Sexta, 07 Junho 2013 16:39

Dom Bosco e a devoção ao Sagrado Coração de Jesus

Escrito por  InfoANS
Classifique este artigo
(2 votos)
Dom Bosco e a devoção ao Sagrado Coração de Jesus InfoANS

 

A solenidade do Sagrado Coração de Jesus, tão cara a Dom Bosco e à tradição salesiana, adquire luz singular neste Ano da Fé e na caminhada rumo ao Bicentenário de nascimento do Pai e Mestre da Juventude.

 

Dom Bosco teve uma grande devoção ao Sagrado Coração: “Aqui adquire-se o verdadeiro calor – disse certa vez –, quero dizer: o amor de Deus; não só para si, mas para difundi-lo, compartilhando-o com as almas”. Tal devoção se explicita na sua insistência sobre a frequente Confissão e Comunhão, e sobre a participação na Missa cotidiana, colunas que devem sustentar o edifício educativo e animar a prática do Sistema Preventivo.

 

Pelo fim da vida aceitou Dom Bosco o pedido do Papa Leão XIII de levantar a Basílica do ‘Sacro Cuore’, em Roma. A igreja, iniciada em 1870 pelo Papa Pio IX, foi retomada ao nível dos alicerces e erguida graças à tenacidade de Dom Bosco, em poucos anos (1880-1887). Mas foi uma empresa que lhe custou pesadíssimos sacrifícios.

 

O seu I Sucessor, Bv. padre Miguel Rua, consagrou a Congregação Salesiana ao Sagrado Coração, em 31 de dezembro de 1899 e, nessa ocasião, fez chegar a todas as Casas uma “instrução” sobre essa Devoção. Pôs em relevo a sua importância especialmente para as Casas de formação e pediu que os noviciados lhe fossem dedicados. Alguns dias antes de morrer, pediu ao padre Francisco Cerutti que compusesse uma oração ao Sagrado Coração pelas vocações: foi-lhe apresentada a seguinte oração (em latim), que ele aprovou, rezou, pedindo que um seu exemplar fosse logo colocado sob o seu travesseiro.

 

O Coração de Jesus não é simplesmente um exemplo moral; mas é, graças ao encontro vivo com Ele, dom que buscar a fim de tornar o nosso coração semelhante ao Seu. A experiência transformante do amor de Deus – sobretudo hoje, em um mundo em que tantos jovens vivem sem futuro e tantas famílias estão prostradas por uma grave crise moral, cultural, econômica, social – é anúncio de esperança em meio às recorrentes tentações de desespero.

 

InfoANS

Lido 4253 vezes Modificado em Quinta, 28 Agosto 2014 20:34

Deixe um comentário