Segunda, 04 Setembro 2017 12:50

Igreja de Belém recebe dom Antonio de Assis Ribeiro, SDB Destaque

Escrito por  Arquidiocese de Belém
Classifique este artigo
(1 Voto)

A Arquidiocese de Belém está em festa com a Ordenação Episcopal de seu novo bispo auxiliar, dom Antônio de Assis Ribeiro, SDB, que ocorreu na manhã de sábado, dia 2 de setembro, no município de Ourém, PA. A ordenação reuniu cerca de cinco mil pessoas de diversos municípios do Pará, várias caravanas de Belém e região metropolitana, e também contou com maciça participação de Manaus e outros Estados.

 

A ordenação foi conduzida pelo arcebispo metropolitano de Belém do Pará, dom Alberto Taveira Corrêa e teve como co-ordenante dom Flávio Giovenale, bispo de Santarém, e dom Meinrad Francisco, bispo de Humaitá, AM. Também marcaram presenças na concelebração dezenas de padres e diáconos.

 

Em sua homilia, dom Alberto agradeceu a acolhida do bispo diocesano, dom Jesús Maria Cizaurre Bergonces – diocese de Bragança, ao acolher de braços abertos a realização da celebração em Ourém, que pertence à diocese. “A Arquidiocese de Belém do Pará se alegra sobremaneira pelo amor infinito de Deus, que nos concede o novo bispo, para cerrar fileira comigo e com dom Irineu Roman no serviço ao povo que nos é confiado, a Igreja, esposa de Cristo. Todos estamos santamente orgulhosos porque Deus escolheu um filho da terra paraense para o Episcopado”.

 

Dom Alberto afirmou que “todos nós fomos convocados a esta praça pelo desígnio providente de Deus, através do amor do Papa Francisco, que chamou ao Episcopado nosso querido monsenhor Antônio de Assis Ribeiro, paraense de boa cepa, autêntico Papa-Chibé, sacerdote salesiano até o mais profundo de suas convicções e o exercício de seu ministério de religioso e sacerdote. Nossas tradições religiosas, a cultura de nosso povo amazônico, tudo se eleva hoje como oferta no Altar do Senhor” Veja a Homilia na íntegra AQUI.

 

Dom Alberto deu sequência ao rito de ordenação de dom Antônio, em resumo, seguiu-se a Promessa do Eleito, ladainha dos Santos, Imposição das Mãos e Oração de Ordenação, Unção da Cabeça e Entrega do Livro dos Evangelhos e das Insígnias, Liturgia Eucarística. Foram momentos de alegria, emoções e lágrimas de gratidão na pequena e abrasadora cidade de Ourém.

 

Ao final da celebração dom Antônio de Assis Ribeiro expressou a alegria desse momento memorável: “Quero servir o povo de Deus com coração simples, com alegria, otimismo, simpatia e generosidade. Como diz o Papa Francisco quero ter cheiro de ovelhas, um bom pastor tem cheiro de ovelha, é isso que eu quero. O Santo Padre escolheu um filho de vaqueiro e agricultor para o Episcopado. Que isso fique na minha na memória para eu nunca me esquecer de onde vim e dos lugares por onde passei. Conto com as orações de vocês”.

 

Irmã Maria Graça, que veio do município de Manicoré, AM, com outras sete pessoas que trabalharam com dom Antônio, fala que sempre sentiu em seu coração que ele seria bispo “A primeira vez que encontrei já sabia que ele seria bispo pelo carisma, trabalho pastoral e pela pessoa que ele é. Meu coração não se enganou. Viemos de muito longe, foram horas de lancha, ônibus e barco para poder pegar um avião e chegar em Belém, e por fim, pegamos mais um ônibus para chegar aqui. Estamos muito felizes por estar representado nossa cidade, que está em festa”, comenta irmã Graça.

 

A infraestrutura da cidade foi organizada pela prefeitura de Ourém, teve parceria com a Inspetoria Salesiana e Arquidiocese de Belém para que todas as demandas fossem atendidas no acolhimento dos fiéis e celebrantes. Sobre a organização, o prefeito da cidade, Valdemiro Fernandes Coelho Junior, considera: “Ourém está em festa com nosso irmão padre Bira (Dom Antônio). Nos empenhamos para acolher a todos que vieram para este grande evento. Hoje nossa cidade é a nossa capital católica, por tudo que o padre Bira é e representa para nós”.

Fonte: Arquidiocese de Belém

Lido 1098 vezes

Deixe um comentário