A comunidade “Santa Maria Mazzarello” foi inaugurada com uma celebração Eucarística, em Medellin, na Colômbia, no último dia 14 de janeiro. A festa de inauguração foi marcada por vários momentos significativos, como a leitura da autorização para abertura oficial da obra, realizada pelo arcebispo de Medellin, Dom Ricardo Toba; a leitura do verbal de aprovação, lido em nome da madre geral, irmã Yvonne Reungoat e do Conselho Geral; além da entrega do regulamento relativo ao trabalho social, realizado pela inspetora irmã Ana Dolores Rangel Ferreira.   O serviço que as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) oferecerão, agora de modo oficial, é realizado  há 15 anos. A obra, antes independente da casa inspetorial, com sede própria, era coordenada pela irmã Marta Múnera. A obra contará com a ajuda de cinco FMA, que serão responsáveis por ajudar as mulheres pobres no aprendizado de vários trabalhos, além de 60 voluntários que se colocarão a serviço de cerca de 420 mulheres em cada semestre, nas 30 oficinas existentes.   Filhas de Maria Auxiliadora
O Colégio Salesiano Dom Bosco de Salvador, BA, em colaboração com a Universidade de Santiago do Chile, deu início, no último dia 14 de janeiro, a um “Master” em Educação. O curso com 50 participantes, entre professores procedentes do Colégio Dom Bosco e de outros Institutos pertencentes à Rede Salesiana das Escolas (RSE), é conduzido por professores da Universidade do Chile e prevê duas linhas de pesquisa: gestão educacional, curriculum e avaliação.   InfoANS
  Os rumos da Educação Católica nas Américas foram debatidos em três eventos importantes realizados na semana de 14 a 18 de janeiro, no Panamá. A Família Salesiana do Brasil participou intensamente desses eventos, em especial com uma delegação da Rede Salesiana de Escolas (RSE).   Congresso Interamericano de Educação Católica Nos dias 15 a 17 de janeiro, a Cidade do Panamá, capital do Panamá, recebeu cerca de 800 representantes de congregações religiosas e dioceses da América Latina e do Caribe para a realização do 23º Congresso Interamericano de Educação Católica. Organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), o evento teve como tema central: “Grandes desafios, uma mesma identidade”. O congresso buscou refletir sobre o momento especial que vive a educação católica na atualidade, em um mundo “de relativismo moral e ético, de subjetividade, de materialismo e de distanciamento de Deus”, e no qual os educadores católicos são chamados a uma nova evangelização, com novos meios, métodos, projetos educativos, agentes e estruturas. “O Congresso foi um momento muito rico para a troca de experiências. Tivemos a presença do núncio apostólico, de autoridades da Igreja e governamentais. Entre os temas debatidos, todos relevantes, podemos salientar alguns que trazem contribuições significativas ao processo que vivemos no Brasil, como a palestra sobre Os Valores da Cidadania Ativa, proferia pelo professor Emilio Martínez Navarro, da Universidade de Murcia, na Espanha; e a conferência de padre Juan Antonio Ojeda, FSC, que tratou sobre a escola católica e o trabalho em redes”, destacou o padre Nivaldo Luiz Pessinatti, Diretor-executivo da Rede Salesiana de Escolas (RSE). A RSE enviou ao congresso uma representação composta pelos diretores, gerentes, assessores nacionais e animadores de polos da Rede, provenientes de vários estados brasileiros. A Família Salesiana também se fez presente com outros salesianos e salesianas que representam a educação católica no Brasil, como o padre José Marinoni, reitor da Universidade Católica Dom Bosco e presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC).   Escola Salesiana América O Panamá foi sede ainda nessa semana de dois encontros da Escola Salesiana América. Na segunda-feira, dia 14 de janeiro, reuniram-se os referentes nacionais da ESA; e na sexta-feira, dia 18, foi realizado o encontro dos referentes regionais e encarregados inspetoriais de Educação dos Salesianos de Dom Bosco e das Filhas de Maria Auxiliadora na América Latina e Caribe. Participaram deste evento 100 pessoas, representando as cerca de 60 inspetorias SDB e FMA da região, além do padre Miguel Angel Garcia Morcuende e da irmã Constanza Arango, responsáveis internacionais pelo setor de Educação, respectivamente, no Dicastério da Pastoral Juvenil SDB e no Âmbito para a Pastoral Juvenil FMA. Os representantes internacionais da Família Salesiana recordaram aos participantes a trajetória traçada desde 1994, com a realização do I Encontro da Escola Salesiana América (I ESA), em Cumbaya, Equador, apontando os avanços conquistados desde então e os desafios ainda colocados para a educação católica no continente. Também o Secretário-geral da Organização Internacional de Educação Católica (OIEC), o padre salesiano Ángel Astorgano, falou durante o encontro sobre a importância de estabelecer redes de colaboração das escolas católicas em âmbito internacional e apresentou um plano de formação para os educadores salesianos nesse contexto.   Avaliação “Os três eventos estão servindo para nós, da Rede Salesiana de Escolas, como um grande reforço para o que já estamos realizando no Brasil e, ao mesmo tempo, como um momento para conhecermos outras experiências em âmbito continental e no mundo; para percebermos outras pistas e caminhos que podem ser abertos”, avalia o Padre Nivaldo Pessinatti. Irmã Maria Helena Moreira, também representante da Diretoria da RSE, demonstra o mesmo entusiasmo com as possibilidades abertas a partir da realização do Congresso Interamericano de Educação Católica e dos encontros educacionais salesianos. “Percebemos que os salesianos e as salesianas nas Américas estão buscando caminhos para a realização de redes. Nossa presença é estimulante para as demais inspetorias salesianas e também temos muito a aprender do caminho que eles estão percorrendo”, afirma. Por isso, a Rede Salesiana de Escolas investiu em ter uma delegação expressiva nos eventos. “A participação nesses encontros endossa o desejo de ser uma rede salesiana na América, como já somos no Brasil. A RSE tem muito a contribuir e a trocar nessa percepção de que estamos unidos, trabalhando em comunhão no mesmo anseio educativo de responder à juventude com a proposta que nos foi deixada por Dom Bosco e Madre Mazzarello”, finaliza.
