Terça, 17 Julho 2018 17:30

Solidariedade entre Síria e México: “Sabemos que tampouco a vossa situação é fácil”

Escrito por  ANS
Classifique este artigo
(0 votos)

Quando, no passado mês de abril, o padre Ángel Fernández Artime, Reitor-mor dos Salesianos, visitou a Inspetoria do México-Guadalajara (MEG), haviam passado somente poucos dias da sua precedente visita aos jovens e aos Salesianos da Síria.

 

O padre Artime, durante a sua permanência na Síria, havia falado de ‘esperança’ num lugar em que é difícil ‘esperar’: mas pôde fazê-lo graças ao testemunho de tantos jovens com que pudera se encontrar: jovens generosos que, apesar das dificuldades da guerra – sabendo que o X Sucessor de Dom Bosco iria visitar, dentro de pouco, o México – decidiram cumprir um gesto de solidariedade fraterna para com os rapazes mexicanos.

 

Fala-se de um gesto muito concreto: recolheram 200 dólares, que foram entregues ao Reitor-Mor para que os destinasse a uma obra salesiana necessitada da Inspetoria salesiana MEG. A obra escolhida foi a de Nuevo Laredo, no Estado de Tamaulipas, onde os Salesianos animam um oratório numa área marcada pela presença radicada de grupos criminosos.

 

Enquanto estava em Guadalajara e visitava outras cidades naquela Inspetoria, o Reitor-Mor falou aos jovens e aos Salesianos ali presentes dos seus encontros na Síria: aquelas palavras tocaram também o coração dos jovens mexicanos, os quais quiseram reciprocar a solidariedade dos jovens sírios. E assim, durante a festa inspetorial dos oratórios, feita em Nogales, Estado de Sonora, de 27 a 30 de abril, foi recolhida a importância de 350 euros para ser mandada à Síria.

 

Nesse ‘evento’ todo, o que menos importa é quantia enviada de parte a parte. O que ao invés é significativo é que ninguém desses jovens ficou insensível às aflições vividas por outros e outras (crianças, adolescentes e jovens). Cada um desses jovens dos oratórios salesianos, seja na Síria, seja no México, quis dar quanto podia para mandar um abraço à distância aos seus coetâneos.

 

“Obrigado pelas vossas orações e por essa linda expressão de solidariedade – escreveu o P. Alejandro León Mendoza, Ecônomo Inspetorial do Oriente Médio, agradecendo o gesto de solidariedade correspondido pelos oratorianos mexicanos – . Sabemos – acrescentou num e-mail de 11 de julho passado – que tampouco a vossa situação é fácil”.

Lido 248 vezes

Deixe um comentário