Faleceu às 23h45 do domingo, 1º de setembro, o bispo da diocese de Guarulhos, SP, dom Joaquim Justino Carreira, que passava por tratamento de câncer no fígado. No comunicado, a diocese lamenta a morte do bispo e pede orações neste momento de dor e saudade.   Natural de Santa Catarina da Serra, Leiria (Portugal), ingressou jovem para o seminário, cursando Filosofia na Faculdade Anchieta, SP. Em Roma, prosseguiu os estudos de Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana. Foi ordenado presbítero em 19 de março de 1977, em Jundiaí, SP, e nomeado bispo em 21 de maio de 2005, escolhendo como lema “Pax Vobis” A Paz esteja convosco (Jo. 20,21). Durante sua trajetória episcopal, dom Joaquim teve uma efetiva atuação como diretor espiritual da Pastoral da Mulher Marginalizada e de Moradores de Rua e SOS. Foi vigário das regiões pastorais VI, VII e VIII e vigário geral da diocese de Jundiaí. Também prestou uma importante assessoria espiritual à Pastoral Familiar diocesana. Clique aqui para ler mais.   CNBB
Publicado em Nacionais
O VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (ENRESAS) foi realizado de 28 a 30 de junho, em Brasília – DF. É preciso continuar investindo na formação dos educadores e aprimorar a gestão sustentável das obras sociais, como caminho para fortalecer a identidade e a significatividade da presença salesiana nos espaços sociais. Essa é a principal conclusão do VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (VII ENRESAS), realizado em Brasília-DF nos dias 28 a 30 de junho. Cerca de 100 gestores de entidades pertencentes à RESAS participaram do Encontro e, após a reflexão realizada em palestras e grupos de estudo, tomaram como prioridade a tarefa de implementar ações efetivas nesse sentido em todas as regiões do País em que a ação social salesiana se faz presente. “Foi um encontro muito positivo, muito bem subsidiado e conduzido, e que resultou em propostas concretas que vão ressaltar a identidade de nosso trabalho social, para que a ação social salesiana seja ainda mais significativa”, considera o diretor-executivo da RESAS, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti. Ele explica que o ENRESAS teve dois grandes focos, sendo o primeiro a formação dos educadores das obras sociais: “Esse é um ponto fundamental para nós da RESAS, por isso temos investido e vamos dar continuidade nos cursos EAD em parceria com a Universidade Católica de Brasília e nos Diálogos de Formação, realizados online. Fizemos uma pesquisa, apresentada no Encontro, sobre como as obras locais organizam a formação e isso nos mostrou que a maioria das entidades sociais tem um plano de formação, o que também é muito positivo”. O segundo foco foi a sustentabilidade das obras sociais, reflexão feita durante todo o encontro, mas que teve como marco a palestra do Prof. Felippe Jorge Kopanakis Pacheco, sobre “Gestão, Significatividade e Sustentabilidade”. A partir deste tema, foram tomadas decisões importantes, como o posicionamento favorável à implementação das Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento. A implantação das Secretarias é uma orientação dos Salesianos de Dom Bosco em âmbito mundial, com a proposta de que cada Inspetoria salesiana tenha na SPD uma ferramenta para executar tarefas estratégicas, como a captação de recursos e a integração entre as diversas frentes de ação. “Vimos que isso será muito importante para a RESAS, inclusive no sentido de promover a interação com a Rede Salesiana de Escolas, com as paróquias etc”, finaliza Pe. Pessinatti.
