Quarta, 12 Setembro 2018 14:26

É importante que pensemos nos bens indispensáveis à vida como direito e não como possibilidade de alguns ou de muitos. Os bens que existem no mundo são para todos.