Quarta, 18 Julho 2018 15:17

“Será que a vida, como princípio social, tem menos valor do que o patrimônio de quem quer que seja? Pior: condenou-se cegamente um inocente. E se fosse conosco?”

 

Quarta, 09 Outubro 2013 12:06

Segundo o relatório da ONG “Save the children”, publicado em maio de 2013, a República Democrática do Congo (RDC) é “o pior país para ser mãe”. O Centro Dom Bosco, de Goma-Ngangi, desde sempre vizinho às mães pobres e doentes, e às crianças órfãs, empenha-se por enfrentar também esta realidade.

Quarta, 02 Outubro 2013 14:38

Foi realizado, entre os dias 22 de setembro e 1º  de outubro,  na Casa Provincial St. Joseph - Inspetoria San Felipe Apóstol (SUA), em New Jersey, Estados Unidos, o encontro anual da Equipe de Comunicação Social América (ECOSAM). Dentre os objetivos do encontro estava dar continuidade a reflexão sobre a cultura da Comunicação (Gong5) e fazer a leitura da própria realidade continental, evidenciando desafios e metas a alcançar.

Terça, 24 Setembro 2013 16:12

A Paróquia Sagrada Família em São José dos Campos, São Paulo, se alegra com o nascimento de mais uma iniciativa em suas dependências: um grupo juvenil de espiritualidade salesiana.

Sexta, 14 Junho 2013 19:11

Estar entre os melhores do mundo é o sonho de quase todo profissional. Para o estudante do curso de Jornalismo da Faculdade Salesiana de Macaé, RJ, Rui Porto Filho, esse sonho está prestes a se tornar realidade. Ele vai fotografar a Copa das Confederações, que será realizada de 15 a 30 de junho, em seis capitais brasileiras. Ao lado dos melhores repórteres fotográficos da atualidade, ele espera capturar imagens que lhe garantam uma vaga para cobrir a Copa do Mundo de 2014.

 

Há 15 anos trabalhando com fotografia, foi após ter iniciado o curso de Jornalismo que ele diz ter aprimorado o seu olhar. “O curso me ajudou a encontrar novos ângulos para um mesmo assunto, sair do senso comum, visualizar diferentes abordagens para um tema”, disse.

 

 Rui, que começou a trabalhar com fotojornalismo em 2004, afirma que não dá para se tornar um bom profissional sem qualificação. “Eu já tinha feito cursos livres de fotografia. Com a graduação, aperfeiçoei a linguagem jornalística e as coisas foram acontecendo”.

 

Em 2009 ele iniciou a parceria com a agência paulista Fotoarena. E, desde então, fez várias pautas nacionais, como a queda do helicóptero na Bacia de Campos e incursões do BOPE e Policia Federal em Macaé. Algumas dessas pautas renderam ao fotógrafo a publicação de fotos na Veja e na Revista Exame e abriram portas para que ele fosse contratado como freelancer pelo Correio Brasiliense, Jornal Valor Econômico e Editora Abril.

 

Mas foi na cobertura esportiva que Rui acabou se destacando. Com a reabertura do Estádio Cláudio Moacyr, em 2010, e os jogos do campeonato carioca e brasileiro  na cidade, a publicação das suas fotos em jornais como O Globo, Lance!, Extra e O Dia foram se tornando recorrentes - inclusive na capa. Recentemente, ele fotografou o jogo de reabertura do Maracanã junto à imprensa internacional, na partida Brasil x Inglaterra, no dia 2 de junho.

 

 Chegar até aqui é resultado de uma trajetória de grande esforço. Em um mundo em que a imagem fala por si mesma, acho que o fotojornalismo deveria ser mais valorizado. Inclusive esse é o tema da monografia que estou desenvolvendo. Até porque é uma área rentável para quem tem equipamentos próprios e de qualidade.

 

Atualmente Rui trabalha como coordenador de fotografia na Prefeitura de Macaé e é parceiro da Fotoarena e da Agência Internacional Getty Images, que é a agência oficial da Copa das Confederações e da Copa do Mundo no Brasil.

 

Assessoria de Comunicação Salesiana

Quarta, 24 Abril 2013 18:05

A Procuradoria Missionária Salesiana, de Bonn, na Alemanha, está participando da Semana de Ação Global, uma iniciativa realizada em todo o mundo, entre os dias 22 a 28 de abril, com o intuito de mobilizar a todos sobre o direito das crianças a educação. A ação é promovida pela Campanha Global pela Educação (GCE, em inglês), uma Confederação Mundial de ONGs (Organizações Não Governamentais) e associações que trabalham para que o direito à educação seja uma realidade para todas as crianças.

 

A Procuradoria Missionária Salesiana, de Bonn, está empenhada nessa semana de Ação Global, sob o lema “Cada criança precisa de um professor”; e quer alinhar-se com outras organizações salesianas e associações para que também participem dessa semana de Ação Global.

