Terça, 06 Junho 2017 16:11

Estudo das juventudes é foco do Seminário Nacional sobre a Realidade Juvenil

Escrito por  Acontece ISJB, Sintonia Online e RSB
Classifique este artigo
(0 votos)

Entre os dias 1º e 3 de junho, a Rede Salesiana Brasil, por meio da Comissão Nacional da Pastoral Juvenil Salesiana, realizou em Brasília, DF, o Seminário Nacional sobre a Realidade Juvenil, com o tema “Para onde vai a juventude?”. O evento foi realizado no Centro de Convenções Israel Pinheiro, com a presença de cerca de 150 pessoas, membros da Família Salesiana, entre coordenadores, diretores, animadores de pastoral das obras salesianas, equipes pedagógicas, voluntários, educadores e membros do Conselho Nacional da AJS.

 

Usando a metodologia do “ver, julgar e agir”, o Seminário contou com duas grandes conferências, com os temas: “Desafios sociopastorais da realidade juvenil brasileira” e “A realidade provoca a PJS”. Também foram realizados trabalhos em grupo, partilhas de experiências, celebrações litúrgicas e momentos de animação. As atividades estiveram focadas no estudo das juventudes do Brasil em seus diversos aspectos (sociopolítico, econômico, cultural e religioso).

 

Aspectos desafiadores

Ao longo do evento, alguns assessores contribuíram com suas reflexões. Maurício Perondi, do Observatório da Juventude da Universidade Católica do RS, elencou alguns grandes desafios sociopastorais provenientes da realidade juvenil, tais como: conhecer para compreender a realidade juvenil, aproximar-se das novas tecnologias e do mundo digital, formar lideranças juvenis e ressignificar nossa pedagogia na educação e evangelização.

Padre Josué Nascimento abordou o desafio do “pluralismo ideológico” no mundo juvenil, dando como resposta a promoção do conhecimento da Palavra de Deus para que os jovens possam crescer com segurança e integralmente, como crescia Jesus: “em idade, sabedoria e graça diante de Deus e dos homens”.

Já o padre Antônio Ramos Prado (Pe. Toninho), assessor do Setor de Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), alertou sobre a necessidade de promover dois horizontes pastorais na vida dos jovens: de um lado, a urgência da vida espiritual do jovem em seu ambiente, e de outro, a importância de assumir compromissos.

Irmã Teresa Cristina (Ir. Teca) tratou do grande desafio que é o acompanhamento dos jovens e compartilhou sua experiência com os participantes. E o padre Antônio de Assis Ribeiro (Pe. Bira), coordenador SDB da Comissão Nacional da Pastoral Juvenil, conversou sobre como foi a promoção da Leitura Orante (Lectio Divina) com os jovens na Inspetoria de Manaus.

Alguns resultados esperados a partir do Seminário são: maior visibilidade da realidade juvenil brasileira e dos seus grandes desafios sociopastorais; crescimento da sensibilidade no processo de gestão do cotidiano educativo; fortalecimento do processo de reflexão pastoral e elaboração de subsídios em vista da promoção da segurança pedagógica e pastoral; maior segurança e espírito crítico dos educadores salesianos diante da realidade juvenil; e crescimento do fervor na paixão educativo-pastoral. Os participantes também renovaram alguns compromissos pastorais que deverão fazer parte da agenda da PJS para os próximos anos. 

Lido 658 vezes Modificado em Quinta, 29 Junho 2017 15:44

Deixe um comentário