Quinta, 05 Abril 2018 17:38

Documentário “Love”: as mais vulneráveis entre as vulneráveis

Escrito por  ANS
Classifique este artigo
(0 votos)

"Misiones Salesianas", a Procuradoria Missionária Salesiana de Madri, apresentou dia 4 de abril o documentário "Love", dirigido por Raúl de la Fuente, que apresenta a trágica realidade de dezenas de meninas, de idade entre 9 e 17 anos, que vivem nas ruas de Freetown e são forçadas a se prostituir para sobreviver. Algo que poderia parecer "normal" em um país pobre como Serra Leoa, está deixando de ser assim graças aos esforços dos Salesianos, que por meio da educação, já retiraram da prostituição 149 meninas em 19 meses de atividade nesta área.

 

"Viver cercado por tanta dor e injustiça não me deprime, ao contrário, me dá mais força para lutar pela justiça e pela dignidade dessas crianças." É isso que anima o padre Jorge Crisafulli, missionário salesiano, diretor da obra e ONG salesiana "Dom Bosco Fambul" de Freetown, que conduz oito programas em favor das crianças e jovens vulneráveis em Serra Leoa.

 

Estas crianças, que o padre Crisafulli chama de "as mais vulneráveis entre as vulneráveis, mas ao mesmo tempo obras-primas de Deus," viveram "histórias de dor, tristeza e violência, mas também de redenção, que se transformam em otimismo e esperança quando as meninas descobrem um sonho pelo qual vale a pena lutar na vida, longe da prostituição".

 

"Tudo começou com alguns bichos de pelúcia: pela primeira vez padre Jorge aproximou-se de um grupo de adolescentes que estavam trabalhando como prostitutas na rua e as convidou para que fossem, no dia seguinte, ao dom Bosco Fambul para comer um prato de arroz e fazer um exame médico. Deu a elas alguns bichinhos de pelúcia e ficou impressionado com a reação das meninas, que começaram a acariciar os bonecos e brincar com eles como qualquer garotinha faria. Esse foi o ponto de partida", disse Alberto López, da "Misiones Salesianas".

 

Dom Bosco Fambul oferece alimento, alojamento, assistência médica, assistência psicossocial, acompanhamento espiritual e educação às meninas recuperadas da prostituição. As mais velhas também podem receber treinamento profissional e apoio financeiro para iniciar seu próprio negócio. O importante é que recuperem a confiança "não apenas em si, mas também na humanidade", explica o padre.

 

Os salesianos estimam que cerca de 2.500 meninas estão nessa situação e que 300 delas poderão ser ajudadas por eles nos próximos meses.

 

VÍDEO: APRESENTAÇÃO DO DOCUMENTÁRIO “LOVE”

 

VÍDEO: TRAILER DE “LOVE”

Lido 2300 vezes

Deixe um comentário