Imprimir esta página
Quinta, 12 Abril 2018 15:16

INSG/Castelo: Juventude presente do Encontro de Espiritualidade Salesiana da AJS

Escrito por  Moira Paula - Assessoria de Comunicação Salesiana
Classifique este artigo
(1 Voto)
INSG/Castelo: Juventude presente do Encontro de Espiritualidade Salesiana da AJS Foto: Clarissa Bigasz

Um grupo formado por nove membros da Pastoral Escolar do Instituto Nossa Senhora da Glória – INSG/Castelo participou neste final de semana (06 a 08 de abril) do Encontro de Formação de Liderança e Espiritualidade Salesiana, promovido pela Articulação da Juventude Salesiana (AJS) da Inspetoria Nossa Senhora da Penha.

 

O Encontro aconteceu no Instituto Nossa Senhora Auxiliadora – INSA, no Rio de Janeiro. De acordo com os membros da Pastoral Escolar do INSG/Castelo, a participação teve como objetivo promover na juventude, uma maior espiritualidade, visando a retomada das atividades do grupo jovem do Colégio Castelo, uma vez que a AJS é um movimento de educação dos jovens para os jovens que vivem e se identificam com o carisma salesiano.

 

Clarissa Bigasz, membro da Pastoral Escolar, revela que participar da AJS é descobrir que é possível fazer a diferença no mundo, começando dentro de casa, na escola, na faculdade, em todos os lugares. “Seguindo a proposta de Dom Bosco e Madre Mazzarello, estamos unidos em uma só missão: Jovem evangelizando jovem”, avaliou.

 

Já para o jovem Maxmiller Lemos, 1º ano do Ensino Médio, disse que  a experiência lhe proporcionou momentos únicos de oração, reflexão e integração juvenil. “Foi uma experiência de grande aprendizado, nos possibilitando um melhor entendimento quanto ao sistema preventivo de Dom Bosco e Madre Mazzarello e também dos ensinamentos de Jesus. O Encontro foi muito dinamizado, pude fazer novas amizades e rever amigos, já que esta foi minha sétima participação sempre vivendo novas experiência e amadurecendo na fé”.

 

“Tivemos múltiplas experiências que movimentaram as camadas mais profundas do nosso ser, trabalhando a nossa sensibilidade e a nossa visão de mundo. A música sempre presente ensinou de maneira muito dinâmica que devemos mudar e agir com alegria, porque como jovens temos a responsabilidade de construir um mundo melhor e mais empático, espiritualizado e justo”, finalizou Nikolle Mattos, 2º ano Ensino Médio.   

 

Lido 573 vezes

artigos relacionados