“Partilhar, estudar e rezar juntos o tema da educação, tal como nos foi comunicado por Dom Bosco” – este o objetivo indicado pelo padre Adriano Bregolin, vigário do reitor-mor, padre Pascual Chávez, na abertura da 31ª edição dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana (DEFS). Uma tarde intensa dedicada ao aprofundamento bíblico da Estreia, à escuta dos jovens e do reitor-mor.   Os trabalhos da conferência foram iniciados pelo padre Juan José Bartolomé, que desenvolveu o tema: “A alegria de viver em Cristo, coração da proposta salesiana de santidade juvenil”. O biblista apresentou uma reflexão salesiana sobre o versículo da Carta de São Paulo aos Filipenses que introduz a Estreia 2013: “Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito: alegrai-vos” (4,4). O Evangelho encerra um projeto de vida de ser indicado aos jovens, evidenciando a abordagem alegre à vida.   “A sua convicção pessoal de que não havia nenhum contraste entre servir a Deus e ser feliz, tinha como fundamento o intenso amor que devotava aos jovens: e porque os amava, queria-os alegres agora e na eternidade, como costumava dizer” – especificou o padre  Bartolomé, que fundamentou a sua exposição com referências bíblicas e de magistério pontifício e salesiano.   Leia a matéria na íntegra em InfoANS
Sexta, 18 Janeiro 2013 15:26

Relíquias de Dom Bosco chegam à Bélgica

Escrito por
Animada pelo lema “Dom Bosco nos visita”, foi iniciada, no dia 15 de janeiro, a peregrinação das relíquias de Dom Bosco à Inspetoria São João Berchmans, da Bélgica Norte (BEM). A urna, com a estátua de bronze do santo dos jovens, foi recebida por adultos e meninos, que lotaram a Igreja São Domingos Sávio, de Dilbeek. A relíquia ficará na inspetoria até 31 de janeiro, dia da Solenidade litúrgica do Santo dos Jovens.   Os salesianos da BEM esperavam por essa visita há muito tempo e foram se preparando para a ocasião com um programa detalhado de itinerário da estátua. Os primeiros a chegar para venerar Dom Bosco, no dia 15, foram as crianças da escola elementar de Groot-Bijgaarden. O início oficial da peregrinação foi, entretanto, celebrado somente à noite, quando o padre Mark Tips, inspetor salesiano, presidiu a concelebração Eucarística, acompanhado por Dom Luc Van Looy, bispo de Gante, e pelos membros do Conselho Inspetorial e da comunidade de Groot-Bijgaarden.   A igreja de Dilbeek conteve, com muita dificuldade, toda a multidão que chegou para a ocasião. Os crismandos da paróquia abriram a celebração com uma procissão luminosa em honra a Dom Bosco. Um momento de grande intensidade foi quando foi oferecida aos fiéis a oportunidade de colocar aos pés de Dom Bosco as próprias orações de intercessão. Por cerca de uma hora e meia reinou na igreja uma inspirada atmosfera de oração silenciosa, entremeada de música e cantos.   Durante a celebração a estátua de Dom Bosco estava perante os fiéis. “Olhar a estátua de Dom Bosco, e ver o seu aspecto bondoso, leva-nos a fazer uma reflexão: ele, presente nas suas relíquias, é um fato que toca diretamente a nossa vida. Estou certo de que muitas pessoas ficarão profundamente sensibilizadas durante esta peregrinação. Por duas semanas Dom Bosco nos envolverá com o seu manto. Por tudo isso lhes seremos sempre muito agradecidos” disse Steven Pinnoo, leigo colaborador na missão salesiana na Bélgica.   Por ocasião da visita da relíquia, a Inspetoria BEM produziu uma nova logomarca, que retomando o muito conhecido logo de Dom Bosco rodeado de jovens, o enriqueceu com muitos particulares evocativos e simbólicos. A explicação do seu significado e as informações sobre a peregrinação das relíquias estão disponíveis em italiano e holandês no site da inspetoria da Bélgica.   InfoANS
Sexta, 18 Janeiro 2013 14:05

Twitter do Papa ganha versão em latim

Escrito por
A conta do Papa Bento XVI no Twitter, com mais de 2,5 milhões de seguidores, tem agora uma nova versão em latim (@Pontifex_In).   A mensagem de boas-vindas saúda os visitantes da página pública ‘breviloquentis’, expressão utilizada para traduzir o termo inglês que dá nome a esta rede social, que se distingue por permitir a publicação de pequenos textos contendo no máximo 140 caracteres.   O texto escolhido pelo Papa é ‘Tuus adventus in paginam publicam Summi Pontificis Benedicti XVI breviloquentis optatissimus est’, isto é, “O teu acesso à página oficial do Sumo Pontífice Bento XVI no Twitter é muito bem-vindo”.   As mensagens são publicadas com autorização de Bento XVI em mais oito idiomas: inglês, espanhol, italiano, português, alemão, polaco, árabe e francês. No perfil em português, o Papa conta com quase 70 mil seguidores.   O Twitter é a ferramenta mais difundida no mundo das comunicações virtuais, com mais de 500 milhões de usuários. A denominação “Twitter” deriva da palavra inglesa com a mesma grafia, que em português pode ser traduzida por “gorjear” ou “piar”, razão pela qual o logótipo daquela rede social representa um pássaro.   CNBB
