Quarta, 15 Agosto 2012 23:37

Somos todos educadores salesianos

Escrito por

 

Em preparação às comemorações pelo bicentenário de nascimento do fundador da Família Salesiana, São João Bosco, o reitor-mor dos Salesianos propôs um itinerário formativo. Para o período de 16 de agosto de 2012 a 15 de agosto de 2013, o tema de reflexão proposto é: “A Pedagogia de Dom Bosco”.

 

 

A celebração do centenário da Confederação Mundial dos Ex-alunos é ocasião para ressaltar o papel fundamental deste ramo da Família Salesiana na missão de construir o projeto educativo salesiano.

 

Foi realizada nos dias 26 a 29 de abril, em Turim, Itália; a celebração do Centenário da Confederação Mundial dos Ex-alunos e Ex-alunas de Dom Bosco. O encontro contou com a participação de 280 ex-alunos de 23 países e ocorreu sob as bênçãos do reitor-mor, padre Pascual Chávez; padre Adriano Bregolim, seu vigário; e do delegado Mundial dos Ex-alunos, padre José Pastor Ramirez.

 

Segunda, 06 Agosto 2012 18:03

Instituto das FMA completa 140 anos

Escrito por

O Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) completa 140 anos de existência. No dia 5 de agosto de 1872, em Mornese, Itália, 11 jovens disseram "sim" a Deus, iniciando aquele que se tornaria um Instituto internacional, presente em 94 Nações.

Nesse dia 5 de agosto de 1872, Dom Bosco está em Mornese. Chegara na véspera, dia 4, para falar com as jovens, explicar-lhes o sentido da função, ensinar-lhes a ler as respostas e a fórmula dos votos: “Vós agora pertenceis a uma Família religiosa – são algumas das suas palavras – que é toda de Nossa Senhora; sois poucas, desprovidas de meios, não amparadas pela aprovação humana. Nada vos perturbe. […] O Instituto terá um grande futuro se vos mantiverdes simples, pobres, recatadas. […] pensai com frequência que o vosso Instituto deverá ser o monumento vivo da gratidão de Dom Bosco à Grande Mãe de Deus, invocada sob o título de Auxílio dos Cristãos” (cf. Cronistoria I 305-306).

Dom Bosco queria um Instituto feminino que pudesse fazer pelas meninas a obra educativa que ele levava avante com os meninos. Em Maria Domingas Mazzarello, que seria a Confundadora, e no primeiro grupo de jovens que se encontra em Mornese, entrevê a possibilidade de que o seu sonho se possa realizar.

O Instituto das FMA, conta atualmente com 13.653 irmãs (dados de dezembro de 2011), distribuídas em 1.436 comunidades, em 94 nações, nos cinco continentes. Ao longo dos anos persistiu, mui viva, a paixão pela educação das jovens, declinada nas diferentes culturas, através da formação integral da pessoa, da solidariedade social, com a proposta e o desenvolvimento de atividades de evangelização, de formação, de prevenção.

Escolas, Centros de formação profissional, casas-lares, obras para meninas de rua, associações para o tempo livre, voluntariado, catequese, obras de primeira evangelização, trabalho com indígenas, obras de promoção da mulher, atividades de micro-crédito e micro-economia…: estas são apenas algumas das atividades com que as FMA buscam desempenhar a sua missão educativa e evangelizadora, junto com tantos colaboradores leigos, voluntários e jovens animadores.

 

 

Domingo, 05 Agosto 2012 16:39

Aspectos do amor educativo salesiano

Escrito por

Em preparação às comemorações pelo bicentenário de nascimento do fundador da Família Salesiana, São João Bosco, o reitor-mor dos Salesianos propôs um itinerário formativo. A proposta é que, a cada 16 de agosto (data de nascimento de Dom Bosco) e durante todo o ano subsequente, seja estudado um tema diferente. Para o período de 16 de agosto de 2012 a 15 de agosto de 2013, as reflexões devem ser feitas com a temática “Pedagogia de Dom Bosco”.
Com o objetivo de subsidiar essas discussões com os alunos das escolas e obras sociais salesianas, o Boletim Salesiano inicia uma nova série sobre o tema. Neste artigo de abertura, padre João Mendonça, SDB, destaca as características da prática pedagógica de Dom Bosco: a disponibilidade, a simpatia e o diálogo com os jovens.

Quinta, 02 Agosto 2012 00:20

A Nossa Senhora de Dom Bosco

Escrito por

Dom Bosco foi percebendo com lucidez sempre maior a iniciativa de Deus na sua vida de fundador, mas teve também a certeza de ser em tudo conduzido e guiado pela mão de Maria: “Maria Santíssima é a fundadora e será a sustentação da nossa obra”. “Maria é a mãe e o sustentáculo da Congregação”. E dizia no retiro de Lanzo de 1871: “Só no céu é que havemos de compreender, maravilhados, aquilo que Maria fez por nós ... e o havemos de agradecer por toda a eternidade” (MB X, 1078).

Pagina 38 de 39