Quinta, 24 Novembro 2016 14:04

Seminário sobre o tráfico de pessoas

Escrito por  InfoANS
Classifique este artigo
(0 votos)
Seminário sobre o tráfico de pessoas InfoANS

Um Seminário Nacional sobre o Tráfico de pessoas, com a duração de um dia e meio, foi realizado no “Salesianum”, de Adis-Abeba, Etiópia, nos dias 21 a 22 de novembro. O evento foi organizado por todos os interessados que trabalham no setor de luta contra o tráfico: a Igreja Católica Etíope, a Conferência Episcopal Italiana (CEI), o Voluntariado Italiano para o Desenvolvimento (VIS) e o Voluntariado Internacional Mulher Educação e Desenvolvimento (VIDES, sigla em italiano), com muitos outros representantes de diversas embaixadas.

Levando em consideração os desafios enfrentados pelos imigrantes irregulares, sobretudo,  os jovens, com o fundo garantido pela CEI/VIDES, os Salesianos de Dom Bosco (SDB), em colaboração com as dioceses de Adis-Abeba, Meki, Adigrat e Gambella, lançaram um programa nacional a ser realizado em todas as suas escolas, comunidades e centros juvenis, que se propõem a contribuir na redução dos jovens que entram nos canais da imigração irregular.

 

O Serviço Salesiano de Planejamento e Desenvolvimento (PDO), da Etiópia, está trabalhando arduamente para reduzir a taxa de imigração irregular e o tráfico de seres humanos.

 

Apesar dos elevados riscos da migração irregular, muitas pessoas, sobretudo jovens, continuam a migrar irregularmente, onde muitos deles acabam nas mãos de traficantes de seres humanos. Essas pessoas preferem emigrar, com o risco de morrer, a permanecer no próprio país e tentar possíveis oportunidades. Os salesianos, além de mostrar os perigos e as consequências da migração irregular e do tráfico, pretendem sensibilizar os jovens em questão, visando ajudá-los a produzir mudanças nos hábitos de trabalho do próprio país.

 

Entre os mais de 100 participantes, assinalam-se o cardeal Brehane Yesus, arquieparca de Adis-Abeba; dom Tesfaselassie Medhin, bispo de Adigrat; dom Abraham Desta, vigário apostólico de Meki; e dom Luigi Bianco, núncio apostólico na Etiópia.

 

InfoANS

 

 

 

Lido 739 vezes Modificado em Terça, 29 Novembro 2016 15:03

Deixe um comentário