Segunda, 11 Junho 2018 17:38

Mensagem da Madre Yvonne Reungoat

Escrito por  Portal FMA
Classifique este artigo
(0 votos)

Por ocasião da Solene Celebração dos 150 anos de Consagração da Basílica de Maria Auxiliadora de Turim, a Madre Geral das FMA enviou uma mensagem que foi lida por Ir. Phyllis Neves, Conselheira Visitadora representante da Madre.

 

Mensagem da Madre Geral – Madre Yvonne Reungoat, FMA, pelos 150 anos da Consagração da Basílica de Maria Auxiliadora

 

Caríssimo Pe. Stefano Martoglio, caríssimo Inspetor Pe. Enrico Stasi e Irmãos Salesianos, caríssima Ir. Elide Degiovanni Inspetora, caríssimas irmãs Filhas de Maria Auxiliadora, caríssimos membros da Família Salesiana e peregrinos devotos de Maria Auxiliadora, e quantos por diferentes títulos, estão presentes, ainda que distante fisicamente, estou em comunhão profunda convosco e desejo compartilhar a alegria por este evento especial, aos pés da Virgem Maria Auxiliadora.

 

Como Filhas de Maria Auxiliadora somos o monumento vivo querido por Dom Bosco, para exprimir o agradecimento a Maria. As pedras desse santuário, que Ela mesma construiu para si, como milagre de graça, não bastavam para exprimir o agradecimento. Eram necessários corações vivos: por isto, hoje, a 150 anos da consagração da basílica, todas as Filhas de Maria Auxiliadora dos cinco continentes nos encontramos aqui, em uma imensa peregrinação espiritual, juntamente com os jovens, as leigas e leigos de nossas realidades e com o povo de Deus, variegado e multicultural do mundo inteiro. Todos, como cristãos, somos também marianos. Maria realmente nos doa Jesus e nos leva a Jesus.

 

Olhando para Ela percebemos com admiração os anúncios diários que a palavra do Senhor nos dirige. O seu silêncio de adoração nos permite distingui-los entre as muitas proclamações e promessas do mundo. Com Ela experimentamos a surpresa de sermos olhados por Deus, amados por Ele e enviados.

 

Maria nos ensina a nos pormos a caminho para encontrar os homens e as mulheres de hoje e contagiá-los com vida e esperança, especialmente o coração dos jovens.

 

Maria nos ajuda a superar o senso de impotência e de indiferença para com nossos irmãos e irmãs, a falta de confiança nas relações.

 

Ela nos envolve em uma pressa santa até solicitar a Jesus que cumpra o milagre do vinho novo: o vinho da alegria que transforma os corações e os abre à novidade do Espírito Santo. Com o coração de Maria afirmamos que a vida, especialmente aquela frágil, descartada, ofendida em sua dignidade, é preciosa e merece nossos cuidados com uma particular atenção aos detalhes.

 

A ti, Mãe, confiamos os esforços e as dores da humanidade. Entregamos o desejo de quantos estão em busca da própria vocação, daqueles que perderam o sentido da vida ou não mais o procuram.

 

Torna-nos abertos à ação do Espírito Santo, para que possamos escrever na existência cotidiana uma página nova de história: na humildade e na pequenez, na ternura e na compaixão, inclinando-nos com urgência sobre as situações de maior necessidade e fragilidade.

 

Dá-nos olhos capazes ainda de se maravilhar, de ver o novo que está surgindo agora, de se abrir para o mistério.

 

Faze que todos, especialmente as jovens e os jovens, descubram que não são apenas destinatários de um anúncio, mas que a própria vida deles é uma missão nesta terra.

 

Forma em todos nós um coração aberto à confiança, capaz de transmiti-la aos jovens para que não se sintam hóspedes, mas filhos prediletos na casa de Deus, e por isso disponíveis a uma fraternidade sem barreiras, ao serviço imediato e solícito para com os outros. E concede-nos também aprender com eles o frescor e a generosidade, o desejo de esforçar-nos por algo de belo e de grande.

 

A ti, Mãe, entrego o desejo profundo de santidade presente no coração de cada Filha de Maria Auxiliadora: aquela santidade simpática e atraente da qual deram testemunho São João Bosco e Santa Maria Domingas Mazzarello, cuja relíquias estão conservadas nesta Basílica.

 

Invoca sobre nós todos, de teu Filho Jesus, o abraço abençoado do Pai. AMÉM!

 

Turim, 9 de junho de 2018 Suor Yvonne Reungoat, FMA

Fonte: Portal FMA

Lido 281 vezes

Deixe um comentário