Quinta, 18 Janeiro 2018 14:22

XXV Congresso Interamericano de Educação Católica - CIEC

Escrito por  Portal FMA
Classifique este artigo
(0 votos)

A cidade de Bogotá, Colômbia, recebeu, de 10 a 12 de janeiro, 1.205 participantes de diferentes países para o XXV Congresso Interamericano de Educação Católica, organizado pela Confederação Interamericana de Educação Católica (CIEC), com o tema "Gestão para a aprendizagem, a inovação e a criatividade ". Entre os participantes estavam Filhas de Maria Auxiliadora (FMA), Salesianos de Dom Bosco (SDB) e membros da Família Salesiana, incluindo leigos comprometidos com a divulgação do carisma salesiano na América.

 

A Família Salesiana destacou-se neste evento com:

 

Prêmio Jesus Mestre, concedido ao padre Mario Peresson Tonelli, SDB, da Colômbia, Bogotá.

 

Prêmio Jesus Mestre, concedido à Inspetoria das Filhas de Maria Auxiliadora das Antilhas, para o país da República Dominicana, reconhecendo a contribuição para a educação do país que as FMA, como Congregação, tiveram ao longo de sua presença na ilha.

 

Ir. Ana Julia Suriel, FMA, presidente da União Nacional das Escolas Católicas da República Dominicana - UNEC, participou ativamente com a conferência: "A Escola Católica hoje: Aprendizagem, Inovação e Criatividade".

 

As obras salesianas de Bogotá “João Bosco Operário” e “Menino Jesus” participaram com apresentações artísticas, com sua banda, coral e dança.

 

Também participaram o padre René Antonio Santos, SDB, referente do setor escolar do Dicastério da Pastoral Juvenil, e irmã Ivone Goulart Lopes, FMA, do Âmbito da Pastoral Juvenil e responsável pela Escola Salesiana na América (ESA) e Instituições de Estudos Superiores (ISS-FMA); os referentes regionais e das conferências CIMAC-NAC, MESOAMERICA, CINAB e da região ANDINA, juntamente com os delegados inspetoriais de educação.

 

Objetivos do Congresso

Os objetivos do congresso estavam na linha de repensar e relançar o papel da Escola Católica da América, a partir do diálogo com as novas pedagogias e metodologias contemporâneas; gerar um espaço de reflexão para a Escola Católica da América, que permita tornar sua proposta educacional transparente e criativa em seus objetivos, clara em suas definições, em seus fundamentos epistemológicos, em suas metodologias e coerente com as atuais mediações pedagógicas, além de propiciar espaços de integração que permitam pensar a práxis educacional católica da América de forma articulada, inovadora e criativa.

 

A Escola Católica de hoje vislumbra tempos de criatividade e esperança, momentos em que a força, a coerência e a consistência de nossa proposta, como um novo sinal, trarão ar e significado para a infância e a juventude da América.

 

Retornamos às nossas presenças com algumas preocupações que nos ajudam a tomar medidas concretas em nossas escolas americanas: para que estamos educando hoje? Qual é a utopia pedagógica do Evangelho? Que metodologia educacional nos apresenta o Evangelho para responder aos novos contextos de hoje?

Fonte: Portal FMA

Lido 1564 vezes

Deixe um comentário