Publicado em Ação Social
Um processo longo com participação ampla das comunidades de todo o Brasil resultou na seleção de 10 cartazes e algumas propostas de hinos para a Campanha da Fraternidade (CF) de 2014, que trata do Tráfico Humano.   Tomaram a palavra e fizeram considerações sobre os hinos na primeira sessão de trabalho: dom Pedro Brito, arcebispo de Palmas, (TO), dom Joaquim Mol, bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), dom Armando Bucciol, bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA), dom Sergio Braschi, bispo de Ponta Grossa (PR), dom Leonardo Steiner, bispo auxiliar de Brasília (DF), além dos assessores da Comissão de Liturgia, Frei Faustino Paludo e padre Carlos Sala. No final, os bispos, por meio de votação, escolheram o hino da Campanha da Fraternidade de 2014.   No debate sobre os cartazes, padre Luiz Carlos, secretário executivo da CF, explicou que desta vez, inicialmente, a coordenação dos trabalhos selecionou um número menor de propostas. Os bispos tiveram tempo para apreciar cada um desses cartazes e, em seguida, fizeram intervenções: dom Joaquim Mol, dom Francisco Biasin, bispo de Barra do Pirai-Volta Redonda (RJ), dom Eduardo Pinheiro, bispo auxiliar de Campo Grande (MS), dom José Belisário, arcebispo de São Luis (MA), dom Pedro Brito, dom Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF), dom Armando Bucciol, dom Sergio Braschi. Os assessores: irmã Maria Eugênia, da Comissão para Educação e Cultura, irmã Élide Fogolari, da Comissão para a Comunicação e padre Nilton Riami, representante da OSIB. No final, o cartaz oficial foi escolhido por meio de votação secreta.   CNBB  
Publicado em Nacionais
O Colégio Dom Bosco Assunção, em Piracicaba, SP, encerrou em 29 de novembro, mais uma edição do Projeto Consumidor Consciente. A atividade, desenvolvida há 13 anos pela instituição com os alunos do 5º ano do ensino fundamental, visa mostrar aos estudantes a importância do consumo consciente.   Neste ano o projeto Consumidor Consciente propôs aos alunos a criação de uma poupança coletiva com dois objetivos: usar uma parte do dinheiro para celebrar o final do 5º ano, com uma festa em um Buffet infantil, e realizar uma ação solidária em prol de instituição carente da cidade de Piracicaba. A UNIAP (Unidade de Apoio aos Portadores de Câncer) foi a entidade escolhida pelos estudantes e recebeu 1.097 unidades de gêneros alimentícios e produtos de limpeza e higiene pessoal adquiridos com a poupança feita pelos estudantes.   Desde o início do ano os alunos estão envolvidos no projeto, criado exclusivamente para que possam refletir sobre a questão do consumo e do consumismo através de pesquisa sobre o consumo da família (energia elétrica), discussões e análise de produtos, da qualidade e informações contidas em suas embalagens, bem como seu valor nutricional. Temas como Direito do Consumidor e Publicidade e Marketing dos produtos são abordados, bem como o planejamento financeiro do grupo.   Segundo Vanda Helena Salera Ricci, coordenadora do ensino fundamental I, o projeto contemplava inicialmente apenas a disciplina de matemática, mas depois se expandiu para outras disciplinas como Língua Portuguesa, História, Educação Artística, Geografia, Filosofia e Inglês. “Em resumo, o projeto é uma parada para fazer o que costumeiramente não se faz. É um olhar diferenciado, um despertador para o consumo consciente abraçando várias frentes envolvendo a questão dos valores. O projeto embora tenha as suas diretrizes está sempre em atualização. Nos últimos anos, por exemplo, incluímos nele a questão ecológica ao estudarmos as embalagens”, explica Vanda.   A arrecadação dos produtos e o projeto desenvolvido pela escola viraram tema de notícia, sendo publicada na edição de hoje, 30 de novembro, do jornal de Piracicaba.   Escolha da Entidade A escolha da entidade que receberá o fruto da poupança dos alunos foi feita pelos próprios alunos. Eles selecionram a instituição depois de receberem informações dos colegas da Pastoral que são voluntários em diversas instituições da cidade. Em seguida, com uma porcentagem do valor poupado durante o ano realizaram a compra dos itens necessários sugeridos pela entidade, após pesquisa de preço, registrando em uma tabela os valores, para reflexão do grupo em sala de aula.   Dom Bosco de Piracicaba
