Quinta, 23 Agosto 2018 17:57

Bispos da Amazônia se pronunciam contra a intolerância aos venezuelanos

Escrito por  Com informações REPAM
Classifique este artigo
(0 votos)

Os bispos e representantes das dioceses e prelazias da região amazônica manifestaram hoje (23 de agosto), em carta aberta, o repúdio à violência ocorrida em Pacaraima contra imigrantes venezuelanos. Assinam a carta todos os participantes do III Encontro da Igreja Católica da Amazônia Legal, evento preparatório ao Sínodo Especial para a Amazônia. Os participantes do encontro também expressam sua solidariedade às vítimas e o apoio às entidades e comunidades católicas que estão acolhendo e protegendo os refugiados. Leia a seguir a íntegra do documento:

 

Pacaraima: indignação e solidariedade

 

"Era estrangeiro e tu me acolheste" (Mt 25, 35a)

 

Nós, 58 bispos e 27 demais representantes de Prelazias e Dioceses reunidos em Manaus (AM) de 20 a 23 de agosto no III Encontro da Igreja Católica da Amazônia Legal, convocados pela Comissão Episcopal para a Amazônia da CNBB para dialogar sobre o Sínodo Especial para Amazônia tomamos conhecimento dos violentos atos ocorridos no dia 18 de agosto em Pacaraima, Roraima. Inspirados pelo Evangelho de Jesus Cristo, tornamos pública nossa indignação com a intolerância manifestada contra as mulheres, homens e crianças, refugiados venezuelanos. Já o profeta Zacarias nos adverte: “não oprimam a viúva e o órfão, nem o estrangeiro e o necessitado.” (Zc 7, 10)

 

Expressamos nossa solidariedade com as famílias que sofreram a violenta expulsão do Brasil e nos edificamos com as pessoas, instituições e comunidades católicas que acolhem e protegem nossos irmãos e irmãs migrantes.

 

Reconhecemos que a situação é crítica, principalmente pela ausência de uma ação integrada e eficaz das esferas municipais, estadual e federal do Estado Brasileiro, que assegure a acolhida humanitária aos refugiados. Insistimos que o governo da Venezuela supere as causas geradoras desse deslocamento forçado.

 

Lembramos que os refugiados pertencem a povos da Amazônia e merecem respeito à sua dignidade e aos Direitos Humanos. Dizemos BASTA ao ódio e SIM à acolhida fraterna.

 

Que a Virgem de Nazaré, Rainha da Amazônia, interceda pelos povos da Amazônia para que o Espírito de Deus nos indique os caminhos de vivermos como irmãs e irmãos.

 

Manaus (AM), 23 de agosto de 2018.

 

Bispos católicos da Amazônia Legal e demais representantes participantes no III Encontro  

Cardeal Dom Cláudio Hummes

Presidente da Comissão Episcopal para Amazônia da CNBB

Presidente da REPAM - Rede Eclesial Pan-Amazônica

Lido 481 vezes

Deixe um comentário