Para os jovens artistas, designers, publicitários e todos aqueles com novas ideias, a coordenação da Pastoral Juvenil do Cone Sul lançou, no último dia 8 de julho, um concurso para escolha da nova logo. A Pastoral Juvenil do Cone Sul articula com os cinco países da região (Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai) orientações e ações conjuntas para evangelizar a juventude.   Todos os jovens podem participar elaborando suas sugestões de logo de acordo com os critérios informados, até 11 de agosto. Todas as sugestões de logo serão colocadas na FanPage da Pastoral Juvenil no Facebook para votação até 11 de setembro. A coordenação escolherá, dentre as três mais votadas, qual será a nova cara da Pastoral Juvenil da região.   Acesse o portal dos Jovens Conectados para conferir as regras e critérios para o concurso.   Jovens Conectados
Published in Nacionais
  As gêmeas Alessandra e Isabelle Macedo, ex-alunas do Ateneu Salesiano Dom Bosco de Goiânia, GO patrocinadas pela Rede Salesiana de Escolas (RSE), conseguiram ótimos resultados no Campeonato Pan-americano de Karatê, realizado em Guarujá, SP, entre os dias 4 e 7 de julho. Participaram do torneio cerca de 1200 atletas dos Estados Unidos, Romênia, Irã, de países da América Latina, entre outros.   Na categoria das atletas da RSE, as medalhas foram disputadas por 18 competidores. Passando pelos vários oponentes, as ex-alunas se sagraram campeãs em equipe na modalidade kata (demonstração de movimentos) e kumitê (luta), e ainda voltaram ao pódio nas categorias individuais. Alessandra ficou em 2º lugar nas disputas de kata e kumitê. Isabelle alcançou o 3º lugar em kumitê.   Acesse o portal do RSE Informa e veja como foi a apresentação que deu a medalha de ouro às irmãs na disputa final do kata em equipe contra a equipe do Chile.   RSE Informa   Outras notícias: Colégio Salesiano ganha medalhas nos jogos de Santa Catarina
Published in Nacionais
  Nos dias 1º e 2 de julho o Sistema Salesiano de Educação em Escolas (SSEE) promoveu mais um encontro de formação continuada, dessa vez com os educadores do Colégio Salesiano Dom Bosco, em Brasília.   No dia 1º, a assessora pedagógica do SSEE, Heloísa Fonseca, desenvolveu um momento de capacitação para os educadores dos segmentos de educação infantil e ensino fundamental I. O encontro possibilitou a discussão do papel da escola na promoção da competência ortográfica durante o período de escolarização e o levantamento de princípios e encaminhamentos didáticos para um ensino eficiente de ortografia nas séries iniciais.   No dia 2, a formação foi voltada para toda a equipe de educadores da escola. Houve uma discussão acerca da importância da avaliação no contexto escolar. Seguindo o Guia de Elaboração e Revisão de Itens apresentado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e considerando toda a literatura especializada na área, o grupo pôde resolver questões e analisá-las à luz dos parâmetros, para inferência dos conceitos propostos e construção de questões objetivas e discursivas.   O SSEE tem a preocupação de desenvolver formação continuada aos educadores atendendo às especificidades das escolas. O objetivo é possibilitar a reflexão sobre as concepções que fundamentam a proposta de educação da Rede, permitindo vivências de novas estratégias para utilização na sala de aula. A ideia é garantir a unicidade e coerência no processo educativo das escolas e a eficiência na gestão da aprendizagem.   Inspetoria São João Bosco
Published in Nacionais
  A 17 dias para o início da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro, a paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em Ponta Grossa, Paraná, realizou uma missa de envio dos seus 56 peregrinos que participarão deste grande evento da Igreja Católica. A celebração contou com a presença de mais de 600 fiéis e foi presidida pelo padre Leo Kieling.   Aproveitando a liturgia do dia, que em seu evangelho mostra duas partes, a ida e a volta da missão, padre Leo Kieling enfatizou que estes jovens e adultos –  preparados para a JMJ – irão representar e levar as intenções de todos os paroquianos e ainda aproveitou para esclarecer os peregrinos. “Eles irão, mas voltarão ainda mais preparados, após uma semana de catequese com teólogos e bispos e vivência comunitária, para nos falar tudo que viveram lá e atuar com ainda mais vigor nas comunidades.” No término da celebração, padre Leo ungiu as mãos dos peregrinos, que antes da viagem ao Rio de Janeiro, realizaram uma semana de missão nas dioceses e paróquias.   Assessoria de Comunicação Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora   Leia também: JMJ: grupos do Bote Fé de Poxoréu e Primavera do Leste fazem encontro de integração
Published in Nacionais
O VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (ENRESAS) foi realizado de 28 a 30 de junho, em Brasília – DF. É preciso continuar investindo na formação dos educadores e aprimorar a gestão sustentável das obras sociais, como caminho para fortalecer a identidade e a significatividade da presença salesiana nos espaços sociais. Essa é a principal conclusão do VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (VII ENRESAS), realizado em Brasília-DF nos dias 28 a 30 de junho. Cerca de 100 gestores de entidades pertencentes à RESAS participaram do Encontro e, após a reflexão realizada em palestras e grupos de estudo, tomaram como prioridade a tarefa de implementar ações efetivas nesse sentido em todas as regiões do País em que a ação social salesiana se faz presente. “Foi um encontro muito positivo, muito bem subsidiado e conduzido, e que resultou em propostas concretas que vão ressaltar a identidade de nosso trabalho social, para que a ação social salesiana seja ainda mais significativa”, considera o diretor-executivo da RESAS, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti. Ele explica que o ENRESAS teve dois grandes focos, sendo o primeiro a formação dos educadores das obras sociais: “Esse é um ponto fundamental para nós da RESAS, por isso temos investido e vamos dar continuidade nos cursos EAD em parceria com a Universidade Católica de Brasília e nos Diálogos de Formação, realizados online. Fizemos uma pesquisa, apresentada no Encontro, sobre como as obras locais organizam a formação e isso nos mostrou que a maioria das entidades sociais tem um plano de formação, o que também é muito positivo”. O segundo foco foi a sustentabilidade das obras sociais, reflexão feita durante todo o encontro, mas que teve como marco a palestra do Prof. Felippe Jorge Kopanakis Pacheco, sobre “Gestão, Significatividade e Sustentabilidade”. A partir deste tema, foram tomadas decisões importantes, como o posicionamento favorável à implementação das Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento. A implantação das Secretarias é uma orientação dos Salesianos de Dom Bosco em âmbito mundial, com a proposta de que cada Inspetoria salesiana tenha na SPD uma ferramenta para executar tarefas estratégicas, como a captação de recursos e a integração entre as diversas frentes de ação. “Vimos que isso será muito importante para a RESAS, inclusive no sentido de promover a interação com a Rede Salesiana de Escolas, com as paróquias etc”, finaliza Pe. Pessinatti.
Published in Ação Social
  O II Congresso ANEC chegou ao fim no último sábado, 6 de julho, com saldo positivo. A última conferência conduzida pelo consultor educacional, Celso Antunes, emocionou a todos sob o tema “Os Desafios da Nova Escola Católica no Século XXI”. O palestrante abordou os quatro desafios básicos que os professores têm de aplicar no dia a dia em sala de aula. Dentre os quais foram enfatizados o trabalho das competências pedagógicas e os valores da escola católica.   O público foi levado à emoção com casos apresentados por Antunes, que além de mestre em Ciências Humanas e especialista em Inteligência e Cognição, também é grande contador e encantador de histórias. Uma de suas histórias foi o de uma professora de uma escola rural, que mesmo sem energia elétrica trabalhou a questão da internet com seus alunos. Segundo o educador, o professor é o principal agente de transformação da escola. Se não existe uma coordenação de direção que propicie suas condições de trabalho ele ficará, de certa forma, amarrado. Ele tem uma atuação criativa. Porém essa criatividade se diferencia da improvisação em sala.   Os Fóruns, Oficinas, Comunicações científicas, grupos de trabalho e sessões de pôsteres propiciaram debates de temas educacionais e institucionais a partir da construção de um conjunto de referências que mostraram que sim, uma nova escola é possível.   A programação do Congresso foi encerrada com a assembleia geral, destacando o resultado final com a carta de Goiânia, que teve resultado com conclusões inéditas, resultado da reflexão de grupos de trabalho. Para Wolmir Amado, presidente do conselho superior da ANEC, é o momento dos educadores católicos mostrarem a força da educação católica com mais ênfase ao governo, ao país, e às políticas de educação. Sobre o Congresso, enfatizou que o evento foi um conjunto de alegria e gratidão em reunir um grande número de pessoas. “É uma alegria termos sediado o Congresso em Goiânia, ele possibilitou a troca de experiências e palestras de qualidade”, disse Wolmir.   