Terminou nesta quinta-feira, 17 de janeiro, o Congresso Interamericano de Educação Católica. Organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), o evento, realizado desde o dia 15 de janeiro na cidade do Panamá, Capital do Panamá, aborda nesta edição o tema "Grandes desafios, uma mesma identidade".   Em sua 23 ª edição, o congresso chama a atenção para a necessidade de uma nova evangelização, que faça uso de meios, métodos, agentes e estruturas diferenciadas, para lidar com os desafios vividos pela educação católica em um mundo onde, cada vez mais, se privilegia as emoções e sentimentos à razão e o espírito.   O congresso, que contou com a participação de representantes de toda a América Latina e Caribe, também recebeu representantes da Rede Salesiana de Escolas (RSE) incluindo educadores, assessores e animadores de polos da RSE. Os padres Nivaldo Luiz Pessinatti, diretor executivo da RSE e José Marinoni, reitor da Universidade Católica Dom Bosco e presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC), também participam do evento.   Com o encontro, a Confederação pretende criar um espaço de debate e reflexão acadêmica à luz da análise e discussão de propostas governamentais e da Igreja; encontrar respostas adequadas para os diferentes desafios educacionais da região; assim como fomentar caminhos para a cooperação, fortalecendo os vínculos, integrando todos os membros da comunidade educativa, criando sinergias e expandindo redes.    Com informações da ANEC    
A Fundação Laura Vicuña, fundada e administrada pelas Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), em Manila, Filipinas, recebeu o prêmio “STARS Impact” 2012, na categoria “Proteção”, para a região Ásia-Pacífico. A Fundação foi escolhida entre 302 Organizações Não Governamentais (ONGs) pré-selecionadas, dentre um total de mais de 1000 candidatas, de 14 países.   O fundador e presidente da Fundação STARS, Amr Ao-Dabbagh, entregou o prêmio à irmã Marivic Santana FMA, em cerimônia em Kensington Palace, Londres, no dia último dia15 de dezembro. Participaram do evento, vários convidados e autoridades, inclusive o embaixador das Filipinas no Reino Unido, Enrique Manalo.   Junto com a Fundação Laura Vicuña (FLV) foram premiadas outras cinco ONGs empenhadas na promoção social dos setores em maior estado de vulnerabilidade social. Cada ONG vencedora recebeu um prêmio em dinheiro no valor de US$ 100.000, que, no caso da FLV, serão usados para construir uma casa maior para acolher as crianças e adolescentes, e outros ambientes para a formação dos agentes e os escritórios da Fundação.   O que determinou a concessão do reconhecimento à FLV, relativamente  a um  amplo número de candidatas, foram: o seu total empenho na proteção e no desenvolvimento das crianças, especialmente, a sua pioneira iniciativa da “Clínica sobre rodas”; e três conferências nacionais sobre o problema das “crianças da cana de açúcar”, crianças e adolescentes explorados pela indústria canavieira.   O empenho da FLV, ativa desde 1990, é o de ajudar as crianças a compreender os seus direitos e assim  se proteger. A fundação dirige um centro para o cuidado e a recuperação de crianças e adolescentes vítimas de abusos sexuais, de exploração e de tráfico humano, e duas escolas técnico-profissionais com um sistema de aprendizagem informal. Colabora, além disso, com o conselho para a tutela de crianças e adolescentes em alto risco moral-social, do metrô Manila.   Nas Filipinas, os meninos em situação de rua são cerca de 1.500.000: desses 75.000 estão em Manila. “A maior parte das crianças que acabam nas ruas é submetida a uma vida de abusos sexuais e de drogas; são arrolados nas organizações criminais e com frequência não têm ninguém a quem se dirigir – diz a irmã Marivic. As meninas são com frequência abusadas por seus próprios colegas ou por protetores, e se tornam vítimas de tráfico humano. Quando chegam a nós, estão terrivelmente traumatizadas”.   “Enquanto estava em Londres - conclui a irmã Marivic – tive a oportunidade de falar com Amr Al-Dabbagh sobre a importância de chegar às crianças nas suas comunidades, nas escolas e também nas casas; é por isso que a nossa clínica móvel é uma unidade de proteção tão eficaz. Queremos estender a importância desta unidade às crianças trabalhadoras no setor da cana-de-açúcar. Essas crianças estão expostas a alto risco de exploração pelos trabalhos perigosos, pelo tráfico humano e pela exploração sexual. Levar uma segunda unidade móvel para perto das plantações em que se encontram essas crianças é o único modo de intervir logo e oferecer-lhes proteção”, afirma a irmã.   InfoANS
  Os Dias de Espiritualidade da Família Salesiana (DEFS) renovam seu encontro. Já em sua 31ª edição, esta experiência de estudo, unidade e partilha carismática conta com a participação de aproximadamente 400 pessoas, procedentes de 28 nações. O tema, inspirado na Estreia do reitor-mor, padre Pascual Chávez, é dedicado à Pedagogia de Dom Bosco.   Os Dias são uma experiência de estudo, porque o programa é denso de estímulos para um conhecimento e formação humanos, cristãos e salesianos. O talhe das falas, os palestrantes e os temas confiados são sempre escolhidos com muito cuidado, em continuidade com o tema da Estreia que todos os anos o reitor-mor, continuando uma tradição iniciada por Dom Bosco, confia ao Mundo Salesiano. A articulação do programa é um autêntico percurso de aprofundamento com que procura envolver ativamente os participantes.   Os DEFS são uma experiência de unidade, porque veem reunidas representações dos 31 grupos que compõem a Família Salesiana: congregações religiosas e associações de leigos e consagrados, que foram fundados por Dom Bosco ou que se inspiram no seu carisma e estilo educativo. Nesta edição 2013 são 23 os grupos representados.   