicia pela sua chegada ao Equador, como missionário proveniente da Itália. No Equador,o missionário aprendeu a língua ashuar e, a partir de 1954, dedicou-se a ensiná-la. “Pedi aos meus superiores, em 1971, que me deixassem viver como eles. Não segundo o estilo de um missionário tradicional, mas segundo o estilo dos indígenas. Comecei a viver em suas casas, a vestir-me como eles, a comer como eles”, relembra padre Bolla. O missionário passou depois ao Peru, em 1984, para servir às comunidades ashuar de Loreto e das outras tribos: Huambisa, Candoshi e Quíchua. Afirma que a sua missão é a de comunicar a mensagem evangélica e que isto implica remediar também a todas as necessidades do ser humano.
Na festa de São Francisco de Sales, 24 de janeiro, os salesianos da Visitadoria Indonésia-Timor (ITM) inauguraram o Instituto Filosófico Salesiano, de Dili-Comoro, Timor-Leste. Participaram da cerimônia de inauguração várias autoridades civis, tendo à frente o vice-primeiro ministro do país, José Luis Gutierres, e o ministro da Educação, João Câncio. Representando a unidade da Família Salesiana, estiveram presentes também a superiora das Filhas de Maria Auxiliadora, irmã Floriana Guterrese, e o presidente da Associação dos Ex-alunos Salesianos, Agostinho Gonçalves. Padre João Paolino Aparício Guterres, superior da Visitadoria, ilustrou a necessidade e importância de ter um centro de estudo que dialoguecom a cultura local, de modo especial com a cultura juvenil. “Formar um salesiano profundamente de Dom Bosco e adicalmente timorense será o objetivo do Instituto”, disse ele.
Dia 21 de janeiro, no Instituto Dom Bosco, de Sahuayo, México, tiveram início as comemorações para o 50º aniversário depresença salesiana na cidade. O padre Salvador Cleofás Murguía Villalobos, inspetor dos salesianos do México-Guadalajara
Em 31 de janeiro, solenidade de São João Bosco, o reitor-mor passou o dia no berço do mundo salesiano,em Valdocco. De tarde, durante a eucaristia, divulgou a sua Mensagem aos Jovens do Movimento Juvenil Salesiano (ou Articulação da Juventude Salesiana – AJS, no Brasil). O texto para ler e meditar é um testemunho de quanto Dom Bosco foi e fez, e é uma autêntica convocação dos jovens. A mensagem – disponível em várias línguas no site <www.sdb.org> – utiliza “a cálida linguagem do coração” e faz um chamado ao protagonismo juvenil: “Sejamos novos profetas, homens capazes de indicar na desorientação dos espíritos o caminho a percorrer e, na incerteza do instável, o novo que Deus faz desabrochar no coração e na história. O sentido da vida, como profecia e como missão, torna-se um tesouro imenso para a sociedade”. Fonte: InfoANS
Quarta, 25 Abril 2012 19:12

Notícias Internacionais 2

Escrito por
Dias de Espiritualidade da Família Salesiana O encerramento da 30a edição dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana (DEFS) se caracterizou pelo lançamento e a entrega da Carta de Identidade da Família Salesiana. Participaram do evento, realizado nos dias 19a 22 de janeiro, cerca de 300 religiosos e leigos, representantes de muitos dos grupos que se inspiram no carisma de Dom Bosco. Esta 30a edição dos DEFS foi importante por ser a primeira do triênio de preparação ao bicentenário de nascimento de Dom Bosco (1815-2015). Desde 2008, os Salesianos Cooperadores de São Paulo enviam um representante para o evento e, em 2012, o escolhido foi o SC Evanio A. Santinon, de São Carlos. Para ele, “conviver aqueles dias foi ter a convicção de que a mensagem de Dom Bosco continua atual e muitos jovens precisam ouvi-la”. Fonte: InfoANS
Página 216 de 216