Realizada em Cracóvia, Polônia, nos dias 25 de julho a 1º de agosto, a Jornada Mundial da Juventude 2016 reuniu cerca de 600 mil jovens católicos de todo o mundo, inclusive do Brasil. A juventude salesiana também esteve presente.

Terça, 02 Agosto 2016 14:19

JMJ: depoimento de uma jovem síria

Escrito por

Durante a JMJ 2016, realizada em Cracóvia, na Polônia, uma jovem síria, que trabalha no Centro Dom Bosco de Aleppo, deu o seu depoimento sobre as consequências da guerra em seu país. “Entre outros que morreram, afirma a jovem ao longo do depoimento, estão os meus amigos, Nour, Antoine, William, e muitos outros garotos e garotas, cuja única culpa é terem ousado crer na humanidade. São todos mártires nesta guerra sangrenta e sem sentido que destruiu as nossas almas, os nossos sonhos e as nossas esperanças. A destruição da vida humana é uma perda infinitamente maior em comparação com a destruição de tijolos e pedras”. Leia abaixo o relato completo da jovem:

Segunda, 18 Julho 2016 19:26

Padre Rypel levará jovens da Amazônia à JMJ

Escrito por

As mochilas e os sacos de dormir já estão prontos para a viagem do padre Alberto Rypel com 20 jovens na próxima terça-feira, 19 de julho. Para quem pensa que eles vão fazer mais um retiro nas proximidades de Manaus, errou. Eles embarcam para Cracóvia, na Polônia, para participar da Jornada Mundial da Juventude 2016.

Ao longo deste ano, todas as grandes celebrações da Igreja Católica são ocasiões oportunas para o aprofundamento do tema da misericórdia. Dentre os eventos em âmbito mundial, temos a XXXI Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá no mês de julho em Cracóvia, na Polônia.

Olhos verdes, rara simpatia, constante disponibilidade, talento precoce. “Aos 8 anos, já tinha uma habilidade fora do comum, uma 'fome' imensa de bola e um espírito agregador impressionante”. Shirlei Gastão, ex-professora do Instituto São José - Salesiano em Resende, no interior do Rio de Janeiro, se refere a uma antiga aluna, que ainda criança já se mostrava diferenciada quando o assunto era esporte. E de destaque na escola, ela avançaria até se tornar a melhor do mundo. O nome? Maria Elisa Ticon Antonelli Mendes, uma das principais jogadoras brasileiras de vôlei de praia.

“Foi muito importante o tempo que eu passei no Liceu Salesiano e a educação que eu recebi para encarar a vida do jeito que eu encaro hoje.” É o que afirma Fabiana Murer, atleta campeã mundial da modalidade salto com vara e ex-aluna do Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, de Campinas, SP. Fabiana representou o atletismo brasileiro em duas Olimpíadas: a de Pequim, em 2008, e a de Londres, em 2012. Coleciona muitas vitórias, entre as quais o primeiro lugar no Mundial de Daegu/2011 e o segundo lugar no Mundial de Pequim/2015. Em ambos, saltou incríveis 4,85 metros, o recorde sul-americano. Nesta entrevista ao Boletim Salesiano, ela fala sobre os tempos de escola, o seu início no atletismo e a importância dos esportes na vida e na realização de sonhos.

Pagina 10 de 24