Sexta, 09 Dezembro 2016 20:16

Natal: Alargar o horizonte e preparar a vinda do Senhor

Escrito por 
Classifique este artigo
(0 votos)
iStock Images iStock Images

O Advento marca o início do ano litúrgico e é o tempo de espera e preparação para o Natal do Senhor. Nesse período, o Papa Francisco nos convida a termos o coração aberto para receber as novidades que a vida nos traz.

Alargar o horizonte e sair da zona de conforto para receber as novidades que a vida nos traz: esse foi o convite feito pelo Papa Francisco no dia 27 de novembro, primeiro domingo do Advento. “Somos chamados a alargar o horizonte do nosso coração, a fazermo-nos surpreender pela vida que se apresenta em cada dia com as suas novidades. Para fazer isso é preciso aprender a não depender das nossas seguranças, dos nossos esquemas consolidados, porque o Senhor vem na hora em que não imaginamos. Vem para introduzir-nos em uma dimensão maior e mais bela”, afirmou o pontífice.

Francisco ressaltou que o tempo do Advento marca a espera do nascimento de Jesus como “um novo caminho de fé em que o povo de Deus vai ao seu encontro e Ele vem até nós”. O Papa falou das contínuas vindas do Senhor até nós, no passado, no presente e no futuro, segundo o Evangelho de Mateus.

“A partir desta perspectiva, surge também um convite à sobriedade, a não nos deixarmos dominar pelas coisas deste mundo, pelas realidades materiais, mas sim a governá-las”, afirmou. Segundo ele, quando nos deixamos condicionar e dominar pelos bens materiais, não conseguimos perceber algo muito mais importante, que é o encontro com o Senhor que vem para nós. “É um convite à vigilância, porque não sabendo quando Ele virá, por isso é preciso estar sempre prontos para partir”, considerou.

 

O que é o Advento

A palavra Advento vem do latim, e quer dizer “vir, chegar”. Esse período de preparação para o Natal – a vinda do Senhor - marca o início do ano litúrgico e está dividido em duas partes: nas primeiras duas semanas, a reflexão é sobre a vinda do Senhor quando ocorrer o Juízo Final; as duas semanas seguintes são dedicadas ao nascimento do Menino Jesus.

Nas igrejas e em muitas casas é colocada a coroa do Advento, com quatro velas, acendidas uma a cada domingo. Nesse período, os paramentos religiosos mudam para a cor roxa e, na liturgia da missa, são retirados alguns elementos festivos, como o hino do Glória.

São quatro semanas em que os cristãos devem viver de maneira mais profunda a sua fé, a oração, a caridade e a busca por seguir o caminho de Jesus Cristo em direção ao Reino. O tempo do Advento é de esperança por aquele que virá, trazendo um novo jeito de ver o mundo; é um tempo de conversão, de mudança de vida; e de preparação para o Natal do Senhor.

 

Natal de fé

A cada ano, para todos que nEle creem, o Senhor renasce no Natal. Essa é uma festa alegre, para compartilhar com a família e os amigos a novidade: “A Palavra se fez homem e habitou entre nós” (Jo. 1,14). No Natal, as casas e ruas são iluminadas, para lembrar que naquele dia nasceu a Luz do mundo, que veio para nos salvar. E ele chegou como um Menino, uma criança que precisou ser protegida e amada, como tantas outras também precisam hoje de nosso amor e proteção.

O Natal, desde sua preparação até a festa propriamente, é todo voltado para o que nos trouxe e o que nos ensinou o aniversariante, Jesus Cristo. Mas para perceber isso, é preciso estar, como nos pede o Papa Francisco, com o coração aberto para as novidades que a vida nos traz.

Lido 842 vezes Modificado em Segunda, 02 Janeiro 2017 20:54
Ana Cosenza

Editora do Boletim Salesiano - Brasil

e-mail: imprensabs@gmail.com

 

Deixe um comentário