Ángel Fernández Artime

Ángel Fernández Artime

Quarta, 07 Novembro 2018 19:14

"Somos chamados a testemunhar a presença de Deus no mundo. Com o inconfundível estilo salesiano: começando por baixo, pelos pequenos", é o que afirma o Reitor-mor dos Salesianos, padre Ángel Fernández Artime, em sua mensagem aos leitores do Boletim Salesiano. 

 

Segunda, 01 Outubro 2018 13:50

Mensagem do Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, para os leitores do Boletim Salesiano: “Muitos de nós não imaginam uma vida sem Dom Bosco, sem Salesianos, e podemos afirmar que, sem ele, não estaríamos ‘loucamente’ apaixonados por Deus, com um vida cheia da alegria e de grandes experiências”.

 

Quinta, 30 Agosto 2018 14:32

Penso que é mesmo para isso que temos mais de nos empenhar: sentir que a nossa vida é plena. É uma aspiração profundamente humana. Neste sentido devo dizer que tenho conhecido muitas pessoas que vivem e viveram uma vida plena. E que nos indicam o caminho da felicidade.

 

 

Segunda, 09 Julho 2018 14:41

De uma experiência inesquecível nasce uma mensagem de amor e de reconhecimento que voa até Damasco e até Alepo, afirma o Reitor-mor dos Salesianos em sua mensagem para os leitores do Boletim Salesiano em julho.

 

Sexta, 08 Junho 2018 15:04

No artigo aos leitores do Boletim Salesiano no mês de junho, o Reitor-mor fala sobre sua visita ao Chaco paraguaio. “Sinto o coração cheio de felicidade e de autêntica emoção. E posso dizer com toda a sinceridade que o sonho missionário, que preencheu muitas noites de Dom Bosco e que por uma encantadora inspiração começou mesmo na Patagônia, continua vivo”, afirma.  

 

Sexta, 04 Maio 2018 15:34

O artigo do Reitor-mor para o mês de maio é dedicado à importância de Maria na vida de Dom Bosco: “Onde está Dom Bosco, está Maria!”, dizia-se então. “Onde estão os Salesianos, está Maria Auxiliadora!” pode-se dizer hoje. De Beirute a Valdocco, sente-se a presença concreta de Nossa Senhora nas obras dos salesianos. 

 

Terça, 03 Abril 2018 15:27

Os salesianos de Dom Bosco chegaram ao campo de refugiados de Palabek em Uganda. Neste lugar de sofrimentos e de heroísmos secretos, fazemos ressoar com mais força do que nunca o anúncio da Ressurreição de Jesus.

 

Quarta, 21 Fevereiro 2018 20:29

O Evangelho está vivo. Sempre. Assim pode acontecer de vivermos em nosso cotidiano uma página evangélica. Pessoalmente muitas vezes vivi uma das páginas mais encantadoras do Evangelho, aquela em que Jesus elogia a mísera oferta (insignificante aos olhos humanos) da pobre viúva que lança no tesouro do Templo tudo aquilo que tinha para viver. Aos olhos de Deus era uma oferta total.