 

“Em todo o mundo é difícil achar professores preparados: o nível de muitas escolas está bastante rebaixado por causa da falta de docentes qualificados. Há, entretanto um elevado potencial para a formação e o desenvolvimento dos professores - explica Nelson Penedo, responsável pela Procuradoria de Bonn. Nós estamos bem posicionados para garantir o apoio financeiro junto aos benfeitores alemães dos projetos salesianos de formação e qualificação avançada. Muitas entidades beneficentes estão interessadas em dar apoio à formação dos professores na área da assistência ao desenvolvimento e ao bem-estar de crianças, adolescentes e jovens”, finaliza Penedo.

 

Dados sobre a educação

“A partir de 2000, o mundo fez grandes progressos, conseguindo que milhões de crianças fossem à escola; mas em 2008 esse progresso parou. Hoje, 132 milhões de crianças estão fora da escola de primeiro grau, com pouca ou nenhuma esperança de aprender a ler e escrever, e, portanto, com pouca ou nenhuma esperança de quebrar o ciclo da pobreza. A coisa mais importante que podemos fazer para dar a essas crianças a possibilidade de atuar o seu direito à educação é garantir que todas e cada uma delas tenham acesso a um professor qualificado. Há, todavia, um grandíssimo déficit de professores. Para levar todas as crianças à escola elementar, precisamos de 1,7 milhão de novos professores – 1 milhão a mais, somente na África” (Declaração da GCE).

 

Para mais informações visite o site da GCE.

 

InfoANS

Terça, 09 Abril 2013 15:34

As irmãs da Inspetoria Laura Vicuña iniciaram a preparação ao Capítulo Inspetorial em vista do Capítulo Geral XXIII, que será realizado em 2014. Com a temática “Ser hoje com os jovens casa que evangeliza”, o documento avalia a realidade vivida pelas integrantes do Instituto Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) em todo o mundo.

 

O Capítulo Geral XXIII terá início no dia 22 de setembro de 2014, na Casa Geral. A madre Yvonne Reungoat convocou todas as FMA por meio da circular de nº 934. O texto foi enviado para aprofundar o tema capitular que está articulado em torno dos seguintes núcleos temáticos: A realidade nos interpela; O apelo da nova evangelização; Casa, lugar do encontro e do envio; Valdocco e Mornese: fonte profética; e Qual casa para evangelizar hoje?.

 

Os Capítulos inspetoriais deverão ser realizados até o final do mês de novembro de 2013, fazendo chegar à reguladora do Capítulo, para aquele período, todo o material correspondente.

 

Inspetoria Laura Vicuña

Terça, 09 Abril 2013 14:51

 

Atividade debaterá a redução da maioridade penal

 

A Semana da Cidadania (SdC) ocorre todos os anos, desde 1996 durante os dias 14 a 21 de abril e enfatiza a dimensão sociopolítica como parte do processo de formação integral promovido pelas Pastorais da Juventude do Brasil (PJ, PJE, PJMP e PJR), juntamente com os Centros e Institutos de Juventude, sendo uma de suas três Atividades Permanentes e atividade oficial da Igreja no Brasil.

 

É uma ação do discipulado missionário de milhares de grupos de jovens e militantes organizados como Igreja nas comunidades, nas escolas, nos meios populares e nas comunidades rurais. É o exercício do anúncio evangélico de vida plena; anúncio engajado na realidade concreta dos sujeitos jovens, comprometido com a reparação das injustiças e com a construção da igualdade social, como sinais do Reino de Deus.

 

A Semana da Cidadania constitui parte de nosso compromisso apostólico de anunciar e construir vida plena. É um espaço para a convocação de novos grupos de jovens e para despertar para a vida comunitária e é nossa oportunidade, como jovens, de compor a história da construção dos nossos direitos.

 

Com a proposta de lutar pela vida da juventude e enfatizar a necessidade deste diálogo, é que neste ano de 2013 a Semana da Cidadania abordará a temática “Juventude: vidas pela vida” inspirada pelo lema “Pastorais da Juventude contra a redução da maioridade penal”.

 

A defesa da vida da juventude sempre foi pauta dos trabalhos e ações desenvolvidas pelas Pastorais da Juventude, por isso, neste ano em que a Campanha da Fraternidade trabalhou como tema: Fraternidade e Juventude, queremos evidenciar ainda mais a defesa da vida, dizendo não à redução da maioridade penal, por entendermos que esta mudança na lei permitirá que mais vidas sejam comprometidas em sua formação integral.

 

A sociedade, por causa do aumento da participação de adolescentes e jovens em delitos e crimes noticiados diariamente, acaba por acreditar que esta proposta responderá a este problema social. Porém, entendemos que somente com a efetivação das políticas públicas, melhorias no acesso à educação, à saúde, ao emprego, ao lazer, etc, permitirão a mudança tão sonhada nos índices de criminalidade que envolvem a juventude. Seguindo ao Cristo Jovem, que não temeu os doutores da Lei, também nós, jovens das Pastorais da Juventude, não tememos dizer que somos contra a redução da maioridade penal.

 

Acesse o portal dos Jovens Conectados para ler a notícia na íntegra e para fazer download dos materiais da Semana da Cidadania.