Terça, 13 Junho 2017 15:31

Colégio Salesiano realiza Arraiá Solidário no Núcleo Bandeirante

Escrito por  Flávio Medeiros
Classifique este artigo
(0 votos)

No último sábado, 10, aconteceu no Salesiano do Núcleo Bandeirante o Arraiá Solidário 2017. A festa reuniu mais de 1500 pessoas em mais de 6 horas ininterruptas de apresentações e modas de viola ao vivo. Música, barracas de comidas típicas, brincadeira, jogos, correio-elegante, danças, quadrilhas e muita animação marcaram o evento.

A proposta temática para este ano foi Festa na Roça e teve o objetivo de aprofundar na “Riqueza da Cultura Caipira Brasileira”. O tema apresentou o homem do campo, do interior, o homem da roça. Em especial, o caipira das regiões do Centro-Oeste, Sudeste e Sul. E para representar de uma forma especial o meio rural, o estilo foi marcado pela música sertaneja, desde a moda caipira de raiz, até as atuais manifestações do sertanejo.

 

Além das apresentações dos alunos, a festa foi animada ao som de Rony & Aldo e Banda, a dupla trouxe grandes sucessos de sertanejo universitário, moda de viola e forró. Houve também a participação especial da atleta de vôlei Paula Pequeno, que sorteou uma bola de vôlei e um kit da Escola Nacional de Esportes para os presentes causando euforia dos fãs. Na ocasião, a atleta eleita duas vezes melhor do mundo, falou da alegria em estar presente no evento e de ser parceira da Presença Salesiana em Brasília.

 

Além de ser um momento de confraternização, o Arraiá do Salesiano também teve o viés solidário. Segundo o Salesiano Padre Ádano Isley, diretor de Pastoral das escolas da Presença Salesiana de Brasília, “a festa junina deste ano, tem o intuito de convidar o público a formarem conosco uma grande corrente para que se despertem para este grande valor da solidariedade, da caridade e do amor ao próximo”,  por isso, “a arrecadação da festa será revertida em benefício às Obras Missionárias Salesianas no DF e outros projetos pastorais salesianos de cunho solidário, onde os nossos alunos são os protagonistas”, concluiu.

Lido 515 vezes

Deixe um comentário