Segunda, 11 Dezembro 2017 16:53

Ex-aluno salesiano é eleito presidente da Academia Brasileira de Letras

Escrito por  Bianca Piquet
Classifique este artigo
(2 votos)
Ex-aluno salesiano é eleito presidente da Academia Brasileira de Letras Reprodução: O Fluminense

O Colégio Salesiano Santa Rosa, unidade da RSB-Escolas em Niterói, RJ, se enche duplamente de alegria: primeiro ao ver a conquista de seu ex-aluno Marco Lucchesi, que foi eleito como novo presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL). E ainda mais ao ler uma entrevista sua ao Jornal O Fluminense em que fala com carinho e orgulho de seu tempo de estudo no Salesiano!

Professor, ensaísta e poeta, Marco Lucchesi cita na matéria: “O Colégio Salesiano também marcou muito minha vida”, referindo-se às boas lembranças de sua infância e de seus primeiros contatos com o mundo da literatura. E foi além...

 

Lucchesi estudou no Salesiano dos 11 anos até o vestibular, e em sua fala ao Jornal destacou ainda com espontaneidade e carinho dois professores do Colégio: José Inaldo Alves Alonso e José Raymundo Martins Romêo, que foi também seu reitor na Universidade Federal Fluminense (UFF), onde cursou História.

 

Em um trecho de destaque, a reportagem cita: “De acordo com José Raymundo, que participou do Conselho das Nações Unidas em Tóquio, por seis anos, e atualmente é presidente da Pestalozzi Niterói, no Salesiano, Marco era um aluno muito atento, inteligente, e já se mostrava erudito. Era uma pessoa que não só se interessava pela aula, mas também pela matéria, pelos seus meandros e suas áreas mais profundas.”

 

“Fui professor dele de Matemática e é muito interessante observar que ele tem várias publicações em que explora a Geometria, o fato de que ela não é uma criação humana – suas fórmulas, suas razões. Fico satisfeito porque ele manteve seu contato com a Matemática. Gostaria de destacar que eu convivi com ele, a gente já na faculdade, e Marco sempre foi uma pessoa que se dedicou inteiramente ao que se propunha. Uma pessoa com vasto conhecimento, mas que mantém aquela mesma simplicidade do meu aluno no Colégio Salesiano. Recentemente, tive a oportunidade de participar da sua banca de professor titular da UFRJ e, juntamente com outros mestres, pudemos passar um momento de deleite. Evidentemente, eu era um ponto fora da curva. Tenho muito orgulho de ter sido professor dele e, muito maior, de ser seu amigo”, ressaltou José Raymundo.

 

Confira AQUI a entrevista na íntegra!

Lido 1335 vezes

Deixe um comentário