No início do século XX, ciente da importância de fazer chegar ao maior número possível de pessoas as notícias sobre a ação salesiana que já então se espalhava pelo mundo, padre Miguel Rua, primeiro sucessor de Dom Bosco, incentiva a publicação do Boletim Salesiano em outras línguas além do italiano. Data de 1902 a primeira edição do BS em língua portuguesa, dirigida aos Salesianos Cooperadores de Portugal e do Brasil.

Na mensagem impressa na capa do BS, o reitor-mor afirma:

“É com a maior satisfação que venho anunciar-vos, Benemeritos Senhores Cooperadores e Benemeritas Senhoras Cooperadoras, que com o entrar do novo anno daremos começo à publicação do Boletim Salesiano no vosso bello idioma.

O Boletim Salesiano, orgam da Pia União dos Cooperadores Salesianos da Obra de D. Bosco, que já sahia na língua italiana, franceza, hspanhola, inglesa, polaca e allemã, tinha-se tornado necessário também na língua portugueza pelo augmento consolador dos amigos das obras de D. Bosco, que falam a harmoniosa língua de Vieira e de Camões, e por se terem as instituições salesianas desenvolvido extraordinariamente em Portugal e no Brasil”.

Entre as matérias publicadas nesta primeira edição, impressa na Itália e enviada de navio ao Brasil, constam artigos que revelam a ação missionária salesiana na Patagônia, Argentina; em Gualaquiza, Equador; e no Mato Grosso, Brasil. O Boletim Salesiano traz ainda uma crônica da chegada dos primeiros salesianos ao Brasil, em Niterói, RJ:

“Foi o dia 8 de Dezembro! [...] Este é o dia em que a Egreja comemora a Immaculada Conceição da Mãe de Deus; dia extraordinário, porque extraordinárias são as tradições que recorda! Maria, pura e immaculada mulher, esmaga a cabeça da serpente; D. Bosco, o nosso sempre lembrado Fundador, começa a grande obra da restauração social; os primeiros Missionários Salesianos, tendo deixado o majestoso Santuário de Maria SS. Auxiliadora, pisam pela primeira vez terras americanas na cidade do Rio de Janeiro [...]”.

Terça, 14 Agosto 2012 13:27

Editora EDB tem foco em educação

Escrito por

 

Com lançamento em 16 de agosto, a EDBé o novo selo editorial dos salesianos no Brasil. A Editora traz como novidade a publicação de obras em formato digital.

 

Os Salesianos de Dom Bosco (SDB) têm uma forte presença e tradição no mercado editorial brasileiro. Um espaço que foi conquistado, ao longo dos anos, pela Editora Salesiana. Em 2011, por decisão conjunta das seis inspetorias SDB no Brasil, essa tarefa de divulgação do carisma e dos ideais da congregação por meio de publicações editoriais passou a ser uma responsabilidade nacional, a cargo da Conferência das Inspetorias dos Salesianos de Dom Bosco no Brasil (Cisbrasil). Assim nasceu um novo selo editorial: a EDB, que será lançada em 16 de agosto.

“A decisão foi tomada como fruto da experiência de trabalho em rede conquistada pelos salesianos em outros campos, como a Rede Salesiana de Escolas. É uma forma de expandir o alcance da editora, que agora passa a ser uma responsabilidade do conjunto das inspetorias”, afirma o padre Nivaldo Luiz Pessinatti, que coordena os trabalhos da EDB na Cisbrasil.

Segundo a gerente editorial da EDB, Zeneida Cereja da Silva, “a identidade da EDB permanece a mesma que solidificou a Editora Salesiana, porém com uma maior abertura para as demandas regionais. A linha editorial continuará se ocupando com as questões juvenis, educacionais e pastorais”. Os quatro focos das publicações da EDB serão: Salesianidade, Educação, Juventude e Catequese.

A principal novidade está no ingresso da editora no universo das publicações em linguagem digital. Vários títulos já estão disponíveis em formato digital, e podem ser “baixados” no site www.edbbrasil.org.br, para leitura direta em computador ou em tablet.