Publicado em Nacionais
  Faleceu às 23h45 do domingo, 1º de setembro, o bispo da diocese de Guarulhos, SP, dom Joaquim Justino Carreira, que passava por tratamento de câncer no fígado. No comunicado, a diocese lamenta a morte do bispo e pede orações neste momento de dor e saudade.   Natural de Santa Catarina da Serra, Leiria (Portugal), ingressou jovem para o seminário, cursando Filosofia na Faculdade Anchieta, SP. Em Roma, prosseguiu os estudos de Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana. Foi ordenado presbítero em 19 de março de 1977, em Jundiaí, SP, e nomeado bispo em 21 de maio de 2005, escolhendo como lema “Pax Vobis” A Paz esteja convosco (Jo. 20,21). Durante sua trajetória episcopal, dom Joaquim teve uma efetiva atuação como diretor espiritual da Pastoral da Mulher Marginalizada e de Moradores de Rua e SOS. Foi vigário das regiões pastorais VI, VII e VIII e vigário geral da diocese de Jundiaí. Também prestou uma importante assessoria espiritual à Pastoral Familiar diocesana. Clique aqui para ler mais.   CNBB
Publicado em Nacionais
O VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (ENRESAS) foi realizado de 28 a 30 de junho, em Brasília – DF. É preciso continuar investindo na formação dos educadores e aprimorar a gestão sustentável das obras sociais, como caminho para fortalecer a identidade e a significatividade da presença salesiana nos espaços sociais. Essa é a principal conclusão do VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (VII ENRESAS), realizado em Brasília-DF nos dias 28 a 30 de junho. Cerca de 100 gestores de entidades pertencentes à RESAS participaram do Encontro e, após a reflexão realizada em palestras e grupos de estudo, tomaram como prioridade a tarefa de implementar ações efetivas nesse sentido em todas as regiões do País em que a ação social salesiana se faz presente. “Foi um encontro muito positivo, muito bem subsidiado e conduzido, e que resultou em propostas concretas que vão ressaltar a identidade de nosso trabalho social, para que a ação social salesiana seja ainda mais significativa”, considera o diretor-executivo da RESAS, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti. Ele explica que o ENRESAS teve dois grandes focos, sendo o primeiro a formação dos educadores das obras sociais: “Esse é um ponto fundamental para nós da RESAS, por isso temos investido e vamos dar continuidade nos cursos EAD em parceria com a Universidade Católica de Brasília e nos Diálogos de Formação, realizados online. Fizemos uma pesquisa, apresentada no Encontro, sobre como as obras locais organizam a formação e isso nos mostrou que a maioria das entidades sociais tem um plano de formação, o que também é muito positivo”. O segundo foco foi a sustentabilidade das obras sociais, reflexão feita durante todo o encontro, mas que teve como marco a palestra do Prof. Felippe Jorge Kopanakis Pacheco, sobre “Gestão, Significatividade e Sustentabilidade”. A partir deste tema, foram tomadas decisões importantes, como o posicionamento favorável à implementação das Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento. A implantação das Secretarias é uma orientação dos Salesianos de Dom Bosco em âmbito mundial, com a proposta de que cada Inspetoria salesiana tenha na SPD uma ferramenta para executar tarefas estratégicas, como a captação de recursos e a integração entre as diversas frentes de ação. “Vimos que isso será muito importante para a RESAS, inclusive no sentido de promover a interação com a Rede Salesiana de Escolas, com as paróquias etc”, finaliza Pe. Pessinatti.
