Colunistas Boletim Salesiano - Portal Boletim Salesiano

O brilho no olhar não esconde a felicidade da auxiliar de limpeza Selma Nazareh Pegoraro Graton, de 49 anos, que há dez trabalha no UniSALESIANO de Araçatuba, SP. O presente de Natal para a colaboradora veio antecipado este ano, com a aprovação do filho, o estudante Murilo Eduardo Graton, 25, no Doutorado de Ciências Fisiológicas da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Araçatuba. “Meu filho veio estudar aqui no UniSALESIANO com bolsa 100% e fez por merecer. Sua dedicação o levou longe e eu me orgulho muito disso”, contou Selma, emocionada.

 

Publicado em Educação

No dia 23 de dezembro de 2017, foi celebrada a ordenação presbiteral do salesiano Enéas Andrade de Araújo. A solenidade aconteceu na Igreja de Nossa Senhora da Piedade, em Fortaleza, CE, às 9h, e foi presidida pelo bispo emérito da Diocese de Jacarezinho, PR, dom Fernando José Penteado, tendo como lema escolhido “Eu sei em quem depositei minha fé ” (2TM 1,12).

 

A paróquia de Nossa Senhora da Piedade teve uma grande importância para a caminhada vocacional do diácono Éneas e foi com muita alegria que a comunidade salesiana de Fortaleza o recebeu novamente para esse momento tão especial. A cerimônia contou com a presença dos familiares e amigos do agora padre Enéas, dos salesianos, paroquianos da Piedade e da paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro do bairro Serrinha, em Fortaleza, que é a paróquia de origem do padre Enéas.

Leia AQUI a entrevista com padre Enéas Andrade de Araújo, SDB

Publicado em Notícias Nacionais

O Papa Francisco chegou à sua quinta Mensagem para o Dia Mundial da Paz, trazendo para o ano de 2018 o tema: “Migrantes e refugiados: homens e mulheres em busca de paz”. Os votos de paz do Papa Francisco – “Paz a todas as pessoas e a todas as nações da terra!” – são uma aspiração profunda de todas as pessoas e de todos os povos. “Entre estes, que trago em meus pensamentos e na minha oração, quero mais uma vez recordar os mais de 250.000.000 (250 milhões!) de migrantes no mundo, dos quais 22,5 milhões são refugiados. Estes últimos – como afirmou o meu querido predecessor, Bento XVI – ‘são homens e mulheres, crianças, jovens e idosos que buscam um lugar em que viver em paz’. Para achá-lo, muitos deles dispõem-se a arriscar a vida numa viagem que em grande número dos casos é longa e perigosa; dispõem-se a suportar trabalhos e sofrimentos; dispõem-se a enfrentar muros, levantados com a finalidade de mantê-los afastados da meta”, considerou o Papa Francisco.