Quinta, 10 Maio 2018 21:43

Família Salesiana celebra Madre Mazzarello Destaque

Escrito por  Com informações: Portal SDB e Portal FMA
Classifique este artigo
(0 votos)
Família Salesiana celebra Madre Mazzarello Foto: ANS

No domingo, 13 de maio, foi celebrada a memória litúrgica de Santa Maria Domingas Mazzarello, cofundadora do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA).

 

Maria Domingas Mazzarello nasceu em 9 de maio de 1837, em Mornese (Alessandria). Cresceu em um ambiente familiar caracterizado por uma sólida vida cristã e por um trabalho incansável no campo. Inteligente, volitiva e dotada por uma rica afetividade, Maria Domingas se abriu à fé, orientada pelos pais e pelo sábio diretor espiritual, padre Domingos Pestarino.

 

Aos 15 anos, inscreveu-se na Associação das Filhas de Maria Imaculada e se abriu para o apostolado em meio às meninas da região. A grave doença do tifo, contraída aos 23 anos, teve nela uma forte ressonância espiritual: se, por um lado, a experiência da fragilidade física tornou mais profundo o seu abandono em Deus, por outro lado a impeliu a se dedicar à educação das meninas da vizinhança, abrindo uma sala de costura, um oratório festivo e um lar para as crianças sem família.

 

Graças à intensa participação nos sacramentos e sob a direção sábia e iluminada do padre Pestarino, fez grandes progressos na vida espiritual. Por ocasião da visita de Dom Bosco a Mornese, em 8 de outubro de 1864, ela disse: "Dom Bosco é um Santo, e eu sinto isso!".

 

Em 1872, Dom Bosco escolheu-a para dar início ao Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, do qual foi co-fundadora e a primeira Madre Geral. Como Superiora, revelou-se hábil formadora e mestra de vida espiritual; tinha o carisma da alegria serena e tranquilizadora, irradiando contentamento e atraindo outras jovens para se dedicarem à educação das meninas e mulheres.

 

O Instituto progrediu rapidamente. Maria Mazzarello exerceu sua maternidade espiritual por meio da formação das irmãs, das numerosas viagens, visitando as novas fundações, incrementando a expansão missionária do Instituto, pela palavra escrita e pela doação cotidiana de sua vida.

 

Ao morrer, Madre Mazzarello deixou às suas filhas espirituais uma tradição educativa toda permeada de valores evangélicos: a busca de Deus conhecido através de uma catequese esclarecida e de um amor ardente, a responsabilidade no trabalho, a franqueza e a humildade, a austeridade de vida e a alegre doação de si.

 

Morreu em Nizza Monferrato, no dia 14 de maio de 1881, aos 44 anos. Main - apelido de Maria Mazzarello, foi beatificada no dia 20 de novembro de 1938 e canonizada em 24 de junho de 1951. Seus restos mortais são venerados na Basílica de Maria Auxiliadora, em Turim, Itália.

 

Fontes: Portal SDB e Portal FMA

Lido 980 vezes Modificado em Terça, 15 Maio 2018 17:33

Deixe um comentário