Missões (360)

“Business Platform” (Plataforma de Negócios) é um dos projetos de maior sucesso da Associação dos Ex-Alunos de Dom Bosco, na Eslováquia. Nascido há apenas alguns anos, por iniciativa de uma União Local de Ex-alunos de Dom Bosco, congrega empresários e titulares de empresa, da Associação.

Segunda, 15 Junho 2015 14:28

Libéria: tempo de esperança

Escrito por
“É como respirar fundo o ar puro da manhã; e, finalmente, viver sem medo”, dizem os salesianos dos Centros “Dom Bosco-Sean Devereux” e “St. Joseph-8th Street”, de Monróvia, para descrever a Libéria que, depois da epidemia ‘ebola’, começa lentamente a se recompor.
Segunda, 08 Junho 2015 14:35

Crianças detidas somam mais de um milhão

Escrito por
“A minha vida na prisão de Pademba Road (Freetown) foi uma contínua tortura. Puseram-me numa cela com delinquentes comuns, adultos. Comida - uma xícara de chá preto sem açúcar, e um prato de arroz. Porque os ‘colegas’ me afanavam os pãezinhos do café da manhã e também a mandioca. Só me deixavam o arroz. À noite não podia dormir, pois devia refrescar com abano os rapazes maiores. Pela manhã me obrigavam a limpar a lata dos excrementos em que fazíamos as necessidades. O pior de tudo, entretanto, foram os abusos sexuais. Fui vítima durante dois anos. Denunciei-os, mas ninguém me ouviu. Tinha 14 anos”. Essa é a experiência de Johny, em Serra Leoa. Seu crime: dormir na rua.
 
“A difícil realidade que vive Burundi completou um mês. Na realidade, em um primeiro momento era só uma situação política. Com surpresa de todos, a situação está piorando a cada dia. Difícil saber o que vai acontecer amanhã, para não dizer depois de amanhã. Uma situação com tais tensões não deixa de ter consequências para a vida social e econômica de todos”. Este é o testemunho dos salesianos no país.

A Liga Espanhola da Educação e da Cultura Popular premiou o projeto “CACE”, da Federação dos Centros Juvenis Salesianos ‘Valdocco’. A condecoração, atribuída em 20 de maio, na Universidade de Valladolid, reconhece suas boas práticas para a integração de imigrados.

Terça, 19 Maio 2015 22:24

FMA: nova missão no Assam (Índia)

Escrito por

 

As Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) da inspetoria indiana Mater Ecclesiae se comprometeram na missão entre os mais pobres, chegando à população dos campos de refugiados no Assam, depois de violento confronto étnico que eclodiu entre Bodos, Adivasi e Santhali, provocando a morte de muitas pessoas, sobretudo crianças e mulheres nas regiões de Sonitpur, Kokrajhar, Chirang e Bongaigaon.

 

Filhos de trabalhadores imigrantes que vivem nas favelas de Nizampura, em Vadodara, estado indiano de Gujarat, podem agora receber instrução-educação, graças a um novo programa criado pelo “Don Bosco Snehalaya”, organização salesiana que oferece instrução e programas de desenvolvimento social, animando também muitos dos “Clubes dos direitos das crianças” presentes no país.

Sexta, 08 Maio 2015 20:11

De menina a mãe

Escrito por

 

Cerca de 13 milhões de meninas e adolescentes, abaixo dos 18 anos, engravidam todos os anos em todo o mundo, segundo os dados do Fundo da População das Nações Unidas, e quase 95% delas em países em via de desenvolvimento. “A maior parte dessas menores não se torna mães por opção: muitas são obrigadas a casar; outras são violentadas; todas têm em comum a falta de recursos, educação e informação”, denuncia Ana Muñoz, porta-voz da Procuradoria Missionária Salesiana, de Madri, Espanha. Por ocasião do ‘Dia das Mães’, que em muitos países se celebra nestes dias, a Procuradoria lança a campanha “Cuidemos de ellas” (Cuidemos Delas).

 

As Filhas de Maria Auxiliadora da inspetoria São João Bosco (SLK), por ocasião dos 75 anos de presença na Eslováquia, encontraram-se, de 24 a 26 de abril, na cidade de Modra, para celebrar a Festa da Gratidão, em união com todo o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora. Foi um momento de comemoração marcado, entre outras coisas, pela apresentação de uma nova publicação que traz 43 perfis biográficos das primeiras Filhas de Maria Auxiliadora eslovacas – escritos pela irmã Kamila Novosedliková.

 

Se há um grupo que pode falar de dor e trauma, e superar o ebola, é o dos pequenos, mais de 16.000 que perderam um ou ambos os pais na epidemia. Desde o início do ano passado, a epidemia causou, na Guiné Conacri, Serra Leoa e Libéria, quase 11.000 mortos e mais de 26.000 contágios. Esses são os números oficiais da doença. O povo acha que o balanço é muito maior. Os salesianos em campo buscam ajudar as crianças a superar o trauma e a preparar-se para uma reinserção familiar, acompanhando-os também nos seus estudos.

Pagina 17 de 26