Em preparação ao bicentenário do nascimento de Dom Bosco, a Articulação da Juventude Salesiana (AJS), da Paróquia São Cristóvão, Curitiba, PR, participou de um retiro para refletir sobre a temática “Conhecendo Dom Bosco – sua história e pedagogia”. O retiro contou com a participação de 30 jovens da AJS e Comunidade Dom Bosco.

 

Com o dinamismo dos padres Edvaldo Nogueira, Ademir Ricardo e do Serviço de Animação Vocacional (SAV ), que assessoraram o retiro, os jovens puderam vivenciar um final de semana repleto de conteúdo, com boas reflexões sobre família, pedagogia e vocação. Também puderam interagir em uma bonita gincana, onde trabalharam o valor salesiano da festa e da alegria.

 

Inspetoria Salesiana São Pio X

Moacir Pereira, professor do curso de Administração do Centro Universitário Salesiano de São Paulo (Unisal) das unidades Americana e Campinas participou, entre os dias 11 e 12 de outubro, do III Congresso Internacional de Gestão Tecnológica e Inovação em Medellín, Colômbia. Moacir ministrou palestra sobre a adequação ambiental de resíduos eletroeletrônicos.

 

O docente é especialista em logística e este trabalho fundamentou um estudo de uma logística reversa na área de equipamentos eletromédicos. O objetivo do trabalho foi descrever uma metodologia para adequação de empresas fabricantes de equipamentos eletromédicos às diretivas europeias e à Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS, uma vez que as empresas precisam se enquadrar à diretiva nacional a partir de 2014. “O ponto principal dessa regulação é que as empresas fabricantes de equipamentos eletromédicos serão responsáveis pela destinação final dos produtos relativamente ao descarte adequado quando do término da vida útil dos equipamentos”, enfatizou o docente.

 

O Professor Moacir realiza seu pós-doutorado no Centro de Tecnologia da Informação (CTI) com o tema Logística Reversa de Equipamentos Eletromédicos na Região Metropolitana de Campinas.

 

Inspetoria Salesiana de São Paulo

Michael Koenen, um dos fundadores e gestores da organização "Kinder Helfen Kindern, Grenzenlos e. V.”, que em português significa Crianças Ajudam Crianças sem Fronteiras, localizada na cidade de MÜELHEIM na Alemanha esteve em Itajaí entre os dias 10 e 14 de outubro. Acompanhado da filha Karina, Michael foi recepcionado pelo diretor do Parque Dom Bosco, P. Sandro Poffo. “É com muito carinho que recebemos Michael que é nosso benfeitor há muitos anos, acompanhado da sua filhinha Karina que fala apenas algumas palavras em português. Todos os anos Michael visita nossa casa e é a segunda vez que Karina o acompanha. Sejam bem vindos”. Michael agradeceu a recepção dos Salesianos e dos educandos e participou também do Festival de Talentos no dia 11. Através da organização que representa, Michael beneficiou o Parque em vários momentos nessas duas décadas de amizade. No ano de 1994 o Parque recebeu a doação de bicicletas que foram utilizadas por vários anos pelos educandos da instituição salesiana. E em 2006 a organização "Kinder helfen Kindern, Grenzenlos e. V.” e o grupo “Eine Welt Gruppe” traduzido para grupo do uno mundo, também conhecida com o nome “St. Konrad”, na cidade de Bergisch Gladbach Hand, ambas, da Alemanha foram as grandes responsáveis pelo patrocínio do parquinho infantil utilizado até os dias de hoje pelas crianças da obra social.

 

A Equipe de Coordenação da ECOSAM (Equipe de Comunicação Social América) reuniu-se para o seu encontro anual, de 2 a 10 de outubro, na Casa Provincial da Inspetoria Nossa Senhora da Penha, no Rio de Janeiro – Brasil.

 

O encontro teve como objetivo avaliar o caminho percorrido para atingir as linhas prioritárias do Plano Trienal da ECOSAM 2012/2014 e propor metas para 2013.

 

O referido encontro foi presidido pelas Presidentes das conferências:

Ir. Ena Bolaños, presidente referente da ECOSAM América;

Ir. Rosa Idália Pesca, presidente da CIB e referente da ECOSAM Brasil.

Coordenadoras de Comunicação das conferências  e membros da ECOSAM  que participaram do encontro:

Ir. Andrea Sosa – CICSAL (Conferência Interinspetorial do Cone Sul da América Latina)

Ir. Aída Bohórquez – CINAB (Conferência Interinspetorial das Nações Bolivianas)

Ir. Ma. Socorro Tabosa – CIB (Conferência Interinspetorial do Brasil)

Ir. Antoinette Cedrone – NAC (Conferência North American)

Ir. Susana Li Tong - CIMAC (Conferência Interinspetorial de México, Antillas y Centro América)

 

Como assessor, contamos com a presença de Dr. Ismar de Oliveira, coordenador do Núcleo de Comunicação e Educação da Universidade de São Paulo, membro do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais do Vaticano.

