A inspetoria "Cristo Rei e Maria Auxiliadora", em Guadalajara, México, abriu as celebrações dos seus 50 anos. O inspetor, padre Cléofas Murguía Salvador Villalobos, enviou uma carta aos salesianos para animá-los a viver este importante aniversário com o espírito de gratidão e entusiasmo.   "Somos convidados a lembrar aqueles que lançaram as bases para o crescimento de nossa província e aqueles que implementam marcos em sua construção. Os grandes acontecimentos históricos da salvação que temos vivido e da qualidade da doação que temos vivido como salesianos, um lembrete de que, ao mesmo tempo, nos faz ver nossa contribuição positiva para a vida dos jovens e suas famílias”, escreveu na carta o padre Villalobos.   A inspetoria de Guadalajara foi erigida canonicamente em 30 de agosto de 1963. É por isso que as atividades comemorativas do 50º aniversário, aberta em 01 de setembro, continuarão até o final de 2013.   Leia mais em InfoANS
O padre salesiano Thomas Vattathara, inspetor de Guwahati, acaba de ser eleito o novo presidente da Conferência dos Religiosos da índia (CRI). A eleição do novo presidente foi realizada no dia 30 de outubro. "Eu não esperava essa nomeação, porque eu participei pela primeira vez da Conferência dos Religiosos em âmbito nacional. Se, por um lado, isso é uma honra, por outro lado, é também um compromisso, mas isso me dá uma chance de fazer um serviço em uma forma mais significativa”, disse o recém-eleito.   A CRI atualmente tem um total de 334 congregações e 822 superiores maiores e inspetoriais, representando mais de 125 mil padres católicos e freiras na Índia. A maioria das escolas, hospitais, centros de serviços sociais e outras instituições da Igreja Católica no país é gerenciada pelo CRI. Quase 30 anos atrás, outro inspetor salesiano de Guwahati foi eleito presidente nacional da CRI: padre Kochuparampil Mathai, que também era bispo de Diphu.   InfoANS
Em preparação para o Bicentenário de nascimento de Dom Bosco (1815 - 2015), a comunidade salesiana de Freetown, Serra Leoa, lançou um novo programa pastoral que, por meio do micro-ônibus "Dom Bosco Come & Ver" (Venha Ver), pretende fazer aumentar a consciência sobre a situação das crianças na região.   O novo micro-ônibus, que se junta ao ônibus "Dom Bosco Mobil", inaugurado no final de 2010, servirá para tornar ainda mais numerosa e eficaz a ação pastoral que a comunidade salesiana de Fambul está planejando para os próximos anos. O novo micro-ônibus será utilizado para transportar folhetos com conteúdos pastorais e campanhas educativas em todas as áreas da Serra Leoa e de todo o Ocidente vice Anglófona Africano.   O Sistema Preventivo, em oposição ao sistema repressivo, será o foco do debate deste ano, tendo em vista que punição corporal ainda é uma parte integrante do sistema de ensino em Serra Leoa, tanto nas escolas como nas famílias, o que mostra a necessidade absoluta de uma educação baseada no amor.   Dom Bosco Fambul é uma ONG local que atualmente envolve mais de 100 pessoas em trabalhos sociais. Além de realizar o caminho pastoral por meio do ônibus - e agora do microônibus - também executa um programa de reabilitação de 10 meses para as crianças em situação de rua, centros de juventude, casas de passagem, além de contar com o centro “Bem-vindo”, voltado para meninas vítimas de violência e um centro de treinamento.   InfoANS
A delegação Salesiana de Cuba lançou uma campanha para levantar fundos que servirão para ajudar as pessoas afetadas pelo furacão Sandy. Quem quiser colaborar pode encontrar mais informações no site dos Salesianos de Cuba. www.salesianosdecuba.com   O furacão Sandy  atingiu a região Leste de Cuba, no último dia 25 de outubro, devastando, severamente, a província de Santiago, onde também existe uma comunidade salesiana. A área em que os salesianos operam foi duramente afetada pelos ventos e chuvas e alguns paroquianos tiveram suas casas total ou parcialmente destruídas.    Os salesianos estão bem, no entanto, em sua obra, um dos muros do pátio desmoronou, várias portas-balcão foram destruídas e várias árvores arrancadas. Na cidade, segundo o diretor da casa salesiana, padre Julio Fernández, tanto a rede elétrica como de telefonia e o abastecimento de água foram danificados.   InfoANS – Cuba   Leia também: Durante visita do padre Guillermo Basañes, conselheiro regional para a África-Madagascar, Haiti é vítima de tempestade tropical "Sandy"
