Domingo, 21 Outubro 2018 15:22

Viver o amor!

Escrito por 
Classifique este artigo
(0 votos)
Viver o amor! Canção Nova site

Iniciamos o mês de outubro celebrando a padroeira das missões: Santa Teresinha do Menino Jesus. Sem sair do mosteiro ela se tornou uma grande missionária. Porque ela descobriu o essencial do ser cristão na Igreja: “Encontrei minha vocação: minha vocação é viver o amor!” Como tantos outros cristãos e cristãs, ela percebeu que existe um motor que impulsiona o zelo pela salvação da humanidade. “Compreendi que os membros da Igreja são impelidos a agir por um único amor, de forma que, extinto este, os apóstolos não mais anunciariam o Evangelho, os mártires não mais derramariam o sangue. Percebi e reconheci que o amor encerra em si todas as vocações, que o amor é tudo, abraça todos os tempos e lugares, numa palavra, o amor é eterno”, diz ela na sua autobiografia.

 

Celebraremos então, como Família Salesiana, o “Dia Missionário Salesiano”, lembrando nossa missão especial, que é sermos missionários entre os jovens, sendo sinais do amor de Deus. “Muitos de nós não imaginam uma vida sem Dom Bosco, sem Salesianos, e podemos afirmar que, sem ele, não estaríamos ‘loucamente’ apaixonados por Deus, com uma vida cheia de alegria e de grandes experiências”, diz o Reitor-mor no seu artigo para este Boletim Salesiano. O presente Boletim oferece um artigo sobre o DMS, de Anderson Bueno, com informações do Pe. Tiago Eliomar - “Sussurrando o Evangelho: Jornada Missionária Salesiana” - para podermos entender melhor o significado desse dia. Neste artigo é relatada a formação feita na Inspetoria Salesiana de São Paulo.

 

Uma forma significativa de viver o amor como vocação realizam nossos professores e professoras. “Outubro é o mês do professor. Sim, porque dedicar apenas um dia ao professor e à professora é muito pouco”, afirma o padre Marcos Sandrini no seu artigo “Sou professor, sou significativo”. O autor escreve que a educação deve ser cheia de significado, com pessoas significativas. “Professores e professoras ganhando salários miseráveis, aviltantes, não perdem a compostura e continuam sua missão, sobretudo por vocação e por acreditar que é melhor uma escola que um presídio.”

 

O BS também apresenta duas outras matérias ligadas ao mundo da educação: uma sobre os “Jovens e escolhas de vida: perspectivas educacionais”. Trata-se de um Congresso Internacional, realizado em Roma para refletir sobre a significatividade da educação salesiana; a outra matéria trata do Encontro Nacional da Rede Salesiana Brasil de Escolas. No seu artigo o padre Ángel, citando Umberto Galimberti, diz que “Os jovens querem professores motivados e carismáticos, porque se aprende por fascinação”.

 

Dom Bosco, motivado por um grande amor aos jovens, às missões, à educação, à comunicação, nos deixou muitas lições de como viver esse amor como vocação. Entre elas, disse que “O professor, visto apenas na cátedra é professor, e mais nada, mas se está no recreio com os jovens torna-se irmão.” Para ele o “Sistema Preventivo predispõe e persuade de tal maneira o aluno, que o educador poderá em qualquer lance falar-lhe com a linguagem do coração, quer no tempo da educação, quer depois.”

 

Parabéns a todos os educadores e educadoras salesianos que, como Santa Teresinha, podem dizer: “Encontrei minha vocação: minha vocação é viver o amor!”

Lido 255 vezes
Logar para postar comentários