O Instituto Secular Voluntários com Dom Bosco (CDB), um dos grupos da Família Salesiana, está completando 25 anos. O Pe. Egídio Viganò, como Reitor-mor, apostando na vocação de alguns jovens, em 1994, fez-lhes a proposta da fundação de um instituto secular, os Voluntários. O grupo está presente hoje em 27 países, com 95 membros (formandos, temporários e perpétuos).

 

No Brasil, o referente para a animação vocacional é Luciano Oliveira, de Leopoldina, MG. Recentemente, visitou candidatos nas inspetorias de Porto Alegre e de São Paulo, e atualmente está em visita na Inspetoria Salesiana do Nordeste, onde os CDB têm um candidato. O Nordeste Hoje conversou com ele.

 

Por ocasião dos 150 anos de fundação da Associação de Maria Auxiliadora (ADMA), o padre Ángel Fernández Artime, Reitor-mor, dirigiu uma saudação em vídeo aos integrantes da ADMA, presentes em mais de 800 núcleos ao redor do mundo, e a todos os membros da Família Salesiana, recordando o valor, na espiritualidade salesiana, da Eucaristia e da entrega total à Auxiliadora.

 

Dom Bosco não deixou o culto de Maria Auxiliadora sozinho à devoção espontânea. Ele fundou uma Associação que tomou o seu nome dela, o ADMA. É uma das iniciativas mais queridas de Dom Bosco. Qual é a sua cara atual? A Agência iNfo Salesiana falou sobre isso com o Presidente, Renato Valera.

 

A ADMA completará, no próximo dia 18 de abril, 150 Anos de Fundação. Nasceu de fato em Turim aos 18 de abril de 1869, por obra e zelo de São João Bosco, no ano seguinte à Consagração da Igreja de Maria Auxiliadora (9 de junho de 1868), em agradecimento pelos benefícios que o Povo atribuía à Virgem Maria e como instrumento para a defesa e o aumento da Fé do Povo cristão.

 

No último sábado, dia 23, aconteceu a inauguração solene do Memorial “Filhas de Maria Auxiliadora no Brasil”, que está localizado na Casa do Puríssimo Coração de Maria (Antigo Orfanato), em Guaratinguetá, SP.

 

Pagina 2 de 45