Segunda, 21 Janeiro 2013 18:30

Arquidiocese de Natal prepara-se para a JMJ

Escrito por

No quarto e último sábado deste mês, próximo dia 26, ocorrerá na Catedral de Natal o primeiro Ilumina Fé, abrindo a fase de preparação da arquidiocese para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada de 23 a 28 de julho deste ano, no Rio de Janeiro.

 

O Ilumina Fé terá a periodicidade mensal e começará às 22h, com a Santa Missa da Juventude. Após a Santa Missa, será implantado o Terço da Juventude na Arquidiocese e seguirá com Catequese para a Jornada. O ponto máximo da noite iniciará às 2h com exposição e adoração ao Santíssimo Sacramento, seguindo com a Vigília dos Jovens Adoradores até às 6h. Ao longo da noite, haverá animação com ministérios de música, formação com o YouCat, momentos de adoração, agradecimento e de louvor.

 

Trata-se de um evento de iniciativa do coordenador do Setor da Juventude da Arquidiocese de Natal, tendo assim o próprio setor como parceiro, contando com o apoio e planejamento de jovens voluntários da JMJ e da Semana Missionária, além de outros jovens e casais que se dispuseram a organizar e executar algo para todos os jovens da nossa arquidiocese, sendo um momento ideal para a integração dos jovens para a JMJ, bem como de formação e preparação para os seus voluntários.

 

O objetivo é continuar com esse projeto mesmo após a Jornada. “Acredito que o Ilumina Fé será uma excelente oportunidade de conversão, solidificação da fé e perseverança da caminhada dos nossos jovens.”, afirma o coordenador e idealizador do evento, o diácono Inácio Lopes.

 

Jovens Conectados

Segunda, 21 Janeiro 2013 18:08

Colégio Salesiano faz parceria com universidade do Chile

Escrito por

O Colégio Salesiano Dom Bosco de Salvador, BA, em colaboração com a Universidade de Santiago do Chile, deu início, no último dia 14 de janeiro, a um “Master” em Educação. O curso com 50 participantes, entre professores procedentes do Colégio Dom Bosco e de outros Institutos pertencentes à Rede Salesiana das Escolas (RSE), é conduzido por professores da Universidade do Chile e prevê duas linhas de pesquisa: gestão educacional, curriculum e avaliação.

 

InfoANS

 

Os rumos da Educação Católica nas Américas foram debatidos em três eventos importantes realizados na semana de 14 a 18 de janeiro, no Panamá. A Família Salesiana do Brasil participou intensamente desses eventos, em especial com uma delegação da Rede Salesiana de Escolas (RSE).

 

Congresso Interamericano de Educação Católica

Nos dias 15 a 17 de janeiro, a Cidade do Panamá, capital do Panamá, recebeu cerca de 800 representantes de congregações religiosas e dioceses da América Latina e do Caribe para a realização do 23º Congresso Interamericano de Educação Católica. Organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), o evento teve como tema central: “Grandes desafios, uma mesma identidade”.

O congresso buscou refletir sobre o momento especial que vive a educação católica na atualidade, em um mundo “de relativismo moral e ético, de subjetividade, de materialismo e de distanciamento de Deus”, e no qual os educadores católicos são chamados a uma nova evangelização, com novos meios, métodos, projetos educativos, agentes e estruturas.

“O Congresso foi um momento muito rico para a troca de experiências. Tivemos a presença do núncio apostólico, de autoridades da Igreja e governamentais. Entre os temas debatidos, todos relevantes, podemos salientar alguns que trazem contribuições significativas ao processo que vivemos no Brasil, como a palestra sobre Os Valores da Cidadania Ativa, proferia pelo professor Emilio Martínez Navarro, da Universidade de Murcia, na Espanha; e a conferência de padre Juan Antonio Ojeda, FSC, que tratou sobre a escola católica e o trabalho em redes”, destacou o padre Nivaldo Luiz Pessinatti, Diretor-executivo da Rede Salesiana de Escolas (RSE).

A RSE enviou ao congresso uma representação composta pelos diretores, gerentes, assessores nacionais e animadores de polos da Rede, provenientes de vários estados brasileiros. A Família Salesiana também se fez presente com outros salesianos e salesianas que representam a educação católica no Brasil, como o padre José Marinoni, reitor da Universidade Católica Dom Bosco e presidente da Associação Nacional de Educação Católica do Brasil (ANEC).

 

Escola Salesiana América

O Panamá foi sede ainda nessa semana de dois encontros da Escola Salesiana América. Na segunda-feira, dia 14 de janeiro, reuniram-se os referentes nacionais da ESA; e na sexta-feira, dia 18, foi realizado o encontro dos referentes regionais e encarregados inspetoriais de Educação dos Salesianos de Dom Bosco e das Filhas de Maria Auxiliadora na América Latina e Caribe. Participaram deste evento 100 pessoas, representando as cerca de 60 inspetorias SDB e FMA da região, além do padre Miguel Angel Garcia Morcuende e da irmã Constanza Arango, responsáveis internacionais pelo setor de Educação, respectivamente, no Dicastério da Pastoral Juvenil SDB e no Âmbito para a Pastoral Juvenil FMA.