Entre os títulos que já podem ser adquiridos tanto no formato digital, como no impresso, estão as Memórias do Oratório de São Franciso de Sales, escrito por Dom Bosco; Prevenir, não reprimir, de Pietro Braido, e Não Basta Amar - A pedagogia de Dom Bosco em seus escritos, de Antônio da Silva Ferreira, todos títulos de referência para os estudos sobre salesianidade e sobre a história e o pensamento do fundador da Família Salesiana, Dom Bosco.

E para comemorar o aniversário de Dom Bosco, celebrado em 16 de agosto, a EDB lança o primeiro volume de Dom Bosco: História e carisma, de Artur J. Lenti.

 

A partir de 16 de agosto, será possível acessar as novas plataformas do Boletim Salesiano, que incluem um portal na internet e as versões da revista para tablet e smartphone.

 

O Boletim Salesiano – Brasil aceitou o desafio de lançar mão das novas tecnologias como aliadas importantes na missão de educar e evangelizar a juventude. Dia 16 de agosto, dia em que celebramos a memória de Dom Bosco, o BS lança uma nova proposta de comunicação integrada para a Família Salesiana no país e ingressa no ambiente web. O Boletim Salesiano estará disponível a partir desta data, em caráter experimental. A proposta é ser um portal que reúna as diversas expressões do carisma salesiano no Brasil. Será possível também acessar o BS em tablets e smartphone, com conteúdos exclusivos, e acompanhar o Boletim nas mídias sociais.

“O Boletim Salesiano tem a missão de ser um veículo de informação e de formação para a Família Salesiana. Desde sua criação pelo próprio Dom Bosco, há 135 anos, ele não apenas divulga o que fazem os salesianos e salesianas, mas, principalmente, é um instrumento para difundir a visão salesiana sobre o mundo”, explica o diretor do BS – Brasil, padre Nivaldo Luiz Pessinatti. “No lastro dos fundadores, Dom Bosco e Madre Mazzarello, a Família Salesiana no Brasil continua buscando cumprir essa missão, agora nos ‘novos pátios’ de comunicação que estão abertos para nós no chamado cyberspace. Foi feito um grande investimento, especialmente pelos Salesianos de Dom Bosco e pelas Filhas de Maria Auxiliadora, no sentido de ocupar de forma profissional esse espaço de comunicação”, ressalta.

Quinta, 09 Agosto 2012 02:46

Boletim Salesiano: a serviço da vida!

Escrito por

 

Em fevereiro de 2012, o Boletim Salesiano completa 110 anos de publicação em língua portuguesa, uma história que ressalta a presença salesiana no Brasil e sua ação em defesa da vida.

 

A Educomunicação está no centro de dois projetos que utilizam o rádio como ferramenta educativa: o programa “Educomunicação no ar”, veiculado pela rádio educativa FM Dom Bosco, em Fortaleza, CE; e a Seti Interativa, rádio web do Instituto Salesiano de Assistência Social (ISAS), em Curitiba, PR.

 

FM Dom Bosco: Educomunicação no ar

 

A rádio educativa FM Dom Bosco 96,1, dirigida pelos salesianos em Fortaleza, CE, compreendeu a necessidade da criação de um ambiente propício às práticas educomunicativas. Por isso, desenvolveu o programa “Educomunicação no ar”, que foi planejado durante o primeiro semestre de 2011 e começou a ser veiculado em setembro do mesmo ano. A ideia partiu de um estudo da jornalista e pós graduanda em Comunicação, Jocasta Pimentel, sobre a relação dos ecossistemas comunicativos e as pesquisas realizadas pela Família Salesiana no âmbito da Educomunicação.

Agostinho Balmes Odísio foi oratoriano e aluno da Escola Profissional Domingos Sávio, em Turim, na Itália, e conheceu Dom Bosco. O Santo dos Jovens marcou profundamente a vida do escultor, discípulo de Rodin que deixou a terra natal para espalhar sua arte pelo Brasil.

 

Pagina 19 de 19