Sexta, 26 Fevereiro 2016 14:26

Solenidade encerra o Ano da Vida Consagrada

Escrito por  Dirlene Vasconcelos com contribuição de irmã Neiva Sampaio
Classifique este artigo
(0 votos)

Foi realizada em 2 de fevereiro na Catedral Arquidiocesana de Fortaleza, CE, a solenidade do  encerramento do Ano da Vida Consagrada, com a participação  de algumas Filhas de Maria Auxiliadora e de demais religiosos e religiosas, que lotaram a catedral com a diversidade dos carismas. O evento foi animado pela Conferência dos Religiosos do Brasil de Ceará e a Igreja de Fortaleza.

A solenidade teve início às 8 horas na Cripta da Igreja com a acolhida. Em seguida, todos saíram em caminhada penitencial até à porta da Misericórdia, onde o arcebispo de Fortaleza, dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, com reflexões e orações, fez a abertura da Porta Santa da Misericórdia. Posteriormente, os participantes entraram na catedral e começou a confissão sacramental. A Celebração Eucarística culminou com a jornada de espiritualidade.

 

O arcebispo demonstrou sua alegria com a vida consagrada na Arquidiocese e comentou as palavras do Papa Francisco, enfocando a profecia e a vivência absoluta do amor de Deus. Salientou que o “Ano Jubilar” coloca no centro das atenções o Deus Misericordioso, que convida a todos a voltar-se para ELE. O encontro com ELE inspira a virtude da misericórdia. Após a homilia, realizou-se a renovação dos compromissos religiosos.

 

Dom José Antonio concluiu a celebração pedindo ao Espírito Santo que o Jubileu da Misericórdia seja um ano de graça do Senhor e que todos nós possamos, com renovado entusiasmo, levar aos pobres a alegre mensagem, proclamar aos cativos e oprimidos a libertação e aos cegos restaurar a vista.

 

Dirlene Vasconcelos com contribuição de irmã Neiva Sampaio

 

 

 

 

 

Lido 928 vezes Modificado em Sábado, 27 Fevereiro 2016 00:00

Deixe um comentário