No último dia 25 de outubro, foi lançado o livro “Para uma civilização do amor”na sala dos Arazzi da RAI-Radiotelevisão italiana. O tema relata os 25 anos de vida do VIDES Internacional (Voluntariado Internacional Mulher, Educação e Desenvolvimento).   “Com este texto - explica a irmã Mara Borsi, que cuidou da redação de uma “escrita comunitária e apaixonada feita em conjunto com os jovens” – se procurou dar visibilidade às boas sementes de solidariedade e esperança plantadas nesses 25 anos pelo VIDES, que contribuíram para fazê-lo crescer até chegar ao mundo”.   O livro narra uma história envolvente: 25 anos de “vidas esbanjadas por amor”.  É esta a mensagem dos braços erguidos com as mãos “furadas por um coração” que estão na capa, símbolo de uma história que já envolveu mais de 40 países, 5000 jovens voluntários e voluntárias, e muitas comunidades de Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), de mulheres e de jovens, no mundo todo.   O ponto de referência na experiência de 25 anos do VIDES, assim como do livro que a narra, são os jovens, aqueles que não são notícia, mas que determinam com suas escolhas o nascimento de uma verdadeira cultura do dom e do respeito pela  vida.”Sem o compromisso deles, do seu entusiasmo e da sua criatividade não poderia existir esta associação”, comentou  a irmã Maria Luisa Miranda, Conselheira Geral para a Família Salesiana, durante a apresentação.   O livro é o ponto de chegada e de partida para a associação, e o encontro do dia 25 de outubro introduz os dias de festa que continuarão com o 10o. Convênio Internacional “Recall, Rejoice, Renew”, de 1º a 4 de novembro em Trevi (Perugia), dias de envolvimento e participação mundial, para manifestar a alegria dos 25 anos de história tecida com tantas mãos pelo VIDES e no VIDES”, conclui Leonor Salazar,  FMA que desempenha o papel de diretora geral para o VIDES.   Filhas de Maria Auxiliadora  
Padre Luiz Alves de Lima, assessor e perito do Sínodo dos Bispos, enviou as últimas informações sobre a XIII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos encerrada neste domingo,  28 de outubro.  Os artigos, na íntegra, com todas as informações da Assembleia, estão disponíveis no site da Inspetoria Salesiana de São Paulo http://www.salesianos.org.br/.   Rumo à conclusão do Sínodo Segunda Redação das Propositiones e Testemunhos   Os antigos diziam: Motus in fine velocior - o movimento no final é mais veloz. É o que acontece também no Sínodo. No final as coisas se precipitam. Hoje foi um dia intenso em que se evidenciam os progressos obtidos.   Dom Giuseppe Betori, arcebispo de Florença, iniciou pela manhã a apresentação da 2ª redação da Mensagem, por ser seu relator. Disse que foram mais de 300 sugestões apresentadas. Dada a aprovação maciça da primeira redação, agora foram integradas as observações que não alteravam a estrutura e o conteúdo essencial.    Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo   Aprovada e publicada a Mensagem do Sínodo Uma afirmação lapidar abre a reportagem do Ossevatore Romano   O jornal oficioso do Vaticano, em sua edição diária em Italiano, publica em primeira página nesta segunda-feira, a manchete: O Evangelho no mundo, e traz já o texto integral da Mensagem do Sínodo ao Povo de Deus aprovada no domingo. A edição já estava impressa no domingo à tarde e começou a ser distribuída à noitinha.   Se está no Osservatore Romano (edição diária), quer dizer que certamente já está na internet. O que chama mais a atenção, e aqui me dirijo especialmente ao Professor Francisco Catão, do Instituto Pio XI (São Paulo), que tanto ensina e insiste nessa ideia, é a abertura da reportagem, citando a primeira frase da Mensagem, que já adiantei na Síntese da mesma enviada dias atrás: "O Sínodo, diz o jornal, lança um projeto concreto para a nova evangelização, com uma afirmação lapidar (punto fermo): “A fé se decide no relacionamento que instauramos com a pessoa de Jesus”, e para testemunhá-lo é necessário estar lado a lado na vida das pessoas hoje, sem inventar, quem sabe, que tipo de novas estratégias” porque o Evangelho não é “um produto a ser colocado no mercado das religiões”.   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo   Aprovadas as proposições e encerradas as sessões do Sínodo Uma reviravolta no texto sobre catequese... Muito Melhor!   Chegamos finalmente à última sessão da XIII Assembleia Geral Ordinária dos Bispos. Foram 22 sessões plenárias e 4 reuniões dos Circuli Minori. Ouvimos um total de 429 intervenções (discursos). O Sínodo produziu dois grandes documentos: a Mensagem ao Povo de Deus, em uma linguagem bastante coloquial, incisiva, esperançosa e otimista. E o elenco das 58 Proposições (ao final foi acrescentada mais uma), texto de muito conteúdo, com linguagem mais formal, declarativa e um tanto técnica. Elas recolhem o que de melhor foi abordado ao longo das três semanas de trabalho. Essas proposições não possuem uma finalidade em si, mas são entregues ao Papa para que ele, assessorado pela Comissão Permanente para o Sínodo, renovada nessa Assembleia por votação, redija uma Exortação Apostólica a ser apresentada a toda a Igreja. Daí o segredo e a reserva sobre tal documento. A outra razão é que o Sínodo é um organismo consultivo e não tem poder de decisão...   As proposições são grandes afirmações, em linguagem sintética, a respeito de um problema importante referente ao tema principal, a Nova Evangelização para a transmissão da fé. E por serem "entregues" ao Papa, são cercadas do máximo segredo...   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo
