A estudante salesiana Thainá Amorim Carvalho, 10 anos, do 5° ano do ensino fundamental do Colégio Salesiano Dom Bosco (Paralela), em Salvador, BA, já é uma promessa para o tênis nacional. Neste ano, disputando com meninas de idade mais avançada, ela ganhou a Copa Futuro de Tênis, promovida pela Winner Tennis Academia, entre atletas de 12 anos. Desde o ano passado, a aluna já acumula oito conquistas de primeiro, segundo e terceiro lugares em diversas competições regionais.

 

Thainá começou aos oito anos, treinando na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) e agora aprimora seu talento no Centro de Treinamento da Federação Baiana de Tênis. O amor ao tênis é estimulado pela família e levou o pai de Thainá a aderir também ao esporte. O maior sonho da aluna é um dia jogar na tradicional competição de Roland Garros, na França.

 

RSE Informa

O Congresso Continental Memórias do Oratório 2012 realiza-se em Quito, no Equador, entre os dias 9 e 15 de setembro.  O evento, que tem por objetivo difundir e compreender profundamente as Memórias do Oratório de São Francisco de Sales, escritas por Dom Bosco, conta com a participação de docentes e estudiosos salesianos de várias inspetorias.

 

Participam do Congresso cerca  de 80 membros da Família Salesiana das inspetorias das Antilhas, Argentina,  Bolívia,  Brasil, América Central, Colômbia, Peru, Equador, Haiti, México, Paraguai, Chile, Estados Unidos e Venezuela, sendo que a inspetoria salesiana do Nordeste do Brasil é representada pelos padres Eudes Barreto, Anderson Alvelino e Carlos Junior. "A Família Salesiana no mundo se prepara para celebrar o bicentenário do nascimento de Dom Bosco, carismática raiz dessa árvore frondosa, que é alimentada pelas águas do evangelho sonhado pelas crianças e os pobres", disse, durante o Congresso, o padre Marcelo Farfán, inspetor do Equador.

 

O reitor-mor, padre Pascual Chávez, enviou aos participantes do congresso uma saudação, onde destaca que, para a Família Salesiana, comemorar o bicentenário significa começar uma jornada para se aproximar de Dom Bosco, conhecê-lo mais profundamente, amá-lo mais intensamente e imitá-lo mais de perto.

 

Durante o Congresso, que será encerrado no próximo sábado, 15 de setembro, se formarão painéis para apresentar as dimensões estudadas previamente nas inspetorias em relação ao contexto atual (sócio-familiar, educativa e espiritual).

 

No primeiro ano de preparação para o bicentenário, o reitor-mor da Família Salesiana confiou as Memórias do Oratório de São Francisco de Sales, escrito por Dom Bosco a pedido explícito do Papa Pio IX. Junto com este "livro de família" - escrito por seu pai para os seus filhos - foi recomendado o estudo da historiografia crítica de Dom Bosco, a fim de aprofundar o conhecimento do homem, o educador e o santo, e localizar suas inspirações, motivações e escolhas a favor dos necessitados para atualizá-los em um nível pessoal e comunitário.

Anna Letícia Costa Areias, aluna do 2º ano do ensino médio do Colégio Salesiano Região Oceânica, em Niterói, RJ, conquistou o 1º lugar na V Taça Brasil Correios de Futsal, realizada em agosto, no ginásio Verdão, em Teresina, PI. A aluna da Rede Salesiana de Escolas (RSE)  integra a equipe Fluminense Atlético Clube (Niterói), categoria sub 17, e, junto com seu time, brilhou na segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

 

A estudante desenvolve suas habilidades na equipe de treinamento esportivo do colégio salesiano e já garantiu medalhas importantes defendendo a camisa do colégio. “Foi aqui que aprendi os passos fundamentais do futebol. Com o Ronaldo Neves, professor salesiano de Educação Física, aprendi a base das movimentações. Por meio do esporte aprendemos muitas coisas, fazemos várias amizades e ainda nos mantemos em forma”, conta Anna Letícia.