Os DEFS são uma experiência de partilha carismática porque oferecem, além do desenvolvimento temático da Estreia, momentos de fraternidade, oração, partilha. A convivência e, de modo particular, os trabalhos de grupo oferecem uma boa oportunidade de conhecimento recíproco entre os vários participantes, que se confrontam com a vida de cada dia, as práticas pastorais, os desafios culturais, sociais e educativos dos vários contextos geográficos.   A experiência dos DEFS se alarga também neste ano para além das paredes do Salesianum, de Roma. Assim, graças ao auxílio das novas tecnologias é possível seguir de casa o desenrolar do evento. Os textos das relações, os vídeos, as fotografias e os subsídios áudio estão disponíveis no adaptado site criado pela colaboração entre a equipe organizadora, o Dicastério para a Comunicação Social e ‘Missões Dom Bosco’.   Disponível site para os Dias de Espiritualidade da Família Salesiana   A celebração Eucarística conclusiva de domingo, 20 de janeiro, presidida pelo padre Pascual Chávez, será transmitida pelo canal satelitar de Telepace e em ‘streaming’ no site missionidonbosco.tv, às 10h, sendo reprisada às 12h GMT+1.   Forte é a contribuição, neste ano, da experiência de pessoas e obras. Já nesta tarde três jovens replicarão, à luz da sua experiência pessoal, a relação bíblica do padre Juan José Bartolomé. A mesa redonda programada para sexta-feira de manhã contará com quatro palestrantes, que, sob sua perspectiva profissional, iluminarão o Sistema Preventivo: Mundo juvenil, David Viagulasamy (coordenador europeu do Movimento Juvenil Salesiano); Educação/direitos humanos, Carola Carazzone (presidente do Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento); Pedagogia, Alessandro D’Avenia (escritor, professor); Sócio/política, Cristiano Magdi Allam (Jornalista, Político e Escritor).   Á tarde, em Cinecittà, aonde se transferirão os participantes, serão apresentadas algumas boas práticas de pedagogia salesiana e à noite, os pós-noviços de Nave proporão um recital. Nestes dias, de fato, os jovens salesianos estão empenhados nos últimos retoques ao espetáculo inédito “De pura prata”.   InfoANS
Quarta, 16 Janeiro 2013 15:43

Portugal recebe a Estreia do reitor-mor

Escrito por
A Família Salesiana de Portugal, corresponsáveis leigos, jovens do Movimento Juvenil Salesiano (MJS), em um total de mais de 800 pessoas, reuniram-se em Fátima, Portugal, para a já tradicional apresentação do comentário do Lema do reitor-mor, padre Pascual Chávez, para 2013. O encontro, realizado no grande auditório do Centro Paulo VI, iniciou-se com o acolhimento aos participantes e a oração da manhã orientada pelo delegado para a Família Salesiana, padre Jerónimo da Rocha Monteiro.   A inspetora das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), irmã Maria das Dores Rodrigues, fez uma breve apresentação do lema ou Estreia – “Como Dom Bosco educador, ofereçamos aos jovens o evangelho da alegria mediante a pedagogia da bondade”. Posteriormente foi exibido o DVD que ilustra o comentário do reitor-mor.   O inspetor dos Salesianos de Dom Bosco (SDB), padre Artur Pereira, presidiu a seguir um painel com os representantes dos grupos da Família Salesiana, no qual cada um expôs a forma como atua o Sistema Preventivo de Dom Bosco no respectivo grupo.  O delegado para a Pastoral Juvenil, padre José Aníbal Mendonça, aproveitou esse momento para divulgar duas versões das três biografias (Domingos Sávio, Francisco Besucco e Miguel Magone) escritas por Dom Bosco, e comentadas pelo padre Aldo Giraudo. Coube às edições Salesianas de Portugal a publicação e divulgação do material.   Ainda durante o encontro foi realizado uma sessão de arte e fé, centrada no conhecimento da vida e obra de Dom Bosco e de Santa Maria Domingas Mazzarello. A sessão, que teve os componentes: dramatização, música, dança e coreografias, foi realizada por membros da Comunidade Educativa das FMA com sede em Arcozelo, Porto.   No mesmo dia, em uma das capelas da cripta da Basílica da Santíssima Trindade, foi realizada a Concelebração da Eucaristia presidida pelo Inspetor, que sugeriu, no momento da homilia, algumas propostas para viver, de forma empenhada, este ano de preparação do bicentenário de nascimento do Santo dos Jovens.   InfoANS
Página 208 de 218
A comunidade “Santa Maria Mazzarello” foi inaugurada com uma celebração Eucarística, em Medellin, na Colômbia, no último dia 14 de janeiro. A festa de inauguração foi marcada por vários momentos significativos, como a leitura da autorização para abertura oficial da obra, realizada pelo arcebispo de Medellin, Dom Ricardo Toba; a leitura do verbal de aprovação, lido em nome da madre geral, irmã Yvonne Reungoat e do Conselho Geral; além da entrega do regulamento relativo ao trabalho social, realizado pela inspetora irmã Ana Dolores Rangel Ferreira.   O serviço que as Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) oferecerão, agora de modo oficial, é realizado  há 15 anos. A obra, antes independente da casa inspetorial, com sede própria, era coordenada pela irmã Marta Múnera. A obra contará com a ajuda de cinco FMA, que serão responsáveis por ajudar as mulheres pobres no aprendizado de vários trabalhos, além de 60 voluntários que se colocarão a serviço de cerca de 420 mulheres em cada semestre, nas 30 oficinas existentes.   Filhas de Maria Auxiliadora