Publicado em Ação Social
Um processo longo com participação ampla das comunidades de todo o Brasil resultou na seleção de 10 cartazes e algumas propostas de hinos para a Campanha da Fraternidade (CF) de 2014, que trata do Tráfico Humano.   Tomaram a palavra e fizeram considerações sobre os hinos na primeira sessão de trabalho: dom Pedro Brito, arcebispo de Palmas, (TO), dom Joaquim Mol, bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), dom Armando Bucciol, bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA), dom Sergio Braschi, bispo de Ponta Grossa (PR), dom Leonardo Steiner, bispo auxiliar de Brasília (DF), além dos assessores da Comissão de Liturgia, Frei Faustino Paludo e padre Carlos Sala. No final, os bispos, por meio de votação, escolheram o hino da Campanha da Fraternidade de 2014.   No debate sobre os cartazes, padre Luiz Carlos, secretário executivo da CF, explicou que desta vez, inicialmente, a coordenação dos trabalhos selecionou um número menor de propostas. Os bispos tiveram tempo para apreciar cada um desses cartazes e, em seguida, fizeram intervenções: dom Joaquim Mol, dom Francisco Biasin, bispo de Barra do Pirai-Volta Redonda (RJ), dom Eduardo Pinheiro, bispo auxiliar de Campo Grande (MS), dom José Belisário, arcebispo de São Luis (MA), dom Pedro Brito, dom Sergio da Rocha, arcebispo de Brasília (DF), dom Armando Bucciol, dom Sergio Braschi. Os assessores: irmã Maria Eugênia, da Comissão para Educação e Cultura, irmã Élide Fogolari, da Comissão para a Comunicação e padre Nilton Riami, representante da OSIB. No final, o cartaz oficial foi escolhido por meio de votação secreta.   CNBB  
Publicado em Nacionais
O Colégio Dom Bosco Assunção, em Piracicaba, SP, encerrou em 29 de novembro, mais uma edição do Projeto Consumidor Consciente. A atividade, desenvolvida há 13 anos pela instituição com os alunos do 5º ano do ensino fundamental, visa mostrar aos estudantes a importância do consumo consciente.   Neste ano o projeto Consumidor Consciente propôs aos alunos a criação de uma poupança coletiva com dois objetivos: usar uma parte do dinheiro para celebrar o final do 5º ano, com uma festa em um Buffet infantil, e realizar uma ação solidária em prol de instituição carente da cidade de Piracicaba. A UNIAP (Unidade de Apoio aos Portadores de Câncer) foi a entidade escolhida pelos estudantes e recebeu 1.097 unidades de gêneros alimentícios e produtos de limpeza e higiene pessoal adquiridos com a poupança feita pelos estudantes.   Desde o início do ano os alunos estão envolvidos no projeto, criado exclusivamente para que possam refletir sobre a questão do consumo e do consumismo através de pesquisa sobre o consumo da família (energia elétrica), discussões e análise de produtos, da qualidade e informações contidas em suas embalagens, bem como seu valor nutricional. Temas como Direito do Consumidor e Publicidade e Marketing dos produtos são abordados, bem como o planejamento financeiro do grupo.   Segundo Vanda Helena Salera Ricci, coordenadora do ensino fundamental I, o projeto contemplava inicialmente apenas a disciplina de matemática, mas depois se expandiu para outras disciplinas como Língua Portuguesa, História, Educação Artística, Geografia, Filosofia e Inglês. “Em resumo, o projeto é uma parada para fazer o que costumeiramente não se faz. É um olhar diferenciado, um despertador para o consumo consciente abraçando várias frentes envolvendo a questão dos valores. O projeto embora tenha as suas diretrizes está sempre em atualização. Nos últimos anos, por exemplo, incluímos nele a questão ecológica ao estudarmos as embalagens”, explica Vanda.   A arrecadação dos produtos e o projeto desenvolvido pela escola viraram tema de notícia, sendo publicada na edição de hoje, 30 de novembro, do jornal de Piracicaba.   Escolha da Entidade A escolha da entidade que receberá o fruto da poupança dos alunos foi feita pelos próprios alunos. Eles selecionram a instituição depois de receberem informações dos colegas da Pastoral que são voluntários em diversas instituições da cidade. Em seguida, com uma porcentagem do valor poupado durante o ano realizaram a compra dos itens necessários sugeridos pela entidade, após pesquisa de preço, registrando em uma tabela os valores, para reflexão do grupo em sala de aula.   Dom Bosco de Piracicaba
Publicado em Nacionais