O Colégio Salesiano Itajaí realiza, entre os dias 16 a 22 de novembro, a XXXVIII OLIS – Olimpíada para os alunos do Ensino Fundamental séries finais e Ensino Médio. A abertura do evento , em 16 de novembro, contou com a presença de todas as turmas, surpreendendo os organizadores. “Os alunos compareceram em peso, mostrando o quanto valorizam o esporte e este evento em especial”, afirma Gustavo Bussmann, coordenador de esportes.

A abertura deste ano teve como pano de fundo os jogos olímpicos mundiais e cada uma das salas representou uma das modalidades da competição. A música "Imagine", de John Lennon, foi tocada pela equipe de música, representando o coro do colégio ao pedido de paz mundial . A abertura contou ainda com apresentações de dança dos alunos do ensino fundamental e terceirão.

Neste ano o tema do evento foi “Com Dom Bosco ninguém fica parado”, valorizando a figura do fundador dos salesianos como incentivador dos esportes. Os jogos tiveram inicio já na noite de sexta-feira, 16 de novembro, e seguem durante a semana, nas modalidades de basquete, voleibol, handebol e futsal. Ao final de cada modalidade os alunos recebem as premiações.

“Que bom ver todos competindo com alegria e entusiasmo. Dom Bosco fez-se presente no meio desta linda festa”, afirmou o diretor P. Arcangelo Deretti.



Confira as fotos em http://www.salesianoitajai.g12.br/noticias/abertura-da-xxxviii-olis

O SINEPE-RS (Sindicato do Ensino Privado) divulgou o nome das instituições vencedoras do 10º Prêmio destaque em comunicação, 7º Prêmio de Responsabilidade Social e 3º Prêmio Inovação em Educação. O Colégio Salesiano Dom Bosco, Porto Alegre, foi ouro e prata no Prêmio Inovação em Educação, na categoria Gestão Pedagógica. Ouro com o projeto “Para mudar o mundo: agentes de um mundo possível” e prata com o projeto “Portfólio Digital”. A Instituição será homenageada no próximo dia 4 de dezembro, no Teatro da PUCRS em Porto Alegre, data em que o sindicato comemora 64 anos.

 

Os projetos vencedores participaram de duas etapas de avaliação: na primeira, os jurados avaliaram os projetos escritos. Os três trabalhos com as melhores médias foram classificados para a segunda fase de julgamento, em que foram defendidos em audiência pública para um corpo de jurados. A soma das duas notas (primeira e segunda fase) gerou a média final do projeto e sua colocação nas premiações. As apresentações foram abertas ao público e ocorrem na Fundação Getúlio Vargas, também em Porto Alegre.

 

No dia 04 de dezembro serão premiadas 23 instituições de ensino (que participaram com um total de 44 projetos) vencedoras dos Prêmios Destaque em Comunicação, Responsabilidade Social e Inovação em Educação. Também serão homenageadas 12 instituições que completam 50 e 75 anos em 2012. Outro destaque do evento será a entrega do Prêmio Excelência em Comunicação ao Grupo RBS, pela realização da campanha A Educação Precisa de Respostas e o Prêmio Excelência em Responsabilidade Social ao movimento Todos Pela Educação.

 

Conheça os projetos vencedores:

 

Projeto Para mudar o mundo: Agentes de um mundo possível

 

A proposta do projeto surgiu em 2011, quando os professores de Língua Portuguesa do Colégio se questionaram sobre a formação integral do estudante, por meio de ações que o “tirassem do lugar comum” e lhes promovesse uma habilitação para a vida. E em 2012, o projeto foi desenvolvido com as turmas de 1º e 2º anos do ensino médio.

 

A ação pedagógica do projeto se deu de duas maneiras: a primeira, com o propósito de TOMADA DE CONSCIÊNCIA, em que foram utilizadas leituras de obras literárias, visualização de filmes e clipes musicais e uso de sites da internet, no propósito de conscientizar os jovens sobre seu papel na sociedade, bem como sobre as formas de atuação possíveis nesta realidade social.

 

A segunda parte do projeto se deu com o propósito de TOMADA DE ATITUDE, em que foram realizadas oficinas de contação de histórias com os estudantes, que participaram de forma espontânea e voluntária, bem como ações de promoção de incentivo à leitura da literatura com as crianças que frequentam a sala de recreação do Hospital da Criança Conceição.

 

O Projeto “Para mudar o mundo: Agentes de um mundo possível” procura desenvolver nos jovens mais do que apenas conhecimentos, procura aprimorar neles a proposta de educação humanizadora, que prepara para a vida em sociedade, transformando-os em agentes de modificação social, além de desenvolver neles o senso estético e, consequentemente, o prazer de ler e escrever.

 

Portfólio Digital

 

O Portfólio é um sistema de registros muito utilizado na área da educação, tendo a finalidade de acompanhar o desenvolvimento e as atividades realizadas com os alunos. Neste processo, mensalmente são coletados trabalhos, fotos, produções individuais ou coletivas que passam pelo processo de digitalização e arquivamento nos links disponibilizados no arquivo específico da turma, como filmagens de festas, apresentações, saídas de campo.