O Colégio Salesiano Dom Bosco de Salvador, BA, em colaboração com a Universidade de Santiago do Chile, deu início, no último dia 14 de janeiro, a um “Master” em Educação. O curso com 50 participantes, entre professores procedentes do Colégio Dom Bosco e de outros Institutos pertencentes à Rede Salesiana das Escolas (RSE), é conduzido por professores da Universidade do Chile e prevê duas linhas de pesquisa: gestão educacional, curriculum e avaliação.   InfoANS
  Os rumos da Educação Católica nas Américas foram debatidos em três eventos importantes realizados na semana de 14 a 18 de janeiro, no Panamá. A Família Salesiana do Brasil participou intensamente desses eventos, em especial com uma delegação da Rede Salesiana de Escolas (RSE).   Congresso Interamericano de Educação Católica Nos dias 15 a 17 de janeiro, a Cidade do Panamá, capital do Panamá, recebeu cerca de 800 representantes de congregações religiosas e dioceses da América Latina e do Caribe para a realização do 23º Congresso Interamericano de Educação Católica. Organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), o evento teve como tema central: “Grandes desafios, uma mesma identidade”. O congresso buscou refletir sobre o momento especial que vive a educação católica na atualidade, em um mundo “de relativismo moral e ético, de subjetividade, de materialismo e de distanciamento de Deus”, e no qual os educadores católicos são chamados a uma nova evangelização, com novos meios, métodos, projetos educativos, agentes e estruturas. “O Congresso foi um momento muito rico para a troca de experiências. Tivemos a presença do núncio apostólico, de autoridades da Igreja e governamentais. Entre os temas debatidos, todos relevantes, podemos salientar alguns que trazem contribuições significativas ao processo que vivemos no Brasil, como a palestra sobre Os Valores da Cidadania Ativa, proferia pelo professor Emilio Martínez Navarro, da Universidade de Murcia, na Espanha; e a conferência de padre Juan Antonio Ojeda, FSC, que tratou sobre a escola católica e o trabalho em redes”, destacou o padre Nivaldo Luiz Pessinatti, Diretor-executivo da Rede Salesiana de Escolas (RSE). A RSE enviou ao congresso uma representação composta pelos diretores, gerentes, assessores nacionais e animadores de polos da Rede, provenientes de vários estados brasileiros. A Família Salesiana também se fez presente com outros salesianos e salesianas que representam a educação católica no Brasil, como o padre José Marinoni, reitor da Universidade Católica Dom Bosco e presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC).   Escola Salesiana América O Panamá foi sede ainda nessa semana de dois encontros da Escola Salesiana América. Na segunda-feira, dia 14 de janeiro, reuniram-se os referentes nacionais da ESA; e na sexta-feira, dia 18, foi realizado o encontro dos referentes regionais e encarregados inspetoriais de Educação dos Salesianos de Dom Bosco e das Filhas de Maria Auxiliadora na América Latina e Caribe. Participaram deste evento 100 pessoas, representando as cerca de 60 inspetorias SDB e FMA da região, além do padre Miguel Angel Garcia Morcuende e da irmã Constanza Arango, responsáveis internacionais pelo setor de Educação, respectivamente, no Dicastério da Pastoral Juvenil SDB e no Âmbito para a Pastoral Juvenil FMA. Os representantes internacionais da Família Salesiana recordaram aos participantes a trajetória traçada desde 1994, com a realização do I Encontro da Escola Salesiana América (I ESA), em Cumbaya, Equador, apontando os avanços conquistados desde então e os desafios ainda colocados para a educação católica no continente. Também o Secretário-geral da Organização Internacional de Educação Católica (OIEC), o padre salesiano Ángel Astorgano, falou durante o encontro sobre a importância de estabelecer redes de colaboração das escolas católicas em âmbito internacional e apresentou um plano de formação para os educadores salesianos nesse contexto.   Avaliação “Os três eventos estão servindo para nós, da Rede Salesiana de Escolas, como um grande reforço para o que já estamos realizando no Brasil e, ao mesmo tempo, como um momento para conhecermos outras experiências em âmbito continental e no mundo; para percebermos outras pistas e caminhos que podem ser abertos”, avalia o Padre Nivaldo Pessinatti. Irmã Maria Helena Moreira, também representante da Diretoria da RSE, demonstra o mesmo entusiasmo com as possibilidades abertas a partir da realização do Congresso Interamericano de Educação Católica e dos encontros educacionais salesianos. “Percebemos que os salesianos e as salesianas nas Américas estão buscando caminhos para a realização de redes. Nossa presença é estimulante para as demais inspetorias salesianas e também temos muito a aprender do caminho que eles estão percorrendo”, afirma. Por isso, a Rede Salesiana de Escolas investiu em ter uma delegação expressiva nos eventos. “A participação nesses encontros endossa o desejo de ser uma rede salesiana na América, como já somos no Brasil. A RSE tem muito a contribuir e a trocar nessa percepção de que estamos unidos, trabalhando em comunhão no mesmo anseio educativo de responder à juventude com a proposta que nos foi deixada por Dom Bosco e Madre Mazzarello”, finaliza.