Padre José Marinone, SDB, diretor presidente da ANEC, acredita que o evento alcançou suas metas, destacando que o ponto fundamental e desafiador do evento foi assumir que uma nova escola é possível. “O congresso chamou a atenção pela qualidade das palestras, dos palestrantes e educadores que apresentaram e partilharam suas experiências e conhecimento. O tema ‘Uma Outra Escola É Possível’ não é apenas instigante, desafiador e comprometedor. Não é simplesmente dizer que é possível uma nova escola. Uma nova escola é possível mudando a nossa mentalidade, mudando nosso fazer pedagógico, assumindo a ideia que realmente não se constrói uma escola hoje sem ter como ponto fundamental a formação integral do ser humano. Isso exige a busca da vivência de novos valores,  conceitos e realidades. Por outro lado, por sermos educadores católicos necessitamos -  como diz o documento de Aparecida -  não perder de vista, que  toda a educação católica deve levar o educando para a pessoa de Jesus Cristo”, declarou padre Marinone.   Educadores, gestores, pesquisadores e acadêmicos deixaram o II Congresso Nacional de Educação Católica, no Centro de Convenções de Goiânia, com o sentimento de saudade e, ao mesmo tempo, de alegria por terem vivenciado experiências didáticas ao longo de quatro dias. A discussão principal ‘Uma nova escola é possível’ levou os participantes a analisarem as potencialidades e possibilidades de construção de um novo modelo educacional.   O III Congresso Nacional de Educação Católica, a ser realizado em 2015, será sediado em Curitiba, no estado do Paraná. O evento contará com o apoio da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR. O III Congresso abordará a temática “Carisma, Conhecimento e Competências: Desafios e Oportunidades para a Educação católica nas Culturas Contemporâneas".   ANEC
Published in Educação
  Os alunos do projeto “Camerata Orquestra Jovem”, desenvolvido pela Associação dos Salesianos Cooperadores de Pindamonhangaba, participaram da Etapa Municipal do Mapa Cultural Paulista realizado no último dia 23 de junho, em Pindamonhangaba, São Paulo. A participação rendeu aos alunos a classificação para representar a cidade de Pindamonhangaba na Etapa Regional, prevista para ser realizada em novembro na cidade de São José dos Campos, SP - o grupo será o único que representará a cidade de Pindamonhangaba na categoria música instrumental.   Criado há sete anos pela Associação dos Salesianos Cooperadores de Pindamonhangaba, o projeto tem como objetivo promover a transformação social dos  alunos por meio do ensino gratuito de música. Atualmente o projeto atende 202 crianças, adolescentes e jovens com diade entre  6 e 21, sendo: 64 alunos de canto coral e musicalização infantil; 73 alunos na fase de iniciação musical; e 65 em fase intermediária /avançada no corpo musical da orquestra – todos provenientes de famílias de baixa renda que residem em locais com altos índices de risco e vulnerabilidade social. As aulas são realizadas diariamente das 13h30 às 17h30, divididas em dois polos, sendo que todas as sextas-feiras ocorrem os ensaios gerais com formação de orquestra.   Primeiros resultados   Atualmente o projeto tem cinco de seus integrantes matriculados em curso superior de música na Faculdade Santa Cecília de Pindamonhangaba; seis alunos aprovados no curso técnico em música na Escola Municipal de Artes "Maestro Fêgo Camargo" de Taubaté e conta com o apoio de quatro monitores, que são ex-alunos do projeto. Outro resultado positivo é que os alunos atendidos pelo projeto têm índice de 0% de reprovação escolar.   Divulgação de Mecanismos de Apoio ao Projeto   O Camerata Orquestra Jovem tem a aprovação junto ao Ministério da Cultura de acordo com o Art. 18 de Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e visa principalmente à ampliação da capacidade de atendimento de 200 para 400 alunos. Esta lei permite que empresas com tributação baseada no lucro real possam deduzir até 4% do seu Imposto de Renda devido. Desta forma a empresa contribui para a valorização da cultura com responsabilidade social sem nenhum custo e ainda tem direito gratuito a produtos culturais e a exposição de sua logomarca em mídias. Basta apenas destinar o percentual do IR devido.   Além disso, por meio do FUMCAD (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Pindamonhangaba), Fundo gerenciado pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Pindamonhangaba, é possível que empresas deduzam até 1% do seu Imposto de Renda devido, destinando este percentual para o projeto, apor meio de depósito identificado no Fundo.   William Anaia Bonafé - coordenador Camerata & Orquestra Jovem de Pindamonhangaba
Published in Ação Social
Os seminaristas salesianos do Colégio Dom Bosco de Rio do Sul, em Santa Catarina, Rivaldo Dionízio Cândido e Gabriel Mateus de Oliveira, foram sorteados para participar de uma missa com o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude.
