Colunistas Boletim Salesiano - Portal Boletim Salesiano

Nesta breve reflexão não pretendemos apresentar o desenvolvimento do culto histórico ao Sagrado Coração de Jesus, mesmo porque os enfoques feitos ao longo do tempo, especialmente nos últimos cinco séculos, após as visões de Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690), geralmente polarizaram-se em torno de uma piedade popular romântica ou da tentativa exacerbada de racionalização de tais práticas. Aqui nos concentraremos em indicar traços dessa devoção presentes na espiritualidade salesiana.

 

Publicado em Salesianidade

O dia 26 de maio de 2018 certamente ficará guardado na memória das cerca de 1.400 pessoas que estiveram no Espaço de Eventos Quinta Linda, em Ribeirão Preto, para comemorar os 100 anos do Colégio Auxiliadora. Presidida pelo arcebispo Dom Moacir Silva, a Celebração Eucarística em ação de graças ao centenário reuniu estudantes, ex-alunos, colaboradores, ex-funcionários, docentes, irmãs Filhas de Maria Auxiliadora, pais, amigos e familiares. Além da espiritualidade trazida pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, a missa festiva foi enriquecida com apresentações musicais e de dança, além de diversas homenagens.

 

Publicado em Notícias Nacionais

No artigo aos leitores do Boletim Salesiano no mês de junho, o Reitor-mor fala sobre sua visita ao Chaco paraguaio. “Sinto o coração cheio de felicidade e de autêntica emoção. E posso dizer com toda a sinceridade que o sonho missionário, que preencheu muitas noites de Dom Bosco e que por uma encantadora inspiração começou mesmo na Patagônia, continua vivo”, afirma.  

 

Publicado em Reitor-Mor
Sexta, 08 Junho 2018 14:59

Editorial: Um caminho para o amor

Junho é tradicionalmente o mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus. Este é um tema muito forte e importante na espiritualidade salesiana. O espírito salesiano encontra seu modelo e fonte no próprio coração de Cristo, apóstolo do Pai. Dom Bosco propagou, junto com a devoção a Maria Auxiliadora, a devoção ao Sagrado Coração. Certa vez ele disse que no Sagrado Coração se adquire “o verdadeiro calor, o amor de Deus; não só para si, mas para difundi-lo, compartilhando-o com as almas”.

 

Seu mestre espiritual, São Francisco de Sales, diz que o coração de Jesus é uma escola, uma ‘academia’ onde podem se matricular tanto os santos como os pecadores. Porque nesta escola “aprenderemos e conheceremos o amor apaixonado de Deus por nós e nos apaixonaremos por Ele”. É o Coração (de Deus) se comunicando com o coração humano. A pedido do Papa Leão XIII, Dom Bosco construiu em Roma a Igreja do Sagrado Coração e em Annecy, na basílica do seu patrono São Francisco de Sales, pagou um altar dedicado ao Coração de Jesus.

 

É este amor de Deus, simbolizado no coração, que a Família Salesiana procura levar a todos os rincões deste mundo para ser fiel à missão proposta pelo seu fundador. O Reitor-mor, visitando recentemente o Paraguai, disse que o sonho de difundir e compartilhar com os outros o calor do amor de Deus continua vivo nos salesianos e demais membros da Família Salesiana. “Fiquei muito impressionado quando os seus chefes, os caciques, me disseram que os únicos brancos que tinham aceitado estar com eles e partilhar a sua vida foram os nossos missionários, porque não os consideravam perigosos e viam a sua leal humanidade”, disse o padre Ángel.

 

Outros assuntos tratados neste número do Boletim Salesiano também refletem este “modo salesiano” de vivenciar o amor de Deus, através da obediência, tema tratado pelo padre Marcos Sandrini; o diálogo e a conversa em família; a valorização do teatro como meio para “alegrar, educar, instruir, especialmente do ponto de vista moral, os jovens”. Os encontros são sempre importantes, afirma o padre João Mendonça, tratando do tema da pedagogia do encontro na vida salesiana.

 

Neste mês de junho inicia também, na Rússia, a Copa do Mundo, reunindo 32 seleções de futebol. Aqui no Brasil, país que valoriza muito esse esporte, há uma experiência muito bonita, descrita nas páginas deste Boletim. Trata-se da parceria, entre a Fundação Real Madrid e duas obras da Rede Salesiana Brasil de Ação Social, que leva educação, cultura e lazer para crianças em bairros carentes de Niterói e do Rio de Janeiro. O projeto tem como objetivo oferecer, por meio do esporte, novas perspectivas de cidadania para crianças e adolescentes em situação de risco social.

 

Quando Dom Bosco iniciou sua Obra e depois andando pelas ruas de Turim e vendo tantos jovens pobres e abandonados pensava no tipo de salesianos que deveriam ajudá-lo na sua missão. Certamente salesianos com o amor de Deus muito forte no coração. Em 2020, os Salesianos realizarão, o Capítulo Geral 28 em Valdocco, que terá como tema: “Quais salesianos para os jovens de hoje?” O Reitor-mor afirma que “o objetivo fundamental do tema do CG28 é ajudar a Congregação a aprofundar, o mais possível, qual é e qual deveria ser o perfil do salesiano capaz de responder aos jovens de hoje, a todos os jovens, especialmente os mais pobres e necessitados, os excluídos e os descartados, os mais frágeis e os privados dos direitos fundamentais. E isso num mundo sempre mais complexo e que experimenta mudanças velozes”.

 

A Família Salesiana vive o amor, o “da mihi animas” intensamente. Basta dar uma olhada nas notícias que reproduzimos nesta edição do Boletim Salesiano. Deus criou o coração bom, porque Deus, que nos criou, é bom. O coração humano não só "é orientado para o bem, mas foi criado para amar o Bem infinito". Estamos certos de que, realizando nossa missão salesiana, o fazemos no caminho que leva para o amor e que passa pelo coração.

Publicado em Editorial