Segunda, 24 Setembro 2018 17:25

Sínodo com sabor salesiano

Escrito por  ANS
Classifique este artigo
(0 votos)

O Sínodo dos Bispos, que iniciará no próximo dia 3 de outubro e terá como tema "Juventude, fé e discernimento vocacional", foi definido por dom Raul Biord Castillo, SDB, bispo de La Guaira (Venezuela) como "um sínodo com sabor salesiano". Ele está certo: seja porque o tema escolhido diz respeito ao acompanhamento pastoral dos jovens, isto é, às próprias raízes do carisma salesiano; seja pela ampla representatividade dos salesianos (16) que foram selecionados para participar desta importante assembleia eclesial.

 

Entre os padres sinodais devemos mencionar, em primeiro lugar, o Reitor-mor da Congregação Salesiana, padre Ángel Fernández Artime, eleito pela União dos Superiores Gerais (USG) e com compromissos especiais, nomeados diretamente pelo Santo Padre, o cardeal Charles Maung Bo, arcebispo de Yangon (Mianmar), que será um dos quatro Presidentes Delegados e o padre Rossano Sala, um dos dois secretários especiais do Sínodo.

 

Os salesianos que participam do Sínodo, eleitos por suas respectivas conferências episcopais, são: dom Roberto Bergamaschi, vigário apostólico de Awasa (Etiópia); dom Miguel Angel Nguema Bee, bispo de Ebebiyin (Guiné Equatorial); dom Eduardo Pinheiro da Silva, bispo de Jaboticabal (Brasil); dom Patricio Buzon, bispo de Bacolod; dom Virgilio Do Carmo Da Silva, bispo de Dili (Timor Leste); dom Joaquim Augusto Da Silva Mendes, bispo auxiliar de Lisboa (Portugal); dom Stefan Oster, bispo de Passau (Alemanha); dom Pedro Baquero, bispo de Kerema (Papua Nova Guiné).

 

Entre os membros da nomeação pontifícia estão o cardeal salesiano Daniel Fernando Sturla Berhouet, arcebispo de Montevidéu (Uruguai); e dom Luc Van Looy, bispo de Ghent (Bélgica). Como membro do Conselho Ordinário, participa também o cardeal Oscar Andrés Rodríguez Maradiaga, arcebispo de Tegucigalpa (Honduras).

 

Por fim, participando como colaboradores do secretário especial do Sínodo também o padre Andrea Bozzolo, professor de Teologia Dogmática na seção de Turim da Faculdade de Teologia da Universidade Pontifícia Salesiana, e o padre Renato De Guzman, catequista responsável do Escritório para a Pastoral do Centro Dom Bosco (Filipinas).

 

Da Família Salesiana participam também, como ouvintes, as Filhas de Maria Auxiliadora: irmã Lucy Muthoni Nderi, operadora pastoral para os jovens em dificuldade no Quênia; e irmã Alessandra Smerilli, professora de Economia na Pontifícia Faculdade de Ciências da Educação Auxilium.

 

Uma participação tão grande de salesianos em um Sínodo sobre os jovens certamente favorecerá a difusão das boas práticas salesianas na Igreja e a assimilação das ideias e conclusões do Sínodo na Congregação.

Fonte: ANS

Lido 375 vezes Modificado em Quarta, 03 Outubro 2018 14:43

Deixe um comentário