Quarta, 04 Julho 2018 14:09

Bem-aventurada Maria Romero, FMA, celebrada em 7 de julho Destaque

Escrito por  Portal SDB
Classifique este artigo
(0 votos)
Bem-aventurada Maria Romero, FMA, celebrada em 7 de julho Imagem: Arquivo Casa Geral Salesiana

Em 7 de julho, a Família Salesiana celebra a Bem-aventurada Maria Romero, FMA, que dedicou sua vida às crianças e jovens mais carentes na Costa Rica e foi a primeira “bem-aventurada” da América Central.

 

Maria Romero Meneses nasceu em Granada de Nicarágua, no dia 13 de janeiro de 1902. O pai era ministro do governo republicano e muito rico. Mas era também muito generoso com os deserdados da sorte. Infelizmente foi vítima de uma trapaça e sua situação económica ficou comprometida para sempre. Maria tinha um caráter parecido com o do pai. A família tinha grandes sonhos para ela: estudou música, piano e violino.

 

Com as Irmãs Salesianas

Mas ela escolheu a estrada religiosa. Parecia-lhe que o carisma de Dom Bosco tivesse sido criado exatamente para as suas aspirações.

 

Costa Rica

Depois dos votos perpétuos, foi mandada a São José de Costa Rica, que se tornou a sua segunda pátria.

 

Foi enviada como professora no colégio destinado a jovens de famílias ricas. Mas, como Dom Bosco, ela procurava "crianças pobres e abandonadas". E, depois de conquistar os da cidade, foi por montes e vales, a fim de "salvar almas".

 

Oratórios festivos para crianças pobres

Como Dom Bosco, escolhendo dentre as melhores de suas alunas, criou as discípulas para a Obra dos Oratórios. Deu-lhes o nome de las misioneritas, e juntas fizeram milagres, não apenas em sentido figurado. Mesmo quando ela teve de deixar de lecionar, até seu último suspiro, jamais deixou de ensinar catecismo a pequenos e adultos.

 

Em torno dela cresceram "obras sociais" que deixavam espantado até o Governo. Chegou a criar uma aldeia para os mais pobres, dando a cada família - tirada de debaixo da ponte - uma casinha sua.

 

A devoção a Maria Auxiliadora

Soube infundir grande devoção a Maria Auxiliadora. Construiu para Ela, no centro de São José, uma igreja que continua sendo farol de salvação para inumeráveis almas.

 

Realizações incríveis

Realizou grandes coisas com a sua fé e com a colaboração de pessoas abastadas, conquistadas para a sua causa depois de terem experimentado os efeitos da devoção mariana.

 

Contemplativa na ação

Essa Irmã tão ativa era também eminentemente mística, mulher de íntima união com Deus.

 

Morreu de infarto, no dia 07 de julho de 1977.

 

O Governo de Costa Rica declarou-a cidadã honorária da nação. Seus restos mortais se encontram em São José de Costa Rica, na grande obra fundada por ela: a Casa da Virgem e Obra social.

 

João Paulo II a beatificou no dia 14 de abril de 2002. É a primeira "bem-aventurada" da América Central.

Fonte: www.sdb.org

Lido 448 vezes Modificado em Quarta, 04 Julho 2018 14:14

Deixe um comentário