 

Dr. Ismar, na sua fala, explicou a diferença do termo Educomunicação em relação a outras teorias de comunicação,  partilhou algumas experiências da sua prática educomunicativa e ajudou-nos a fazer a leitura na ótica educomunicativa do Gong 5, documento elaborado pelo Âmbito de Comunicação Social do Instituto das FMA, considerando que esse fascículo deve ser assimilado em estreita continuidade com o Gong 4.

 

Recordou e aprofundou elementos essenciais para a construção de processos educomunicativos. Entre eles:

- A Educomunicação deve sercolocada na intersecção entre Educação - Comunicação como mediação dessas experiências que vai além do uso crítico dos meios de comunicação.

- A Educomunicação não deve se preocupar com o uso dos meios de comunicação, mas com a convivência das pessoas que estão inseridas no mundo da comunicação.

- A Educomunicação é essencialmente um processo de participação comunitária e não individual.

- A Educomunicação é um processo que deve ser acompanhado em todas as fases, tentando gerar, entre todos, controle social e códigos de ética que nos permitam crescer nos valores e ideias que sugerimos.

 

Irmã Giuseppina Teruggi, Conselheira para o Âmbito da Comunicação Social do Instituto apresentou-nos o quinto volume da coleção do Gong, intitulado "Na cultura da Comunicação - Um mapa para nos guiar." O mesmo será apresentado a todas as coordenadoras de comunicação das Inspetorias através de vídeo-conferência, no dia 27 de outubro.

 

Em seguida, a equipe retomou o Plano Trienal e sugeriu  como fundamentação, alguns capítulos dos documentos do Instituto (Nos Sulcos da Aliança, Cooperação para o desenvolvimento e Linhas Orientadoras da Missão Educativa) para favorecer a assimilação dos conteúdos em sintonia com o tema da Educomunicação, na formação inicial e na permanente.

 

Entre os empenhos assumidos no final do encontro, para 2013, citamos:

- Estudar e aprofundar o Gong 5.

- Alimentar a página web:http://www.educomunicacion.orgcom práticas educomunicativas.

-Acompanhar as linhas do plano trienal 2011/2014 em cada conferência.

- Impulsionar, em cada Inspetoria, a Educomunicação como prática, em sinergia de convergência interâmbitos.

- Animar a formação permanente a profundar temas educomunicativos.

O encontro da equipe de coordenação da ECOSAM foi enriquecido com um passeio pela Cidade do Rio de Janeiro, local onde acontecerá a Jornada Mundial da Juventude.

 Agradecidas pelo apoio e atenção que nos dispensou a comunidade que nos acolheu - Inspetoria Nossa Senhora da Penha, retornamos às nossas Inspetorias convictas de que o processo da Educomunicação é construído, no dia a dia, em parceria com a comunidade Inspetorial.

A pesquisadora Leila Aguilera, professora de Química do 2º ano (ensino médio) no Colégio Dom Bosco (Paralela), em Salvador, BA, foi destaque no jornal "A Tarde" graças às  pesquisas realizadas para aproveitamento da cana-de-açúcar. Leila coordena o Núcleo de Química Verde, laboratório da Univesidade Salvador (Unifacs), na capital baiana.

 

Segundo a reportagem, atualmente apenas 8% do bagaço da cana-de-açúcar são utilizados no processo de produção de etanol e açúcar. Os outros 92% são reaproveitados, principalmente, para gerar energia elétrica. A pesquisa orientada por Leila pretende mostrar que, com o material, é possível produzir também os chamados biocombustíveis de segunda geração, nome dado ao álcool feito com os resíduos da cana. Trata-se de uma das alternativas mais promissoras e ambientalmente sustentáveis para a substituição de combustíveis fósseis. Estudos nessa linha já são realizados em universidades de alguns estados brasileiros, como Rio de Janeiro e São Paulo, mas o núcleo de pesquisa de Leila, na Bahia , será o primeiro do Nordeste a desenvolver um projeto com esse propósito.


Leila explicou à reportagem os possíveis benefícios ambientais e econômicos do empreendimento. “O mais interessante deste processo é que é possível obter entre 30% a 40% mais etanol por hectare de cana plantado. Isso significa que é possível aumentar substancialmente a produção do biocombustível, sem a necessidade de ampliar a área plantada de cana-de-açúcar", explicou.

 

Confira a matéria na íntegra.

RSE Informa

Pagina 641 de 659