Published in Nacionais
  O programa de Mestrado em Direito do UNISAL (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) – Unidade Lorena, produziu, em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer de Lorena, a Cartilha Direitos Humanos da Criança e do Adolescente. A ação faz parte do Movimento “Lorena pela vida”, que tem por objetivo informar e orientar as crianças e os adolescentes do município a respeito da prevenção do uso de álcool e drogas e também sobre cidadania e direitos e deveres previstos no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).   A parceria concretiza um projeto do Mestrado, vinculado ao Centro de Extensão Universitária e Ação Comunitária -  Padre Carlos Leôncio da Silva, e ao Núcleo de Direitos Humanos UNISAL, para inserir a instituição salesiana no “contexto local de responsabilidade social para a proteção da criança e do jovem, possibilitando  sua inclusão e formação integral”.   Os autores da cartilha são as professoras do Mestrado: Grasiele Nascimento, coordenadora, Daisy Rafaela, Maria Aparecida Alkimin, Ana Maria Viola de Souza e Roberto Bastos de Oliveira Júnior, secretário de Esportes, Juventude e Lazer de Lorena.   A cartilha foi lançada no dia 21 de junho, durante o Fórum Municipal de Políticas sobre Drogas, realizado no Centro Educacional Carlos Eugênio Marcondes e servirá de base para palestras nas escolas públicas. Ela contém informações sobre os direitos da criança e do adolescente, sobre órgãos protetores e deveres dos pais e responsáveis, e é ilustrada com desenhos infantis.   Os autores dos desenhos são Arthur Carvalho Sanches, Gabriela Nascimento Marcondes, João Matheus Vieira, Luana Fagundes Medeiros, Maria Fernanda Timótio Bastos de Oliveira, Roberto Bastos de Oliveira Neto e Valentina Nascimento Marcondes.   Os interessados podem entrar em contato com o Mestrado em Direito do UNISAL, na Unidade Lorena, pelo telefone (12) 3159 2033, ramal 300, ou pelo e-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it..   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Nacionais
  O Diretório Nacional das Damas Salesiana (ADS) se reuniu, no dia 29 de junho, em Silvânia, GO, sua sede nacional, para definir a programação e os últimos preparativos para VIII Assembleia Nacional, que será realizada entre 5 e 8 de setembro deste ano, na mesma cidade.   O tema escolhido para esta edição foi: “Igreja (ADS) a serviço da vida plena para todos e todas” e o lema: “Serviço de promoção de novas vocações, com predileção pelos jovens”. A reunião foi assessorada pelo conselheiro espiritual nacional das Damas Salesianas, padre Jurandyr Azevedo Araújo.   Devem participar da Assembleia as presidentes locais, delegadas e damas de cada centro do Brasil e membros do Diretório Internacional com sede em Caracas, na Venezuela.  Além dessas, outras pessoas interessadas de Brasília, DF, Palmas,TO, Linhares,ES e Vitória,ES, também serão convidadas.   Inspetoria São João Bosco
Published in Nacionais
Page 12 of 31
  Para os jovens artistas, designers, publicitários e todos aqueles com novas ideias, a coordenação da Pastoral Juvenil do Cone Sul lançou, no último dia 8 de julho, um concurso para escolha da nova logo. A Pastoral Juvenil do Cone Sul articula com os cinco países da região (Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai) orientações e ações conjuntas para evangelizar a juventude.   Todos os jovens podem participar elaborando suas sugestões de logo de acordo com os critérios informados, até 11 de agosto. Todas as sugestões de logo serão colocadas na FanPage da Pastoral Juvenil no Facebook para votação até 11 de setembro. A coordenação escolherá, dentre as três mais votadas, qual será a nova cara da Pastoral Juvenil da região.   Acesse o portal dos Jovens Conectados para conferir as regras e critérios para o concurso.   Jovens Conectados
Published in Nacionais