A comunidade salesiana e paroquial do Santuário do Sagrado Coração de Bolonha,  Itália, comemorou, no último dia 21 de outubro, o centenário da consagração do templo a partir do qual, ainda hoje, propaga-se a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. A celebração do centenário coincidiu com a Abertura Diocesana do Ano da Fé.   A Eucaristia foi presidida pelo vigário Bispo de Bolonha, padre Giovanni Silvagni. Estiveram presentes também o pároco, padre Antonio Rota, o diretor do instituto salesiano, padre Gianni Danesi, a comunidade salesiana e milhares de fiéis. Para a ocasião, foi reaberta a capela da pia batismal, totalmente restaurada, e os presentes renovaram suas promessas batismais.   Os salesianos chegaram a Bolonha por iniciativa do cardeal Domenico Svampa, que desejava fazer parte dos salesianos cooperadores e que, em 22 de fevereiro de 1897, no lançamento da pedra fundamental do Instituto Salesiano, na presença das autoridades civis, do beato Michele Rua, sucessor de Dom Bosco e de mais de 10 mil pessoas, disse: "Os Filhos de Dom Bosco cuidarão com zelo e amor a sábia educação dos filhos do povo, e preparando, para Bolonha, uma geração melhor."   O próprio cardeal Svampa, frente ao convite feito pelo Papa Leão XIII solicitando que consagrasse ao Sagrado Coração as dioceses e as nações, tomou a iniciativa de erigir, ao lado do Instituto Salesiano, este monumento artístico em nome de todos os católicos da Itália. O projeto foi confiado a um dos principais arquitetos da época, Collamarini, que inspirou-se nas grandes basílicas bizantinas, equipando-o com uma grande cúpula de 63 m de altura e, respeitando a tradição bolonhesa, quis que se parecesse com um bordado de tijolos vermelhos.   Em 16 de Outubro de 1912, o arcebispo de Bolonha, monsenhor Giacomo Della Chiesa, futuro Papa Bento XV, consagrou solenemente o novo templo dedicado ao Sagrado Coração, que logo se tornou, junto com a Madonna di San Luca, destino de peregrinações anuais para os bolonheses. Nos anos 30, o santuário foi renovado por um grande salesiano, o padre Antonio Gavinelli, que reconstruiu a cúpula destruída por um terremoto em 1929 e enriqueceu o santuário com pinturas, altares e 134 magníficos vitrais, projetados por Nardi consertando, enfim, os danos causados por um bombardeio em 1943.   No santuário, além dos serviços diários oferecidos aos fiéis, há também duas outras iniciativas que apoiam e difundem a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, tão querida a Dom Bosco. A primeira é a Obra Sacro Cuore (veja o site), uma associação fundada em 1930 que usa - e essa é a segunda iniciativa especial - a revista "Sacro Cuore" que envolve dezenas de milhares de pessoas na Itália e no mundo, incluindo também as comunidades religiosas de clausura, em particular, em uma "rede de pessoas que oram uns pelos outros", com um evento espiritual às 08h da manhã todos os dias, quando, para todos os membros, é celebrada a Eucaristia no altar do Sacro Cuore.   InfoANS
Na última quarta-feira, dia 25 de outubro, os participantes do Sínodo dos Bispos puderam visitar a Capela Sistina e assistir ao lançamento do filme Via Pulchritudinis, um documentário que fala sobre o belo templo. Veja o relato do padre Luiz Alves de Lima, assessor e perito do Sínodo, sobre essas atividades.   Arte e Fé Visita à Capela Sistina e pré-estreia do filme Via Pulchritudinis Antes de ontem, durante a reunião dos grupos lingüísticos, foi anunciado que o Papa nomeou mais seis cardeais, entre eles um latino-americano, Dom Rubén Salazar Gómez, arcebispo de Bogotá, Colômbia. Chamou atenção também o fato de dois deles serem de países com populações muçulmanas significativas: Beatitude Bechara Boutros Rai, de 72 anos, patriarca da Igreja Católica Maronita do Líbano e Dom John Olorunfemi Onaiyekan, 68 anos, arcebispo de Abuja, Nigéria. Esse anúncio, proclamado durante a audiência das quartas-feiras foi uma surpresa, quer pelo pequeno número de nomeados, quer por estar fora de época. O consistório, ou seja, a cerimônia do "empossamento" dos novos cardeais será em 24 de novembro próximo. Durante o dia de hoje, o Relator Geral do Sínodo, Dom Donald William Wuerl e os 12 relatores dos grupos lingüísticos passaram o dia concluindo a revisão e dando os últimos retoques nas 57 proposições à luz do que sugeriram ontem os 12 grupos. Os outros, tiveram um dia livre. Foi-nos proporcionada uma visita à célebre Capela Sistina, um dos monumentos de arte mais importantes da humanidade. No próximo dia 30 de Outubro essa Capela estará completando 500 anos. De fato, foi no dia 30 de Outubro de 1512 que o Papa Júlio II, della Rovere, inaugurou os afrescos pintados na imensa abóbada da Capela. Essa monumental obra foi realizada por Michelangelo entre 1508 e 1512. O Papa quis marcar o V centenário dessa obra prima de arte, em âmbito mundial, com uma cerimônia especial. Nós, participantes do Sínodo, tivemos muita sorte, pois a Capela foi fechada somente para nós (normalmente ela está repleta de turistas), e tivemos a companhia não só do Diretor do Museu do Vaticano, mas também a guia de especialistas que nos contaram os mínimos particulares da grandiloquente obra, sua história, técnicas de pintura, e, sobretudo, o significado religioso e teológico do grande monumento.   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo  
7ª Assembleia da Visitadoria Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) foi realizada na Rainha da Paz, em Angola, dias 13 e 14 de outubro. Durante o discurso de abertura a inspetora, irmã Juraci Maria da Silva, lembrou dois grandes acontecimentos que as FMA estão vivendo neste momento: o Ano da Fé e o Sínodo dos Bispos e, em nível de Família Salesiana, o segundo ano de preparação para o bicentenário de Dom Bosco e a beatificação da irmã Maria Troncatti.   Esses dois eventos, da Igreja e da Família Salesiana, podem servir de motivação e base sobre a qual construir as etapas do 30o. aniversário da presença das FMA em Angola, que terá início dia 24 de outubro e será concluído em 2013.  “O melhor modo para celebrar este ano – escreve a irmã Sirlei Oliveira na crônica do encontro – é seguir o convite feito pelo Papa em sua mensagem apostólica Porta Fidei: “O Ano da Fé quer contribuir para uma renovada conversão ao senhor Jesus e para redescobrir a fé”, para que todos sejam “testemunhas crentes e alegres do senhor ressuscitado no mundo de hoje, capazes de indicar a fé a tantas pessoas que se encontram”.    A assembleia também foi uma ocasião para propor algumas ideias para celebrar os 30 anos de presença das FMA em Angola.  “Celebrar três décadas de presença do nosso carisma em Angola é uma ótima ocasião para dizer obrigado a Deus e, ao mesmo tempo, um momento propício para uma séria revisão da vida consagrada salesiana e da missão, partindo do empenho de uma renovada ação evangelizadora, que exige coragem e capacidade de buscar novos caminhos para responder às mudanças históricas e culturais de hoje, sobretudo no mundo juvenil”.   Filhas de Maria Auxiliadora
Durante a XIII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, o trabalho dos Círculos Menores, que tangeram as 57 proposições do Sínodo foi realizado em 24 de outubro. O artigo na íntegra, referente a esse trabalho,  está disponível no site da Inspetoria Salesiana de São Paulo http://www.salesianos.org.br/   Discutindo as proposições Trabalhos nos Círculos Menores (grupos)   O dia 25 de outubro foi dedicado à discussão das 57 proposições nos 12 círculos menores, também chamados grupos linguísticos, pois nos reunimos por línguas que previamente havíamos escolhido. O grupo Hispanicus A é bastante numeroso. A maioria veio da América Latina (do Brasil estávamos Dom Odilo, Dom Geraldo Lírio e eu), alguns europeus (espanhóis) e outros de países africanos que falam português (Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe...). As normas dadas para as discussões nos grupos linguísticos eram bastante rígidas. Não podíamos fazer propostas individuais por escrito; qualquer proposta deveria ser discutida e aprovada por maioria relativa, caso contrário não era aceita.  As sugestões seriam apenas para "aperfeiçoar" os textos, sem mexer em seu sentido substancial nem na estrutura. Deveriam se restringir a mudar palavras, fazer citações e fazer pequenos acréscimos para melhorar a ideia já expressa. Como se vê, a redação das 57 proposições apresentadas nessa brochura intitulada "Elechus unicus propositionum" já vinha quase como pronta. O relator do grupo deveria tomar nota de tudo e levar para a reunião dos 12 relatores dos grupos no dia seguinte, junto com a presidência, para elaborarem a redação final.   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo
Página 213 de 218
A inspetoria "Cristo Rei e Maria Auxiliadora", em Guadalajara, México, abriu as celebrações dos seus 50 anos. O inspetor, padre Cléofas Murguía Salvador Villalobos, enviou uma carta aos salesianos para animá-los a viver este importante aniversário com o espírito de gratidão e entusiasmo.   "Somos convidados a lembrar aqueles que lançaram as bases para o crescimento de nossa província e aqueles que implementam marcos em sua construção. Os grandes acontecimentos históricos da salvação que temos vivido e da qualidade da doação que temos vivido como salesianos, um lembrete de que, ao mesmo tempo, nos faz ver nossa contribuição positiva para a vida dos jovens e suas famílias”, escreveu na carta o padre Villalobos.   A inspetoria de Guadalajara foi erigida canonicamente em 30 de agosto de 1963. É por isso que as atividades comemorativas do 50º aniversário, aberta em 01 de setembro, continuarão até o final de 2013.   Leia mais em InfoANS
O padre salesiano Thomas Vattathara, inspetor de Guwahati, acaba de ser eleito o novo presidente da Conferência dos Religiosos da índia (CRI). A eleição do novo presidente foi realizada no dia 30 de outubro. "Eu não esperava essa nomeação, porque eu participei pela primeira vez da Conferência dos Religiosos em âmbito nacional. Se, por um lado, isso é uma honra, por outro lado, é também um compromisso, mas isso me dá uma chance de fazer um serviço em uma forma mais significativa”, disse o recém-eleito.   A CRI atualmente tem um total de 334 congregações e 822 superiores maiores e inspetoriais, representando mais de 125 mil padres católicos e freiras na Índia. A maioria das escolas, hospitais, centros de serviços sociais e outras instituições da Igreja Católica no país é gerenciada pelo CRI. Quase 30 anos atrás, outro inspetor salesiano de Guwahati foi eleito presidente nacional da CRI: padre Kochuparampil Mathai, que também era bispo de Diphu.   InfoANS
Em preparação para o Bicentenário de nascimento de Dom Bosco (1815 - 2015), a comunidade salesiana de Freetown, Serra Leoa, lançou um novo programa pastoral que, por meio do micro-ônibus "Dom Bosco Come & Ver" (Venha Ver), pretende fazer aumentar a consciência sobre a situação das crianças na região.   O novo micro-ônibus, que se junta ao ônibus "Dom Bosco Mobil", inaugurado no final de 2010, servirá para tornar ainda mais numerosa e eficaz a ação pastoral que a comunidade salesiana de Fambul está planejando para os próximos anos. O novo micro-ônibus será utilizado para transportar folhetos com conteúdos pastorais e campanhas educativas em todas as áreas da Serra Leoa e de todo o Ocidente vice Anglófona Africano.   O Sistema Preventivo, em oposição ao sistema repressivo, será o foco do debate deste ano, tendo em vista que punição corporal ainda é uma parte integrante do sistema de ensino em Serra Leoa, tanto nas escolas como nas famílias, o que mostra a necessidade absoluta de uma educação baseada no amor.   Dom Bosco Fambul é uma ONG local que atualmente envolve mais de 100 pessoas em trabalhos sociais. Além de realizar o caminho pastoral por meio do ônibus - e agora do microônibus - também executa um programa de reabilitação de 10 meses para as crianças em situação de rua, centros de juventude, casas de passagem, além de contar com o centro “Bem-vindo”, voltado para meninas vítimas de violência e um centro de treinamento.   InfoANS
A delegação Salesiana de Cuba lançou uma campanha para levantar fundos que servirão para ajudar as pessoas afetadas pelo furacão Sandy. Quem quiser colaborar pode encontrar mais informações no site dos Salesianos de Cuba. www.salesianosdecuba.com   O furacão Sandy  atingiu a região Leste de Cuba, no último dia 25 de outubro, devastando, severamente, a província de Santiago, onde também existe uma comunidade salesiana. A área em que os salesianos operam foi duramente afetada pelos ventos e chuvas e alguns paroquianos tiveram suas casas total ou parcialmente destruídas.    Os salesianos estão bem, no entanto, em sua obra, um dos muros do pátio desmoronou, várias portas-balcão foram destruídas e várias árvores arrancadas. Na cidade, segundo o diretor da casa salesiana, padre Julio Fernández, tanto a rede elétrica como de telefonia e o abastecimento de água foram danificados.   InfoANS – Cuba   Leia também: Durante visita do padre Guillermo Basañes, conselheiro regional para a África-Madagascar, Haiti é vítima de tempestade tropical "Sandy"