“Partilhar, estudar e rezar juntos o tema da educação, tal como nos foi comunicado por Dom Bosco” – este o objetivo indicado pelo padre Adriano Bregolin, vigário do reitor-mor, padre Pascual Chávez, na abertura da 31ª edição dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana (DEFS). Uma tarde intensa dedicada ao aprofundamento bíblico da Estreia, à escuta dos jovens e do reitor-mor.   Os trabalhos da conferência foram iniciados pelo padre Juan José Bartolomé, que desenvolveu o tema: “A alegria de viver em Cristo, coração da proposta salesiana de santidade juvenil”. O biblista apresentou uma reflexão salesiana sobre o versículo da Carta de São Paulo aos Filipenses que introduz a Estreia 2013: “Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito: alegrai-vos” (4,4). O Evangelho encerra um projeto de vida de ser indicado aos jovens, evidenciando a abordagem alegre à vida.   “A sua convicção pessoal de que não havia nenhum contraste entre servir a Deus e ser feliz, tinha como fundamento o intenso amor que devotava aos jovens: e porque os amava, queria-os alegres agora e na eternidade, como costumava dizer” – especificou o padre  Bartolomé, que fundamentou a sua exposição com referências bíblicas e de magistério pontifício e salesiano.   Leia a matéria na íntegra em InfoANS
Sexta, 18 Janeiro 2013 15:26

Relíquias de Dom Bosco chegam à Bélgica

Escrito por
Animada pelo lema “Dom Bosco nos visita”, foi iniciada, no dia 15 de janeiro, a peregrinação das relíquias de Dom Bosco à Inspetoria São João Berchmans, da Bélgica Norte (BEM). A urna, com a estátua de bronze do santo dos jovens, foi recebida por adultos e meninos, que lotaram a Igreja São Domingos Sávio, de Dilbeek. A relíquia ficará na inspetoria até 31 de janeiro, dia da Solenidade litúrgica do Santo dos Jovens.   Os salesianos da BEM esperavam por essa visita há muito tempo e foram se preparando para a ocasião com um programa detalhado de itinerário da estátua. Os primeiros a chegar para venerar Dom Bosco, no dia 15, foram as crianças da escola elementar de Groot-Bijgaarden. O início oficial da peregrinação foi, entretanto, celebrado somente à noite, quando o padre Mark Tips, inspetor salesiano, presidiu a concelebração Eucarística, acompanhado por Dom Luc Van Looy, bispo de Gante, e pelos membros do Conselho Inspetorial e da comunidade de Groot-Bijgaarden.   A igreja de Dilbeek conteve, com muita dificuldade, toda a multidão que chegou para a ocasião. Os crismandos da paróquia abriram a celebração com uma procissão luminosa em honra a Dom Bosco. Um momento de grande intensidade foi quando foi oferecida aos fiéis a oportunidade de colocar aos pés de Dom Bosco as próprias orações de intercessão. Por cerca de uma hora e meia reinou na igreja uma inspirada atmosfera de oração silenciosa, entremeada de música e cantos.   Durante a celebração a estátua de Dom Bosco estava perante os fiéis. “Olhar a estátua de Dom Bosco, e ver o seu aspecto bondoso, leva-nos a fazer uma reflexão: ele, presente nas suas relíquias, é um fato que toca diretamente a nossa vida. Estou certo de que muitas pessoas ficarão profundamente sensibilizadas durante esta peregrinação. Por duas semanas Dom Bosco nos envolverá com o seu manto. Por tudo isso lhes seremos sempre muito agradecidos” disse Steven Pinnoo, leigo colaborador na missão salesiana na Bélgica.   Por ocasião da visita da relíquia, a Inspetoria BEM produziu uma nova logomarca, que retomando o muito conhecido logo de Dom Bosco rodeado de jovens, o enriqueceu com muitos particulares evocativos e simbólicos. A explicação do seu significado e as informações sobre a peregrinação das relíquias estão disponíveis em italiano e holandês no site da inspetoria da Bélgica.   InfoANS
Sexta, 18 Janeiro 2013 14:05

Twitter do Papa ganha versão em latim

Escrito por
A conta do Papa Bento XVI no Twitter, com mais de 2,5 milhões de seguidores, tem agora uma nova versão em latim (@Pontifex_In).   A mensagem de boas-vindas saúda os visitantes da página pública ‘breviloquentis’, expressão utilizada para traduzir o termo inglês que dá nome a esta rede social, que se distingue por permitir a publicação de pequenos textos contendo no máximo 140 caracteres.   O texto escolhido pelo Papa é ‘Tuus adventus in paginam publicam Summi Pontificis Benedicti XVI breviloquentis optatissimus est’, isto é, “O teu acesso à página oficial do Sumo Pontífice Bento XVI no Twitter é muito bem-vindo”.   As mensagens são publicadas com autorização de Bento XVI em mais oito idiomas: inglês, espanhol, italiano, português, alemão, polaco, árabe e francês. No perfil em português, o Papa conta com quase 70 mil seguidores.   O Twitter é a ferramenta mais difundida no mundo das comunicações virtuais, com mais de 500 milhões de usuários. A denominação “Twitter” deriva da palavra inglesa com a mesma grafia, que em português pode ser traduzida por “gorjear” ou “piar”, razão pela qual o logótipo daquela rede social representa um pássaro.   CNBB