  As gêmeas Alessandra e Isabelle Macedo, ex-alunas do Ateneu Salesiano Dom Bosco de Goiânia, GO patrocinadas pela Rede Salesiana de Escolas (RSE), conseguiram ótimos resultados no Campeonato Pan-americano de Karatê, realizado em Guarujá, SP, entre os dias 4 e 7 de julho. Participaram do torneio cerca de 1200 atletas dos Estados Unidos, Romênia, Irã, de países da América Latina, entre outros.   Na categoria das atletas da RSE, as medalhas foram disputadas por 18 competidores. Passando pelos vários oponentes, as ex-alunas se sagraram campeãs em equipe na modalidade kata (demonstração de movimentos) e kumitê (luta), e ainda voltaram ao pódio nas categorias individuais. Alessandra ficou em 2º lugar nas disputas de kata e kumitê. Isabelle alcançou o 3º lugar em kumitê.   Acesse o portal do RSE Informa e veja como foi a apresentação que deu a medalha de ouro às irmãs na disputa final do kata em equipe contra a equipe do Chile.   RSE Informa   Outras notícias: Colégio Salesiano ganha medalhas nos jogos de Santa Catarina
Published in Nacionais
  Nos dias 1º e 2 de julho o Sistema Salesiano de Educação em Escolas (SSEE) promoveu mais um encontro de formação continuada, dessa vez com os educadores do Colégio Salesiano Dom Bosco, em Brasília.   No dia 1º, a assessora pedagógica do SSEE, Heloísa Fonseca, desenvolveu um momento de capacitação para os educadores dos segmentos de educação infantil e ensino fundamental I. O encontro possibilitou a discussão do papel da escola na promoção da competência ortográfica durante o período de escolarização e o levantamento de princípios e encaminhamentos didáticos para um ensino eficiente de ortografia nas séries iniciais.   No dia 2, a formação foi voltada para toda a equipe de educadores da escola. Houve uma discussão acerca da importância da avaliação no contexto escolar. Seguindo o Guia de Elaboração e Revisão de Itens apresentado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e considerando toda a literatura especializada na área, o grupo pôde resolver questões e analisá-las à luz dos parâmetros, para inferência dos conceitos propostos e construção de questões objetivas e discursivas.   O SSEE tem a preocupação de desenvolver formação continuada aos educadores atendendo às especificidades das escolas. O objetivo é possibilitar a reflexão sobre as concepções que fundamentam a proposta de educação da Rede, permitindo vivências de novas estratégias para utilização na sala de aula. A ideia é garantir a unicidade e coerência no processo educativo das escolas e a eficiência na gestão da aprendizagem.   Inspetoria São João Bosco
Published in Nacionais
  A 17 dias para o início da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Rio de Janeiro, a paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em Ponta Grossa, Paraná, realizou uma missa de envio dos seus 56 peregrinos que participarão deste grande evento da Igreja Católica. A celebração contou com a presença de mais de 600 fiéis e foi presidida pelo padre Leo Kieling.   Aproveitando a liturgia do dia, que em seu evangelho mostra duas partes, a ida e a volta da missão, padre Leo Kieling enfatizou que estes jovens e adultos –  preparados para a JMJ – irão representar e levar as intenções de todos os paroquianos e ainda aproveitou para esclarecer os peregrinos. “Eles irão, mas voltarão ainda mais preparados, após uma semana de catequese com teólogos e bispos e vivência comunitária, para nos falar tudo que viveram lá e atuar com ainda mais vigor nas comunidades.” No término da celebração, padre Leo ungiu as mãos dos peregrinos, que antes da viagem ao Rio de Janeiro, realizaram uma semana de missão nas dioceses e paróquias.   Assessoria de Comunicação Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora   Leia também: JMJ: grupos do Bote Fé de Poxoréu e Primavera do Leste fazem encontro de integração
Published in Nacionais
O VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (ENRESAS) foi realizado de 28 a 30 de junho, em Brasília – DF. É preciso continuar investindo na formação dos educadores e aprimorar a gestão sustentável das obras sociais, como caminho para fortalecer a identidade e a significatividade da presença salesiana nos espaços sociais. Essa é a principal conclusão do VII Encontro Nacional da Rede Salesiana de Ação Social (VII ENRESAS), realizado em Brasília-DF nos dias 28 a 30 de junho. Cerca de 100 gestores de entidades pertencentes à RESAS participaram do Encontro e, após a reflexão realizada em palestras e grupos de estudo, tomaram como prioridade a tarefa de implementar ações efetivas nesse sentido em todas as regiões do País em que a ação social salesiana se faz presente. “Foi um encontro muito positivo, muito bem subsidiado e conduzido, e que