Os representantes internacionais da Família Salesiana recordaram aos participantes a trajetória traçada desde 1994, com a realização do I Encontro da Escola Salesiana América (I ESA), em Cumbaya, Equador, apontando os avanços conquistados desde então e os desafios ainda colocados para a educação católica no continente. Também o Secretário-geral da Organização Internacional de Educação Católica (OIEC), o padre salesiano Ángel Astorgano, falou durante o encontro sobre a importância de estabelecer redes de colaboração das escolas católicas em âmbito internacional e apresentou um plano de formação para os educadores salesianos nesse contexto.

 

Avaliação

“Os três eventos estão servindo para nós, da Rede Salesiana de Escolas, como um grande reforço para o que já estamos realizando no Brasil e, ao mesmo tempo, como um momento para conhecermos outras experiências em âmbito continental e no mundo; para percebermos outras pistas e caminhos que podem ser abertos”, avalia o Padre Nivaldo Pessinatti.

Irmã Maria Helena Moreira, também representante da Diretoria da RSE, demonstra o mesmo entusiasmo com as possibilidades abertas a partir da realização do Congresso Interamericano de Educação Católica e dos encontros educacionais salesianos. “Percebemos que os salesianos e as salesianas nas Américas estão buscando caminhos para a realização de redes. Nossa presença é estimulante para as demais inspetorias salesianas e também temos muito a aprender do caminho que eles estão percorrendo”, afirma. Por isso, a Rede Salesiana de Escolas investiu em ter uma delegação expressiva nos eventos. “A participação nesses encontros endossa o desejo de ser uma rede salesiana na América, como já somos no Brasil. A RSE tem muito a contribuir e a trocar nessa percepção de que estamos unidos, trabalhando em comunhão no mesmo anseio educativo de responder à juventude com a proposta que nos foi deixada por Dom Bosco e Madre Mazzarello”, finaliza.

 

A 13ª Travessia da Fé levou cerca de 200 romeiros a percorrerem, a pé, o caminho entre o bairro de Itaquera, na periferia Leste da Capital paulista, e o Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Norte, SP. A travessia foi realizada nos dias 14 a 20 de janeiro, tendo à frente o padre salesiano Rosalvino Morán Viñayo, diretor da Obra Social Dom Bosco de Itaquera. “Vamos caminhando, rezando, confessando, celebrando, rumo à casa da Mãe Aparecida. Fazemos isso há 13 anos, como um gesto de gratidão profunda a Ela que, como dizia Dom Bosco, fez tudo por nós”, explica o padre Rosalvino.

Os romeiros partiram de Itaquera na madrugada da segunda-feira, 14 de janeiro. A maioria é proveniente do próprio bairro e participa da paróquia dedicada à santa. Mas, entre os romeiros, havia pessoas de outras cidades e estados do País. Os romeiros levaram na caminhada uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, cruzes de madeira e uma urna, contendo os pedidos, promessas e agradecimentos das pessoas que não puderam participar. “Há pessoas que gostariam de ir conosco, mas por diversos motivos não podem. Então nós ofertamos aos pés da santa muitos pedidos e promessas que o povo faz. Pedindo a cura, a libertação, a vida”, completa o padre Rosalvino.

Os romeiros chegaram à cidade de Aparecida na sexta-feira, dia 18 de janeiro, para participar da celebração das 10h30 de sábado, no Santuário de Nossa Senhora Aparecida.

“Partilhar, estudar e rezar juntos o tema da educação, tal como nos foi comunicado por Dom Bosco” – este o objetivo indicado pelo padre Adriano Bregolin, vigário do reitor-mor, padre Pascual Chávez, na abertura da 31ª edição dos Dias de Espiritualidade da Família Salesiana (DEFS). Uma tarde intensa dedicada ao aprofundamento bíblico da Estreia, à escuta dos jovens e do reitor-mor.

 

Os trabalhos da conferência foram iniciados pelo padre Juan José Bartolomé, que desenvolveu o tema: “A alegria de viver em Cristo, coração da proposta salesiana de santidade juvenil”. O biblista apresentou uma reflexão salesiana sobre o versículo da Carta de São Paulo aos Filipenses que introduz a Estreia 2013: “Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito: alegrai-vos” (4,4). O Evangelho encerra um projeto de vida de ser indicado aos jovens, evidenciando a abordagem alegre à vida.

 

“A sua convicção pessoal de que não havia nenhum contraste entre servir a Deus e ser feliz, tinha como fundamento o intenso amor que devotava aos jovens: e porque os amava, queria-os alegres agora e na eternidade, como costumava dizer” – especificou o padre  Bartolomé, que fundamentou a sua exposição com referências bíblicas e de magistério pontifício e salesiano.

 

Leia a matéria na íntegra em InfoANS

Pagina 658 de 700