 

Ao realizar as atividades, as professoras vão registrando depoimentos, observações e junto com os alunos vão fazendo as retomadas do conhecimento, a observação das conquistas, a verificação das dúvidas, as descobertas de cada um. Tudo isso se transformará em matéria-prima para a confecção do Portfólio. O Portfólio Digital torna-se, assim, também um instrumento onde alunos e professores estão continuamente refletindo sobre o ensino e a aprendizagem.

 

Assessoria de Imprensa Colégio Dom Bosco

 

 

 

O brado em defesa das meninas da longíqua cidade de São Gabriel da Cachoeira, AM,  não é de hoje.  Irmã Giustina Zanato, FMA, vem denunciando os abusos sofridos por crianças e adolescentes indígenas, desde 2008. Mas foi só recentemente que essas denúncias ganharam manchete na grande imprensa. A primeira resposta veio na forma de ameaça!

A cidade, encravada na selva amazônica, fica quase na fronteira do Brasil com a Colômbia. A situação econômica da região é de muita pobreza e a falta de recursos, a distância dos grandes centros, associadas à ausência de perspectivas de vida, têm sido os fatores que lastreiam os abusos e prostituição, amparados pela impunidade.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Ir. Giustina diz que está cumprindo seu papel de missionária.  Natural de Marostica, província de Vicenza, na Itália, chegou ao Brasil em outubro de 1984. Atualmente exerce a função de presidente do Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente e coordena o programa assistencial "Menina Feliz", que atende vítimas de violência sexual e abandono.

"Denúncias foram feitas, mas não vimos o resultado. É muito triste pensar que quem se colocou ao lado da Justiça é injusto", diz a missionária.

Irmã Giustina prestou depoimento no inquérito da Polícia Federal e diz que não teme as ameaças. "Eu ando na cidade toda e não tenho medo. Sei que estou fazendo o meu papel como religiosa, como alguém que se sente parte da família indígena e que me acolheu tão bem no Brasil."

Quarta, 21 Novembro 2012 16:38

Marca salesiana é a mais lembrada em Natal

Escrito por

Pelo terceiro ano, o Colégio Salesiano São José recebeu o prêmio Top Natal 2012 (o top of mind da Capital potiguar) por ter sido a marca mais lembrada pelos natalenses no segmento "Colégio Particular". O troféu foi recebido pelo salesiano padre José Mauro da Silva, diretor dos colégios São José de Natal e Dom Bosco de Parnamirim, no dia 8 de novembro.  O prêmio, que completa 11 anos em 2012, é realizado em parceria do jornal "Tribuna do Norte" com a "Consult". Além do Salesiano, outras 34 empresas foram premiadas em segmentos diversos. De acordo com padre Mauro, “a forma como a escola leva em consideração os valores humanos, sem amolecer no quesito educacional, faz com que o Salesiano seja a primeira lembrança positiva que os natalenses têm quando questionados sobre opções de escolas particulares”.

 

RSE Informa

Matheus Barreto, aluno do 9º ano no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora (INSA), no Rio de Janeiro, RJ, vem se destacando como atleta de jiu-jítsu e luta olímpica (wrestling). Recentemente, o aluno foi campeão da Taça Rio 2012 (Campeonato Carioca de Jiu-jítsu) e vice-campeão estadual de luta olímpica. “Essas conquistas significaram muito para mim porque eu não tinha certeza do que eu queria ser quando crescer. Quando eu entrei no tatame e senti aquela adrenalina, eu logo pensei: é isso que eu quero para minha vida”, declarou Matheus.

 

Matheus conta que começou a praticar o esporte para manter a forma e levar uma vida saudável, mas logo o seu professor percebeu que ele teria potencial para competir. “Foi isso que eu fiz, e acabei me apaixonando pela luta, me dedicando cada vez mais”, revela.

 

Ao falar de seus objetivos como atleta e estudante, Matheus apresenta uma única resposta: “Treinar, treinar, esse é o segredo para as vitórias. Quero me dedicar ao máximo para ter bons resultados nos campeonatos e no colégio”.

 

RSE Informa

Entre os dias 9 e 11 de novembro foi realizado o 17º Festival da Juventude Salesiana, no Colégio Salesiano Sagrado Coração, em Recife. O evento reuniu mais de 1.000 jovens vindos dos vários estados da região nordeste do Brasil, organizados em mais de 30 delegações, e teve como tema “Juventude e Vida” e o lema “Viver para mim é Cristo” (Fl 1, 20).  Os participantes são todos integrantes de grupos juvenis ligados à Articulação da Juventude Salesiana (AJS), como coloca o coordenador do evento e delegado da Pastoral Juvenil Salesiana: “ O festival é uma grande confraternização no final do ano com os jovens que estão ligados aos grupos juvenis de diversas realidades das casas salesianas ou não, que se identificam com a espiritualidade salesiana, que se organizam em conselho e tem representatividade. É uma grande confraternização porque o ano inteiro nós acompanhamos esses grupos de jovens, nós acompanhamos a caminhada, a formação de vida e tantas coisas bonitas que acontecem ao logo do ano.”

 

Pagina 716 de 745

Busque por data

« Novembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Comentários