resultou em propostas concretas que vão ressaltar a identidade de nosso trabalho social, para que a ação social salesiana seja ainda mais significativa”, considera o diretor-executivo da RESAS, Pe. Nivaldo Luiz Pessinatti. Ele explica que o ENRESAS teve dois grandes focos, sendo o primeiro a formação dos educadores das obras sociais: “Esse é um ponto fundamental para nós da RESAS, por isso temos investido e vamos dar continuidade nos cursos EAD em parceria com a Universidade Católica de Brasília e nos Diálogos de Formação, realizados online. Fizemos uma pesquisa, apresentada no Encontro, sobre como as obras locais organizam a formação e isso nos mostrou que a maioria das entidades sociais tem um plano de formação, o que também é muito positivo”. O segundo foco foi a sustentabilidade das obras sociais, reflexão feita durante todo o encontro, mas que teve como marco a palestra do Prof. Felippe Jorge Kopanakis Pacheco, sobre “Gestão, Significatividade e Sustentabilidade”. A partir deste tema, foram tomadas decisões importantes, como o posicionamento favorável à implementação das Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento. A implantação das Secretarias é uma orientação dos Salesianos de Dom Bosco em âmbito mundial, com a proposta de que cada Inspetoria salesiana tenha na SPD uma ferramenta para executar tarefas estratégicas, como a captação de recursos e a integração entre as diversas frentes de ação. “Vimos que isso será muito importante para a RESAS, inclusive no sentido de promover a interação com a Rede Salesiana de Escolas, com as paróquias etc”, finaliza Pe. Pessinatti.
Published in Ação Social
  O II Congresso ANEC chegou ao fim no último sábado, 6 de julho, com saldo positivo. A última conferência conduzida pelo consultor educacional, Celso Antunes, emocionou a todos sob o tema “Os Desafios da Nova Escola Católica no Século XXI”. O palestrante abordou os quatro desafios básicos que os professores têm de aplicar no dia a dia em sala de aula. Dentre os quais foram enfatizados o trabalho das competências pedagógicas e os valores da escola católica.   O público foi levado à emoção com casos apresentados por Antunes, que além de mestre em Ciências Humanas e especialista em Inteligência e Cognição, também é grande contador e encantador de histórias. Uma de suas histórias foi o de uma professora de uma escola rural, que mesmo sem energia elétrica trabalhou a questão da internet com seus alunos. Segundo o educador, o professor é o principal agente de transformação da escola. Se não existe uma coordenação de direção que propicie suas condições de trabalho ele ficará, de certa forma, amarrado. Ele tem uma atuação criativa. Porém essa criatividade se diferencia da improvisação em sala.   Os Fóruns, Oficinas, Comunicações científicas, grupos de trabalho e sessões de pôsteres propiciaram debates de temas educacionais e institucionais a partir da construção de um conjunto de referências que mostraram que sim, uma nova escola é possível.   A programação do Congresso foi encerrada com a assembleia geral, destacando o resultado final com a carta de Goiânia, que teve resultado com conclusões inéditas, resultado da reflexão de grupos de trabalho. Para Wolmir Amado, presidente do conselho superior da ANEC, é o momento dos educadores católicos mostrarem a força da educação católica com mais ênfase ao governo, ao país, e às políticas de educação. Sobre o Congresso, enfatizou que o evento foi um conjunto de alegria e gratidão em reunir um grande número de pessoas. “É uma alegria termos sediado o Congresso em Goiânia, ele possibilitou a troca de experiências e palestras de qualidade”, disse Wolmir.   Padre José Marinone, SDB, diretor presidente da ANEC, acredita que o evento alcançou suas metas, destacando que o ponto fundamental e desafiador do evento foi assumir que uma nova escola é possível. “O congresso chamou a atenção pela qualidade das palestras, dos palestrantes e educadores que apresentaram e partilharam suas experiências e conhecimento. O tema ‘Uma Outra Escola É Possível’ não é apenas instigante, desafiador e comprometedor. Não é simplesmente dizer que é possível uma nova escola. Uma nova escola é possível mudando a nossa mentalidade, mudando nosso fazer pedagógico, assumindo a ideia que realmente não se constrói uma escola hoje sem ter como ponto fundamental a formação integral do ser humano. Isso exige a busca da vivência de novos valores,  conceitos e realidades. Por outro lado, por sermos educadores católicos necessitamos -  como diz o documento de Aparecida -  não perder de vista, que  toda a educação católica deve levar o educando para a pessoa de Jesus Cristo”, declarou padre Marinone.   