No último dia 25 de outubro, foi lançado o livro “Para uma civilização do amor”na sala dos Arazzi da RAI-Radiotelevisão italiana. O tema relata os 25 anos de vida do VIDES Internacional (Voluntariado Internacional Mulher, Educação e Desenvolvimento).   “Com este texto - explica a irmã Mara Borsi, que cuidou da redação de uma “escrita comunitária e apaixonada feita em conjunto com os jovens” – se procurou dar visibilidade às boas sementes de solidariedade e esperança plantadas nesses 25 anos pelo VIDES, que contribuíram para fazê-lo crescer até chegar ao mundo”.   O livro narra uma história envolvente: 25 anos de “vidas esbanjadas por amor”.  É esta a mensagem dos braços erguidos com as mãos “furadas por um coração” que estão na capa, símbolo de uma história que já envolveu mais de 40 países, 5000 jovens voluntários e voluntárias, e muitas comunidades de Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), de mulheres e de jovens, no mundo todo.   O ponto de referência na experiência de 25 anos do VIDES, assim como do livro que a narra, são os jovens, aqueles que não são notícia, mas que determinam com suas escolhas o nascimento de uma verdadeira cultura do dom e do respeito pela  vida.”Sem o compromisso deles, do seu entusiasmo e da sua criatividade não poderia existir esta associação”, comentou  a irmã Maria Luisa Miranda, Conselheira Geral para a Família Salesiana, durante a apresentação.   O livro é o ponto de chegada e de partida para a associação, e o encontro do dia 25 de outubro introduz os dias de festa que continuarão com o 10o. Convênio Internacional “Recall, Rejoice, Renew”, de 1º a 4 de novembro em Trevi (Perugia), dias de envolvimento e participação mundial, para manifestar a alegria dos 25 anos de história tecida com tantas mãos pelo VIDES e no VIDES”, conclui Leonor Salazar,  FMA que desempenha o papel de diretora geral para o VIDES.   Filhas de Maria Auxiliadora  
Padre Luiz Alves de Lima, assessor e perito do Sínodo dos Bispos, enviou as últimas informações sobre a XIII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos encerrada neste domingo,  28 de outubro.  Os artigos, na íntegra, com todas as informações da Assembleia, estão disponíveis no site da Inspetoria Salesiana de São Paulo http://www.salesianos.org.br/.   Rumo à conclusão do Sínodo Segunda Redação das Propositiones e Testemunhos   Os antigos diziam: Motus in fine velocior - o movimento no final é mais veloz. É o que acontece também no Sínodo. No final as coisas se precipitam. Hoje foi um dia intenso em que se evidenciam os progressos obtidos.   Dom Giuseppe Betori, arcebispo de Florença, iniciou pela manhã a apresentação da 2ª redação da Mensagem, por ser seu relator. Disse que foram mais de 300 sugestões apresentadas. Dada a aprovação maciça da primeira redação, agora foram integradas as observações que não alteravam a estrutura e o conteúdo essencial.    Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo   Aprovada e publicada a Mensagem do Sínodo Uma afirmação lapidar abre a reportagem do Ossevatore Romano   O jornal oficioso do Vaticano, em sua edição diária em Italiano, publica em primeira página nesta segunda-feira, a manchete: O Evangelho no mundo, e traz já o texto integral da Mensagem do Sínodo ao Povo de Deus aprovada no domingo. A edição já estava impressa no domingo à tarde e começou a ser distribuída à noitinha.   Se está no Osservatore Romano (edição diária), quer dizer que certamente já está na internet. O que chama mais a atenção, e aqui me dirijo especialmente ao Professor Francisco Catão, do Instituto Pio XI (São Paulo), que tanto ensina e insiste nessa ideia, é a abertura da reportagem, citando a primeira frase da Mensagem, que já adiantei na Síntese da mesma enviada dias atrás: "O Sínodo, diz o jornal, lança um projeto concreto para a nova evangelização, com uma afirmação lapidar (punto fermo): “A fé se decide no relacionamento que instauramos com a pessoa de Jesus”, e para testemunhá-lo é necessário estar lado a lado na vida das pessoas hoje, sem inventar, quem sabe, que tipo de novas estratégias” porque o Evangelho não é “um produto a ser colocado no mercado das religiões”.   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo   Aprovadas as proposições e encerradas as sessões do Sínodo Uma reviravolta no texto sobre catequese... Muito Melhor!   Chegamos finalmente à última sessão da XIII Assembleia Geral Ordinária dos Bispos. Foram 22 sessões plenárias e 4 reuniões dos Circuli Minori. Ouvimos um total de 429 intervenções (discursos). O Sínodo produziu dois grandes documentos: a Mensagem ao Povo de Deus, em uma linguagem bastante coloquial, incisiva, esperançosa e otimista. E o elenco das 58 Proposições (ao final foi acrescentada mais uma), texto de muito conteúdo, com linguagem mais formal, declarativa e um tanto técnica. Elas recolhem o que de melhor foi abordado ao longo das três semanas de trabalho. Essas proposições não possuem uma finalidade em si, mas são entregues ao Papa para que ele, assessorado pela Comissão Permanente para o Sínodo, renovada nessa Assembleia por votação, redija uma Exortação Apostólica a ser apresentada a toda a Igreja. Daí o segredo e a reserva sobre tal documento. A outra razão é que o Sínodo é um organismo consultivo e não tem poder de decisão...   As proposições são grandes afirmações, em linguagem sintética, a respeito de um problema importante referente ao tema principal, a Nova Evangelização para a transmissão da fé. E por serem "entregues" ao Papa, são cercadas do máximo segredo...   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo
A comunidade salesiana e paroquial do Santuário do Sagrado Coração de Bolonha,  Itália, comemorou, no último dia 21 de outubro, o centenário da consagração do templo a partir do qual, ainda hoje, propaga-se a devoção ao Sagrado Coração de Jesus. A celebração do centenário coincidiu com a Abertura Diocesana do Ano da Fé.   A Eucaristia foi presidida pelo vigário Bispo de Bolonha, padre Giovanni Silvagni. Estiveram presentes também o pároco, padre Antonio Rota, o diretor do instituto salesiano, padre Gianni Danesi, a comunidade salesiana e milhares de fiéis. Para a ocasião, foi reaberta a capela da pia batismal, totalmente restaurada, e os presentes renovaram suas promessas batismais.   Os salesianos chegaram a Bolonha por iniciativa do cardeal Domenico Svampa, que desejava fazer parte dos salesianos cooperadores e que, em 22 de fevereiro de 1897, no lançamento da pedra fundamental do Instituto Salesiano, na presença das autoridades civis, do beato Michele Rua, sucessor de Dom Bosco e de mais de 10 mil pessoas, disse: "Os Filhos de Dom Bosco cuidarão com zelo e amor a sábia educação dos filhos do povo, e preparando, para Bolonha, uma geração melhor."   O próprio cardeal Svampa, frente ao convite feito pelo Papa Leão XIII solicitando que consagrasse ao Sagrado Coração as dioceses e as nações, tomou a iniciativa de erigir, ao lado do Instituto Salesiano, este monumento artístico em nome de todos os católicos da Itália. O projeto foi confiado a um dos principais arquitetos da época, Collamarini, que inspirou-se nas grandes basílicas bizantinas, equipando-o com uma grande cúpula de 63 m de altura e, respeitando a tradição bolonhesa, quis que se parecesse com um bordado de tijolos vermelhos.   Em 16 de Outubro de 1912, o arcebispo de Bolonha, monsenhor Giacomo Della Chiesa, futuro Papa Bento XV, consagrou solenemente o novo templo dedicado ao Sagrado Coração, que logo se tornou, junto com a Madonna di San Luca, destino de peregrinações anuais para os bolonheses. Nos anos 30, o santuário foi renovado por um grande salesiano, o padre Antonio Gavinelli, que reconstruiu a cúpula destruída por um terremoto em 1929 e enriqueceu o santuário com pinturas, altares e 134 magníficos vitrais, projetados por Nardi consertando, enfim, os danos causados por um bombardeio em 1943.   No santuário, além dos serviços diários oferecidos aos fiéis, há também duas outras iniciativas que apoiam e difundem a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, tão querida a Dom Bosco. A primeira é a Obra Sacro Cuore (veja o site), uma associação fundada em 1930 que usa - e essa é a segunda iniciativa especial - a revista "Sacro Cuore" que envolve dezenas de milhares de pessoas na Itália e no mundo, incluindo também as comunidades religiosas de clausura, em particular, em uma "rede de pessoas que oram uns pelos outros", com um evento espiritual às 08h da manhã todos os dias, quando, para todos os membros, é celebrada a Eucaristia no altar do Sacro Cuore.   InfoANS
Na última quarta-feira, dia 25 de outubro, os participantes do Sínodo dos Bispos puderam visitar a Capela Sistina e assistir ao lançamento do filme Via Pulchritudinis, um documentário que fala sobre o belo templo. Veja o relato do padre Luiz Alves de Lima, assessor e perito do Sínodo, sobre essas atividades.   Arte e Fé Visita à Capela Sistina e pré-estreia do filme Via Pulchritudinis Antes de ontem, durante a reunião dos grupos lingüísticos, foi anunciado que o Papa nomeou mais seis cardeais, entre eles um latino-americano, Dom Rubén Salazar Gómez, arcebispo de Bogotá, Colômbia. Chamou atenção também o fato de dois deles serem de países com populações muçulmanas significativas: Beatitude Bechara Boutros Rai, de 72 anos, patriarca da Igreja Católica Maronita do Líbano e Dom John Olorunfemi Onaiyekan, 68 anos, arcebispo de Abuja, Nigéria. Esse anúncio, proclamado durante a audiência das quartas-feiras foi uma surpresa, quer pelo pequeno número de nomeados, quer por estar fora de época. O consistório, ou seja, a cerimônia do "empossamento" dos