Terminou nesta quinta-feira, 17 de janeiro, o Congresso Interamericano de Educação Católica. Organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), o evento, realizado desde o dia 15 de janeiro na cidade do Panamá, Capital do Panamá, aborda nesta edição o tema "Grandes desafios, uma mesma identidade".   Em sua 23 ª edição, o congresso chama a atenção para a necessidade de uma nova evangelização, que faça uso de meios, métodos, agentes e estruturas diferenciadas, para lidar com os desafios vividos pela educação católica em um mundo onde, cada vez mais, se privilegia as emoções e sentimentos à razão e o espírito.   O congresso, que contou com a participação de representantes de toda a América Latina e Caribe, também recebeu representantes da Rede Salesiana de Escolas (RSE) incluindo educadores, assessores e animadores de polos da RSE. Os padres Nivaldo Luiz Pessinatti, diretor executivo da RSE e José Marinoni, reitor da Universidade Católica Dom Bosco e presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC), também participam do evento.   Com o encontro, a Confederação pretende criar um espaço de debate e reflexão acadêmica à luz da análise e discussão de propostas governamentais e da Igreja; encontrar respostas adequadas para os diferentes desafios educacionais da região; assim como fomentar caminhos para a cooperação, fortalecendo os vínculos, integrando todos os membros da comunidade educativa, criando sinergias e expandindo redes.    Com informações da ANEC    
A Fundação Laura Vicuña, fundada e administrada pelas Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), em Manila, Filipinas, recebeu o prêmio “STARS Impact” 2012, na categoria “Proteção”, para a região Ásia-Pacífico. A Fundação foi escolhida entre 302 Organizações Não Governamentais (ONGs) pré-selecionadas, dentre um total de mais de 1000 candidatas, de 14 países.   O fundador e presidente da Fundação STARS, Amr Ao-Dabbagh, entregou o prêmio à irmã Marivic Santana FMA, em cerimônia em Kensington Palace, Londres, no dia último dia15 de dezembro. Participaram do evento, vários convidados e autoridades, inclusive o embaixador das Filipinas no Reino Unido, Enrique Manalo.   Junto com a Fundação Laura Vicuña (FLV) foram premiadas outras cinco ONGs empenhadas na promoção social dos setores em maior estado de vulnerabilidade social. Cada ONG vencedora recebeu um prêmio em dinheiro no valor de US$ 100.000, que, no caso da FLV, serão usados para construir uma casa maior para acolher as crianças e adolescentes, e outros ambientes para a formação dos agentes e os escritórios da Fundação.   O que determinou a concessão do reconhecimento à FLV, relativamente  a um  amplo número de candidatas, foram: o seu total empenho na proteção e no desenvolvimento das crianças, especialmente, a sua pioneira iniciativa da “Clínica sobre rodas”; e três conferências nacionais sobre o problema das “crianças da cana de açúcar”, crianças e adolescentes explorados pela indústria canavieira.   O empenho da FLV, ativa desde 1990, é o de ajudar as crianças a compreender os seus direitos e assim  se proteger. A fundação dirige um centro para o cuidado e a recuperação de crianças e adolescentes vítimas de abusos sexuais, de exploração e de tráfico humano, e duas escolas técnico-profissionais com um sistema de aprendizagem informal. Colabora, além disso, com o conselho para a tutela de crianças e adolescentes em alto risco moral-social, do metrô Manila.   Nas Filipinas, os meninos em situação de rua são cerca de 1.500.000: desses 75.000 estão em Manila. “A maior parte das crianças que acabam nas ruas é submetida a uma vida de abusos sexuais e de drogas; são arrolados nas organizações criminais e com frequência não têm ninguém a quem se dirigir – diz a irmã Marivic. As meninas são com frequência abusadas por seus próprios colegas ou por protetores, e se tornam vítimas de tráfico humano. Quando chegam a nós, estão terrivelmente traumatizadas”.   “Enquanto estava em Londres - conclui a irmã Marivic – tive a oportunidade de falar com Amr Al-Dabbagh sobre a importância de chegar às crianças nas suas comunidades, nas escolas e também nas casas; é por isso que a nossa clínica móvel é uma unidade de proteção tão eficaz. Queremos estender a importância desta unidade às crianças trabalhadoras no setor da cana-de-açúcar. Essas crianças estão expostas a alto risco de exploração pelos trabalhos perigosos, pelo tráfico humano e pela exploração sexual. Levar uma segunda unidade móvel para perto das plantações em que se encontram essas crianças é o único modo de intervir logo e oferecer-lhes proteção”, afirma a irmã.   InfoANS