Educadores, gestores, pesquisadores e acadêmicos deixaram o II Congresso Nacional de Educação Católica, no Centro de Convenções de Goiânia, com o sentimento de saudade e, ao mesmo tempo, de alegria por terem vivenciado experiências didáticas ao longo de quatro dias. A discussão principal ‘Uma nova escola é possível’ levou os participantes a analisarem as potencialidades e possibilidades de construção de um novo modelo educacional.   O III Congresso Nacional de Educação Católica, a ser realizado em 2015, será sediado em Curitiba, no estado do Paraná. O evento contará com o apoio da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR. O III Congresso abordará a temática “Carisma, Conhecimento e Competências: Desafios e Oportunidades para a Educação católica nas Culturas Contemporâneas".   ANEC
Published in Educação
  Os alunos do projeto “Camerata Orquestra Jovem”, desenvolvido pela Associação dos Salesianos Cooperadores de Pindamonhangaba, participaram da Etapa Municipal do Mapa Cultural Paulista realizado no último dia 23 de junho, em Pindamonhangaba, São Paulo. A participação rendeu aos alunos a classificação para representar a cidade de Pindamonhangaba na Etapa Regional, prevista para ser realizada em novembro na cidade de São José dos Campos, SP - o grupo será o único que representará a cidade de Pindamonhangaba na categoria música instrumental.   Criado há sete anos pela Associação dos Salesianos Cooperadores de Pindamonhangaba, o projeto tem como objetivo promover a transformação social dos  alunos por meio do ensino gratuito de música. Atualmente o projeto atende 202 crianças, adolescentes e jovens com diade entre  6 e 21, sendo: 64 alunos de canto coral e musicalização infantil; 73 alunos na fase de iniciação musical; e 65 em fase intermediária /avançada no corpo musical da orquestra – todos provenientes de famílias de baixa renda que residem em locais com altos índices de risco e vulnerabilidade social. As aulas são realizadas diariamente das 13h30 às 17h30, divididas em dois polos, sendo que todas as sextas-feiras ocorrem os ensaios gerais com formação de orquestra.   Primeiros resultados   Atualmente o projeto tem cinco de seus integrantes matriculados em curso superior de música na Faculdade Santa Cecília de Pindamonhangaba; seis alunos aprovados no curso técnico em música na Escola Municipal de Artes "Maestro Fêgo Camargo" de Taubaté e conta com o apoio de quatro monitores, que são ex-alunos do projeto. Outro resultado positivo é que os alunos atendidos pelo projeto têm índice de 0% de reprovação escolar.   Divulgação de Mecanismos de Apoio ao Projeto   O Camerata Orquestra Jovem tem a aprovação junto ao Ministério da Cultura de acordo com o Art. 18 de Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e visa principalmente à ampliação da capacidade de atendimento de 200 para 400 alunos. Esta lei permite que empresas com tributação baseada no lucro real possam deduzir até 4% do seu Imposto de Renda devido. Desta forma a empresa contribui para a valorização da cultura com responsabilidade social sem nenhum custo e ainda tem direito gratuito a produtos culturais e a exposição de sua logomarca em mídias. Basta apenas destinar o percentual do IR devido.   Além disso, por meio do FUMCAD (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Pindamonhangaba), Fundo gerenciado pelo Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Pindamonhangaba, é possível que empresas deduzam até 1% do seu Imposto de Renda devido, destinando este percentual para o projeto, apor meio de depósito identificado no Fundo.   William Anaia Bonafé - coordenador Camerata & Orquestra Jovem de Pindamonhangaba
Published in Ação Social
Os seminaristas salesianos do Colégio Dom Bosco de Rio do Sul, em Santa Catarina, Rivaldo Dionízio Cândido e Gabriel Mateus de Oliveira, foram sorteados para participar de uma missa com o Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude.