novos cardeais será em 24 de novembro próximo. Durante o dia de hoje, o Relator Geral do Sínodo, Dom Donald William Wuerl e os 12 relatores dos grupos lingüísticos passaram o dia concluindo a revisão e dando os últimos retoques nas 57 proposições à luz do que sugeriram ontem os 12 grupos. Os outros, tiveram um dia livre. Foi-nos proporcionada uma visita à célebre Capela Sistina, um dos monumentos de arte mais importantes da humanidade. No próximo dia 30 de Outubro essa Capela estará completando 500 anos. De fato, foi no dia 30 de Outubro de 1512 que o Papa Júlio II, della Rovere, inaugurou os afrescos pintados na imensa abóbada da Capela. Essa monumental obra foi realizada por Michelangelo entre 1508 e 1512. O Papa quis marcar o V centenário dessa obra prima de arte, em âmbito mundial, com uma cerimônia especial. Nós, participantes do Sínodo, tivemos muita sorte, pois a Capela foi fechada somente para nós (normalmente ela está repleta de turistas), e tivemos a companhia não só do Diretor do Museu do Vaticano, mas também a guia de especialistas que nos contaram os mínimos particulares da grandiloquente obra, sua história, técnicas de pintura, e, sobretudo, o significado religioso e teológico do grande monumento.   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo  
7ª Assembleia da Visitadoria Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) foi realizada na Rainha da Paz, em Angola, dias 13 e 14 de outubro. Durante o discurso de abertura a inspetora, irmã Juraci Maria da Silva, lembrou dois grandes acontecimentos que as FMA estão vivendo neste momento: o Ano da Fé e o Sínodo dos Bispos e, em nível de Família Salesiana, o segundo ano de preparação para o bicentenário de Dom Bosco e a beatificação da irmã Maria Troncatti.   Esses dois eventos, da Igreja e da Família Salesiana, podem servir de motivação e base sobre a qual construir as etapas do 30o. aniversário da presença das FMA em Angola, que terá início dia 24 de outubro e será concluído em 2013.  “O melhor modo para celebrar este ano – escreve a irmã Sirlei Oliveira na crônica do encontro – é seguir o convite feito pelo Papa em sua mensagem apostólica Porta Fidei: “O Ano da Fé quer contribuir para uma renovada conversão ao senhor Jesus e para redescobrir a fé”, para que todos sejam “testemunhas crentes e alegres do senhor ressuscitado no mundo de hoje, capazes de indicar a fé a tantas pessoas que se encontram”.    A assembleia também foi uma ocasião para propor algumas ideias para celebrar os 30 anos de presença das FMA em Angola.  “Celebrar três décadas de presença do nosso carisma em Angola é uma ótima ocasião para dizer obrigado a Deus e, ao mesmo tempo, um momento propício para uma séria revisão da vida consagrada salesiana e da missão, partindo do empenho de uma renovada ação evangelizadora, que exige coragem e capacidade de buscar novos caminhos para responder às mudanças históricas e culturais de hoje, sobretudo no mundo juvenil”.   Filhas de Maria Auxiliadora
Durante a XIII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, o trabalho dos Círculos Menores, que tangeram as 57 proposições do Sínodo foi realizado em 24 de outubro. O artigo na íntegra, referente a esse trabalho,  está disponível no site da Inspetoria Salesiana de São Paulo http://www.salesianos.org.br/   Discutindo as proposições Trabalhos nos Círculos Menores (grupos)   O dia 25 de outubro foi dedicado à discussão das 57 proposições nos 12 círculos menores, também chamados grupos linguísticos, pois nos reunimos por línguas que previamente havíamos escolhido. O grupo Hispanicus A é bastante numeroso. A maioria veio da América Latina (do Brasil estávamos Dom Odilo, Dom Geraldo Lírio e eu), alguns europeus (espanhóis) e outros de países africanos que falam português (Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe...). As normas dadas para as discussões nos grupos linguísticos eram bastante rígidas. Não podíamos fazer propostas individuais por escrito; qualquer proposta deveria ser discutida e aprovada por maioria relativa, caso contrário não era aceita.  As sugestões seriam apenas para "aperfeiçoar" os textos, sem mexer em seu sentido substancial nem na estrutura. Deveriam se restringir a mudar palavras, fazer citações e fazer pequenos acréscimos para melhorar a ideia já expressa. Como se vê, a redação das 57 proposições apresentadas nessa brochura intitulada "Elechus unicus propositionum" já vinha quase como pronta. O relator do grupo deveria tomar nota de tudo e levar para a reunião dos 12 relatores dos grupos no dia seguinte, junto com a presidência, para elaborarem a redação final.   Leia mais em Inspetoria Salesiana de São Paulo
Página 213 de 218