Terça, 21 Maio 2019 14:57

Pe. Filiberto González fala sobre Encontro Internacional do Boletim Salesiano Destaque

Escrito por  Agência iNfo Salesiana - ANS
Classifique este artigo
(0 votos)

O Padre Filiberto González, conselheiro geral para as Comunicações Sociais, está preparando o Encontro Internacional do Boletim Salesiano (BS). Nesta entrevista à Agência iNfo Salesiana (ANS), ele fala das atividades que estão programadas para os dias 26 a 29 de maio com os diretores das várias edições da Revista Boletim Salesiano em todo o mundo, e insiste na necessidade de se colaborar em favor de uma força educativa que modele a mentalidade e crie cultura.

 

"Comunicar para envolver na missão. Entre imprensa e cultura digital". Por que esse tema para o encontro dos Diretores do Boletim Salesiano?

 

Porque o BS, como todas as revistas do mundo, está passando pela transição da edição impressa para a digital. Queremos fazer essa mudança respeitando nossos leitores e também respeitando a identidade da revista, que, na mente e no coração de seu fundador, Dom Bosco, foi concebida para contar o que a nascente Congregação estava fazendo, na Itália e no exterior, em favor da evangelização e da educação dos jovens mais necessitados, procurando envolver nessa missão o maior número possível de benfeitores e simpatizantes.

 

Falemos de números: quantas edições, quantas línguas e quantas revistas são impressas por ano?

 

Começo por dizer que o BS impresso está presente em 132 países do mundo, em 66 edições, lidas em 32 idiomas, com diferentes edições de acordo com as possibilidades das Inspetorias. Estamos falando de milhões de revistas em papel todos os anos, sendo a edição italiana a mais significativa, com 300.000 exemplares mensais e mais de 3 milhões por ano. Você perguntou apenas sobre o BS impresso: mas temos também o BS digital, o que amplia enormemente o número de leitores de boas notícias.

 

Quem são os palestrantes que participarão deste importante evento?

 

Contamos com a participação de especialistas em diversas áreas. Em primeiro lugar, o Reitor-mor, padre Ángel Fernández Artime, que como Sucessor de Dom Bosco é o editor do Boletim Salesiano; o padre Francesco Motto, conhecido historiador salesiano; a Dra. Natasa Govekar, diretora do Departamento Teológico-pastoral da Secretaria de Comunicação da Santa Sé; os jornalistas Nicola Zamperini e Sandro Cristaldi; José Beltrán, diretor da revista ‘Vida Nueva’; Esteban Lorenzo, diretor de Produtos e Comunicação Digital, da editora salesiana Edebé. E haverá depois a apresentação das boas práticas do BS da Argentina, da Etiópia, da França e de Portugal.

 

O BS é atual, tanto impresso quanto em formato digital?

 

Entre os 50 participantes de diferentes países do mundo, estamos convencidos da importância do BS como revista institucional; procuramos por isso reafirmar a sua identidade, a sua relevância social e a centralidade das pessoas, estando atentos às dinâmicas sociais, culturais e tecnológicas do momento. Neste sentido, somos uma revista alternativa que informa, molda e envolve os seus leitores na missão educativa dos jovens e dos setores populares.

 

O que Dom Bosco diria aos salesianos de hoje sobre o BS?

 

Em primeiro lugar, respondo com as mesmas palavras deixadas por Dom Bosco em sua carta sobre a difusão de bons livros: "Peço-lhes que não negligenciem esta parte muito importante da nossa missão". E concluo com as palavras do padre Egidio Viganò, VII Sucessor de Dom Bosco: "Se hoje a ruptura entre o Evangelho e a cultura é exacerbada pela comunicação superficial, religiosamente desinformada e muitas vezes ideologizada, é necessário colaborar em favor de uma força educativa que molda a mentalidade, e criar cultura, como uma autêntica escola alternativa”.

 

Veja as edições digitais do Boletim Salesiano Brasil:

http://bit.ly/BoletimSalesianoDigital

 

 

Lido 103 vezes Modificado em Quinta, 23 Maio 2019 22:02

Deixe um comentário