Published in Nacionais
  O programa de Mestrado em Direito do UNISAL (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) – Unidade Lorena, produziu, em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes, Juventude e Lazer de Lorena, a Cartilha Direitos Humanos da Criança e do Adolescente. A ação faz parte do Movimento “Lorena pela vida”, que tem por objetivo informar e orientar as crianças e os adolescentes do município a respeito da prevenção do uso de álcool e drogas e também sobre cidadania e direitos e deveres previstos no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).   A parceria concretiza um projeto do Mestrado, vinculado ao Centro de Extensão Universitária e Ação Comunitária -  Padre Carlos Leôncio da Silva, e ao Núcleo de Direitos Humanos UNISAL, para inserir a instituição salesiana no “contexto local de responsabilidade social para a proteção da criança e do jovem, possibilitando  sua inclusão e formação integral”.   Os autores da cartilha são as professoras do Mestrado: Grasiele Nascimento, coordenadora, Daisy Rafaela, Maria Aparecida Alkimin, Ana Maria Viola de Souza e Roberto Bastos de Oliveira Júnior, secretário de Esportes, Juventude e Lazer de Lorena.   A cartilha foi lançada no dia 21 de junho, durante o Fórum Municipal de Políticas sobre Drogas, realizado no Centro Educacional Carlos Eugênio Marcondes e servirá de base para palestras nas escolas públicas. Ela contém informações sobre os direitos da criança e do adolescente, sobre órgãos protetores e deveres dos pais e responsáveis, e é ilustrada com desenhos infantis.   Os autores dos desenhos são Arthur Carvalho Sanches, Gabriela Nascimento Marcondes, João Matheus Vieira, Luana Fagundes Medeiros, Maria Fernanda Timótio Bastos de Oliveira, Roberto Bastos de Oliveira Neto e Valentina Nascimento Marcondes.   Os interessados podem entrar em contato com o Mestrado em Direito do UNISAL, na Unidade Lorena, pelo telefone (12) 3159 2033, ramal 300, ou pelo e-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it..   Inspetoria Salesiana de São Paulo
Published in Nacionais
  O Diretório Nacional das Damas Salesiana (ADS) se reuniu, no dia 29 de junho, em Silvânia, GO, sua sede nacional, para definir a programação e os últimos preparativos para VIII Assembleia Nacional, que será realizada entre 5 e 8 de setembro deste ano, na mesma cidade.   O tema escolhido para esta edição foi: “Igreja (ADS) a serviço da vida plena para todos e todas” e o lema: “Serviço de promoção de novas vocações, com predileção pelos jovens”. A reunião foi assessorada pelo conselheiro espiritual nacional das Damas Salesianas, padre Jurandyr Azevedo Araújo.   Devem participar da Assembleia as presidentes locais, delegadas e damas de cada centro do Brasil e membros do Diretório Internacional com sede em Caracas, na Venezuela.  Além dessas, outras pessoas interessadas de Brasília, DF, Palmas,TO, Linhares,ES e Vitória,ES, também serão convidadas.   Inspetoria São João Bosco
Published in Nacionais
Page 12 of 31