 

O talento da aluna não se restringe ao futsal. Ela se destaca ainda nas aulas de Exatas: “Penso, profissionalmente, em seguir algo nessa área, pois gosto de Matemática”. Anna Letícia também não fecha as portas para os esportes e se diverte ao dizer que, como jogadora,  “está aberta para planos internacionais”.

Os alunos das oficinas de costura artesanal e artes manuais, do programa oficinas alternativas do Parque Dom Bosco, em Itajaí, Santa Catarina, receberam entre os dias 5 e 6 de setembro, o Projeto Fotografia na Lata. A atividade, promovida pelos acadêmicos da disciplina de fotografia analógica e projeto interdisciplinar do segundo período do tecnólogo em fotografia da Univali (Universidade do Vale do Itajaí), mostrou aos alunos do Parque Dom Bosco como é a fotografia de pinhole.

 

Segundo o professor da Universidade Univale, Eduardo Gomes, a técnica de pinhole tem por objetivo mostrar o principio básico da fotografia, que consiste no uso de uma câmera escura que pode ser produzida com uma lata de leite em pó achocolatado ou até mesmo uma caixa de sapato, desde que devidamente vedada à entrada de luz, exceto pela lente da câmera, que nada mais é do que um orifício feito com um buraco de agulha ou alfinete. daí o nome 'pinhole', expressão em inglês para estes acessórios.

 

Durante a atividade, os educandos tiveram a oportunidade de aprender sobre a técnica de pinhole, criar a própria câmera, fotografar e ainda revelar as próprias fotos, no laboratório improvisado pelos acadêmicos no Parque Dom Bosco. “O resultado é surpreendente, pois além de belas imagens feitas pelos jovens fotógrafos, podemos observar a paixão despertada pela fotografia no olhar das crianças que ficam deslumbradas com a latinha mágica e com as fotos aparecendo no revelador no laboratório improvisado”, diz o professor Eduardo.

 

Os acadêmicos do curso de fotografia da Univali promovem a cada semestre uma oficina de fotografia pinhole para crianças. De acordo com Eduardo já foram realizadas oficinas de fotografia pinhole em escolas públicas da rede municipal de ensino de Florianópolis, no segundo semestre de 2011 e no primeiro semestre de 2012. “Sempre buscamos parceria com escolas, de preferências públicas. E hoje estamos aqui no Parque Dom Bosco”, explica o professor.

 

Terça, 11 Setembro 2012 13:58

Vivência Vocacional Salesiana

Escrito por

Nos dias 07 e 08 de setembro de 2012 foi realizado, no Aspirantado São Francisco de Sales, na cidade de Rio do Sul/SC, a Vivência Vocacional Salesiana (VIVOS). O evento foi promovido pela Inspetoria Salesiana São Pio X, destinado para jovens e adolescentes oriundos do PR, SC e RS.

Participaram do encontro 19 adolescentes e jovens. Os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul tiveram quatro representantes, respectivamente. Já o Paraná contou com 11 participantes. O encontro se desenvolveu em clima de alegria e fraternidade, com orações, dinâmicas de grupo e momentos formativos preparados pelos Salesianos presentes e pelos Aspirantes.

Estiveram presentes alguns salesianos: os coordenadores da pastoral vocacional de cada Estado (do Paraná o S. Luiz Opata, de Santa Catarina o Diác. Juracir Deretti, e do Rio Grande do Sul o S. Giovane de Souza); o Pe. Asídio Deretti, Vice-Inspetor e Delegado Inspetorial da Animação Vocacional; o Pe. Ademir Ricardo Cwendrych, Delegado Inspetorial da Articulação da Juventude Salesiana; o Ir. Anderson de Jesus e os tirocinantes S. Jeferson Junio Moreira e S. Luiz Bizarello.

O processo vocacional começou com o Projeto de Vida local; em seguida, os jovens participaram do Projeto de Vida estadual, onde disseram o "Sim" para continuar o discernimento vocacional; alguns são adolescentes e jovens que participaram da Animação Missionária Juvenil Salesiana (AMJ), em julho do presente ano, e foram acompanhados pelos salesianos.

Pagina 616 de 625