  Os Dias de Espiritualidade da Família Salesiana (DEFS) renovam seu encontro. Já em sua 31ª edição, esta experiência de estudo, unidade e partilha carismática conta com a participação de aproximadamente 400 pessoas, procedentes de 28 nações. O tema, inspirado na Estreia do reitor-mor, padre Pascual Chávez, é dedicado à Pedagogia de Dom Bosco.   Os Dias são uma experiência de estudo, porque o programa é denso de estímulos para um conhecimento e formação humanos, cristãos e salesianos. O talhe das falas, os palestrantes e os temas confiados são sempre escolhidos com muito cuidado, em continuidade com o tema da Estreia que todos os anos o reitor-mor, continuando uma tradição iniciada por Dom Bosco, confia ao Mundo Salesiano. A articulação do programa é um autêntico percurso de aprofundamento com que procura envolver ativamente os participantes.   Os DEFS são uma experiência de unidade, porque veem reunidas representações dos 31 grupos que compõem a Família Salesiana: congregações religiosas e associações de leigos e consagrados, que foram fundados por Dom Bosco ou que se inspiram no seu carisma e estilo educativo. Nesta edição 2013 são 23 os grupos representados.   Os DEFS são uma experiência de partilha carismática porque oferecem, além do desenvolvimento temático da Estreia, momentos de fraternidade, oração, partilha. A convivência e, de modo particular, os trabalhos de grupo oferecem uma boa oportunidade de conhecimento recíproco entre os vários participantes, que se confrontam com a vida de cada dia, as práticas pastorais, os desafios culturais, sociais e educativos dos vários contextos geográficos.   A experiência dos DEFS se alarga também neste ano para além das paredes do Salesianum, de Roma. Assim, graças ao auxílio das novas tecnologias é possível seguir de casa o desenrolar do evento. Os textos das relações, os vídeos, as fotografias e os subsídios áudio estão disponíveis no adaptado site criado pela colaboração entre a equipe organizadora, o Dicastério para a Comunicação Social e ‘Missões Dom Bosco’.   Disponível site para os Dias de Espiritualidade da Família Salesiana   A celebração Eucarística conclusiva de domingo, 20 de janeiro, presidida pelo padre Pascual Chávez, será transmitida pelo canal satelitar de Telepace e em ‘streaming’ no site missionidonbosco.tv, às 10h, sendo reprisada às 12h GMT+1.   Forte é a contribuição, neste ano, da experiência de pessoas e obras. Já nesta tarde três jovens replicarão, à luz da sua experiência pessoal, a relação bíblica do padre Juan José Bartolomé. A mesa redonda programada para sexta-feira de manhã contará com quatro palestrantes, que, sob sua perspectiva profissional, iluminarão o Sistema Preventivo: Mundo juvenil, David Viagulasamy (coordenador europeu do Movimento Juvenil Salesiano); Educação/direitos humanos, Carola Carazzone (presidente do Voluntariado Internacional para o Desenvolvimento); Pedagogia, Alessandro D’Avenia (escritor, professor); Sócio/política, Cristiano Magdi Allam (Jornalista, Político e Escritor).   Á tarde, em Cinecittà, aonde se transferirão os participantes, serão apresentadas algumas boas práticas de pedagogia salesiana e à noite, os pós-noviços de Nave proporão um recital. Nestes dias, de fato, os jovens salesianos estão empenhados nos últimos retoques ao espetáculo inédito “De pura prata”.   InfoANS
Quarta, 16 Janeiro 2013 15:43

Portugal recebe a Estreia do reitor-mor

Escrito por
A Família Salesiana de Portugal, corresponsáveis leigos, jovens do Movimento Juvenil Salesiano (MJS), em um total de mais de 800 pessoas, reuniram-se em Fátima, Portugal, para a já tradicional apresentação do comentário do Lema do reitor-mor, padre Pascual Chávez, para 2013. O encontro, realizado no grande auditório do Centro Paulo VI, iniciou-se com o acolhimento aos participantes e a oração da manhã orientada pelo delegado para a Família Salesiana, padre Jerónimo da Rocha Monteiro.   A inspetora das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), irmã Maria das Dores Rodrigues, fez uma breve apresentação do lema ou Estreia – “Como Dom Bosco educador, ofereçamos aos jovens o evangelho da alegria mediante a pedagogia da bondade”. Posteriormente foi exibido o DVD que ilustra o comentário do reitor-mor.   O inspetor dos Salesianos de Dom Bosco (SDB), padre Artur Pereira, presidiu a seguir um painel com os representantes dos grupos da Família Salesiana, no qual cada um expôs a forma como atua o Sistema Preventivo de Dom Bosco no respectivo grupo.  O delegado para a Pastoral Juvenil, padre José Aníbal Mendonça, aproveitou esse momento para divulgar duas versões das três biografias (Domingos Sávio, Francisco Besucco e Miguel Magone) escritas por Dom Bosco, e comentadas pelo padre Aldo Giraudo. Coube às edições Salesianas de Portugal a publicação e divulgação do material.   Ainda durante o encontro foi realizado uma sessão de arte e fé, centrada no conhecimento da vida e obra de Dom Bosco e de Santa Maria Domingas Mazzarello. A sessão, que teve os componentes: dramatização, música, dança e coreografias, foi realizada por membros da Comunidade Educativa das FMA com sede em Arcozelo, Porto.   No mesmo dia, em uma das capelas da cripta da Basílica da Santíssima Trindade, foi realizada a Concelebração da Eucaristia presidida pelo Inspetor, que sugeriu, no momento da homilia, algumas propostas para viver, de forma empenhada, este ano de preparação do bicentenário de nascimento do Santo dos Jovens.   InfoANS
Página 208 de 218