Quarta, 13 Dezembro 2017 12:58

A Região Pan-Amazônica em pauta

Escrito por  Pe. Guillermo Basanes, SDB
Classifique este artigo
(0 votos)

O Sínodo dos Bispos especial para a Região Pan-Amazônica, convocado pelo Papa Francisco para outubro de 2019, envolve profundamente a Família Salesiana

 

Domingo, 15 de outubro, antes da oração do Ângelus, o Papa Francisco novamente surpreende e anuncia: “Acolhendo o desejo de algumas Conferências Episcopais da América Latina, como também a voz de diversos pastores e fiéis de outras partes do mundo, decidi convocar uma Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a Região Pan-Amazônica, que se fará em Roma no mês de outubro de 2019. Finalidade principal dessa convocação é individuar novos caminhos para a evangelização daquela porção do povo de Deus, especialmente dos indígenas, com frequência esquecidos e sem a perspectiva de um futuro sereno, também devido à crise da floresta amazônica, pulmão de capital importância para o nosso planeta”.

 

Amazônia plural

É um sínodo dedicado a refletir sobre os povos e as nações que vivem na floresta pluvial da Amazônia, povos de nove nações: Brasil (67%), Peru (13%), Bolívia (11%), Colômbia (6%), Equador (2%), Venezuela (1%), Suriname, Guiana e Guiana Francesa (juntas 0,15%). Na Região Amazônica da América do Sul, há 2.779.478 aborígines pertencentes a 390 povos; e 137 povos “ainda não envolvidos” totalmente. São pessoas que falam 240 línguas diferentes, pertencem a 49 setores linguísticos mais importantes do ponto de vista histórico e cultural.

 

Presença salesiana

A Família Salesiana está plenamente envolvida neste evento. A nossa presença amazônica já conta bem 125 anos. Estamos particularmente presentes na Amazônia do Brasil, da Venezuela, do Peru e do Equador. Será uma ocasião para refletir – a partir da memória histórica salesiana na região – sobre o riquíssimo patrimônio sociocultural e evangelizador salesiano, presente entre os Achuar, Bororo, Ianomâmi, Shuar, Tucano Xavante; para analisar os desafios presentes: sociais, culturais, ecológicos e pastorais; e uma oportunidade para relançar a nossa presença, em comunhão com toda a Igreja, nesse tão importante lugar do mundo, não somente para os países da região, mas para todo o planeta.

Que a bem-aventurada irmã Maria Troncatti e os servos de Deus Rodolfo Lunkenbein e Simão Bororo nos acompanhem neste histórico momento, para poder responder a quanto Deus espera da Família Salesiana entre os povos de toda a Amazônia.

 

Pe. Guillermo Basanes, SDB, é conselheiro geral dos Salesianos de Dom Bosco para as Missões. Texto originalmente publicado em Cagliero 11 – Boletim de Animação Missionária Salesiana – N. 107 – novembro de 2017
Lido 2315 vezes

Deixe um comentário