Quinta, 10 Janeiro 2019 13:17

Jovens fazem missão na área do Rio Negro

Escrito por  Antonio Veiga Neto – SDB
Classifique este artigo
(0 votos)

No período de 8 a 25 de janeiro de 2019, sete jovens das inspetorias de Porto Alegre, São Paulo e Belo Horizonte são enviados para uma experiência missionária na Amazônia. A preparação acontece em três dias de formação após uma caminhada suficiente nas presenças salesianas do país. Os jovens estão a caminho da comunidade de Maturacá, junto ao povo Yanomami, lugar localizado no município de São Gabriel da Cachoeira, AM, no Alto Rio Negro, onde a presença salesiana é de cunho evangelizador com catequese, oratório e itinerância. Este é um projeto interinspetorial, organizado pelos delegados da animação missionária do Brasil salesiano.

 

Os jovens, como protagonistas de seus sonhos, aceitam este desafio não somente como uma aventura, mas como uma resposta ao chamado de Deus que brota do anseio pela grandeza do encontro com o próximo, com sua diferença, língua e costume. Os jovens são universitários, empregados e voluntários que aderiram à proposta para enriquecer e somar sua caminhada de cristãos que necessitam de um fervor de fé, para contribuir de um modo concreto no seio da Igreja.

 

A experiência missionaria é motivada com a temática do sínodo da Amazônia: “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”. Esta região, que é habitada há mais de 10 mil anos, acrescenta na Igreja uma rica espiritualidade que com a diversidade de povos e culturas, vem trazendo o tom de uma Igreja viva que se preocupa com a dignidade da pessoa humana e que colabora com a propagação do Evangelho traduzido ao/pelo caboclo amazônico. A riqueza ambiental da Amazônia necessita de uma voz cristã para sua preservação e sustentabilidade, respeitando suas particularidades que são muito importantes para o Brasil e para o mundo.

 

O grupo é liderado pelo padre Reginaldo Cordeiro, delegado da animação missionária salesiana na Amazônia e vice inspetor da Inspetoria São Domingos Sávio (de Manaus), que recebe os jovens juntamente com o padre Sergio, da inspetoria São Pio X (de Porto Alegre). Sendo indígena da etnia arapaço, o padre Reginaldo colabora com o seu testemunho de rionegrino, que com diversas experiências de missão, ele partilha da vida que anima a vocação daqueles que estão abertos a acolher a singularidade do índio-ribeirinho do Amazonas.

 

O inspetor, padre Jefferson Luís, enviou para assessoria desta experiência os salesianos pós-noviços, Antonio Veiga e Gustavo Sousa, que com o entusiasmo vocacional colaboram com a presença de apoio e animação do grupo. O Brasil salesiano realiza este rico envio florescendo a congregação em nome da Inspetoria de Porto Alegre com os jovens: Gilson de Oliveira, Ana Caroline e o Padre Sergio. Da Inspetoria de Nossa Senhora Auxiliadora (de São Paulo) os jovens: Rodrigo Rufino e Letícia Marques. Da Inspetoria São João Bosco (de Belo Horizonte) os jovens: Miguel Alvarenga e Celso Dias.

Fonte: Inspetoria São Domingos Sávio

Lido 99 vezes

Deixe um comentário