Terça, 22 Novembro 2016 14:22

A liberdade religiosa no mundo

Escrito por

Das 196 nações examinadas, em 38 delas a liberdade religiosa está “em situação difícil”: 23 registram perseguições cruéis, 12 pelo Estado e 11 por grupos militantes radicais, enquanto as demais 15 se colocam na área entre discriminação e perseguição. São sete os países nos quais é até mesmo difícil imaginar uma classificação: são aqueles em que a liberdade religiosa está em maior perigo: Arábia Saudita, Iraque, Síria, Afeganistão, Somália, Nigéria e Coreia do Norte. É o quadro apresentado pelo “Relatório sobre a liberdade religiosa no mundo”, preparado pela Fundação Pontifícia “Ajuda à Igreja que sofre” (ACS, em italiano) e apresentado em várias sedes em âmbito internacional no último dia 15 de novembro.

Após o encerramento do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, foi apresentada a Carta Apostólica do papa Francisco “Misericórdia e mísera”. A carta, disponível em português, é dividida em 22 pontos e começa com a explicação do título: misericórdia e mísera são as duas palavras que Santo Agostinho utiliza para descrever o encontro de Jesus com a adúltera. O perdão e a caridade são os dois eixos centrais do documento divulgado na segunda-feira, dia 21 de novembro.

Sábado, 19 Novembro 2016 18:32

A alegria do amor

Escrito por

Para falar da família não existe outra linguagem, apenas a do amor. Apontar caminhos não significa condenar os outros, mas chamá-los à comunhão e à participação.

A cidade de Belém, PA, recebeu, nos dias 14 a 16 de novembro, o II Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal. A iniciativa teve como proposta discutir a realidade política, social, econômica, cultural e religiosa da região, além de fazer uma análise geral de como está sendo desenvolvido o trabalho missionário, atualmente, no local. Participaram do encontro bispos, padres, leigos e assessores. 

Terça, 08 Novembro 2016 14:21

“Senti Deus no coração”

Escrito por

No domingo, 6 de novembro, durante a missa na Basílica de São Pedro, Itália, na frente de numerosos detentos, o Papa Francisco pediu aos governantes para melhorarem as condições de vida dos detentos. Entre eles estava também o jovem José Antônio, detido na prisão de Jaén, Espanha, na qual os salesianos prestam assistência espiritual. José Antônio veio a Roma para viver o Jubileu da Misericórdia com o Santo Padre. “Quando vi o Papa passar perto de mim, disse, eu senti Deus em meu coração”.

Pagina 7 de 21